Reunião em Itabuna vai discutir atrasos nos terceirizados da educação

Reuniao_terceirizados_sindilimp_07_03_2016O Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza da Região Sul e Extremo Sul da Bahia (Sindilimp), convoca os trabalhadores terceirizados nas escolas do Estado, sediadas pelo Núcleo Regional de Educação de Itabuna-NRE5, para uma reunião nesta quarta-feira(09) às 8h, na sede do Sindicato,  localizada na praça Olinto Leone, Centro de Itabuna. No mesmo dia acontecem mobilizações em todo o Estado, incluindo uma assembleia no Centro Administrativo-CAB, em Salvador.

Na pauta, o Sindilimp irá discutir e fazer encaminhamentos com a categoria sobre os constantes atrasos no pagamento de salários, vale transporte e vale alimentação pelas empresas responsáveis da contratação dos trabalhadores que atuam na limpeza, portaria e no setor administrativo das escolas.

A informação segundo o coordenador regional do Sindilimp, José Carlos Conceição de Jesus, é que “nem a as empresas e o Estado deram previsão de quando serão pagos os salários, vale transporte e vale alimentação dos trabalhadores, que em algumas empresas chegam a três meses de atrasos”. José Carlos acrescenta que “os trabalhadores já estão sem poder fazer a feira e passando dificuldades, uma situação inaceitável”, conclui.


Acidente com ônibus no Centro de Itabuna

acidente_ItabunaUm ônibus  de uma empresa não identificada, placa JKB 2995, bateu em um veiculo Uno na manhã desta segunda-feira(07), no Centro de Itabuna.  O acidente aconteceu na Rua São Vicente de Paula,  próximo a sede da Emasa.

Segundo informações de um agente de trânsito o veiculo Uno tinha mais de um ocupante, sendo apenas uma pessoa ficando em estado mais grave. A senhora idosa de aproximadamente 70 anos, mãe do motorista do Uno que viajava no banco traseiro, foi encaminhada ao Hospital de Base com ferimentos. Não houve vítima dos passageiros do ônibus.

A suspeita é que o ônibus faltou  freios, e por pouco não causou uma tragédia, pois a  rua é bastante  movimentada.


Campanha para reforma da Paróquia de Itacaré

A paróquia São Miguel Arcanjo situada na cidade de Itacaré (BA), pertencente à Diocese de Ilhéus, foi fundada em 1723 pelos Jesuítas. A igreja matriz é umas das mais antigas da região e está precisando de uma reforma. Devido a essa necessidade, foi criado o projeto ” A Fé Restaurada” – Restauração dos Altares da Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo.

São Miguel Arcanjo é padroeiro de Itacaré,  cidade visitada por turistas de vários estados do Brasil e do mundo inteiro. Apesar de ser uma cidade rica de turismo que explora as belezas naturais, o empresário deste segmento, não tem dado atenção à Campanha para restauração do único Patrimônio Artístico e Cultural de 293 anos: os altares da Igreja Matriz de São Miguel Arcanjo, que nas missas dos domingos às 19h recebe um público impressionante que sai das pousadas.

Para conhecer melhor e projeto, basta acessar o site: paroquiasaomiguelitacare.com.br. Nele, apresenta o resumo do Projeto, já com imagens da obra em andamento e informações de como contribuir com o desenvolvimento da reforma. Ajude, participe! Com informações e fotos do Portalcatolico.


Em oito anos, mais de 1 milhão de brasileiros devem gerar sua própria energia

energia_solar_instalacao_babilonia_rio_hostelVocê já pensou em gerar a sua própria energia elétrica em casa? Pois essa possibilidade já existe e deve ser cada vez mais comum no país. Segundo estimativa da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), até 2024 cerca de 1,2 milhão de residências no Brasil vão contar com energia produzida pelo sistema de geração distribuída, que permite que o consumidor instale pequenos geradores de fontes renováveis, como painéis solares e microturbinas eólicas, e troque energia com a distribuidora local, com objetivo de reduzir o valor da conta de luz.

O diretor da Aneel Tiago Correia já instalou oito placas de geração de energia solar em sua casa, o que vai atender ao consumo total da residência a partir do mês que vem. Para ele, além da vantagem de usar apenas fontes renováveis, um dos benefícios da geração distribuída é a redução de investimentos em redes de distribuição de energia. “Ela traz a geração para próximo do consumo”, afirma.

Na última terça-feira (1º), começaram a valer as novas regras aprovadas pela Aneel para a geração distribuída no país, que devem aumentar a procura pelo sistema. Uma das novidades é a possibilidade de geração compartilhada, ou seja, um grupo de pessoas pode se unir em um consórcio ou em cooperativa, instalar uma micro ou minigeração distribuída e utilizar a energia gerada para reduzir as faturas dos consorciados ou cooperados.

Leia mais na Agência Brasil.


