Lenildo solicita ao governador a reconstrução da adutora de Ibicaraí a Floresta Azul

lenildo_aurelino_leal_27_05_2016Nesta sexta-feira(27), o prefeito de Ibicaraí Lenildo Santana acompanhou em Aurelino Leal o governador Rui Costa  na  entrega de uma quadra poliesportiva e implementos agrícolas para associações de produtores rurais da região.

Durante o evento Lenildo solicitou a Rui Costa a  reconstrução da adutora de Ibicaraí a barragem de Floresta Azul para reduzir os impactos da falta de água que atingem o município e também   toda   a região. “Queremos resolver definitivamente a questão da água em Ibicaraí” disse Lenildo.

Participaram   da comitiva os  vereadores Osaná, Ceone, Flávio, Alam  e Valter. Durante atividade  os  deputados Rosemberg Pinto e Josias Gomes,  atual Secretário de Relações Institucionais da Bahia contribuíram no apoio a solicitação.


Municípios e Entidades conhecem experiência do projeto Produtor de Água do Pratigi

Foto lenildoA Amurc, em parceria com o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável – Litoral Sul, entidades regionais e locais, promoveu uma visita nesta quarta-feira, 25, a sede da Organização de Conservação da Terra (OCT), no município de Ibirapitanga, com o objetivo de conhecer o Projeto Produtor de Água Pratigi (PAP).A iniciativa da Agência Nacional de Águas (ANA) tem como objetivo, a redução da erosão e assoreamento dos mananciais nas áreas rurais.

Atualmente, o projeto está em expansão nos municípios de Ibirapitanga e Igrapiúna, na região do Baixo Sul da Bahia, com a implementação da lei municipal de Pagamento Por Serviço Ambiental (PSA). Com a Lei aprovada, a OCT, em parceria com a ANA e Ministério Público, através do Núcleo de Defesa da Mata Atlântica estará atuando na restauração de nascentes, adequação de estradas rurais, qualificação da lavoura cacaueira e assistência técnica dos produtores.

Estiveram presentes representantes da sociedade civil governamental e não governamentalA ideia, segundo o diretor executivo da OCT, Volney Fernandes é incentivar os produtores rurais a adotarem boas práticas de proteção e conservação da água e do solo, buscando promover a geração de serviços ambientais. “Em contrapartida os agricultores familiares recebem incentivos financeiros, não financeiros e assistência técnica gratuita, participando do projeto e por aderirem boas práticas de conservação ambiental e produtiva”.

A experiência chamou a atenção de representantes de entidades sociais, governamentais e não governamentais, que visualizaram a oportunidade de replicá-la em outras localidades, a exemplo da Região Cacaueira, que sofre uma crise hídrica.  Para o presidente da Amurc e prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana, “o projeto nós motiva a criar uma política de enfrentamento, com o envolvimento de toda a comunidade, para buscar a revitalização da Mata Atlântica. A iniciativa sinaliza uma direção de valorização ambiental e produz um resultado para as gerações futuras”.

Promotor Público e coordenador do Núcleo de Defesa da Mata Atlântica, Yuri Lopes de MeloO Promotor Público e coordenador do Núcleo de Defesa da Mata Atlântica, Yuri Lopes de Melo aprovou a iniciativa do Projeto Produtores de Água e destacou a importância de replicar na nascente do Rio Almada, que abastece os municípios de Itabuna, Itajuípe, Coaraci e Almadina, onde o órgão público já desenvolve um projeto que atende 50 nascentes em 30 propriedades. “Eu vejo com grande esperança, para que podemos começar um projeto de recuperação de nascentes, que embora seja lento, mas é eficiente e gera resultados futuros”.

diretor executivo da OCT, Volney Fernandes (2)Como encaminhamento, Lenildo Santana revelou que estará reunindo com representantes dos municípios associados a Amurc, com o objetivo de fazer um diagnóstico de cada experiência, visando conhecer a realidade e disseminar as informações ambientais para que possam ser implementadas. “O nosso papel é de articular essas informações e disseminá-las para que elas possam ser implementadas em cada município. Para isso, conjuntamente com as instituições parceiras, sociedade civil construiremos um Núcleo de Gestão de Diálogo, composto por células de ação e execução, ganhando a escala necessária para atender as demandas”, concluiu o gestor.

