Santa Casa de Itabuna empossa provedoria para o Biênio 2018/2019

DSCN2414O auditório do Hospital Calixto Midlej Filho ficou totalmente lotado, na manhã de hoje, 10 de janeiro, para a cerimônia de posse do provedor reeleito da Santa Casa de Itabuna, Dr. Eric Júnior, e membros da Mesa Administrativa.

À frente da instituição desde 2016, o provedor reeleito para o biênio 2018/2019, foi empossado pelo médico Edmar Margotto, representando a irmandade, que na sequência oficializou a recondução dos demais integrantes da mesa administrativa.

“A Santa Casa de Itabuna é uma instituição perene, respeitada e o trabalho desenvolvido pela equipe é para mostrá-la como ela realmente é, dentro da sua existência e importância em toda a região em serviços de saúde”, discursou o provedor na presença de autoridades, médicos, diretores das três unidades hospitalares, coordenadores, conselheiros, irmãs auxiliadoras e religiosas, além da sociedade itabunense, defendendo o avanço e a modernização das ações filantrópicas da casa,  relatando o apoio e a dimensão do trabalho realizado por cerca de 2 mil colaboradores.


Hospital Regional da Costa do Cacau inicia atendimento com realização de cirurgias eletivas

Hospital Regional da Costa do Cacau inicia atendimento com realização de cirurgias eletivasCom um investimento de R$ 124 milhões, o Hospital Regional da Costa do Cacau (HRCC), localizado em Ilhéus, iniciou o atendimento aos moradores do sul da Bahia neste domingo (17). No primeiro dia de funcionamento, após a inauguração realizada pelo governador Rui Costa na última sexta-feira (15), a unidade atende pacientes para realização de cirurgias eletivas, agendadas por meio do Mutirão de Cirurgias, promovido pelo Governo do Estado.

Até o final do dia serão realizadas 32 cirurgias, divididas entre retirada de hérnia umbilical e colecistectomia por videolaparoscopia, que consiste na remoção da vesícula por vídeo. Para isso, o atendimento foi distribuído entre três salas cirúrgicas que funcionam de forma simultânea. Além de Ilhéus, o Mutirão de Cirurgias beneficiou os moradores dos municípios de Arataca, Canavieiras, Itacaré, Mascote, Santa Luzia, Una e Uruçuca. Com a iniciativa, a população tem a oportunidade de sair das filas de espera para realização das cirurgias.

A previsão é de que sejam realizadas cerca de 500 cirurgias, todas agendadas durante o Mutirão, até a primeira quinzena do mês de janeiro. Os moradores da região que não conseguiram agendar terão uma nova oportunidade, pois no dia 4 de janeiro será realizada uma retriagem para marcação de mais cirurgias eletivas.

A unidade

O HRCC conta com 225 leitos distribuídos entre as especialidades clínica médica, cirúrgica e Terapia Intensiva, sendo que esta última dispõe de 30 leitos exclusivos. A unidade está apta a receber casos de média e alta complexidade, e também dispõe de serviços de urgência e emergência, hemodinâmica, internação hospitalar, laboratório de patologia clínica, ambulatório, além do serviço de apoio ao diagnóstico por imagem.

O hospital contará com cerca de 1.100 profissionais, entre médicos, enfermeiros e apoio administrativo. O diretor técnico do HRCC, Cláudio Moura Costa, esclarece que a unidade não atenderá aos casos de baixa complexidade. “O nosso atendimento é voltado para pacientes regulados. A pessoa que tá sentindo uma dor de cabeça, teve uma torção no pé ou outro sintoma de baixa gravidade deve procurar a rede de assistência básica do município. Mas é importante que a população saiba que já estamos prontos para atender os casos de alta e média complexidade. Hoje já estamos atendendo com cirurgiões, anestesias, clínicos e ortopedistas”, explica.

