Em clima de comoção, dirigente do MST assassinado é sepultado em Vitória da Conquista

O diretor estadual do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), Márcio Matos, está sendo velado na  secretaria regional do MST, em Vitória da Conquista, município natal da vítima, também no sudoeste baiano.  O governador Rui Costa, que está em visdd9a7860-3c1e-44c4-badd-c81c5cea7a93 (1)ita a cidade para inauguração e vistoria de obras, compareceu ao velório hoje pela manhã. Rui determinou à Secretaria de Segurança Pública a rigorosa apuração do caso.

O velório é acompanhado por familiares, amigos, além de lideranças estaduais e nacionais do MST. O corpo será sepultado na manhã de hoje  (26), no Cemitério Parque da Cidade. Em entrevista ao G1, na tarde desta quinta-feira, uma das diretoras estaduais do MST, Lucinéia Durães, disse que o crime chocou o movimento.

“Estamos em choque e com muito indignação. Era um militante que se doou por uma luta, por uma país justo”. Ela acrescentou que o dirigente nunca foi vítima de ameaças de morte. A polícia investiga e já descartou a hipótese de latrocínio, porque nada foi levado da casa da vítima. Uma equipe da Coordenadoria da Polícia Civil de Jequié acompanha as investigações. De acordo com a Polícia Civil, Márcio de 33 anos, foi morto na frente do filho de 6 anos.


Comentários