Sai lista dos aprovados para o Curso de Capacitação do Gestor Público na UESC

A primeira turma do Curso de Capacitação do Gestor Público será composta por 35 participantes, entre eles, vice-prefeitos, secretários e servidores públicos de 14 municípios da região – Ilhéus, Itabuna, Barra do Rocha, Una, Uruçuca, Ubatã, Itapé, Ibiá, Buerarema, Ubaitaba, Firmino Alves, Itacaré, Gandu, Itajuípe.

Resultado da parceria entre o Instituto Nossa Ilhéus (INI), a Universidade Estadual de Santa Cruz/Departamento de Ciências Administrativas e Contábeis (DCAC), com apoio do Instituto Arapyaú e da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (AMURC), o curso vai estimular a formação de consciência crítica e ética, a eficiência e a eficácia da Gestão Pública, para que os gestores municipais estejam mais aptos a intervirem na realidade social, política e econômica da região. Confira a lista de aprovados:https://goo.gl/PGrKMc

As aulas terão início em abril. A capacitação vai abordar práticas de organização e administração do trabalho, adotadas na área pública. Serão contempladas seis disciplinas, totalizando 180h/aula: Ética na Gestão Pública; Planejamento e Gestão Urbana; Gestão Orçamentária e Financeira do Setor Público; Gestão dos Recursos Humanos; Gestão Ambiental para a Sustentabilidade; Gestão e Tecnologia com foco na transparência. As aulas acontecerão às sextas-feiras e aos sábados, em caráter presencial e parte à distância.


Parque para desenvolvimento do cacau é lançado no Sul da Bahia

evento_parquetenoclogico_10_03-2017Para inovar e fortalecer a cadeira produtiva do cacau e chocolate no sul da Bahia, foi lançado nesta sexta-feira (10) o Parque Científico e Tecnológico do Sul da Bahia (PCTSul). Durante o evento no campus da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), localizado na rodovia Ilhéus-Itabuna, foi inaugurado o Centro de Inovação do Cacau, primeira iniciativa do Parque que surge para fortalecer a região cacaueira.

O parque é resultado da união de esforços da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc), Universidade Federal do Sul da Bahia, Ceplac, IFBA, IFBaiano, secretarias estaduais de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti) e Desenvolvimento Econômico (SDE). Com foco na criação e inovação da cadeia produtiva do cacau e chocolate no sul da Bahia, a previsão é que a estrutura receba investimentos da ordem de R$ 6,5 milhões até 2019. Foram três anos de estudos para o desenvolvimento do projeto da unidade, que irá auxiliar ainda na qualificação dos ensinos técnico e superior da região.

As primeiras operações do PCTSul terão como foco a cadeia produtiva do cacau, através de um Centro Integrado de Inteligência e Inovação que se dedicará à realização de análises físico-químicas, com foco na melhora da produtividade, qualidade e rastreabilidade das amêndoas, viabilizando o fortalecimento da inserção do cacau baiano nos circuitos produtores de chocolates finos e de origem.

adelia_pinheiro_uesc_wagner_naomarA reitora da Uesc, Adélia Carvalho, disse que “o Centro de Inovação do Cacau é um pontapé inicial para as atividades do parque. O Centro já está sendo um importante apoio para a cadeia produtiva do cacau, visando a sua qualificação e a inovação da cadeia como um todo.”

Para o reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia, Naomar Almeida, o objetivo maior é redinamizar a economia da região, aplicando tecnologia para aumentar a produtividade.

Também presente ao evento, o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, destacou a importância do trabalho conjunto para a criação do empreendimento. “Acho importante registrar que o Parque é uma integração entre instituições públicas federais, estaduais, universidades e da iniciativa privada. O que muito me alegra é o fato de haver um conjunto de empresas privadas que se associam e sabem que esse é o melhor caminho. Somos o único país do mundo em condições de ir do fruto ao produto, então temos que agregar valor na produção do chocolate”.


