Geraldo defende verba extra para Santa Casa Misericórdia de Itabuna

GERALDO PROPÕE VERBA COMPLEMENTAR DA TABELA DO SUS PARA GARANTIR ATENDIMENTO DIGNO A TODOS ITABUNENSESReforçar o financiamento do SUS para Itabuna dar a volta por cima na saúde. Essa é a proposta de Geraldo e Jairo, que foi discutida em detalhes na tarde de sexta-feira (9), com representantes da Santa Casa Misericórdia de Itabuna.

Participaram da reunião de entrega do Programa de Governo Participativo o diretor-administrativo Wagner Alves, e os primeiro e segundo tesoureiros, Peter Lemos e José Moreira Laytynher, além do sindicalista Raimundo Santana, do Sintesi.
Geraldo ressaltou a importância da Santa Casa de Itabuna para saúde e, também, para a economia do município. Ele pontuou que em sua gestão de 2001 a 2004 Itabuna fazia atendimento de média e alta complexidade para mais de 150 cidades.

“Sabemos que a Tabela SUS está defasada. O município pode, num entendimento com os prestadores, complementar essa defasagem. Investir em saúde garante atendimento digno a todos itabunenses e estimula a nossa economia”, propôs Geraldo.

Wagner Alves afirmou que a Santa Casa teve uma queda na arrecadação, justo no momento em que a instituição tem ampliado o atendimento por causa da pandemia da Covid-19. “Estamos diante de uma situação que se não houver um planejamento, o comprometimento e a devida seriedade com relação a saúde em nossa cidade, estamos sujeito a fechar às portas”.

Para Jairo Araújo, a Santa Casa é um patrimônio da cidade que garante, junto com a rede pública, o atendimento à população de Itabuna e região. “Por isso temos que avançar, ir além, inserindo recursos do município juntamente com o estadual e federal na saúde de Itabuna”.


Comentários