O hospital é a segunda unidade regional inaugurada pelo Governo do Estado. A primeira foi o Hospital Regional da Chapada, em Seabra, entregue no dia 1° de dezembro. Na área de clínica médica, o HRCC oferece serviços de saúde mental, cardiologia e neurologia. A população também contará com atendimento de clínica cirúrgica, nas especialidades de ortopedia, neurocirurgia, cardiovascular e geral, entre outras. A gestão da unidade será por meio de uma Organização Social e o valor mensal de custeio do Hospital Geral da Costa do Cacau está estimado em R$ 5,34 milhões.

 


Inaugurado o hospital Costa do Cacau

hospitalcostadocacau__1
Destino turístico e cenário de romances de Jorge Amado, o município de Ilhéus passa a ser conhecido também por abrigar uma das maiores e mais importantes unidades hospitalares do estado. Na tarde desta sexta-feira (15), o governador inaugurou o Hospital Regional Costa do Cacau, que recebeu R$ 124 milhões em investimentos e vai beneficiar 1,7 milhão de pessoas da região sul da Bahia.
Uma equipe com mais de 500 colaboradores fará o atendimento com base na demanda espontânea e referenciada aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). Os pacientes também serão oriundos da Central de Regulação de Urgências do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) Regional Ilhéus-Valença, bem como da Central de Regulação de Leitos Macrorregional. Segundo o diretor técnico da unidade, Cláudio Moura Costa, “a meta de altas chega a 930 pacientes por mês”.
Atendimento de qualidade
hospitalcostadocacau__2jpgNa opinião do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, o hospital representa “uma nova era para a região. Lutamos muito por isso e quem é a verdadeira vencedora é a população, que merece um atendimento digno, de qualidade e segurança”. A pensionista Hélia Santa Clara concorda: “Estou muito feliz. Estávamos precisando de um hospital como esse, que será importante para todos da região”.
O hospital entra em operação já neste domingo (17), com o Mutirão de Cirurgias, promovido pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab). Na unidade, serão realizadas pelo menos 600 cirurgias eletivas do mutirão, que já ultrapassou a meta estabelecida para um ano de atividade, recém-completado, que era de 13 mil procedimentos em toda a Bahia.

Rui entrega primeiro hospital de alta complexidade da Chapada Diamantina

Seabra agora é referência em saúde para outros 12 municípios da região. Na tarde desta sexta-feira (1º), o governador Rui Costa inaugurou o Hospital Regional da Chapada, primeira unidadchap 2e de alta complexidade da Chapada Diamantina. Foram investidos R$ 64 milhões, sendo R$ 50 milhões em obras e R$ 14 milhões em equipamentos. O hospital possui 101 leitos, sendo 10 de Terapia Intensiva (UTI).

“Me orgulho de estar fazendo o maior investimento do país, entre todos os estados, em saúde pública. A população brasileira e baiana está envelhecendo e demandando mais saúde, principalmente de média e alta complexidade. E é isso que estamos fazendo pela Bahia e aqui em Seabra”, afirmou Rui.

Mais de 223 mil pessoas vão ter acesso a atendimento de urgência e emergência 24 horas, bem como centros de bioimagem e cirúrgico, além de ambulatório. “Esse é um momento histórico no estado da Bahia, principalmente para a região da Chapada. Todas as demandas de urgência e emergência importantes vão ser abarcadas aqui, neste hospital completamente novo, até na concepção arquitetônica”, ressaltou o secretário estadual da Saúde, Fábio Vilas-Boas.


Vereadores de Ilhéus aprovam o Hospital Regional Costa do Cacau

hcacacau 7Ao visitar as instalações do Hospital Regional Costa do Cacau, vereadores locais aprovaram a qualidade do novo equipamento de saúde em Ilhéus. O prefeito Mário Alexandre recepcionou na manhã de hoje (28), os 19 parlamentares que conferiram in loco, os detalhes da estrutura e do modelo de funcionamento da mais moderna unidade hospitalar do interior da Bahia, que será inaugurada no dia 15 de dezembro.

