Queda de avião “vintage” deixa 20 mortos na Suíça

 

Avião caiu nas proximidades do pico de Piz Segnas, a uma altitude de 2,5 mil metros - Foto: AFPDo Estadão

A queda de um avião nos Alpes suíços deixou 20 mortos, neste fim de semana. O acidente ocorreu no sábado, 4, e, neste domingo, 5, as autoridades confirmaram que todos os passageiros morreram. O grupo estava sobrevoando as montanhas em um tour promovido por uma empresa local que usa aviões militares antigos para promover suas rotas.

De acordo com a polícia suíça, o avião “vintage” caiu nas proximidades do pico de Piz Segnas, a uma altitude de 2,5 mil metros. Uma ampla operação de resgate foi iniciada ainda no sábado, com cinco helicópteros e o fechamento do espaço aéreo na região do acidente.

As informações oficiais apontam que todos os 17 passageiros, dois pilotos e uma aeromoça morreram. As vítimas eram suíças e austríacas e tinham comprado o pacote para ter o direito a voar em um avião fabricado na Alemanha em 1939, o Junker JU-52. A empresa que operava o tour é a JU-AIR, especializada em voos panorâmicos com aviões históricos.


Comentários