Matrícula nas escolas estaduais será de 24 a 31 de janeiro

matricula-estadual-2017A matrícula na rede estadual de ensino será realizada de 24 a 31 de janeiro para os estudantes regularmente matriculados nas escolas estaduais que irão mudar de escola e os novos estudantes que desejam ingressar na rede. Em Salvador e mais 27 cidades (veja relação abaixo), os estudantes oriundos das redes municipais poderão fazer a matrícula pela Internet, utilizando o código que receberam nas suas escolas de origem. Basta acessar o Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br).

O primeiro dia de matrícula (24/01) é direcionado ao estudante da rede estadual de ensino nas seguintes situações: deve mudar de escola porque a atual não oferece a série subsequente, não renovou a matrícula no período determinado ou mudança de domicílio. Entre os dias 25 e 26/01, a matrícula é para os concluintes das séries iniciais e finais do Ensino Fundamental, regularmente matriculados na rede pública municipal no ano letivo de 2016, em razão das escolas não oferecerem a série subsequente.

Alunos novos – A matrícula de novos estudantes que forem cursar qualquer série do Ensino Fundamental acontece no dia 27 de janeiro e do Ensino Médio e suas modalidades, nos dias 30 e 31 de janeiro, devendo ser realizada presencialmente em qualquer unidade da rede estadual de ensino.


Vagas de estágio jurídico da Defensoria Pública Estadual

A Defensoria Pública Estadual abriu inscrição estágio jurídico com oferta de 44 vagas, além do cadastro de reserva. As inscrições poderão ser feitas até o dia 10 de fevereiro por meio do site da Fundação Cefet, organizadora da seleção (www.fundacaocefetbahia.org.br).

O valor da taxa é R$ 40,00 e as provas serão aplicadas em 19 de fevereiro em Salvador, Feira de Santana, Ilhéus, Vitória da Conquista e Juazeiro. Podem participar da seleção estudantes de Direito que estejam cursando, no momento da convocação, do 5º ao 9º semestre. As vagas disponibilizadas serão destinadas à capital e outros 21 municípios da Bahia.

O estágio tem jornada de 25 horas semanais, no turno pelo qual o candidato optar no momento da inscrição, pelo período de um ano, podendo ser renovado uma única vez por igual período. Os estagiários receberão bolsa de R$ 653,00, mais auxílio-transporte.


kaçulo promete governar com humildade e respeito ao povo de Gongogi

A posse do prefeito Kaçulo (PR) começou na igreja católica matriz da cidade e seguiu para a Câmara de Vereadores, onde o novo presidente da Câmara, Neto de Joelson (PPS), conduziu a cerimônia de posse em Gongogi no último domingo (1).

Em seu discurso, o prefeito Kaçulo afirmou que a sua prioridade no município será o povo carente e prometeu governar com respeito a todos e com muita humildade, visando o melhor para a sua população que muito sofreu na última gestão marcada por inúmeros escândalos e ressaltou ainda a situação caótica das finanças do município.

Após a cerimônia de posse, aconteceu um evento comemorativo pela tarde aberto a toda a população.

Kaçulo informou ainda que o seu secretariado será nomeado nesta terca-feira (03) e a divulgação acontecerá nesta quarta-feira(04).

Ele foi vereador por 3 vezes e essa é sua segunda disputa ao executivo sendo eleito pela primeira vez. (Aleilton Oliveira/Ubaitaba.com – Fotos: Valdir Santos)


Educação em Una apresenta Memorial de Gestão

leninha_entrega_memorial_gestao_una_29_12_2016A 58 km de Ilhéus, o município de Una no Sul da Bahia construiu o Memorial da Gestão da Educação que registrou as ações e processos da pasta nos últimos quatros anos, garantindo transição transparente. É o que diz Rosilene Vila Nova Cavalcante (Leninha) ex-secretária da educação da prefeita Diane Rusciolelli(PT).