“A visita de hoje, também tem o intuito de apresentar os vereadores à gestão da nova unidade hospitalar e tirar as dúvidas sobre o Costa do Cacau e sobre o Regional, que vai continuar funcionando com atendimento a pediatria, até que sejam iniciadas as obras que o transformarão no Hospital Municipal Materno-Infantil com UTI Neonatal”, garantiu o prefeito.

De acordo com o prefeito de Ilhéus, o governo do estado assumirá a recuperação das estruturas físicas dos Postos de Saúde, o que, segundo ele, melhorará significativamente a Atenção Básica no município. “Já temos em mãos os projetos de reforma destes postos. Daremos início o mais rápido possível às obras estruturantes, ampliando a nossa Atenção Básica. Apresentei à Câmara Municipal para futura aprovação, a seleção para médicos, no intuito de fortalecer as equipes de Saúde da Família na sede e distritos. Com a implementação do Costa do Cacau, a criação do Materno-Infantil e uma Policlínica Regional, temos a meta de sermos referência em saúde na Bahia”, assinalou.


“Dia 15 de dezembro, o Hospital Costa do Cacau estará funcionando”, garante Secretário de Saúde

Na manhã de hoje (11), o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, esteve em Ilhéus, acompanhado da equipe técnica da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) e também do prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, para vistoriar a maior obra estruturante na saúde pública no sul da Bahia, nos últimos 35 anos – O Hospital Regional Costa do Cacau. “Vim revisar todos os detalhes para que dia 15 de dezembro, o Hospital Regional Costa do Cacau esteja em pleno funcionamento”, afirmou o titular da Sesab.

Ao percorrer por todo o hospital, Vilas-Boas observou os detalhes da estrutura de um modo geral e foi bastante criterioso quanto a revisão da unidade. Segundo ele, o Costa do Cacau é o mais moderno equipamento hospitalar implantado no sul da Bahia e um dos mais modernos do país. “O hospital possui mais de 230 leitos, e atenderá as demandas da região cacaueira em urgência e emergência. Também as cirurgias eletivas de alta complexidade, incluindo as cirurgias cardíaca, neurológica e ortopédica”, explicou.
Hospital ensino

Ainda de acordo com o secretário, “graças às políticas de integração do governo do estado, a nova unidade hospitalar servirá como um hospital ensino, e, a parceria da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) é primordial. A cada dia, os hospitais da rede estadual estão à disposição do ensino, trazendo avanços tecnológicos nas áreas da saúde”, pontuou.

O prefeito de Ilhéus, Mário Alexandre, destacou a importância de manter uma parceria do município com o governo do estado. Na avaliação do gestor, a operação do hospital vai melhorar a saúde do município e descentralizar as demandas suprimidas nos hospitais de Ilhéus e Itabuna. “O governo do estado vai entregar para a região um grande hospital. Moderno, amplo e com um desenho arquitetônico como poucos hospitais do Brasil possuem. Esse importante equipamento, aliado com a futura Policlínica, muda o quadro da saúde em nosso município”, assinalou o prefeito.

Para a secretária municipal de Saúde, Elizângela Oliveira, a região sul da Bahia não possuía uma estrutura de alta complexidade de ponta como esta que está sendo implantado no município. “Teremos enfim, um centro de referência e atenções de alta especialidade que vai desafogar dando uma atenção melhor a população de Ilhéus, Itabuna e adjacências. Isso garante a sobrevida e o não encaminhamento à Salvador, diminuindo tempo e custos”, frisou.


