No Dia Mundial do AVC a Santa Casa de Itabuna apresenta novo protocolo

santa-casaA próxima segunda-feira(29), é o Dia Mundial de Combate ao Acidente Vascular Cerebral (AVC), que este ano, terá como tema “Up Again After Stroke” (“Reerguendo-se após um AVC”).

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o AVC é a segunda maior causa de morte e primeira causa de incapacidade no mundo, e pode acontecer com qualquer pessoa. Por este motivo, a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna apresentará nesta data, às 19:00 horas, o Protocolo de AVC, quer terá como publico alvo todos os médicos da instituição.

O Protocolo será apresentado pelo Neurologista Vascular Antônio Fernando, que ressalta a importância dessa implantação para dar celeridade e melhorar a qualidade do tratamento de pacientes com AVC. “Através da implantação do protocolo, parametrizaremos o passo a passo do atendimento, desde a chegada do paciente, na porta do hospital, até o início do tratamento. A prevenção, o reconhecimento dos sinais de alerta do AVC e o rápido tratamento de urgência diminui a chance de sequelas”, disse o médico.

Ainda segundo o Neurologista, o AVC do tipo isquêmico é tratável e potencialmente reversível, desde que o início do tratamento seja realizado em tempo hábil, nos pacientes candidatos a terapia, esta deve ser iniciada até 4,5 horas do início dos sintomas.

“O AVC do tipo isquêmico, o mais comum, acontece quando há uma obstrução em um dos vasos sanguíneos presentes no cérebro, e a partir daí, a parte do cérebro atingida começa a ter morte dos neurônios (1,9 milhão de neurônios morrem a cada minuto, no paciente que está sofrendo o AVC). Tempo é cérebro! Muitas pessoas sofrem um AVC e demoram para chegar ate a unidade hospitalar, o que acaba prejudicando o tratamento. Por este motivo, é importante que em no máximo 60 minutos da chegada ao hospital, ele seja triado, atendido, realize os exames adequados e seja medicado. A implantação do protocolo, busca melhorar a assistência aos pacientes com AVC, e assim ajudará a salvar vidas”, ressaltou o médico.


Comentários