Dias 20 e 29 de dezembro Leninha fez um balanço dos projetos e das principais realizações dos últimos quatros anos da educação de Una, em reunião com a presença de conselheiros e membros da equipe de transição da gestão que tomou posse domingo(01).

Na oportunidade foi entregue uma cópia impressa e em CD do Memorial da Gestão onde as informações estão disponíveis no portal Conviva, para pesquisa e aproveitamento do governo eleito. “Resultado da parceria do município com o Fórum Regional da Educação (Forsec), Amurc, UESC e os Institutos Natura e Arapyau”, frisa Leninha.

“Garantimos o piso nacional aos professores nos quatros anos, reformamos e equipamos as unidades escolares, e ampliamos as vagas nas creches”, ressaltou Leninha, satisfeita com os apoios recebido e ao agradecer os colaboradores e a prefeita.

A gestora que também é vice presidente da Undime-Ba, destacou como uma vitória do governo de Diane, e como  grandes conquistas que contribuiram para melhoria da qualidade da educação das crianças  Unenses, e para o presente e o futuro melhor, “a criação de  escolas de educação integral no campo e a aquisição de 10 ônibus do programa caminho da escola”.


A nova Ceplac esperada, após 30 anos de crise

juvenalPor Juvenal Maynart

Quando a Ceplac foi criada, a revolução verde se baseava em agrotóxicos, as bibliotecas usavam somente papel, a genômica ainda não existia, computadores só eram vistos no seriado O túnel do tempo, e as redes eram apenas instrumentos de pescadores ou de balanço para um bom descanso. A Bahia tinha uma única universidade e apenas dois doutores em ciências agrárias.

O mundo mudou; a Ceplac, idem. Se o mundo e a nossa instituição mudaram, o que estaria errado para que se justifique uma nova Ceplac? A resposta está no tempo do verbo. Sim, o mundo não mudou – o mundo muda a cada instante, todos os dias. A Ceplac, não. Ela mudou, mas parou de mudar. E isso é um atraso imensurável, na era da Tecnologia da Informação e Comunicação, mesmo que a última mudança tenha ocorrido há dez dias ou há dez anos.

A Ceplac que estamos buscando, em parcerias com o mundo da ciência, inovações e academia hodiernas, terá na Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e na e-agricultura as ferramentas da instantaneidade. Estão aí a GigaSul e a Rede Nacional de Educação e Pesquisa – RNP, do MCTI, para proverem o fazer científico em altíssima velocidade.

Sim, queremos uma ciência viabilizada por meio de redes digitais, a transparência e soluções instantâneas dos editais pautando suas demandas, e extensão por aplicativos. Queremos respostas imediatas, visto que o produtor não tem porquê esperar uma visita “in loco”. O custo tempo nas presenças físicas serão exceções.

A Ceplac tem inserção produtiva nos dois principais biomas de mata e floresta do país – a Mata Atlântica e a Floresta Amazônica. Tanto numa região como noutra, o espaço produtivo será o definidor das necessidades. A roça de cacau cederá lugar a um espaço produtivo, complexo, que tanto produzirá amêndoa quanto chocolate, madeira certificada em casos específicos, ou turismo rural. Com tecnologia e informação em tempo real, surgirá um novo produtor, consciente das potencialidades de seu espaço. Um produtor que perseguirá a sustentabilidade de seu negócio e terá na Ceplac o agente fomentador e o suporte tecnológico de que necessita para gerar riquezas.

O Brasil possui uma vasta legislação que busca zero trabalho escravo e uma legislação trabalhista (CLT) que garante ao trabalhador o respeito aos seus direitos. Tem uma indústria consolidada. Uma rede de educação ampliada e inclusiva – hoje, um índio concluindo o curso de Medicina não choca, estimula.

Não podemos pensar em criar e incentivar apenas produtores de commodity cacau. Podemos, devemos e seremos dominadores de toda cadeia produtiva. Em rede, com informação, inovação e tecnologia. Teremos chocolateiros e muito mais. O PCTSul (Parque Científico e Tecnológico do Sul-baiano) será estímulo ao empreendedorismo local. Afinal, segundo Schumpeter, “o capitalismo – para vingar – só precisa de crédito e empreendedorismo”.