Santa Casa mobiliza Novembro Azul e renova parceria com SEST-SENAT e PRF

Neste Novembro Azul, a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna trabalhará dois temas centrais de promoção à saúde: o combate ao Diabetes, em parceria com o Mutirão do Diabetes, e a Prevenção ao Câncer de Próstata, área de referência da instituição classificada como Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon). A primeira ação da campanha será nesta quinta-feira (09), no Posto da Polícia Rodoviária Federal (BR 101, no Km 503 – Itabuna-Itajuípe), onde a Santa Casa participará do Programa de Prevenção da Acidentes CNT – SEST SENAT. A ação integra o Programa da Confederação Nacional dos Transportes (CNT) pela Prevenção de Acidentes – etapa Transportando Saúde nas Cidades, executado pelo SEST-SENAT – Unidade Itabuna.

Entre as 7h30 e 11h30, profissionais da Santa Casa estarão garantindo orientação psicológica e orientações em saúde sobre prevenção ao câncer e diabetes. Em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde, também haverá atendimento de um médico clínico geral. A equipe da ONG Unidos pelo Diabetes/Hospital de Olhos Beira Rio também estará no local divulgando as ações do Mutirão do Diabetes em Itabuna.


Programa de saúde nas escolas em Itacaré

A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Saúde, estará realizando a partir da próxima segunda-feira, até o próximo dia 14 de novembro, o Programa Saúde na Escola, um trabalho aplicado diretamente nas instituições de ensino, com ações de educação em saúde para crianças e adolescentes.

O Programa Saúde na Escola é um compromisso do prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, de levar informações para os estudantes e uma ferramenta da administração municipal que atua na promoção de qualidade de vida de 5.743 alunos de 35 escolas municipais da sede e da zona rural e duas estaduais de Itacaré e Taboquinhas.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Ricardo Lins, o Programa Saúde na Escola visa contribuir para o fortalecimento de ações que integram as áreas de Saúde e Educação no enfrentamento de vulnerabilidades; ampliar as ações de saúde para estudantes da rede pública de educação básica e apoiar o processo formativo dos profissionais de saúde e educação de forma permanente e continuada.

A participação do município no Programa ocorre mediante adesão ao ciclo bienal, no qual serão desenvolvidas 12 ações essenciais e outras de interesse do município, pertinentes às questões locais que envolvam o público alvo dessas ações.

Como parte desse trabalho, são realizadas feiras nas unidades de ensino com estandes e palestras sobre Direito sexual e reprodutivo e prevenção de DST/AIDS; Prevenção ao uso de álcool, tabaco, crack e outras drogas; Promoção da Cultura de Paz, Cidadania e Direitos Humanos; Promoção das práticas Corporais, da Atividade Física e do lazer nas escolas; Prevenção das violências e dos acidentes; Identificação de educandos com possíveis sinais de agravos de doenças em eliminação; Promoção e Avaliação de Saúde bucal e aplicação tópica de flúor; Verificação da situação vacinal; Promoção da segurança alimentar e nutricional e da alimentação saudável; Promoção da saúde auditiva e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração. Promoção da saúde ocular e identificação de educandos com possíveis sinais de alteração e Ações de combate ao mosquito Aedes aegypti.


ACI, CDL e Sindicom apoiam o Mutirão do Diabetes

 

sergio-velanes-rafael-andrade-eduardo-carqueija-e-jorge-braga-foto-pedro-augustoNo lançamento oficial da 13ª edição do Mutirão do Diabetes, nesta segunda-feira, 30, a Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL de Itabuna) e o Sindicato do Comércio Varejista de Itabuna (Sindicom) formalizaram o apoio ao evento, que terá uma programação extensa durante o mês de novembro.

O evento maior, no dia 25 de novembro é destinado a pessoas com diagnóstico de Diabetes, assim como orientação e educação em saúde do diabético e demais serviços voltados aos familiares e cuidadores de pacientes. No evento serão realizados procedimentos médicos especializados, como avaliação do fundo do olho, pé diabético, avaliação renal e bioquímica, e nos casos graves tratamento a laser da retina.