Entidades

O encontro reuniu representantes das secretarias de Agricultura e Meio Ambiente de vários municípios da região, além das seguintes entidades: CONDESC, MLT, CIPPA – Porto Seguro, SETAF/BAHIATER, BIOFÁBRICA, Consórcio Portal do Sertão, UFSB, Ministério Público, CEPLAC, SAAE, Diálogo do Cacau, Centro das Águas, Instituto Nossa Ilhéus, Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI, Ciapra e outras instituições parceiras.


Prefeitura de Itaju do Colônia promove ações de enfrentamento a violência sexual

A Secretaria Municipal de Assistência Social de Itaju do Colônia promoveu a campanha “18 de Maio – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes”. Com exposição das apresentações elaboradas pelos alunos das escolas municipais, estaduais e creches de Palmira e Itaju.

A campanha no município é também uma realização do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) e do Conselho Tutelar dos Direitos da Criança e do Adolescente.

itaju_18 maio“A intenção do “18 de maio” é chamar a sociedade para contribuir na luta para a garantir a toda criança e adolescente o direito ao desenvolvimento de sua sexualidade de forma segura e protegida, livres do abuso e da exploração sexual. É um dia de mobilizar, sensibilizar, informar e convocar a sociedade para a luta em defesa dos direitos humanos de crianças e adolescentes”, afirmou o secretário de Ação Social, Michel Lírio.

O prefeito Padre Edinaldo Martins(PT) desenvolve a quase 8 anos com muito zelo, as politicas  de  cuidado das pessoas através da Secretária de Assistência Social, antes  historicamente, direitos negados no município.  O trabalho voltado para o social é reconhecido como modelo no Estado da Bahia.


Técnicos do CDS-LS são capacitados para o Cadastro Florestal de Imóveis Rurais

Instrutor orienta técnicos para a parte teóricaOs técnicos do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável – Litoral Sul estão participando do curso para Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR), promovido pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente – Sema, com o objetivo de formar multiplicadores para o cadastro de propriedades na região Sul da Bahia.

A capacitação está sendo realizada na Ceplac até sexta-feira (20), e conta com o apoio da Associação dos Municípios da Região Cacaueira – Amurc.

Já na segunda fase do curso, os profissionais estão participando de atividades práticas, com o objetivo de utilizar os parâmetros teóricos da Lei Estadual Nº 10.431, de 20 de dezembro de 2006 e da Lei Nº 12.651 de 25 de maio de 2012 (Novo Código Florestal), para a regularização florestal e aplicação de técnicas com o uso de softwares para o CEFIR.Lúcius Flávius, do CDS, instrutur Cosme Nunes, Tauá Fontes, do CDS e o secretário de meio ambiente de Itajuípe, Marcos Paulo

De acordo com o instrutor do curso, Luís Cláudio Ferraz, a capacitação é importante, pois vai atender uma grande demanda de proprietários rurais, que muitas vezes tem interesse de regularizar sua propriedade, mas não sabem como chegar até as informações.


Ainda segundo Luís Cláudio, a regularização é obrigatória para todas as propriedades rurais de até quatro (4) módulos fiscais (pequena propriedade), que teve o prazo estendido para maio de 2017. Já para as propriedades acima de cinco (5) módulos, o prazo já foi encerrado e os proprietários precisam buscar o responsável, em seus municípios, pelo cadastro rural para a regularização dos imóveis.Técnicos estão colocando em prática os conceitos da Legislação Ambiental (1)

Para o secretário executivo do CDS-LS, Luciano Veiga, “a capacitação se encaixa na condição de credenciamento, junto ao Governo do Estado, para que os técnicos do Consórcio venham estar aptos para realizar as certificações futuras”. Ainda segundo Veiga, “as propriedades precisam do cadastro para que estejam aptas para adquirir recursos de agentes financeiros”.

O CEFIR é um instrumento de regularização dos imóveis rurais, monitoramento das Áreas de Preservação Permanente (APP), de Reserva Legal, de Servidão Florestal, de Servidão Ambiental e das florestas de produção, necessário à efetivação do controle e da fiscalização das atividades florestais.