Em clima de paz, carnaval de Itacaré bateu recorde de público

carna itac 4Uma festa com público recorde, alegria e animação, mas também muita paz e tranquilidade durante os quatro dias de folia. Assim foi o carnaval 2017 de Itacaré, realizado pela Prefeitura Municipal, com o apoio da Bahiatursa, que reuniu mais de 70 mil pessoas, segundo estimativa da Polícia Militar.

E o grande diferencial foi que além das grandes atrações nacionais que animaram o grande público, os blocos alternativos e os grupos culturais da cidade deram um colorido especial à festa, levando alegria, irreverência, criatividade e mensagens de paz e de respeito ao meio ambiente.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio explicou que apesar das dificuldades, a proposta foi fazer de fato um carnaval com muita alegria e com paz, onde os foliões pudesses curtir uma festa com grandes atrações, mas também valorizando os artistas locais resgatando a tranquilidade e a cultura da cidade. E o resultado foi conquistado com uma festa onde todos puderam curtir a folia e resgatar a tradição de Itacaré.

carna itac 1Além de toda a alegria, o carnaval movimentou a economia da cidade. Durante s quatro dias de festas as pousadas ficaram lotadas. Casas também foram alugadas para temporadas e os bares e restaurantes registraram um grande movimento. Os ambulantes também aproveitaram o momento de festa e o grande público para vender seus produtos. “Todos saem ganhando com a festa e é esse o nosso objetivo ao realizar o carnaval, levar alegria, atrair um grande público para Itacaré e movimentar a economia da cidade”, complementou o prefeito.


Reunião empossou novas entidades e movimentos sociais do GGE

territorio-l-sul-ggeNovas entidades e movimentos sociais que irão compor o Grupo Gestor do Território Litoral Sul Bahia para o biênio de 2017-2018 tiveram seus registros homologados terça-feira, 21, na sede da Amurc. Na oportunidade ocorreu também a posse da Coordenação Executiva, composta por Carlos Alberto “Garotinho” representante do MLT, Cintya Nobre (UESC/Pró-Reitoria de Extensão) e Luciano Veiga (Amurc).

O coordenador executivo da Amurc, Luciano Veiga fez uma introdução sobre a política territorial, falando também do espaço da Associação. Em seguida Tia Lúcia, representante da Associação Santa Cruz do IJEXÁ, fez uma oração para abençoar a execução da reunião.

Cintya falou da importância das entidades e universidades estarem envolvidas na política territorial. Segundo ela, “a Pró-Reitoria de Extensão e a Coordenação de Integração Comunitária da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) entendem a relevância da participação desse processo territorial”.

Ao longo da reunião foram debatidos modos de como serão abordadas as temáticas e demandas solicitadas pelos representantes, elaboração do calendário com as atividades, próximas reuniões e pautas. Em seguida, foi realizada a votação e posse da coordenação executiva, e início do planejamento e cronograma para o ano de 2017.

A próxima reunião do Grupo Gestor acontecerá no dia 28 de Março, no Sindicato dos Trabalhadores de Itabuna, as 09h.


Sintsef e Conselho de Entidades dos Servidores da Ceplac na luta pelo Cenex

ceplac-rodovia-ilheus-itabunaNesta segunda-feira, 20, às 8 horas, o Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público Federal no Estado da Bahia – (SINTSEF-BA) e o Conselho de Entidades Representativas dos Servidores da Ceplac farão ato público contra o atual Diretor-Geral por sua decisão unilateral de fechar o Centro de Extensão (Cenex).

As duas instituições convocaram servidores dos núcleos regionais e de municípios e da sede regional para que participem da luta pelo Cenex no portão de acesso à Ceplac, na rodovia Ilhéus – Itabuna.

O protesto vai acontecer examente na data em que a Ceplac reúne autoridades, produtores de cacau e agricultores familiares, funcionários e convidados no seu auditório para festejar o 60º aniversário de sua criação pelo então presidente da República, Juscelino Kubitischek de Oliveira.

