Governadores do Nordeste repudiam comentário de Bolsonaro sobre gestor de PE

Governadores do Nordeste repudiam comentário de Bolsonaro sobre gestor de PEOs governadores do Nordeste assinaram carta se solidarizando ao governador de Pernambuco, Paulo Câmara, após o presidente Jair Bolsonaro chamá-lo de “espertalhão” e acusá-lo de desonestidade em uma publicação no Twitter.

No documento, os governadores chamam a titude de Bolsonaro de ataque “descabido e desrespeitoso”. “Além de inverídica, a mensagem publicada possui um tom inaceitável, em qualquer situação, tornando-se ainda mais grave ao ser assinada pela mais alta autoridade do Poder Executivo nacional”, diz trecho da carta.

O texto ainda classifica como “profundamente lamentável” que a missão confiada a Bolsonaro “seja transformada em um vergonhoso exercício de grosserias”.

“A verdade dos fatos, apresentada na resposta do governador de Pernambuco, prevaleceu. Mas não poderíamos abrir mão de registrar esta nota de repúdio. O Brasil precisa de seriedade, solidariedade, espírito público e entendimento. O país precisa de reunião de esforços para superar enormes desafios. É fundamental que este compromisso, que todos esperamos ver cumprido pelos gestores públicos, não seja debochadamente ignorado por alguém que deveria ser uma de suas maiores referências”, diz o texto.

A carta é assinada pelos governadores Rui Costa (Bahia), Renan Filho (Alagoas), Camilo Santana (Ceará), Flávio Dino (Maranhão), João Azevedo (Paraíba), Wellington Dias (Piauí), Fátima Bezerra (Rio Grande do Norte) e Belivaldo Chagas (Sergipe).

 


Comentários