Comunidades rurais de Floresta Azul e Itajuípe recebem apoio de projeto de associativismo

Cumprindo o cronograma de visitação de 30 associações do território litoral sul através do Projeto Apoio à Rede de Associações Rurais, comunidades da zona rural do município de Floresta Azul receberam equipe técnica, nesta terça-feira, dia 20.

A ação aplicou a metodologia do diagnóstico participativo na Associação dos Pequenos Produtores e Moradores do Distrito de Santa Terezinha (APPMDSAT), localizada na região de Coquinhos, e na Associação dos Pequenos Produtores da Margem da Barragem e Região (APPMBR).

O diagnóstico rural participativo é a ferramenta que permite que as comunidades rurais façam o sua própria análise para que assim ocorra o auto gerenciamento do planejamento e desenvolvimento das associações. “É a partir desse compartilhamento de informações entre os membros associados que conseguimos orientar os produtores rurais para o melhoramento de suas habilidades de planejamento e ação”, explicou o coordenador do projeto de apoio a Rede de Associações Rurais do Litoral Sul. CDS-LS/ CAR, Raimundo José Gomes Nascimento.

Para a presidente da Associação dos Pequenos Produtores e Moradores do Distrito de Santa Terezinha (APPMDSAT), Suzana Gama Oliveira, a visita marca um início para a concretização das melhorias que irão agregar o avanço dos produtores rurais da localidade. Já o presidente da Associação dos Pequenos Produtores da Margem da Barragem e Região (APPMBR), Gideval Alves dos Santos, destacou que a participação dos associados neste encontro marca o comprometimento dos mesmo em avançarem a partir do projeto de apoio para que se tenha uma comunidade mais empenhada e produtividade.

A ação faz parte das atividades de concretização do diagnóstico rural participativo realizado através do convênio entre a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural (SDR), a Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR) e o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul (CDS-LS).

Visita extraordinária em Itajuípe

No último domingo, 18, a Associação dos Agricultores do Catongo, localizada no município de Itajuípe, recebeu a vista técnica do projeto seguindo a disponibilidade de agenda da diretoria e dos membros associados.

No caso específico da Associação do Catongo, através de dinâmicas e dos posicionamentos colocados durante o processo de mobilização, foi possível identificar as prioridades das comunidades, bem como a importância e a participação efetiva de algumas instituições apontadas pelos participantes. Além disso, foi pontuado também os fatores que dificultam o desenvolvimento da comunidade, sejam eles internos ou externos.


Comentários