Santa Casa promove o 2º Mutirão de Colonoscopia da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva

santa-casaO mês de setembro, é também de prevenção ao Câncer de Intestino. Sendo assim, a Sociedade Brasileira de Endoscopia, em sua comissão de ações sociais, realizará no próximo sábado (14), o 2º Mutirão de Colonoscopia na Santa Casa de Misericórdia de Itabuna.

O objetivo é chamar a atenção da população para realizar o protocolo de prevenção do câncer de intestino e do poder público para a necessidade de investir mais nas realizações de colonoscopia e mais orientações à população.

Segundo o INCA (Instituto Nacional do Câncer), esse tipo de câncer mostra-se como o terceiro mais comum diagnosticado entre homens adultos e o segundo entre mulheres adultas. São previstos, no país, aproximadamente 18.000 casos em ambos os sexos, sendo mais predominante em pacientes de etnia negra.

O mutirão vai começar a partir das 08h e contemplará 30 pacientes que estão na fila da regulação do SUS, previamente selecionados pelo próprio hospital. Serão mobilizados 10 médicos dos principais serviços da cidade de Itabuna e Salvador, 01 enfermeira especializada em endoscopia, 5 técnicas de enfermagem, 6 aparelhos de endoscopia com duas torres das principais marcas do nosso país. Durante a ação, também serão distribuídos informativos sobre o câncer colorretal entre as pessoas que frequentam o hospital.

De acordo com o Dr. Álvaro Albano, que é especialista em endoscopia,presidente da SOBED-BA Sul e coordenador do Mutirão, o exame é extrema importância para a prevenção do câncer de intestino, por ser o segundo tipo que mais mata no mundo. O ideal é que a cada 5 anos, pacientes acima de 50 anos façam o exame. “A colonoscopia previne 56% dos casos de câncer de intestino se for realizada na periodicidade correta. Através do exame, é possível fazer a retirada dos pólipos que podem evoluir para um câncer de intestino ao longo dos anos”, disse.

Para a gerente SUS, Lânia Peixoto, essa ação na Santa Casa reforça as ações de prevenção ao câncer, além de diminuir a fila da regulação e favorecer os pacientes que precisam desse tipo de exame.


Comentários