Os associados e dirigentes do SINTSEF-BA e do Conselho de Entidades Representativas dos Servidores da Ceplac lamentam o falta de diálogo do atual Diretor-Geral da instituição e repudiam a maneira arbitrária como deseja fechar o Cenex, principal difusor de tecnologias e inovações que beneficiam a lavoura cacaueira do país.

A arbitrariedade do atual Diretor-Geral da Ceplac também será tema da reunião ordinária da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI) que se uniu às instituições que representam o conjunto dos servidores da Ceplac na luta para que a decisão de fechamento do Cenex seja suspensa.

A entidade empresarial debate os principais temas da atividade empresarial e econômica, além de relevantes questões regionais em seu auditório no 10º andar do edifício União Comercial,na Rua São Vicente de Paula, centro, sempre às 19 horas das segundas-feiras.


Gestores municipais do Sul da Bahia conhecem ações para o desenvolvimento rural

antonio_anisio_sdr_uesc_15_02_2017Gestores municipais do Território Litoral Sul conheceram, nesta quarta-feira (15), as ações voltadas para o desenvolvimento rural do estado, que estão sendo executadas pela Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR). O evento foi realizado no auditório da torre administrativa da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), em Ilhéus.

A iniciativa, que visa fortalecer a estratégia de interiorização dos serviços da secretaria, está sendo realizada nos 27 territórios de Identidade da Bahia. Um momento de diálogo, reflexão, ajustes e pactuações para discutir a organização, funcionamento e planejamento do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar (SETAF) e do Serviço Municipal de Apoio à Agricultura Familiar (SEMAF).

Apoio à comercialização, regularização fundiária, segurança alimentar do rebanho, assistência técnica e extensão rural, Bahia Mais Forte Terra Legal, projeto de Mecanização Rural, edital do Bahia Produtiva, distribuição de mudas entre outras iniciativas que fazem parte do “cardápio” de ações que contribuem para o desenvolvimento rural dos municípios baianos, foram apresentadas pela equipe da SDR.litoral-sul-sdr

O secretário da SDR, Jerônimo Rodrigues, afirmou que até meado do mês de março a SDR apresentará suas principais políticas públicas em todos os territórios. “Queremos que os gestores de cada município baiano conheçam e absorvam nossos serviços e sejam nossos parceiros para levar mais melhorias para o estado, impactando na produção e renda dos produtores. Estamos apresentando nosso cardápio de serviços e eles faram a seleção dos que mais se adequam para o Litoral Sul”.

Rodrigues disse ainda que a intenção é fazer uma mobilização para um alinhamento das políticas de governo com as políticas municipais. “O Litoral Sul tem um grande potencial, temos o legado da Mata Atlântica, temos capacidade de prática de turismo, chocolate, madeira de valor e, hoje, a nossa expectativa é que com esse debate realizado com o território, consórcios, colegiados, associação e prefeitos, possamos traçar um calendário de agenda para realizar ações que tenham impacto na agricultura familiar, reforma agrária, quilombolas, indígenas, ribeirinhos”.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, declarou que a iniciativa da SDR fortalece a agricultura familiar. “Essa parceria promove nossas ações junto ao Governo do Estado, buscando alternativas para tornar a nossa região mais produtora”.

Para o prefeito de Itacaré, Antonio de Anizio, presidente da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (Amurc), que abrange 36 municípios do Território Litoral Sul, o encontro vai abrir novos rumos para a região. “Estamos vendo o êxodo da população dos pequenos municípios em direção às grandes cidades, devido a uma crise também na agricultura. Esse encontro vai abrir novos caminhos para que possamos fortalecer a nossa agricultura. Precisamos sair um pouco da monocultura do cacau e diversificar. Entendemos que esse é o caminho e tenho certeza que, com a SDR, conseguiremos resultados positivos”.