Para encerrar, fragmento de Tabacaria, do mestre Fernando Pessoa:
Come chocolates, pequena;
Come chocolates!
Olha que não há mais metafísica no mundo senão chocolates.
Olha que as religiões todas não ensinam mais que a confeitaria.
Come, pequena suja, come!
Pudesse eu comer chocolates com a mesma verdade com que comes!
Mas eu penso e, ao tirar o papel de prata, que é de folhas de estanho,
Deito tudo para o chão, como tenho deitado a vida.

Juvenal Maynart é diretor-geral da Ceplac


Agerba inscreve para concurso até dia 10 de janeiro

A Secretaria da Administração (Saeb) prorrogou o prazo de inscrições no concurso público da Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos de Energia, Transportes e Comunicações da Bahia (Agerba). O novo prazo termina no dia 10 de janeiro, horário de Brasília, de acordo com publicação no Diário Oficial do Estado (DOE) desta terça-feira (3).

As inscrições devem ser realizadas exclusivamente pela internet, no site da organizadora do certame, o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (www.ibfc.org.br). No total, são ofertadas 60 vagas – 24 para o cargo de Especialista em Regulação e 36 para Técnico em Regulação – sendo que 30% deste total serão reservados a candidatos que se declararem negros e 5% para pessoas com deficiência.

A taxa de inscrição é de R$ 140 para o cargo de especialista e de R$ 70, para técnico. Vale lembrar que o candidato somente poderá realizar uma inscrição para o referido concurso.

CARGOS

Para concorrer ao cargo de Especialista em Regulação, o candidato deve possuir formação superior em Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Direito, Estatística, Arquitetura, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Química, Engenharia de Computação, Engenharia Mecânica, Engenharia Naval, Engenharia de Transportes, Ciência da Computação, Processamento de Dados, Análise de Sistemas, Informática, Sistemas de Informação ou Tecnologia da Informação. A função terá carga horária de 40 horas semanais e a remuneração inicial no valor de R$ R$ 6.021,64.

Já para o cargo de Técnico em Regulação, é exigido o Ensino Médio. A função terá carga horária de 40 horas semanais e a remuneração inicial será no valor de R$ 2.146,37.


Cesta básica sobe em Ilhéus e cai em Itabuna

cestaA cesta básica passou a custar R$344,77 no mês de dezembro na cidade de Ilhéus, um aumento de 1,16% em relação ao mês anterior.

Dos 12 produtos que compõem a cesta básica, sete apresentaram aumento no preço: banana (27,23%), leite (19,35%), farinha de mandioca (9,12%), óleo de soja (4,08%), carne (3,36%), açúcar (2,29%) e café (1,89%). Os demais itens apresentaram redução de preço: feijão (18,89%), tomate (16,40%), manteiga (8,76%), arroz (4,70%) e pão (0,46%).

Já em Itabuna, a cesta básica passou a custar R$319,01 em dezembro, uma redução de 0,08% em relação ao mês anterior. Dos 12 itens que compõem a cesta básica, a banana foi o item que apresentou maior elevação de preço (13,39%), seguido por: óleo de soja (7,16%), farinha de mandioca (4,05%), café (2,83%), carne (2,13%), leite (1,22%), pão (1,08%) e açúcar (0,30%).

Entre os itens que registraram redução, o tomate foi o principal (12,42%), seguido pelos itens: feijão (7,22%), manteiga (5,67%) e arroz (3,99%)


Transição com responsabilidade na educação de Almadina

transicao_educacao_almadina_30_12_2016O município de Almadina no Sul da Bahia fez transição da pasta da educação antes de encerrar o ano de 2016 para a continuidade das políticas pública do setor. A ex-secretária Neilma Cardoso nomeada pela prefeita Alba Gleide destaca a importância do “compromisso e da  colaboração dos professores e dos pais para a construção da educação de qualidade dos filhos e  filhas de Almadina”.

