Mulheres da agricultura familiar são capacitadas na agroindústria da UESC

ascom-cooperast

A Cooperativa de Desenvolvimento Territorial -COOPERAST, entendendo a importância das agroindústrias para o desenvolvimento socioeconômico dos pequenos agricultores familiares, promoveu nesta quinta-feira (11), em parceria com a Universidade Estadualde Santa Cruz – UESC, a capacitação técnica das agricultoras familiares em processamento de frutas.

Utilizando a técnica de aulas teóricas e práticas, expositivas e dialogadas e utilização de grupos de trabalhos. Foram capacitadas pelo professor Antônio Fábio Reis Figueiredo, no Pavilhão de Agroindústria da UESC, as mulheres associadas da Embaúba (Associação de Produtores Orgânicos da APA Itacaré-Serra Grande).

Para Vinícius Monteiro, Diretor Presidente da COOPERAST, a função da cooperativa é promover parcerias para fortalecer as entidades parceiras, uma vez que, a EMBAUBA (Associação de Produtores Orgânicos da APA Itacaré-Serra Grande), está em processo de montagem de uma fábrica de processamento de frutas e levando estas mulheres envolvidas nesta montagem a um centro de pesquisa, fazendo com que elas possam aprender ainda mais na prática tudo que necessitam para usar no dia-dia de uma fábrica.


GONGOGI COMPLETOU, 57 ANOS DE EMANCIPAÇÃO POLÍTICA

facebook_1555170016375

Conheça a nossa História

Histórico

O povoamento do atual Município de Gongogi teve início com a formação de duas aglomerações distintas.
Em 1928, Petrolino Araújo da Silva, Deocleciano Alves Ferreira, Sebastião Alves Ferreira e Clarino Rodrigues se estabeleceram às margens do Rio de Contas, em terrenos de propriedade de João Caetano Muniz e Claudiano Muniz e requereram ao Dr. Renato Laport, Delegado de Terras do Município de Itapira da Comarca de Itacaré, o desmembramento de sete hectares de terra das propriedades acima e fundaram o povoado de Itajaí. Construíram casas, escolas e edificaram uma capelinha consagrada a São Benedito. Seu desenvolvimento foi rápido, em 1934 foi o povoado elevado à categoria de Distrito de Paz, com mesmo nome, do município de Itapira (atual Ubaitaba) da Comarca de Itacaré. Em 1944 passou a denominar-se Distrito de Tapirama.
Por outro lado, em 1935, os fazendeiros Manoel Euzébio de Vasconcelos Couro, José Queiroz e o posseiro Jorge Kalid, construíram as primeiras casas para trabalhadores, às margens do Rio Gongogi, em terrenos de suas propriedades denominadas Pedrinhas e São José e construíram a Capela de Nossa Senhora Santana, cuja imagem fora trazida pelo Coronel Manduca e recebida pelos moradores com grande manifestação de fé. Poucos anos depois, estava formado o Povoado de Pedrinhas, cujo nome originou-se pelo fato de no local existir grande quantidade de pedras.
Em 1942, chegou àquele Povoado a locação da Estrada de Rodagem da BA-2, que partindo de Jequié a Itabuna, atravessaria toda aquela extensão de terras, ligando o Povoado ao Distrito de Ubatã e à Cidade de Ubaitaba, localidades mais próximas. Em 1945 já bastante adiantados os trabalhos de pavimentação da BA-2, veio o Povoado a sentir os primeiros sinais do progresso, com a construção de uma ponte de cimento armado sobre o Rio Gongogi. Era a estrada rasgando aquela vasta região, constituindo-se na única via para escoamento dos produtos, gerando riquezas e melhorando consideravelmente a vida de um povo.
Com a chegada dos garimpeiros (denominação usada usada na região para aqueles que trabalhavam na pavimentação da estrada), construíram-se casas, escolas e reformaram a Igreja de Nossa Senhora Santana. No ano seguinte, Eduardo Vasconcelos, filho de Manoel Euzébio de Vasconcelos (falecido) dividiu em pequenos lotes as terras de sua propriedade e distribuiu aos interessados para construção de casas, cuja atitude muito contribuiu para o desenvolvimento daquele povoado.

