Território Litoral Sul realiza planejamento

territorio planejamnetoAconteceu entre os dias 28 e 30 o Seminário de Planejamento e Avaliação do Território Identidade Litoral Sul da Bahia. O evento foi realizado em Itabuna e contou a participação de lideranças dos movimentos sociais do campo e da cidade.

Prestigiaram o evento Sandro Lopes, Secretário de Agricultura de Itabuna, o professor e economista Alessandro Fernandes da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC e Luciano Veiga, Secretário Executivo da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia-AMURC.

territorio 2Quem marcou presença também foram o Tenente-Coronel Serpa, representando a Polícia Militar da Bahia, Vanduy Cordeiro, da Secretaria de Planejamento-SEPLAN, dentre outros representantes de instituições da região.

Marcos Sousa, reapresentando  da Secretaria de Desenvolvimento Rural  do Estado da Bahia, considerou proveito as definições do colegiado e elogiou a organização do encontro.


Sem salários, terceirizados ocuparam Núcleo Regional de Educação em Itabuna

Ocupacao_nre_19_abril_2016Na última quarta-feira, 20, trabalhadores terceirizados das escolas estaduais da região Sul da Bahia, ocuparam a sede do Núcleo Regional de Educação em Itabuna(NRE5). Eles reivindicam junto à diretoria do Núcleo pagamento de salários, vale transporte e vale alimentação com mais de dois meses de atrasos.

Prestadores de serviços essenciais nas unidades escolares como serviço de portaria, cozinha, limpeza, e  no administrativo, os terceirizados sofrem  com os repetidos atrasos, prejudicando o andamento das atividades e a vida dos profissionais. A situação piorou  com a notícia de algumas demissões a partir dos próximos dias de terceirizados pela Secretaria da Educação.

“Vamos continuar lutando para garantir o direito dos trabalhadores terceirizados. Não é aceitável o trabalhador assalariado ficar sem receber sua remuneração,  e agora tem até perspectiva ruim de demissões”, frisa José Carlos, coordenador regional do  Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza da Região Sul e Extremo Sul da Bahia (Sindilimp).


Comitê de Bacias inscreve para eleição de novos membros

Com o objetivo de dá continuidade a gestão participativa das águas na Bahia, o Comitê de Bacias Hidrográficas (CBHs) abriu nesta segunda-feira, 18, e segue até o dia 2 de maio, as inscrições para a renovação dos membros titulares e suplentes para o quadriênio 2016/2020. Na região Sul da Bahia, os candidatos eleitos irão integrar o Comitê de Bacias do Leste (CBHL), que atende as Bacias dos rios Cachoeira, Almada, Santana, Una/Aliança e Rio Doce.

O processo seletivo ocorrerá dia 14 de junho, nas Unidades Regionais do Inema e poderão participar representantes do Poder Público, usuários e sociedade civil organizada. A renovação dos membros dos comitês é um momento estratégico na gestão participativa das águas na Bahia, pois garante a oportunidade dos representantes assumirem a responsabilidade da gestão das águas na Bacia Hidrográfica onde moram, juntamente com o Estado.

Dado o momento de crise na questão hídrica, torna-se ainda mais relevante o processo de valorização dos Comitês de Bacias Hidrográficas. Dentre as atribuições, o órgão é responsável por acompanhar o processo de implementação, elaboração e aprovação do Plano de Bacia Hidrográfica; sugerir providências necessárias ao cumprimento de metas; arbitrar, em primeira instância administrativa, conflitos relacionados com o uso da água e propor ações ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos – CONERH.

Inscrição

Os interessados em participar do processo seletivo deverão comparecer as Unidades Regional do Inema, em Itabuna, na rua Rui Barbosa, bairro Ziodolândia, nº 1008, atrás do Centro de Cultura Adonias Filho. Já em Ilhéus, o atendimento é feito no escritório avançado, na praça Florêncio Gomes, nº 405, Cidade Nova. Mais informações pelos telefones: (73) 3214-8313, em Itabuna, e, (73) 3231-7387, em Ilhéus, ou pelo site do Inema: (www.inema.ba.gov.br).


