Governo autoriza abertura de 2.290 vagas de medicina em instituições privadas; Itabuna na lista

O Ministério da Saúde e o Ministério da Educação anunciaram hoje (10) a abertura de 2.290 vagas distribuídas em 36 novos cursos de medicina de instituições privadas.

A expansão de vagas no setor integra o Programa Mais Médicos, que selecionou 39 municípios considerados prioritários para o processo. O prazo para que os cursos estejam em funcionamento varia de três a 18 meses e será monitorado pelo Ministério da Educação.

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, comemorou a criação da Faculdade de Medicina Santo Agostinho anunciada na tarde desta sexta-feira pelos ministérios da Educação e da Saúde, em Brasília.

A instituição privada de ensino superior faz parte do programa Mais Médicos. Dez por cento das vagas devem ser concedidas com bolsas voltadas para estudantes de baixa renda.


Comentários