Bahia registrou 28 mortes por microcefalia

O Ministério da Saúde divulgou neste mês um novo protocolo para notificação de bebês com microcefalia. De acordo com os novos critérios (perímetro cefálico ? 31,9cm para bebês do sexo masculino e perímetro cefálico ? que 31,5cm para bebês do sexo feminino), a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), por meio da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), revisou todos os casos notificados desde outubro de 2015.

Atté o dia 2 de abril de 2016, 563 casos notificados em 128 municípios se enquadram no novo critério. Desses, 232 foram investigados com a realização de exame de imagem e/ou exame laboratorial, sendo 171 confirmados e 61 descartados.

Dos 563 casos, foram notificados 28 óbitos por microcefalia, nos seguintes municípios: Alagoinhas (1), Anguera (1), Camaçari (3), Conceição do Jacuípe (1), Cravolândia (1), Crisópolis (1), Monte Santo (1), Barro Preto (1), Campo Formoso (1), Itabuna (1), Itapetinga (1), Olindina (1), Salvador (6), Tanhaçu (1), Esplanada (1), Feira de Santana (1), Tancredo Neves (1), Santo Antônio de Jesus (1), Simões Filho (1), Senhor do Bonfim (1) e Ilhéus (1).


ONU diz que vírus Zika pode ser combatido com saneamento básico

Brasil é o 112 pais em saneamento basico

Da Agência Brasil

A Organização das Nações Unidas (ONU) alertou que, para combater o vírus Zika, é necessário que os países melhorem o saneamento básico. A entidade disse que 100 milhões de pessoas vivem atualmente sem acesso a sistemas adequados de saneamento na América Latina e 70 milhões não têm água encanada.

O documento destaca que, quando as pessoas não têm serviços de saneamento, tendem a armazenar água de maneira insegura, o que favorece a proliferação de mosquitos. Zika, dengue e chycungunya são doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, mosquito que se reproduz em água parada.

Água e esgotos

“Enquanto o mundo procura soluções de alta tecnologia para combater o vírus Zika, não devemos esquecer o péssimo estado do acesso à água e ao esgotamento sanitário para as populações desfavorecidas”, disse o relator especial das Nações Unidas para o Direito Humano à Água e ao Saneamento, Léo Heller, em nota divulgada pela organização.

Em comunicado, três especialistas da ONU ressaltaram que há um forte vínculo entre sistemas de saneamento deficientes e o surto atual do vírus Zika, bem como outras doenças causadas pelo Aedes aegypti e que a maneira mais efetiva de enfrentar o problema é melhorar os serviços [de saneamento].

A organização ressalta que, na região latino-americana, são os mais pobres e marginalizados que sofrem de maneira desproporcional pela carga das doenças transmitidas por mosquitos, já que é esta a população que não tem acesso à água encanada e a esgotos.


Itabuna terá aplicação de inseticida residual para combate ao Aedes

Vane recebe secretário de Saúde da Bahia que anuncia reforço no combate ao Aedes aegytpi  Foto Lucas França (2)Itabuna será a primeira cidade baiana a receber borrifadores de inseticida residual de aplicação intra-domiciliar para combater o mosquito Aedes aegypti. O anuncio foi feito na  manhã deste sábado (5), pelo secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, durante visita ao município. Na próxima semana, serão disponibilizados 92 borrifadores para a Secretaria Municipal de Saúde. O inseticida residual combate o aedes num período de 12 meses e será aplicado em domicílios nas áreas com maior incidência de focos.

O secretário também destacou os serviços de limpeza da calha e das bordas e a retirada de baronesas do Rio Cachoeira, que corta a cidade, reduzindo os focos do mosquito. Acompanhado do assessor especial Mateus Simões, do superintendente dos Gestão do Sistemas de Regulação da Atenção à Saúde (Suregs).  José Rodrigues  e da gerente do Núcleo Regional de Saúde/Sul,  Marisa Eduane, Vilas-Boas visitou o QG da Dengue, onde são atendidos pacientes com suspeita de dengue, zika vírus e chikungunya e o Hospital de Base de Itabuna, onde funciona uma unidade de atendimento a pacientes que necessitam de internação.

O QG da Dengue, implantado pela Prefeitura de Itabuna, em parceria com a Sesab, conta com 120 profissionais trabalhando em esquema de plantão todos os setes dias da semana. São nove médicos, sendo cinco durante o dia e quatro no regime de plantão noturno.


Mais de 41 países tiveram transmissão de Zika desde 2015

Boletim divulgado hoje (4) pela Organização Mundial da Saúde (OMS) informa que 52 países e territórios registraram casos de infecção por Zika desde 2007 contraídos dentro do país, chamados de autóctones. Destes, 41 tiveram transmissão interna da doença no atual surto, que começou em 2015, sendo que  31 estão nas Américas.

