Covid-19: Setre mobiliza economia solidária para produção de EPIs

Para atender a necessidade emergencial de materiais hospitalares gerada pela pandemia do novo coronavírus, a Secretaria do Trabalho Emprego, Renda e Esporte (Setre), em parceira com as secretarias estaduais de Saúde (Sesab) e de Planejamento (Seplan), está mobilizando associações, cooperativas e grupos da área de corte e costura em toda a Bahia. O intuito é que esses empreendimentos solidários produzam equipamentos de proteção individual (EPIs), como máscaras, toucas e aventais, que serão utilizados por pacientes e equipes de saúde.

“O Governo do Estado está adotando todas as medidas necessárias para o combate ao Covid-19 e decidiu incentivar os empreendimentos solidários a fornecerem os EPIs. É uma medida fundamental para garantir a geração de renda de milhares de trabalhadores do segmento, neste período de dificuldades econômicas por conta da pandemia”, explica o titular da Setre, Davidson Magalhães.

Os 13 Centros Públicos de Economia Solidária (Cesols), ligados à Setre, estão oferecendo todas as informações sobre o material a ser produzido e o suporte necessário para o cadastro dos empreendimentos junto à Sesab. Mais informações podem ser solicitadas através do e-mail mercia.porto@setre.ba.gov.br.

Outras parcerias – Em Maraú, no sul baiano, 35 integrantes da Associação de Mulheres, Trabalhadoras Rurais, Marisqueiras, Urbanas e Afrodescendentes (Amatamuan) já foram contratadas pela prefeitura local para a confecção de aventais, máscaras e toucas. A associação recebeu qualificação na área de corte e costura, ofertada pelo Cesol Litoral Sul, e conta com máquinas de costura doadas pelo Governo do Estado.


Comentários