Governo Bolsonaro cassa aposentadoria de Sérgio Gabrielli

Ministro libera bens de Sergio Gabrielli, ex-presidente da PetrobrasPor meio da Controladoria-Geral da União (CGU), o governo Jair Bolsonaro cassou a aposentadoria do ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli.

De acordo com informações da coluna Painel, de Mariana Carneiro, da Folha de S. Paulo, a determinação sobre a cassação da aposentadoria de Gabrielli foi publicada no Diário Oficial da União de terça (24), sob o argumento de que o ex-presidente da estatal teria supostamente cometido “infrações disciplinares à frente do cargo”. Gabrielli comandou a estatal entre 2005 e 2012, durante as gestões Lula e Dilma.

A presidente nacional do PT, a deputada Gleisi Hoffmann (PR), manifestou solidariedade a Gabrielli. pelas redes sociais. “A aposentadoria de Gabrielli é resultado de 36 anos de vínculo com a UFBA, e sua única fonte de renda. Em relação a Petrobras não há qualquer indiciamento criminal e no TCU são investigações sem conclusão. Solidariedade Gabrielli! A justiça tem de reverter isso!”, defendeu.

A acusação de perseguição contra Gabrielli é baseada no fato de que o ex-presidente é apenas investigado pelo Tribunal de Contas da União em processo sobre as obras da refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco. Mas o processo ainda não foi concluído, portanto, não há condenação que sustente tal medida. (Brasil 247)


Comentários