Este ano, o Mutirão ganhou o apoio das entidades empresariais e do comércio. Para o presidente da ACI, Sérgio Velanes, o evento se consolidou como um dos maiores à nível nacional e internacional, com os serviços de prevenção e tratamento das pessoas com diabetes. “O evento traz uma consciência para as pessoas, de levar até a comunidade os serviços básicos de atendimento gratuito. Eu acredito na cidadania que faz o bem para as pessoas”.

O presidente da CDL, Jorge Braga reforçou a participação da entidade durante todo o período do evento, desde o lançamento, o aulão, a pedalada azul, o Mutirão e o balanço. “Para nós da CDL é um evento ímpar, que nos enche de orgulho e envaidecimento, pela sua nobreza, pela grandiosidade do evento e dos organizadores. [O evento] difundi a nossa cidade, os nossos profissionais, o Estado e o País”.

Eduardo Carqueija, presidente do Sindicom, reforça o apoio ao mutirão, com o objetivo de contribuir para a continuidade do projeto de grande relevância para Itabuna e região. “A cada ano, o projeto vem crescendo e prestando serviço a toda a comunidade, com o propósito de informar sobre os perigos que poderão ser causados a partir da diabetes”, declarou Carqueija.

O presidente da Ong Unidos pelo Diabetes e coordenador geral do mutirão, Drº Rafael Andrade agradeceu o apoio das entidades e destacou que “o segredo do sucesso do evento deve-se a união das pessoas em prol do bem comum”. Ele ainda apresentou as ações de marketing que serão divulgadas a partir desta quarta-feira, 1º, com a ação Luz Azul, que incentiva iluminar prédios e espaços públicos, estabelecimentos comerciais e empresariais, e residências com a cor da prevenção.

No dia 12 de novembro, acontece o Aulão Azul, com atividades físicas na Praça Rio Cachoeira, e no dia 15 a Pedalada Azul, que vai percorrer ruas e avenidas do centro e bairros. Também haverá uma exposição de fotos e vídeos no Shopping Jequitibá, com orientações contra a doença.


Prefeitura de Itacaré realizou mutirão contra dengue na região do Campo Seco

A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Saúde, realizou na manhã da última sexta-feira um mutirão de combate à dengue na região do Campo Seco. O objetivo foi orientar os moradores sobre os sintomas da dengue e as ações que devem ser realizadas pela própria comunidade para eliminar os potenciais criadouros do mosquito Aedes Aegypti. O trabalho conta com vistoria dos imóveis, orientação da população e a limpeza dos locais onde os mosquitos costumam procriar.
A proposta é realizar esse trabalho semanalmente nos mais diversos bairros e também na zona rural. De acordo com a programação, no dia 10 de novembro o mutirão contra a dengue será realizado na Vila Marambaia. No dia 17 o trabalho será feito no bairro Santo Antônio, o Bairro Novo, e no dia 24, encerrando a agenda do mês de novembro, a equipe estará desenvolvendo as ações no bairro da Passagem.
O secretário municipal de Saúde, Ricardo Lins, explica que os mutirões são importantes não somente como forma de conscientização da comunidade, como também para atacar esses potenciais criadouros nesse período do ano com alta incidência de chuvas, onde historicamente há maior incidência de dengue. “Estamos intensificando os trabalhos e envolvendo a população para evitar a transmissão da doença”, afirmou.
E a comunidade pode ser um grande agente nesse combate à dengue. Para isso é preciso que não deixe água parada, destruindo os locais onde o mosquito nasce e se desenvolve, evita sua procriação, deixe sempre bem tampados e lave com bucha e sabão as paredes internas de caixas d’água, poços, cacimbas, tambores de água ou tonéis, cisternas, jarras e filtros, além de não deixar acumular água em pratos de vasos de plantas e xaxins, colocando areia fina até a borda do pratinho. As plantas que possam acumular água devem ser tratadas com água sanitária na proporção de uma colher de sopa para um litro de água, regando no mínimo, duas vezes por semana.