Congresso da Pequena Empresa reúne autoridades e empreendedores

autoridades-regionais-e-nacionais-foto-ascom-amurc

Por Viviane Cabral

O 10º Congresso Norte Nordeste da Pequena Empresa – Empreendedorismo com Desenvolvimento Sustentável foi aberto na manhã desta sexta-feira, 17, no Auditório Paulo Souto, da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), com a participação de estudantes, empreendedores, autoridades regionais e nacionais. O evento encerra nesta tarde, com uma série de palestras técnicas ligados aos pequenos negócios.

Durante a abertura, o presidente da Associação das Micros e Pequenas Empresas da Bahia (Ampesba), Valdir Ribeiro destacou a participação de representantes do Poder Público da região, de uma caravana vinda do Estado do Espírito Santo, a presença de uma representante das mulheres empreendedoras de Blumenau – SC, Suzete Novaes, além de estudantes e empreendedores locais e regionais.

FOTO JÚLIA BARRETO (6)Ainda na sua fala, Valdir agradeceu o apoio das empresas parceiras que contribuíram para a realização do Congresso e citou a Amurc como uma importante agência de desenvolvimento e de fomento aos pequenos negócios. Segundo o coordenador executivo da Amurc, Luciano Veiga, “os pequenos empreendedores movimentam a economia dos municípios e possuem uma participação efetiva no desenvolvimento local”.

No evento, o Pró-reitor de Extensão da Uesc, Alessandro Santana defendeu mais investimentos para a Educação Superior nas instituições públicas, tendo em vista o papel fundamental na formação de futuros empreendedores. Ainda marcaram presença, o representante do Sicomércio de Ilhéus, Antônio Marcos, o presidente eleito da Associação Comercial de Ilhéus, Libério Menezes, o presidente da Femicro – ES, José Vargas e o diretor jurídico da Bahiagás, Wenceslau Júnior.

A palestra magna com o tema “Empreendedorismo na gestão pública e políticas de apoio aos pequenos negócios”, foi conduzida pelo professor e deputado federal do Espírito Santo, Helder Salomão, que falou da importância do empreendedor na sociedade, e da sua contribuição para o desenvolvimento da economia do Brasil.


Comentários