O passado obscuro do procurador Carlos Fernando dos Santos Lima

'Raposa no galinheiro': Carlos Fernando dos Santos LimaDeu no site DCM

O espetáculo midiático em que se transformou a condução coercitiva do ex-presidente Lula apenas um dia após o “furo” da revista IstoÉ, finalmente deixou escancarado o que todos já sabiam: o alvo principal da Lava Jato é, e sempre foi, o maior líder popular do Brasil.

Se antes os procuradores que coordenam os trabalhos da Lava Jato tergiversavam utilizando argumentos republicanos como o de que a operação não investiga pessoas mas fatos, a impressão que ficou na entrevista dada pelo MPF é que já nem mais investigam Lula, a sua culpa já foi decretada. Provas para os procuradores são detalhes insignificantes.

Aliás, chegou a ser emblemática a decepção do procurador ao afirmar que os mandatos de busca e apreensão efetuados na casa de Lula e no seu Instituto teriam sido prejudicados justamente em função do vazamento da operação pela imprensa.

O que ele chama de “prejudicado” é o fato de basicamente não terem encontrado nada de relevante que amparasse o linchamento da mídia e a condenação prévia de seu seqüestrado.

Se a operação foi “prejudicada” por vazamentos ilegais de mandatos sigilosos divulgados na grande mídia, não seria o caso desses mesmos procuradores e do juiz Sérgio Moro abrirem inquérito para apurar os vazamentos? Imagina. Tolice.

Em se tratando de política e poder, quem acredita em coincidências acredita em fadas e duendes. Até o mais ingênuo dos “inocentes úteis” já sabe do escandaloso consórcio formado pela PF, MPF, Sérgio Moro e a grande imprensa brasileira.

Toda a operação seguiu um rigoroso esquema previamente combinado com os grandes veículos de informação dominados por meia dúzia de famílias. Incrível como quando o assunto é fama, dinheiro e um projeto de poder, as antigas “diferenças” entre a mídia familiar e suas vítimas, e vice-versa, são oportunamente esquecidas.

Ironia das ironias, a mesma revista IstoÉ que preparou o terreno para a grande atuação de Santos Lima e a força tarefa da Lava Jato, no passado não compartilhava da mesma admiração que hoje imputa a um dos atuais mosqueteiros no combate à corrupção.

Em setembro de 2003 a IstoÉ publicou uma matéria sobre Santos Lima cujo título é no mínimo inspirador: “Raposa no galinheiro”. O subtítulo emenda: “Procurador Santos Lima, casado com ex-funcionária do Banestado, tentou barrar quebra de sigilo de contas suspeitas”.

A matéria assinada pelos jornalistas Amaury Ribeiro Jr. e Osmar de Freitas Jr. deixaria o mais ávido “paneleiro” decepcionado, isso se a sua causa realmente fosse o combate à corrupção.

A denúncia ocorreu quando uma comissão de autoridades brasileiras encarregadas de apurar o escândalo do Banestado foi até os EUA em busca de provas e documentos sobre lavagem de dinheiro e remessas ilegais de recursos para o exterior.

Segundo os jornalistas, o procurador Santos Lima tentou de todas as maneiras impedir que os “preciosos documentos” fossem entregues aos membros da CPI. A matéria conta que a atuação do procurador causou constrangimento tanto na delegação brasileira quanto nas autoridades dos Estados Unidos. Nas palavras de um dos americanos: “Foi insólito”.

Como sabemos, o caso Banestado nunca foi devidamente esclarecido. A grande imprensa na era FHC não se dedicava exatamente à investigação de suspeitas de corrupção no governo.

O que realmente sabemos agora é sobre as rédeas de quem a operação Lava Jato está sendo conduzida.


Rede Hoteleira de Ilhéus participa da Exposição Agropecuária Nacional de Conquista

Acontece entre os dias 11 e 20 de março, no Parque de Exposições Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista, a 50ª edição da Exposição Agropecuária Nacional de Conquista. O evento, considerado um dos mais tradicionais do Brasil, irá contar com feira de negócios, shows, leilões, apresentações e cursos.

Durante a Feira, 400 expositores de diversos segmentos estarão presentes expondo suas atividades, produtos e serviços dentre os quais, os Hotéis Praia do Sol e Aldeia da Praia, de Ilhéus.

Segundo Luana Nascimento, Assistente de Marketing dos hotéis, participar da Feira é uma forma de prestigiar a população da cidade de Vitória da Conquista, que constantemente visita Ilhéus e se hospeda nos hotéis. “Alguns de nossos hóspedes mais fiéis, são de Conquista e é um prazer estar presente em um evento tão importante para a comunidade local”.

Luana destacou ainda, que a participação no evento permite a rede hoteleira divulgar a sua estrutura e tudo o que os hotéis oferecem, além de promover os encantos naturais e os cenários paradisíacos da Terra da Gabriela.

A fim de comemorar a marca histórica de 50 edições do evento, os hotéis irão sortear uma diária por dia entre as pessoas que visitarem o stand e realizarem o cadastro. Para obter mais informações, basta entrar em contato através dos telefones: Hotel Praia do Sol – (73) 3234-7000 ou reservas@praiadosol.com.br / Hotel Aldeia da Praia – (73) 3234-8000 ou reservas@aldeiadapraia.com.br.


