Sindilimp participa da campanha de prevenção ao câncer de próstata

Sindlimp_diretoria_03_11_153Unindo forças ao movimento internacional do Novembro Azul, o Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza da Região Sul e Extremo Sul da Bahia (Sindilimp), entra na campanha de prevenção ao câncer de próstata, fazendo orientações a respeito dos riscos desta doença em sua base sindical na região.

Segundo informações da ONG da Inglaterra Cancer Care, 1,1 milhão de homens são afetados pelo câncer de próstata e a enfermidade provoca 307 mil mortes no mundo, todos os anos. O diagnóstico precoce tem 90 % de chances de cura. O exame de próstata deve ser feito anualmente a partir dos 45 anos de idade entre pessoas negras e nas que teve parentes de primeiro grau acometido com a doença. Nos demais homens com 50 anos.

“Hoje existem homens que por conta do preconceito, não fazem o exame de câncer de próstata, e isso pode levar a morte,” alerta José Norlando de Souza (40), diretor do Sindilimp. Para o sindicalista Elivan Oliveira dos Santos (32), prevenir ainda é o melhor remédio. “Essa doença do câncer se descoberta no início tem como o homem sobreviver”, salienta Elivan, que pretende fazer o exame quando estiver na idade indicado pelos especialistas.

Assim como a campanha do Outubro Rosa de prevenção ao câncer de mama realizada com sucesso, a proposta de chamar a atenção no Novembro Azul pretende alcançar os mesmos objetivos, alertar quanto a prevenção. “Estamos mobilizando os trabalhadores em nossas bases. Vamos durante todo o mês de novembro entregar panfletos educativos e realizar palestras sobre a importância da prevenção do câncer de próstata”, afirma o coordenador regional do Sindilimp José Carlos.


Comentários