Prefeitura de Ibicaraí contempla famílias da zona rural com a construção de casas populares

Lenildo_casas_fala_10_05_2016Esta semana, familiares das regiões rurais de Andrezão, Jacarandá, Serra do Córrego Grande, Iscas e Ribeirão das Três pancadas assinaram o contrato para a construção de 28 casas populares do Programa Habitacional Rural (PNHR). A reunião foi realizada na Câmara de Vereadores de Ibicaraí, com a presença de vereadores, do prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana e de representantes da Caixa Econômica e da Associação Comunitária da Região do Andrezão.

De acordo com o prefeito Lenildo, avanços como este foi possível durante a gestão dos governos Lula e Dilma, que trouxeram para o campo, os programas: “Luz e Água Para Todos”, o PNHR, além de PNAE e PAA.

Familia_casas_2_ibicarai_10_05_2016O gestor lembrou que nessa gestão, o município de Ibicaraí ganhou equipamentos que tem auxiliado muito na recuperação das estradas vicinais, além dos ônibus escolares para alunos da zona rural. “São muitas ações e investimentos que precisam continuar, independente de quem venha comandar o país. Isso sim é governo do povo para o povo”, disse Lenildo.

O trabalhador rural e pequeno produtor de polpa de frutas, Wilson da Polpa elogiou o programa PNHR e espera que não pare por aqui: “É preciso que o Governo Federal continue olhando para a zona rural e pelo homem do campo. Não queremos muito, só o necessário para poder sobreviver da terra. O homem do campo precisa continuar no campo”, disse seu Wilson.


Fundação Hospitalar de Camacan realiza “Dia M: Mães e Mulheres em primeiro lugar!”

IMG_3156-1Toda mãe precisa de carinho e cuidado. Foi pensando nisso que a direção da Fundação Hospitalar de Camacan preparou uma programação especial para celebrar a data.

O evento, que acontecerá no sábado que antecede o Dia das Mães (07/05), à partir das 7h, inclui serviços como, além de atendimentos ginecológicos, a realização de mamografias, ultrassonografia e eletrocardiograma, além de fisioterapia, estética facial e massagem, dentro outros. A unidade, que é referência não só para Camacan como também para municípios circunvizinhos, irá oferecer mais de 200 atendimentos.

Para o Superintendente Médico e Financeiro da Fundação, Dr. Almir Gonçalves, a proposta, além de homenagear as mães, incentiva a mulher à prevenção de doenças. “A saúde no país vive um momento bastante delicado, e por isso a Fundação Hospitalar de Camacan vem tendo um papel fundamental para a população local e das cidades vizinhas. Em datas especiais como esta, a gente aproveita para atender à demanda reprimida também, prezando pela qualidade no acolhimento”.

Para o Diretor-Presidente, Mardson Silva, a colaboração dos funcionários da Fundação é de grande importância para o desenvolvimento e trabalho da mesma, que vem atendendo a um número cada vez maior de pacientes.


Território Litoral Sul realiza planejamento

territorio planejamnetoAconteceu entre os dias 28 e 30 o Seminário de Planejamento e Avaliação do Território Identidade Litoral Sul da Bahia. O evento foi realizado em Itabuna e contou a participação de lideranças dos movimentos sociais do campo e da cidade.

Prestigiaram o evento Sandro Lopes, Secretário de Agricultura de Itabuna, o professor e economista Alessandro Fernandes da Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz-UESC e Luciano Veiga, Secretário Executivo da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia-AMURC.

territorio 2Quem marcou presença também foram o Tenente-Coronel Serpa, representando a Polícia Militar da Bahia, Vanduy Cordeiro, da Secretaria de Planejamento-SEPLAN, dentre outros representantes de instituições da região.

Marcos Sousa, reapresentando  da Secretaria de Desenvolvimento Rural  do Estado da Bahia, considerou proveito as definições do colegiado e elogiou a organização do encontro.


Sem salários, terceirizados ocuparam Núcleo Regional de Educação em Itabuna

Ocupacao_nre_19_abril_2016Na última quarta-feira, 20, trabalhadores terceirizados das escolas estaduais da região Sul da Bahia, ocuparam a sede do Núcleo Regional de Educação em Itabuna(NRE5). Eles reivindicam junto à diretoria do Núcleo pagamento de salários, vale transporte e vale alimentação com mais de dois meses de atrasos.