Estiveram presentes gestores públicos municipais e estaduais, Colegiados Territoriais, integrantes dos Conselhos Municipais de Desenvolvimento Sustentável (CMDS), instituições prestadoras de serviços de Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER) e movimentos ou entidades representativas da agricultura familiar.

A equipe da SDR foi composta pelo coordenador do Setaf Litoral Sul, Abiel Santos, a titular da Superintendência de Políticas Territoriais e Reforma Agrária (SUTRAG), Fernanda Silva, representantes da Superintendência Baiana de Assistencia Técnica e Extensão Rural (Bahiater), Marcos Vinicius, da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), Anderson Frasciscone.


Construção da Barragem do Rio Colônia está 57% concluída

barragem_riocolonia_construcaoA obra da Barragem do Rio Colônia, em Itapé, no Sul da Bahia, está 57% concluída e será entregue ainda este ano, dentro do cronograma estabelecido pelo Governo do Estado.

A barragem é considerada fundamental para garantir o abastecimento de água para os cerca de 220 mil habitantes de Itabuna e atrair novas empresas para o município, além da regularização da vazão do rio Cachoeira, que é formado pelos rios Salgado e Colônia. Em 2016, a cidade viveu um colapso no abastecimento, por conta da longa estiagem, que obrigou a um racionamento de água.

Com investimento de R$ 108 milhões, a barragem terá um reservatório de 63 milhões de metros cúbicos, com uma área alagada de 1.322 hectares, uma altura de 21,4 metros, e um volume de 35 mil metros cúbicos de concreto, formando um espelho d’água de 25 quilômetros quadrados. Nesta semana, foi iniciada a execução da cortina de impermeabilização e da conclusão da galeria de drenagem.

A obra, que está sendo executada pela Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (Sihs), através do Consórcio Rio Colônia, numa parceria com a Embasa, emprega atualmente cerca de 140 trabalhadores e terá ainda projetos de infraestrutura como estradas no entorno da barragem e novas redes de energia elétrica.


Antônio de Anízio é eleito presidente da Amurc

prefeitos-da-regiao-estiveram-presentes-na-eleicao-da-amurc
Antônio ao centro da foto ao lado da prefeita Suka e outros prefeitos região presentes na votacação

Por Viviane Cabral | Amurc

O prefeito de Itacaré, Antônio Mário Damasceno (Antônio de Anízio) foi eleito nesta terça-feira, 31, presidente da Amurc – Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano para o biênio 2017-2018. O novo gestor sucede Lenildo Alves Santana, que geriu a entidade entre 2013 e 2016.

Em seu discurso, o presidente eleito falou em fortalecimento do municipalismo, pois entende que a união de todos os prefeitos é imprescindível para atender as demandas locais. “Unidos e irmanados, seremos muito mais fortes. Quando os municípios estão juntos fica muito mais fácil reivindicar obras, ações e investimentos por parte dos governos estadual e federal”.

Antônio assume a presidência consolidando a Amurc como um grande exemplo regional de instituição municipalista e ganha o apoio dos prefeitos na região. Ao seu lado, o prefeito de Firmino Alves, Aurelino Cunha, que assume o cargo como 1º Vice-Presidente da diretoria, destacou a importância de discutir juntos as demandas dos municípios, e repetiu o desejo de união, “pois juntos somos mais fortes”.

eleicao_2_amurc_31_01_2017Para o prefeito de Santa Luzia e presidente do Consórcio Intermunicipal da Mata Atlântica – Cima, Antônio Guilherme, a escolha de Antônio de Anísio foi uma ideia louvável, e conclamou a união de todos os prefeitos “para juntos para dar continuidade às ações do ex-presidente Lenildo Santana”.

A proposta de união foi compartilhada também pelo prefeito de Itabuna, Fernando Gomes e pelo prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral, que declarou que estará junto com o novo gestor, ajudando para atender as expectativas e colocar em prática os projetos da Amurc para a sociedade regional.