Defesa Civil orienta municípios da região sul sobre situação de emergência

IMG-20160413-WA0010Com o objetivo de orientar e apoiar os municípios nos processos para organização e fortalecimento das COMPDECs, o coordenador de ações estratégicas da Superintendência de Proteção e Defesa Civil– Sudec, Paulo Luz, reuniu nesta quarta-feira (13), na Associação dos Municípios da Região Cacaueira – AMURC, em Itabuna, representantes de dez municípios da região sul da Bahia.
Durante a reunião, Paulo Luz explanou sobre os procedimentos de solicitação de reconhecimento federal de Situação de Emergência ou de Estado de Calamidade Pública, através do Sistema Online S2ID, homologação estadual, implantação de Comissões Municipais de Proteção e Defesa Civil, adesão ao Cartão de Pagamento da Defesa Civil e sobre a elaboração do plano de trabalho para a contratação emergencial de carro-pipa, através de convênio com a Sudec.
Estiveram presentes gestores e técnicos, das prefeituras e compdecs, dos municípios de Ibicuí, Coaraci, Santa Cruz da Vitória, Barro Preto, Pau Brasil, Itajú do Colônia, Itajuípe, Itabuna, Santa Luzia e Floresta Azul.

Semáforos com temporizador digital em Ilhéus e os de Itabuna danificados

Semafaro em Ilhéus com marcador digitalNa cidade de São Jorge dos Ilhéus o motorista pode passar nos semáforos com mais segurança. Ao contrário de Itabuna onde um ex-secretário cantava pelos quatros cantos da cidade que organizou o trânsito, quando na verdade encheu a cidade de queba molas, radar e  sinaleiras antigas, onde o condutor precisa adivinhar quando acende a luz amarela e a vermelha.

Em Ilhéus muitas  sinaleiras já possuem relógio digital que indicam o tempo aberto e fechado. As novas sinaleiras ajudam o motorista a evitar multas pelo radar, pois ela quantifica os segundos,  possibilitando mais tranqüilidade e confiança ao motorista e pedestres.

Na cidade de Itabuna, além das sinaleiras serem  obsoletos, sempre tem pane como as da Rua do Paty no São Caetano e a do bairro de Fátima na Av.Juracy Magalhães ,  que se apresentaram a semana passada sem funcionar.

As  sinaleiras da Avenida Princesa Isabel e as de frente ao Shopping Jequitibá na Av. Aziz Maron, instaladas com radares a pouco mais de  um ano, não tem o relógio digital e os motoristas acusam a prefeitura de utilizar o equipamento como máquina de arredar dinheiro,  e não para finalidade de educação no trânsito.


Seca no Sul da Bahia é discutida em evento promovido pela AMURC

Lenildo_evento_seca_itb_11_04_2016Dezenas de prefeitos e técnicos municipais foram orientados nesta segunda-feira, 11, em Itabuna, pela Superintendência de Proteção e Defesa Civil (SUDEC) e Vigilância Sanitária Ambiental (DIVISA) sobre os procedimentos a serem adotados diante do longo período de estiagem. O evento realizado na Unime foi de iniciativa da Associação dos Municípios do Sul da Bahia-AMURC

Segundo o presidente da AMURC e prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana, a ideia é desenvolver uma frente de trabalho, que visa sensibilizar o Governo do Estado e a União para ações imediatas de mitigação aos impactos da estiagem, a exemplo da aquisição de carros-pipas, perfuração de poços artesianos, construção de adutoras e limpeza de barragens. “Isso facilita o entendimento dessas equipes, melhora a qualidade dos serviços oferecida a população e o reconhecimento destes entes quanto ao Decreto de Situação de Emergência do município”, pontuou Lenildo.

Ainda de acordo o gestor, o Estado da Bahia já se posicionou tecnicamente favorável ao reconhecimento, dado a gravidade que a região vive. A segunda frente de trabalho é promover uma maior interação dos técnicos municipais com a equipe técnica da Defesa Civil do Estado visando facilitar todos os processos técnicos e burocráticos pertinentes às fases pós-decreto de Situação de Emergência por Estiagem.

