Presidente da ACI apresentou parcerias com Sebrae e Uesc

Consultor do Sebrae (Em pé à esquerda)
Consultor do Sebrae fala durante reunião com os empresários(Foto Viviane Cabral).

Na primeira reunião da diretoria (Biênio 2015-2017) realizada nesta segunda-feira, 3, o novo presidente da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna, Ronaldo Abude apresentou a classe representada, a parceria firmada com o Sebrae para a construção do Planejamento Estratégico da entidade e, o projeto a ser desenvolvido com a Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) com cursos de extensão.

A construção de um Planejamento Estratégico é uma das prioridades destacadas pelo empresário na solenidade de posse para alcançar os objetivos da entidade. “A ideia é organizar a Associação Comercial para depois colocar em prática as ações que pretendemos fazer, como participar das principais decisões do nosso município e promover ações para atrair o associado”, destacou.

Para auxiliar na elaboração do planejamento, o Consultor Sênior do Sebrae, Carlos Eduardo Costa estará apresentando, ainda esse mês, à diretoria da Associação, os procedimentos necessárias para que ela possa definir suas metas. “Nós iremos trocar informações e eu irei facilitar que a própria Associação encontre, no planejamento estratégico, a melhor ferramenta de trabalho para os próximos dois anos da diretoria”.

Já a parceria com a Uesc, visa oferecer cursos de extensão aos associados da ACI, a partir de uma demanda sinalizada pela própria entidade. Segundo o Pró-Reitor de Extensão, Alessandro Santana, os Departamentos de Administração e Ciências Contábeis já estão trabalhando na elaboração de uma pauta de cursos, seja em gestão, marketing, ou no setor financeiro.

“A reitora Adélia Pinheiro já se manifestou favorável com a execução dessa parceria e acredito que será muito importante. Nós já temos um exemplo bastante exitoso com a Amurc, que trabalhamos com o setor público através do programa Agir. E agora, estamos indo para o setor privado, é a parcela de contribuição da Universidade com o empresariado”, revelou o professor.


Comentários