Programa de saúde nas escolas em Itacaré

A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Saúde, estará realizando a partir da próxima segunda-feira, até o próximo dia 14 de novembro, o Programa Saúde na Escola, um trabalho aplicado diretamente nas instituições de ensino, com ações de educação em saúde para crianças e adolescentes.

O Programa Saúde na Escola é um compromisso do prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, de levar informações para os estudantes e uma ferramenta da administração municipal que atua na promoção de qualidade de vida de 5.743 alunos de 35 escolas municipais da sede e da zona rural e duas estaduais de Itacaré e Taboquinhas.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Ricardo Lins, o Programa Saúde na Escola visa contribuir para o fortalecimento de ações que integram as áreas de Saúde e Educação no enfrentamento de vulnerabilidades; ampliar as ações de saúde para estudantes da rede pública de educação básica e apoiar o processo formativo dos profissionais de saúde e educação de forma permanente e continuada.

A participação do município no Programa ocorre mediante adesão ao ciclo bienal, no qual serão desenvolvidas 12 ações essenciais e outras de interesse do município, pertinentes às questões locais que envolvam o público alvo dessas ações.

Como parte desse trabalho, são realizadas feiras nas unidades de ensino com estandes e palestras sobre Direito sexual e reprodutivo e prevenção de DST/AIDS; Prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas; Promoção da Cultura de Paz, Cidadania e Direitos Humanos; Promoção das práticas Corporais, da Atividade Física e do lazer nas escolas; Prevenção das violências e dos acidentes; Identificação de educandos com possíveis sinais de agravos de doenças em eliminação; Promoção e Avaliação de Saúde bucal e aplicação tópica de flúor; Verificação da situação vacinal; Promoção da segurança alimentar e nutricional e da alimentação saudável; Promoção da saúde auditiva e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração. Promoção da saúde ocular e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração e Ações de combate ao mosquito Aedes aegypti.


Comentários