Ações do Estado

evento_seca_unime_amurc_11_04_2016O superintendente da SUDEC, Rodrigo Hita,  afirmou  que o Governo Federal já disponibilizou o recurso na ordem de R$ 8 milhões destinado aos municípios que tiverem sua situação de emergência homologado pelo Governo do Estado e reconhecida pela União. “Estaremos orientando os técnicos municipais através de uma parceria firmada com a Amurc, com o objetivo de solucionar demandas locais que ainda não conseguiram ficar plenamente atendidas nesse processo”, declarou Rodrigo.

O encontro foi também uma oportunidade dos representantes municipais expressarem suas dificuldades locais, assim como o município de Itabuna, que tem captado água na estação de Castelo Novo, onde sofre a influência do mar. Ou  municípios como Almadina, Barro Preto, Buerarema, Camacan, Coaraci, Ibicuí, Itajuípe, Itaju do Colônia, Ibicaraí, Santa Cruz da Vitória, Uruçuca, Ubaitaba, Firmino Alves, Nova Canaã e Pau Brasil, também sofrem  com a estiagem atípica.

evento_2_seca_unime_amurc_11_04_2016

“Alguns municípios decretarem emergência e estão pleiteando convênios de aquisição de carros-pipas e alguns específicos, como é o caso de Ibicaraí, que está pleiteando a construção de uma adutora que liga Ibicaraí a barragem de Floresta Azul para fazer com que seja mantido o abastecimento humano regular”, explicou Lenildo. Com informações e fotos de Viviane Cabral/Ascom AMURC.


Reunião na Unime vai discutir falta de água

A falta de água, devido a uma estiagem prolongada nos municípios da região Sul da Bahia será tema de uma reunião nesta segunda-feira, 11, das 14 às 17h30, no Campus 2 da Unime – Itabuna, promovida pela Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – Amurc e a Superintendência Estadual de Proteção e Defesa Civil. O objetivo é buscar uma solução para a melhoria no abastecimento dos municípios sede, distritos e zona rural.

O encontro contará com a presença do secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento da Bahia – SIHS, Cássio Peixoto e da diretora da Vigilância Sanitária e Ambiental – DIVISA, Rivia Barros. Ainda estarão presentes, prefeitos, secretários, representantes da Vigilância Sanitária da região e coordenadores de Defesa Civil dos municípios afetados.


Indígenas negam acusações da PM na prisão de Babau

O Conselho Indigenista Missionário (CIMI) apontou contradições na versão da Polícia Militar sobre a prisão do Cacique Babau e seu irmão, Teity Tupinambá. As lideranças indígenas negam que portavam armas de fogo quando foram detidas.

O Conselho se manifestou em nota divulgada nessa quinta-feira (7), horas após a prisão. De acordo com o CIMI, a Polícia Militar fez acusações contraditórias contra os indígenas. Primeiro, alegou que eles foram presos por descumprir ordem judicial que autoriza a extração de areia na terra reconhecida como indígena por estudo antropológico da Funai. Depois, informou que as prisões foram motivadas pelo porte ilegal de duas armas.

Segundo o CIMI, Babau e Teity também afirmaram que não impediram a retirada da areia. Foram à Aldeia Gravatá para confirmar o descumprimento de acordo firmado com a Secretaria de Segurança Pública da Bahia, que previa a suspensão da atividade da mineradora na terra reivindicada pelos índios.

Ainda conforme o CIMI, a acusação registrada formalmente contra o Cacique e Teity é apenas a de porte ilegal de armas, apesar da alegação de descumprimento da ordem da Justiça.

Veja mais no Blog do Gusmão.


Governador visita obra que vai beneficiar 350 mil pessoas no Sul da Bahia

rui barargem rio coloniaO governador Rui Costa visitou, neste sábado (2), o canteiro de obras da Barragem do Rio Colônia, localizada no município de Itapé que, ao ser concluída, beneficiará aproximadamente 350 mil pessoas da região sul do estado. Ao todo, o investimento é de R$ 119,6 milhões, com recursos dos governos federal e estadual. A obra é executada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa), vinculada à Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS).