O boletim informa também que França, Estados Unidos e Itália reportaram transmissão local da doença, embora não tenham circulação do Aedes aegypti. Neste caso, provavelmente houve transmissão sexual da infecção.

De acordo com a OMS, até agora, o aumento de casos de microcefalia e outras malformações neonatais só foi percebido no Brasil e na Polinésia Francesa. No Brasil, 641 casos de microcefalia foram confirmados desde outubro do ano passado e destes 82 com testes laboratoriais confirmados para relação com o vírus Zika.

Quanto aos casos de Síndrome de Guillain-Barré, oito países registraram o aumento da doença neurológica, que já teve sua relação com o vírus Zika provada em artigo científico baseado nos dados da Polinésia Francesa.(Agencia Brasil)


Faxinaço contra Aedes aegypti no São Caetano

Secretário de Saúde, Paulo Bicalho, coordenou a mobilização contra o mosquito no São Caetano - Foto Gabriel de Oliveira (2)Luvas, sacos de lixo e disposição para percorrer ruas e visitar todas as casas. Estas foram as armas utilizadas na manhã desta quarta-feira, no bairro São Caetano, por coordenadores, enfermeiros e servidores de secretarias e órgãos municipais, sob a coordenação da Secretaria Municipal de Saúde de Itabuna, no primeiro  faxinaço de combate ao Aedes aegypti promovido pela Prefeitura de Itabuna com o apoio do Governo do Estado. O mutirão foi realizado entre as 8 horas da manhã e o meio-dia para mobilizar a comunidade do bairro contra o mosquito.

Durante o percurso os participantes do faxinaço mobilizaram a comunidade com a distribuição de material informativo e uma folhinha onde as famílias poderão registrar em um determinado dia da semana o resultado da vistoria em quintais no combate a focos do mosquito. O principal apelo foi para que as famílias não deixem água parada em suas casas evitando locais de proliferação de larvas do Aedes aegypti.

Pelo menos dois caminhões de lixo foram recolhidos na ação. Uma das principais preocupações do secretário municipal de Saúde, Paulo Bicalho, é o grande número de casas fechadas e tanques cobertos com telhas de amianto onduladas. Segundo disse isto é um convite ao mosquito para depositar seus ovos nestes locais que se transformam em criadouros de larvas. “As pessoas devem vedar os depósitos e tanques com telas ou lençóis. A cobertura inadequada afeta todo o trabalho de prevenção”, justificou.

 


Diretora-geral da OMS chega ao Brasil para discutir combate ao Zika

diretora omsDa Agência Brasil

A diretora-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Margaret Chan, chega hoje (23) ao Brasil para visita oficial. Ela desembarca em Brasília, onde será recebida pela presidenta Dilma Rousseff. Ao longo do dia, estão previstos ainda encontros com ministros de diversas pastas envolvidas na resposta brasileira à epidemia do vírus Zika.

Margaret Chan vem ao país acompanhada da diretora da Organização Pan-Americana de Saúde e diretora regional da OMS paras as Américas, Carissa Etienne. Da capital, ela deve seguir para o Recife, já que o estado de Pernambuco registra o maior número de casos de microcefalia possivelmente associados à infecção (182 casos da malformação confirmados e 1.203 em investigação).

No início do mês, a OMS declarou emergência em saúde pública de interesse internacional em razão do aumento de casos de infecção pelo Zika em diversos países e de uma possível relação da doença com quadros de malformação congênita e síndromes neurológicas. A decisão foi tomada após reunião de um comitê de emergência em Genebra.

O Ministério da Saúde investiga pelo menos 3.935 casos suspeitos de microcefalia possivelmente associada ao vírus. Até o dia 13 de fevereiro, 508 casos foram confirmados e 837 descartados de um total de 5.280 notificações. Desde a última quinta-feira (18), a notificação de casos suspeitos de infecção pelo Zika é obrigatória no Brasil. Todos os casos suspeitos deverão ser comunicados semanalmente às autoridades sanitárias.


Reforço nas ações de Combate ao Aedes aegypti em Itabuna

site_000000050021A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) está liberando larvicida e equipamentos, incluindo três novos carros fumacê para o combate ao mosquito Aedes aegypti, em Itabuna, no Sul do Estado. O anúncio foi feito pelo superintendente de Gestão de Sistemas de Regulação de Atenção à Saúde, José Saturnino Rodrigues, durante a inauguração do QG de Combate ao Mosquito, um espaço exclusivo para atender pacientes com sintomas de dengue, zika vírus e chikungunya.