Itabuna terá aplicação de inseticida residual para combate ao Aedes

Vane recebe secretário de Saúde da Bahia que anuncia reforço no combate ao Aedes aegytpi  Foto Lucas França (2)Itabuna será a primeira cidade baiana a receber borrifadores de inseticida residual de aplicação intra-domiciliar para combater o mosquito Aedes aegypti. O anuncio foi feito na  manhã deste sábado (5), pelo secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, durante visita ao município. Na próxima semana, serão disponibilizados 92 borrifadores para a Secretaria Municipal de Saúde. O inseticida residual combate o aedes num período de 12 meses e será aplicado em domicílios nas áreas com maior incidência de focos.

O secretário também destacou os serviços de limpeza da calha e das bordas e a retirada de baronesas do Rio Cachoeira, que corta a cidade, reduzindo os focos do mosquito. Acompanhado do assessor especial Mateus Simões, do superintendente dos Gestão do Sistemas de Regulação da Atenção à Saúde (Suregs).  José Rodrigues  e da gerente do Núcleo Regional de Saúde/Sul,  Marisa Eduane, Vilas-Boas visitou o QG da Dengue, onde são atendidos pacientes com suspeita de dengue, zika vírus e chikungunya e o Hospital de Base de Itabuna, onde funciona uma unidade de atendimento a pacientes que necessitam de internação.

O QG da Dengue, implantado pela Prefeitura de Itabuna, em parceria com a Sesab, conta com 120 profissionais trabalhando em esquema de plantão todos os setes dias da semana. São nove médicos, sendo cinco durante o dia e quatro no regime de plantão noturno.


Diretório do PT de Itabuna condena abuso de autoridade na operação Lava Jato

Flavio Barreto
Flavio Barreto, presidente do DM do PT

A prisão arbitrária do ex-presidente da república ontem foi motivo de questionamentos do Diretório do Partido dos Trabalhadores(PT) de Itabuna.  A ação coercitiva que obrigou Lula a depor na marra fez parte 24ª fase da Operação Lava Jato, deflagrada pela Polícia Federal a mando do juiz Sergio Moro.

“Foi uma tremenda falta de respeito invadir a casa e obrigar nosso ex- presidente Lula a depor em um posto da PF em São Paulo, quando se o solicitasse ele iria prontamente,como já fez a menos de seis meses. O ato de constrangimento e midiático não intimida a militância petista. Ao contrário, nos dar força para ir as ruas defender o projeto vitorioso do PT em Itabuna, na Bahia e no Brasil”, diz Flávio Barreto, presidente do PT de Itabuna.


Ana Paula é expulsa do Big Big Brother Brasil 16

A sister foi eliminada após descumprir uma das regras do programa - Foto: Reprodução | TV GloboConsiderada um dos personagens mais marcantes da história do BBB 16 , a jornalista Ana Paula foi expulsa do reality show na manhã deste sábado, 5, após descumprir uma das regras do programa.
Durante a festa ‘Trem Expresso’, na madrugada deste sábado, ela deu um tapa no rosto de Renan, que tentava apartar a briga dela com Adélia. A confusão começou quando a jornalista foi provocada por Adélia, após derramar um copo de bebida na cabeça da sister.
Irritada, a mineira se descontrolou e foi tirar satisfação com a advogada, que logo foi protegida por Renan. Logo após o ocorrido, ele foi ao confessionário para reclamar da agressão.
Na manhã deste sábado, os participantes foram acordados e Ana Paula foi chamada ao confessionário. Após alguns minutos, Ronan e Munik foram ordenados pela direção a arrumarem as malas da jornalista, que não retornou para a casa. Esta é a primeira vez que um participante é expulso por esse motivo. ( A tarde)


Mais de 41 países tiveram transmissão de Zika desde 2015

Boletim divulgado hoje (4) pela Organização Mundial da Saúde (OMS) informa que 52 países e territórios registraram casos de infecção por Zika desde 2007 contraídos dentro do país, chamados de autóctones. Destes, 41 tiveram transmissão interna da doença no atual surto, que começou em 2015, sendo que  31 estão nas Américas.

O boletim informa também que França, Estados Unidos e Itália reportaram transmissão local da doença, embora não tenham circulação do Aedes aegypti. Neste caso, provavelmente houve transmissão sexual da infecção.

De acordo com a OMS, até agora, o aumento de casos de microcefalia e outras malformações neonatais só foi percebido no Brasil e na Polinésia Francesa. No Brasil, 641 casos de microcefalia foram confirmados desde outubro do ano passado e destes 82 com testes laboratoriais confirmados para relação com o vírus Zika.

Quanto aos casos de Síndrome de Guillain-Barré, oito países registraram o aumento da doença neurológica, que já teve sua relação com o vírus Zika provada em artigo científico baseado nos dados da Polinésia Francesa.(Agencia Brasil)