Municípios do Sul da Bahia terão consultoria para equilíbrio fiscal

foto_sebrae_arapyauAtravés de uma parceria com o Instituto Arapyaú, Sebrae e a Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano (Amurc), seis cidades que integram o Programa Líder do Sebrae serão contemplados com uma consultoria para otimizar as despesas e aumentar a arrecadação municipal. O lançamento do projeto aconteceu nesta terça-feira, 13, na unidade regional do Sebrae em Ilhéus.

Os municípios do sul da Bahia têm vivenciado um grave problema nos últimos anos, com a queda nas receitas municipais e aumento das despesas, que inviabilizam a implementação de ações locais. Na tentativa de solucionar essa demanda, o Instituto Arapyaú apresentou, durante as reuniões do Programa Líder, a possibilidade de prover aos municípios uma consultoria especializada no assunto para ampliar as receitas e reduzir as despesas.

A ideia foi amplamente aprovada pelas lideranças regionais, que têm se reunido desde 2017 para a construção de um Plano de Desenvolvimento Regional. De acordo com a gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, o projeto é uma extensão do programa Líder. “A iniciativa tem levantado, dentre as principais demandas, a necessidade de melhoria na arrecadação de receitas e redução das despesas, pensando no desenvolvimento sustentável dos municípios”.

O projeto Melhoria Fiscal Municipal será desenvolvido pela empresa Mouve Brasil, especialista na apresentação de soluções e serviços em mais de 400 cidades brasileiras de 20 estados da federação, com a finalidade de aumentar a eficiência dos municípios. De acordo com o consultor da empresa, Ricardo Ramos, inicialmente será feito um diagnóstico para conhecer a situação do município, para depois traçar metas e melhorias de gestão.

A iniciativa terá o financiamento de 100% do Arapyaú, que, segundo o diretor de projetos do instituto na região, Ricardo Gomes, tem o objetivo principal de contribuir para o desenvolvimento sustentável, partindo inicialmente com a proposta para seis cidades que integram o programa Líder: Itabuna, Ilhéus, Itacaré, Una, Uruçuca e Canavieiras. “Nesse primeiro momento, o projeto será aplicado para uma quantidade de municípios, mas poderá ser replicado na região”.

O prefeito de Una, Tiago Birschner, entende que não existe solução mágica para os problemas, mas acredita que a partir das informações sistematizadas será mais fácil para desenvolver as ações. “Nós não temos tempo para debruçar em busca de um diagnóstico, e a equipe da Muove tem profissionais qualificados para realizar esse trabalho e traçar soluções eficazes para o nosso município”.

O coordenador executivo da Amurc, Luciano Veiga, acredita no sucesso do projeto, que vai partir de um diagnóstico para identificar os problemas e atuar de forma assertiva e estratégica nos municípios. “A nossa expectativa é de que esse projeto sirva de exemplo para os demais prefeitos e que possa ser replicado em outras cidades, verificando as oportunidades para implementação das ações municipais”.


Comentários