Decretado toque de colher em Buerarema

Diante do aumento de número de casos da Covid-19 em Buerarema, algumas medidas foram propostas pela prefeitura ao Comitê de Crise para apreciação, dentre elas, o toque de recolher na cidade, que foi aprovada unanimemente. Porém, para que ação tenha uma boa efetividade, é necessário o apoio e suporte das polícias Militar, Civil e Especializadas. Após reuniões virtuais do prefeito Vinícius Ibrann e outros prefeitos da região com o governador da Bahia, Rui Costa, onde foram apresentadas as principais dificuldades do município, foi pactuado e aprovado um conjunto de medidas.

Dentre elas, o toque de recolher – compreendido também pelo Estado como necessário para frear o aumento de casos de Coronavírus em Buerarema e outros 62 município, além da restrição de atividades econômicas e a delimitação do horário de funcionamento dos serviços essenciais. O decreto que estabelece as decisões tomadas foi publicado no Diário Oficial do Estado –DOE deste sábado (11).

O toque de recolher está determinado das 18h às 05h, a partir de segunda-feira (13) até o dia 19 de julho. A circulação noturna estará liberada apenas para ida a serviços de saúde ou farmácia. O delivery fica permitido até às 22h (apenas de alimentos). E neste mesmo período, entre 5h e 16h só será permitido o funcionamento do comércio considerado essencial.

O Governo do Estado garantiu que a Polícia Militar da Bahia (PM-BA) apoiará as medidas necessárias adotadas pelos Municípios, em conjunto com a Guarda Municipal, bem como adoção de maior rigor na fiscalização para que os contaminados não saiam de casa e o aumento da testagem dos munícipes.


Comentários