Antônio de Anízio

Antônio de Anízio é professor do ensino médio e pequeno agricultor. Foi vereador por cinco mandatos e presidente da Câmara Municipal de Itacaré. Casado, 53 anos e com três filhos, Anízio elegeu-se prefeito de Itacaré pela primeira vez em 2008, ocupando o cargo por quatro anos. Em 2016 foi novamente eleito com 4.437 votos, tendo como vice-prefeito o administrador de empresas Genilson Souza.

Amurc

eleicao_amurc_31_01_2017A Amurc é uma Associação sem fins lucrativos e sem vínculo partidário, com a missão de fortalecer o municipalismo, tornando-o democrático e inovador, contribuindo, assim, para a eficiência da gestão pública municipal. A entidade possui 32 anos de fundação, atuando em defesa dos interesses municipais no âmbito regional, estadual e federal.

Nos últimos anos, a entidade conseguir implantar projetos para capacitação de servidores municipais. O Programa de Apoio Gerencial e Institucional as Prefeituras do Litoral Sul (AGIR-LS), foi uma das grandes conquistas, criado em parceria com a Pró-reitoria de Extensão da Uesc, rendeu a instalação dos diversos Fóruns de Secretários/as Municipais (saúde, educação, agricultura, administração, cultura, assistência social e de procuradores).

A iniciativa proporcionou a capacitação aos gestores municipais e suas equipes de governo, dando-lhes conhecimento técnico e teórico, que permitiram uma melhoria na gestão. Como fruto dessa iniciativa foi prestada uma consultoria para a elaboração dos Planos Municipais de Educação e de Carreira em 36 municípios, em parceria com os Institutos Natura e Arapyaú e a Proex/Uesc.


Ex-prefeito de Pau Brasil é assassinado

Marcos Rocha, empresário e ex-prefeito de Pau Brasil, foi assassinado a tiros, na manhã desta terça (24), em Camacan. Populares ainda levaram Rocha para a Fundação Hospitalar de Camacan, mas ele já estava sem vida. O ex-prefeito de Pau Brasil foi morto com três tiros na cabeça.

O corpo do empresário deverá ser encaminhado para o Departamento de Polícia Técnica (DPT) de Itabuna, segundo o Políticos do Sul da Bahia. Rocha é irmão do ex-prefeito de Pau Brasil, Dr. Alberto (PDT), que governou o município no período 2013-2016.

O político e empresário foi acusado de ser um dos mandantes do assassinato do vereador Valderlins Pinheiro Matos, “Pinho”, em 1º de fevereiro de 2012. Linho presidia a Câmara à época (relembre aqui). Fonte: Pimenta


Dirigentes da Ceplac e de universidades debatem a implantação de internet veloz no Sul da Bahia

reuniao_josias-uesc-ufsbO secretário Josias Gomes, titular da Secretaria de Relações Institucionais (Serin) do Governo do Estado, recebeu em audiência os dirigentes da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), Juvenal Maynart Cunha, – diretor-geral -, e Jackson Eduardo de Queiróz Moreira, assessor da área administrativa.

Também participaram da reunião, o reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Naomar Monteiro de Almeida Filho, o ex-secretário da Educação, Osvaldo Barreto, o pró-reitor de extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Alessandro Fernandes de Santana, e o professor da instituição, Gesil Sampaio Amarante Segundo.

Segundo Juvenal Maynart Cunha, o objetivo da reunião foi debater a implantação pelo Estado, através da Secretaria de Ciência e Tecnologia, da plataforma digital Gigasul, uma internet de alta velocidade, e da Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP), do Ministério da Ciência e Tecnologia (MCTI) do governo federal.

“Essa rede veloz de internet beneficiará instituições de ensino e de pesquisa localizadas nos municípios de Ilhéus, Itabuna, e Uruçuca, a exemplo da Ceplac, UESC, UFSB, IFs Bahia e Baiano, Hospital Regional de Ilhéus, e as prefeituras da região” destaca o dirigente da Ceplac