Governador e consórcios públicos do Sul da Bahia discutem plano de resíduos sólidos e infraestrutura

rui_consorcio_sul_ba

Por Aline Meira | CDSLS

O governador Rui Costa esteve reunido, na sexta-feira, dia 26, com os prefeitos dos municípios que fazem parte do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul (CDS-LS) e do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica – CIMA em cumprimento da agenda de diálogo sobre o plano de ação para a implementação de sistema intermunicipal de gestão integrada de resíduos sólidos na região, e de infraestrutura, que visa equipar os consórcios de máquinas pesadas para intervenção nas estradas que cortam o território dos municípios dos entes consorciados.

De acordo com Rui, que estava acompanhado de secretários de governo, a intenção da reunião é dar uma solução aos resíduos sólidos por meio de parceria entre Estado e municípios, e de fortalecer os consórcios em infraestrutura com equipamentos pesados.

“O primeiro passo, eu entendo, é que cada município tem que tomar consciência de que sozinho não tem fôlego para resolver essa questão. Nós não podemos ir a lugar nenhum ficar jogando lixo a céu aberto, muito menos em uma região com forte apelo turístico. Se nós quisermos que toda a região traga cada vez mais investimentos em pousadas, hotéis, restaurantes, gente para vir gastar dinheiro na região, gerar emprego, nós temos que, definitivamente, resolver a questão de limpeza pública e coleta e destino do lixo”, destacou o governador.

Na oportunidade foi apresentado ao Governador pelo Chefe de Gabinete Antônio Carlos Dultra da Secretaria de Desenvolvimento Urbano – SEDUR, representando o Secretário Sérgio Brito, a proposta dos Consórcios Litoral Sul e CIMA em comum acordo com a SEDUR e a FECBAHIA, que visa a produzir o Plano Intermunicipal de Resíduos Sólidos, conjuntamente com estudo de modelagem. Isso objetiva apresentar o melhor modelo de destinação de resíduos, que vem sendo desenvolvido pela secretaria com o envolvimento de outras áreas afins, como o Ministério Público, Secretárias de Meio Ambiente, Educação, Relações Institucionais, Emprego e Renda dentre outras.

As propostas em destaques foram acompanhadas pela Federação de Consórcios da Bahia – FECBAHIA, que representa os Consórcios Públicos no Estado, com a finalidade de consolidar política de intervenção em Resíduos e Infraestruturas através dos consórcios multifinalitários, onde a Bahia é referência e vem se destacando.

Para o presidente do CDS-LS e prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, o interesse do consórcio é otimizar resultado, diminuir custo e ampliar a oferta principalmente ao atendimento dos serviços sobre o plano intermunicipal de resíduos sólidos e que elimine cem por cento os lixões.

“É importante esse empenho do governador através das suas secretarias em aumentar as atividades do consórcio partindo desse princípio de união, onde juntos iremos confeccionar esse plano para dar norteamento de como resolver o problema dos resíduos sólidos, principalmente no que diz respeito ao destino final do lixo. Nosso interesse é resolver o problema com a melhor alternativa para toda a região”, afirmou Antônio de Anízio.

Durante a reunião estiveram presentes, o Governador Rui Costa, o Secretário de Infraestrutura, Marcus Cavalcanti, o Secretário de Meio Ambiente, João Carlos, a Secretária de Relações Institucionais, Cibele Oliveira, o Secretário de Saúde, Fábio Villas-Boas e o Chefe de Gabinete da SEDUR Antônio Carlos Dultra.

Ficou encaminhado que no dia 13 de agosto de 2019 vai acontecer a assinatura do convênio com cada consórcio (CDS-LS e CIMA) com a Secretaria de Desenvolvimento Urbano – SEDUR, na sede da secretaria sob a coordenação do secretário Sérgio Brito, para a elaboração do Plano Intermunicipal e envolvimento direto das secretarias de Estado, que terão papéis relevantes na construção do Plano e da modelagem a ser apresentada para eliminação dos lixões do Território do Litoral Sul. A reunião contará com a participação da equipe da SEDUR, Secretarias de Estado e representantes dos Consórcios.


Comentários