Gentílico:

Formação Administrativa

Em 22.06.54, o povoado foi elevado à categoria de Distrito de Pedrinhas, do Município de Ubaitaba, ficando em igual condição o Distrito de Tapirama.
Em 12.04.62, por força do Decreto nº 1.668, que trata das Emancipações, foi criado o Município de Gongogi desmembrado do Município de Ubaitada, e elevada a Sede à categoria de cidade, passando o Distrito de Tapirama a pertencer ao município recém-criado.
Fonte
IBGE


AGENTES DE ENDEMIAS RECEBEM KITS

facebook_1555170293931

A Prefeitura de Gongogi, por meio da Secretaria de Saúde, em mais uma ação, na última terça-feira dia 09 de abril, realizou a entrega das bolsas e dos Kits para a realização dos trabalhos dos Agentes de Combate às Endemias. Na ocasião foram traçadas estratégias para a realização de prevenção de combate a Dengue e outras doenças. O vereador Neto de Joelson esteve presente e parabenizou o prefeito Kaçulo e o secretário de Saúde Romeu pelo apoio, e também todos os colegas Agentes de Combate às Endemias que receberam os kits.
Esse é o Governo Cuidando da Cidade e da Nossa Gente.

ASCOM-GONGOGI
Texto e fotos /colaboração- Thalissam
Coordenador Vig. Epidemiológica


OS 57 ANOS DE GONGOGI FOI MARCADO POR FESTIVIDADE CÍVICA E INAUGURAÇÕES

facebook_1555169884307

Um dia pra ficar na história! O município de Gongogi comemorou o aniversário com uma vasta programação. Pela manhã, as escolas  se reuniram para homenagear a cidade, tivemos também a presença da Fanfarra Bamugi, e autoridades políticas, como vereadores, secretários, o prefeito Kaçulo e também o deputado Estadual Sandro Régis. Às 10h da manhã foi realizada a Missa Solene, e a tarde foram inauguradas, a sede própria do Conselho Tutelar, a Sala Vermelha do hospital municipal, a reforma da Escola Santa Irene, o Posto de Saúde da Família na Santa Irene, e entregue um aparelho de ultrassom, um bisturi elétrico, e um eletrocardiógrafo para o hospital. Além da assinatura de ordem de serviço para construção da sede própria da secretaria de Saúde.

ASCOM-GONGOGI


BAMUGI PROMOVE NESTE SÁBADO 2° FESTIVAL DE FANFARRAS

117470547

Acontecerá neste sábado (13/04) a partir das 16h00, o segundo Festival de Fanfarras de Gongogi, promovido pela Bamugi.
O evento contará com a presença de diversas fanfarras e bandas da região. A organização está por conta das secretarias de Educação e Cultura. O apoio é da prefeitura de Gongogi. Governo Cuidando da Cidade e da Nossa Gente.
ASCOM-GONGOGI


Plenário aprova, com emendas, regulamentação do SUAS em Itabuna

camara_itabuna_plenarioPor unanimidade, na quarta, 10, o Plenário aprovou o projeto do Executivo que regulamenta o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) de Itabuna. Durante a tramitação, a matéria ganhou nove emendas do relator, Pastor Francisco (PRB), e três de Júnior Brandão (PT). Com a regulamentação, Itabuna adequa-se às normativas nacionais da assistência social.

O SUAS itabunense disciplina, entre outras coisas, o financiamento de ações socioassistenciais, além de criar um Fundo específico (FMAS) que será gerido pela Secretaria de Assistência Social com orientação e fiscalização do Conselho Municipal correlato. Na proposta estão assegurados benefícios e garantias a exemplo dos auxílios natalidade, funeral e moradia (aluguel social).

As emendas parlamentares ao texto original provocaram adequações e acréscimo de dispositivos. Pastor Francisco, por exemplo, inseriu “mulheres em situação de violência” no público-alvo do serviço de acolhimento institucional (dentro da política especial de alta complexidade); Brandão acrescentou “publicizar a Ouvidoria do SUAS” para facilitar o acesso do público ao órgão.


Itacaré realizará no dia 30 de abril a Conferência Municipal de Saúde

Representantes dos mais diversos segmentos da comunidade de Itacaré estarão participando da 6ª Conferência Municipal de Saúde, que acontecerá no dia 30 de abril, das 7 às 17 horas, na Associação Tribo Porto de Trás. O encontro estava a princípio programado para acontecer nesta sexta-feira, dia 12, mas diante da necessidade de ampliar cada vez a participação popular, a coordenação do evento decidiu realizar no próximo dia 30.

A Conferência Municipal de Saúde tem como principal objetivo avaliar a situação de saúde e propor diretrizes para a formulação da política para o setor nas esferas municipal, estadual e federal. O encontro é aberto a toda a comunidade e tem como meta melhorar cada vez mais o atendimento na área da saúde em Itacaré e discutir com a população ações e propostas que possam avançar ainda mais esse setor.