De acordo com José Rodrigues “essa ação conjunta dos governos Federal, Estadual e Municipal é fundamental, além da participação da comunidade, num trabalho que deve ser permanente”. A Sesab liberou novos repasses para a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, que mantém os hospitais Calixto Midlej, qg dengueManoel Novaes e São Lucas, e para a Maternidade da Mãe Pobre, ampliando a oferta de leitos. O Hospital São Lucas mantém uma unidade para tratamento de casos de dengue, zika vírus e chikungunya.

O prefeito de Itabuna Claudevane Leite destacou que “mais de 90% dos focos do mosquito estão nas residências e é preciso que a população colabore nessa guerra contra o mosquito”. “Essa parceria com o Governo do Estado é fundamental é fundamental nesse enfrentamento ao mosquito e temos recebido todo o apoio da Sesab, com medicamentos, equipamentos e profissionais de saúde”


Dia D de combate ao Aedes aegypt mobiliza Ilhéus

Dia D Ilheus 3Cerca de 150 agentes de endemias e agentes comunitários  da Secretaria de Saúde de Ilhéus, técnicos da Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab)  e equipes do Corpo de Bombeiros, Exército e da Marinha, além de voluntários, participam hoje do Dia D de Combate ao Aedes aegypti , em Ilhéus, no Sul da Bahia.

As equipes visitaram durante a manhã  os  bairros Malhado e Teotônio Vilela, os mais populosos do município, onde se concentra a maioria dos casos de dengue, zika vírus e chikungunya. Foram feitas visitas domiciliares para combate ao foco do mosquito, além  da distribuição de panfletos educativos e informações sobre prevenção.

As atividades de conscientização também foram  realizadas  em pontos de grande movimento da cidade, como o terminal de transporte urbano, Central de Abastecimento do Malhado e nas imediações do Aeroporto Jorge Amado. De acordo com a coordenadora do Núcleo Regional de Saúde (NRS 6),  Marize Eduane Pinheiro, “além do trabalho das equipes, é fundamental que a comunidade participe das ações de prevenção, evitando a proliferação do Aedes aegypt”.

A coordenadora do NRS 6 no Sul da Bahia diz que as ações conjuntas vão continuar na próxima semana, com a identificação e tratamento de  focos, buscando a redução de casos de  dengue, zika vírus e chikungunya  em Ilhéus.

Rui em Porto Seguro

O governador Rui Costa participou na manhã de hoje  em Porto Seguro, da ação nacional de mobilização de combate ao aedes aegytpi. Acompanhado do secretário nacional de Saúde Indígena, Antonio Alves de Souza,  ele visitou  residências do bairro Vila Valdete, ao lado de agentes de saúde e militares das Forças Armadas envolvidos no trabalho de erradicação dos focos do mosquito.


Funcionários da Santa Casa de Itabuna define greve para terça-feira

scmi11fev2016.2Depois de uma manifestação pública contra o atraso do salário em frente ao hospital Calixto Midlej  ontem quinta-feira (11), dirigentes do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna e Região(Sintesi) e funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna em assembleia realizada, aprovaram a paralisação dos serviços a partir desta terça-feira, dia 16.

De acordo com a direção do Sintesi, “o atraso de salário acontece uma vez ou outra em qualquer empresa, só que na Santa Casa virou rotina, e a categoria não tolera mais”. o  Sindicato assegura um número mínimo de trabalhadores (as) na assistência dos pacientes internados, serviços essências e atenderão emergências, em cumprimento a legislação.

A instituição tem 1.8 mil funcionários e presta serviços de Média e Alta Complexidade pelo SUS para a população da região sul da Bahia.


Ilhéus abre Pronto Atendimento para casos de dengue,zika e chikungunya

Instalações do PA da dengueNa campanha contra o mosquito aedes aegypti, a Secretaria de Saúde de Ilhéus inicia o funcionamento de um espaço específico para o diagnóstico dos casos suspeitos de dengue, zika e chikungunya. O Pronto Atendimento (PA) será aberto a partir desta quinta-feira, 11, localizado na Travessa Santa Isabel, anexo ao Núcleo de Atendimento Especializado (NAE), situado na Avenida Soares Lopes (em frente ao Centro de Convenções).

A unidade, que funcionará das 7 às 17 horas, de segunda-feira a sábado, conta com uma equipe multidisciplinar formada por supervisor, médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem, e salas de coleta de sorologia e de hidratação, além de ambulância de plantão.

Ao visitar a unidade, nesta quarta, 10, o secretário de Saúde, Antonio Ocké, informou que o resultado dos exames do paciente que for atendido pela equipe de triagem no período da manhã, sairá à tarde, no mesmo dia. E quem for atendido no turno vespertino, o resultado estará disponível no dia seguinte.