Prestadores de serviços essenciais nas unidades escolares como serviço de portaria, cozinha, limpeza, e  no administrativo, os terceirizados sofrem  com os repetidos atrasos, prejudicando o andamento das atividades e a vida dos profissionais. A situação piorou  com a notícia de algumas demissões a partir dos próximos dias de terceirizados pela Secretaria da Educação.

“Vamos continuar lutando para garantir o direito dos trabalhadores terceirizados. Não é aceitável o trabalhador assalariado ficar sem receber sua remuneração,  e agora tem até perspectiva ruim de demissões”, frisa José Carlos, coordenador regional do  Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza da Região Sul e Extremo Sul da Bahia (Sindilimp).


Comitê de Bacias inscreve para eleição de novos membros

Com o objetivo de dá continuidade a gestão participativa das águas na Bahia, o Comitê de Bacias Hidrográficas (CBHs) abriu nesta segunda-feira, 18, e segue até o dia 2 de maio, as inscrições para a renovação dos membros titulares e suplentes para o quadriênio 2016/2020. Na região Sul da Bahia, os candidatos eleitos irão integrar o Comitê de Bacias do Leste (CBHL), que atende as Bacias dos rios Cachoeira, Almada, Santana, Una/Aliança e Rio Doce.

O processo seletivo ocorrerá dia 14 de junho, nas Unidades Regionais do Inema e poderão participar representantes do Poder Público, usuários e sociedade civil organizada. A renovação dos membros dos comitês é um momento estratégico na gestão participativa das águas na Bahia, pois garante a oportunidade dos representantes assumirem a responsabilidade da gestão das águas na Bacia Hidrográfica onde moram, juntamente com o Estado.

Dado o momento de crise na questão hídrica, torna-se ainda mais relevante o processo de valorização dos Comitês de Bacias Hidrográficas. Dentre as atribuições, o órgão é responsável por acompanhar o processo de implementação, elaboração e aprovação do Plano de Bacia Hidrográfica; sugerir providências necessárias ao cumprimento de metas; arbitrar, em primeira instância administrativa, conflitos relacionados com o uso da água e propor ações ao Conselho Estadual de Recursos Hídricos – CONERH.

Inscrição

Os interessados em participar do processo seletivo deverão comparecer as Unidades Regional do Inema, em Itabuna, na rua Rui Barbosa, bairro Ziodolândia, nº 1008, atrás do Centro de Cultura Adonias Filho. Já em Ilhéus, o atendimento é feito no escritório avançado, na praça Florêncio Gomes, nº 405, Cidade Nova. Mais informações pelos telefones: (73) 3214-8313, em Itabuna, e, (73) 3231-7387, em Ilhéus, ou pelo site do Inema: (www.inema.ba.gov.br).


Defesa Civil orienta municípios da região sul sobre situação de emergência

IMG-20160413-WA0010Com o objetivo de orientar e apoiar os municípios nos processos para organização e fortalecimento das COMPDECs, o coordenador de ações estratégicas da Superintendência de Proteção e Defesa Civil– Sudec, Paulo Luz, reuniu nesta quarta-feira (13), na Associação dos Municípios da Região Cacaueira – AMURC, em Itabuna, representantes de dez municípios da região sul da Bahia.
Durante a reunião, Paulo Luz explanou sobre os procedimentos de solicitação de reconhecimento federal de Situação de Emergência ou de Estado de Calamidade Pública, através do Sistema Online S2ID, homologação estadual, implantação de Comissões Municipais de Proteção e Defesa Civil, adesão ao Cartão de Pagamento da Defesa Civil e sobre a elaboração do plano de trabalho para a contratação emergencial de carro-pipa, através de convênio com a Sudec.
Estiveram presentes gestores e técnicos, das prefeituras e compdecs, dos municípios de Ibicuí, Coaraci, Santa Cruz da Vitória, Barro Preto, Pau Brasil, Itajú do Colônia, Itajuípe, Itabuna, Santa Luzia e Floresta Azul.