Na Conferência Municipal serão aprofundadas as discussões iniciadas nas Pré-Conferências realizadas nesta pela Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria Municipal de Saúde, nas unidades de atendimento do município, da sede e da zona rural. As deliberações da Conferência devem servir para orientar os governos na elaboração dos planos de saúde e na definição de ações que sejam prioritárias nos âmbitos estaduais, municipais e nacional. Esse ano a 6ª Conferência Municipal de Saúde terá como tema “Democracia e Saúde”, com enfoque na saúde como direito e na consolidação e financiamento do SUS.


refeitura de Ilhéus atende moradores do Couto com mutirão social

A população do distrito do Couto, na zona sul da cidade, foi beneficiada com mutirão social promovido pela Prefeitura de Ilhéus, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Social e o Centro de Referência da Assistência Social (Cras). As ações começaram no distrito de Pimenteira, no último dia 26 de março, e já foram realizadas também no Banco do Pedro e assentamento Frei Vantuy. No dia 24 de abril, será realizado no distrito de Olivença.

O objetivo é facilitar o acesso a serviços como Cadastro Único, Bolsa Família, mapa do peso, Benefício de Prestação Continuada (BPC) e cartão do idoso. Além do atendimento social, os participantes contam também com lanches e palestras sobre violência contra a mulher, trabalho e a exploração sexual de crianças e adolescentes. As assistentes sociais ainda escutaram os moradores e diagnosticaram demandas de outras áreas, como saúde e infraestrutura.

O mutirão social inclui também atendimento do Cras e grupos de crianças do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Para os usuários do BPC e passe, o atendimento continua normal, na sede antiga da SDS, localizada na Rua Mário Alfredo, ao lado Feijoada 19 de março, sempre de 7 às 13 horas.


Rio decreta estado de calamidade pública devido a chuvas

Resultado de imagem para Rio chuvasDa Agência Brasil

A prefeitura do Rio de Janeiro decretou estado de calamidade pública, por causa da chuva que atinge o município desde a noite de segunda-feira (8). Com o decreto, passa a ser possível fazer contratação de serviços emergenciais de resposta à enchente sem licitação.

Caso o governo federal aceite o decreto de calamidade, o documento também facilita a transferência de recursos da União para a prefeitura fazer essas ações emergenciais.

O decreto permite ainda desapropriações e o uso de propriedade particular, no caso de iminente perigo, pela Defesa Civil e outros órgãos municipais.

O prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, justificou a medida não apenas por causa da situação emergencial provocada pelo temporal, que provocou enchentes e deslizamentos e matou dez pessoas, mas também porque o município passa por “grave crise econômica”.

A cidade segue em estágio de crise (o mais grave de três níveis da Defesa Civil) há quase 60 horas, desde as 20h55 de segunda-feira (8). Ainda há vários pontos de alagamento, vias bloqueadas e riscos de deslizamentos. Apesar disso, segundo o sistema Alerta Rio, da prefeitura, não deve chover hoje na capital fluminense.


Prefeitos do Sul da Bahia na Marcha Veja sobre evento dos municípios em Brasília

prefeitura-de-ilheus-2-580x401A Superintendência Municipal de Trânsito e Mobilidade (Sutram) realizou curso de capacitação para cerca de 420 motoristas de táxi da cidade, nos dias 8 e 9, no auditório da Ceplac. A formação foi ministrada por agentes especializados e faz parte do programa de instrução e capacitação permanente. O objetivo, segundo a autarquia, é trazer para os profissionais, as mudanças na legislação do trânsito, além de promover o chamamento para os cuidados com a vida.

Durante os dois dias de curso, os agentes de trânsito, Albervan Novais e Rodrigo Cerqueira, frisaram a importância do cuidado com a vida das pessoas (clientes). “É sempre importante chamar atenção para a vida. Vale, nesse momento, conscientizar esses profissionais para esta questão, a fim de promovermos um trânsito mais humano, mais sadio e mais cidadão”, ressaltou o facilitador Rodrigo.

Na visão do titular da Sutram, Gilson Nascimento, além de capacitar, é preciso promover a cidadania. “O prefeito Mário Alexandre pediu que preparássemos esses profissionais. Não adianta sinalizar as vias, plantar semáforos modernos, aplicar asfalto, construir pontes, se a gente não ter um olhar para o ser humano. O trânsito é feito de pessoas, mas está cada dia mais violento e desumano”, disse.