A construção da barragem faz parte de um conjunto de ações incluindo desapropriações, relocação de linha de transmissão de energia e desvio de um trecho de aproximadamente 30 quilômetros de rodovia BA-120. Ao visitar o canteiro de obras, um pouco antes de inaugurar o Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep), em Itapé, Rui informou que “estamos executando a primeira etapa [das obras, com investimento] da ordem de R$ 36 milhões”.

Ele disse que já determinou à Secretaria de Infraestrutura [Seinfra] para concluir o projeto da BA-120. Só na mudança do traçado de um trecho da estrada “deve ter um investimento entre R$ 15 e R$ 20 milhões”, detalhou Rui. A barragem, que vai ser construída paralelamente às intervenções na estrada, trem previsão ficar concluída em novembro de 2016.

“Quero chegar, até novembro do ano que vem, também com a estrada construída ou reconstruída no novo traçado, liberando a barragem para acumular água e cumprir suas funções de regularidade do abastecimento”, ressaltou o governador.


Rui inaugura distrito de segurança em Itapé

Rui_Itape_3_foto Manu Dias
Governador após inaugurar Disep em Itapé ao lado de prefeitos e deputados-Foto Manu Dias

O Novo Distrito Integrado de Segurança Pública (Disep), inaugurado neste sábado (2), reforça o policiamento e amplia a segurança dos moradores do sul da Bahia. A nova unidade fica no município de Itapé, na região de Itabuna, e une as ações das polícias Civil e Militar em única estrutura com delegacia e destacamento da PM. O espaço foi entregue pelo governador Rui Costa em evento com a participação do secretário estadual da Segurança Pública, Maurício Barbosa, entre outras autoridades. Pouco antes, a população recebeu uma quadra esportiva e um centro de saúde. Itapé foi a 95ª cidade baiana visitada pelo governador Rui Costa em pouco mais de 450 dias à frente do Poder Executivo baiano.

O Disep vai ser administrado pelo subtenente Carlos Magno e o delegado titular de Homicídios de Itabuna, Marlus Barbosa Lima, que já responde cumulativamente pela Delegacia Territorial de Itapé. Para o governador Rui Costa, em tempos economicamente mais difíceis tem que haver muito esforço do poder público para continuar fazendo investimentos e o estado crescer.

No município, o governador também visitou o canteiro de obras da Barragem do Rio Colônia, que ao ser concluída, vai beneficiar aproximadamente 350 mil moradores da região. “Temos trabalhado diariamente para, junto com os municípios, dar uma vida melhor ao povo baiano. Estamos inaugurando equipamentos modernos como esse. Moderno desde a construção e também na operação. […] As polícias Civil e Militar dividem o mesmo espaço para que haja integração maior entre essas forças de segurança”, afirmou Rui.

Rui_Itape_1_foto Manu Dias
Rui discursa em Itapé em praça lotada  na inauguração do Disep -Foto Manu Dias

Ele ressaltou a inauguração de uma quadra poliesportiva na cidade e o Centro de Saúde Carlos Ferreira Neto, construído com recursos dos governos estadual e federal. “Outras obras já estão em andamento e por isso quero parabenizar o município. É preciso compromisso com a educação, com a saúde, com a segurança das pessoas. Trabalhamos noite e dia para garantir uma vida melhor para os moradores”, disse o governador. Na ocasião, ele informou que autorizou a Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) para executar o calçamento da cidade e melhorar o acesso a algumas ruas de Itapé.

Segundo o secretário Maurício Barbosa, que agradeceu o apoio da prefeitura do município e dos gestores, o Disep de Itapé é a sétima unidade inaugurada das 32 previstas para serem instaladas no estado. “Esses homens e mulheres das polícias Militar, Civil, do Corpo de Bombeiros e do Departamento de Polícia Técnica fazem o esforço de dar a vida pela segurança do povo baiano todos os dias, e merecem o nosso apoio e nossos aplausos”.