Em seis meses no cargo a professora Neilma apresentou os projetos em andamento, as conquistas e os desafios para a nova gestora Isabela Brito e o prefeito Milton Cerqueira, em reunião com a presença dos membros da comissão composta por representantes dos conselhos, do legislativo e de professores. A reunião aconteceu dia 30 de dezembro.

“Fizemos a reforma do prédio da secretaria e mudamos imediatamente para dar mais conforto a equipe e atender melhor a comunidade escolar. Outra ação nossa fo articular e aprovar o calendário escolar que estava pendente devido a greve”, afirma Neilma. Ela acrescenta que “foi fundamental a reativação do conselho municipal da educação e a realização de um diagnóstico da rede e o planejamento estratégico”.


Ioná Queiróz assume a prefeitura de Camamu pela segunda vez

iona-ler-discurso-de-posse-foto-aleilton-oliveira_01-01_2017
Prefeita Ioná do PT, ler discurso de posse em Camamu no domingo(Foto: Aleilton Oliveira)

A cerimônia de posse da prefeita Ioná Queiróz aconteceu na praça Dr. Pirajá, no último domingo (01), com a presença dos novos vereadores e o novo presidente da câmara Enock que deu a posse a prefeita.

A escolha de Enock como presidente da câmara aconteceu na câmara de vereadores uma hora antes em sessão bastante lotada mas tranquila já que foi chapa única, no total Enock teve 12 votos favorável e apenas uma abstenção.

Em sua fala, Ioná Queiróz reafirmou seu compromisso com Camamu. A eleição do presidente da Câmara foi favorável a gestão da prefeita já que o novo presidente fará parte de sua base de apoio.

Ioná definiu seu secretariado: Secretário de Governo – Marcelo Lavinicka; Secretária de Educação – Ione Nascimento, Ação Social – Levi Ferreira, Saúde – Tarcísia; Agricultura – Manoel Luiz; Administração – Andreilson Moreno. As outras pastas de obras, finanças, desenvolvimento econômico, turismo, a diretoria de cultura e assessoria de comunicação serão definidos posteriormente.

Ioná Queiróz é casada com Edilton Vila Nova, é mãe de dois filhos: Rodrigo e Amanda e foi prefeita de Camamu de 2009 a 2012. E atualmente ocupava o cargo de superintendência da PLEM – Fundação Luiz Eduardo Magalhães em Salvador. (Assecom/ Camamu)


MEC abre sistema de renovação do Fies na próxima segunda-feira

Ações na Praça Mobilizaram Professores e Estudantes de Enfermagem da FTCO Ministério da Educação (MEC) vai abrir o Sistema Informatizado do Financiamento Estudantil (SisFies) a partir de segunda-feira, 9 de janeiro. A nova etapa refere-se aos contratos do 1° semestre de 2017. De acordo com a pasta, a medida tem o objetivo de evitar problemas na conclusão do processo antes do início das aulas.

Dessa vez, já no início de janeiro, as instituições de ensino superior poderão iniciar os processos de renovação que, posteriormente, deverão ser validados pelos estudantes. O prazo vale somente para contratos formalizados até 31 de dezembro de 2016. As novas inscrições estão previstas para fevereiro, segundo processo de seleção conduzido pela Secretaria de Educação Superior (Sesu), do MEC.

De acordo com o ministério, cerca de 98% dos estudantes conseguiram renovar o financiamento, o que totalizou um orçamento de R$ 8,6 bilhões. O Fies oferece financiamento de cursos superiores em instituições privadas a uma taxa de juros de 6,5% ao ano. O aluno só começa a pagar a dívida após a formatura. O percentual do custeio é definido de acordo com o comprometimento da renda familiar mensal bruta per capita do estudante. Atualmente, 2,1 milhões de estudantes participam do programa.(Agência Brasil)