ACI, CDL e Sindicom apoiam o Mutirão do Diabetes

 

sergio-velanes-rafael-andrade-eduardo-carqueija-e-jorge-braga-foto-pedro-augustoNo lançamento oficial da 13ª edição do Mutirão do Diabetes, nesta segunda-feira, 30, a Associação Comercial e Empresarial de Itabuna (ACI), a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL de Itabuna) e o Sindicato do Comércio Varejista de Itabuna (Sindicom) formalizaram o apoio ao evento, que terá uma programação extensa durante o mês de novembro.

O evento maior, no dia 25 de novembro é destinado a pessoas com diagnóstico de Diabetes, assim como orientação e educação em saúde do diabético e demais serviços voltados aos familiares e cuidadores de pacientes. No evento serão realizados procedimentos médicos especializados, como avaliação do fundo do olho, pé diabético, avaliação renal e bioquímica, e nos casos graves tratamento a laser da retina.

Este ano, o Mutirão ganhou o apoio das entidades empresariais e do comércio. Para o presidente da ACI, Sérgio Velanes, o evento se consolidou como um dos maiores à nível nacional e internacional, com os serviços de prevenção e tratamento das pessoas com diabetes. “O evento traz uma consciência para as pessoas, de levar até a comunidade os serviços básicos de atendimento gratuito. Eu acredito na cidadania que faz o bem para as pessoas”.

O presidente da CDL, Jorge Braga reforçou a participação da entidade durante todo o período do evento, desde o lançamento, o aulão, a pedalada azul, o Mutirão e o balanço. “Para nós da CDL é um evento ímpar, que nos enche de orgulho e envaidecimento, pela sua nobreza, pela grandiosidade do evento e dos organizadores. [O evento] difundi a nossa cidade, os nossos profissionais, o Estado e o País”.

Eduardo Carqueija, presidente do Sindicom, reforça o apoio ao mutirão, com o objetivo de contribuir para a continuidade do projeto de grande relevância para Itabuna e região. “A cada ano, o projeto vem crescendo e prestando serviço a toda a comunidade, com o propósito de informar sobre os perigos que poderão ser causados a partir da diabetes”, declarou Carqueija.

O presidente da Ong Unidos pelo Diabetes e coordenador geral do mutirão, Drº Rafael Andrade agradeceu o apoio das entidades e destacou que “o segredo do sucesso do evento deve-se a união das pessoas em prol do bem comum”. Ele ainda apresentou as ações de marketing que serão divulgadas a partir desta quarta-feira, 1º, com a ação Luz Azul, que incentiva iluminar prédios e espaços públicos, estabelecimentos comerciais e empresariais, e residências com a cor da prevenção.

No dia 12 de novembro, acontece o Aulão Azul, com atividades físicas na Praça Rio Cachoeira, e no dia 15 a Pedalada Azul, que vai percorrer ruas e avenidas do centro e bairros. Também haverá uma exposição de fotos e vídeos no Shopping Jequitibá, com orientações contra a doença.


Prefeitura de Itacaré realizou mutirão contra dengue na região do Campo Seco

A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Saúde, realizou na manhã da última sexta-feira um mutirão de combate à dengue na região do Campo Seco. O objetivo foi orientar os moradores sobre os sintomas da dengue e as ações que devem ser realizadas pela própria comunidade para eliminar os potenciais criadouros do mosquito Aedes Aegypti. O trabalho conta com vistoria dos imóveis, orientação da população e a limpeza dos locais onde os mosquitos costumam procriar.
A proposta é realizar esse trabalho semanalmente nos mais diversos bairros e também na zona rural. De acordo com a programação, no dia 10 de novembro o mutirão contra a dengue será realizado na Vila Marambaia. No dia 17 o trabalho será feito no bairro Santo Antônio, o Bairro Novo, e no dia 24, encerrando a agenda do mês de novembro, a equipe estará desenvolvendo as ações no bairro da Passagem.
O secretário municipal de Saúde, Ricardo Lins, explica que os mutirões são importantes não somente como forma de conscientização da comunidade, como também para atacar esses potenciais criadouros nesse período do ano com alta incidência de chuvas, onde historicamente há maior incidência de dengue. “Estamos intensificando os trabalhos e envolvendo a população para evitar a transmissão da doença”, afirmou.
E a comunidade pode ser um grande agente nesse combate à dengue. Para isso é preciso que não deixe água parada, destruindo os locais onde o mosquito nasce e se desenvolve, evita sua procriação, deixe sempre bem tampados e lave com bucha e sabão as paredes internas de caixas d’água, poços, cacimbas, tambores de água ou tonéis, cisternas, jarras e filtros, além de não deixar acumular água em pratos de vasos de plantas e xaxins, colocando areia fina até a borda do pratinho. As plantas que possam acumular água devem ser tratadas com água sanitária na proporção de uma colher de sopa para um litro de água, regando no mínimo, duas vezes por semana.

Santa Casa promove evento sobre parto e nascimento no Hospital Manoel Novaes

Está agendado para os dias 30 e 31 o curso Nascer no Novaes – evento técnico-científico do Hospital Manoel Novaes encerrando as atividades do mês das crianças na unidade materno-infantil referência para a região. Com o tema Parto Adequado e Rede Cegonha na assistência ao parto e nascimento, o evento contará com um conteúdo intenso sobre boas práticas para o nascimento seguro. A iniciativa é da Santa Casa de Itabuna e conta com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde e Núcleo Regional Sul da Secretaria Estadual de Saúde.

O curso terá como público alvo profissionais da rede de atenção básica de Itabuna e dos municípios pactuados, além de estudantes de cursos de saúde das instituições de ensino superior de Itabuna e Ilhéus. Sobre o conteúdo, serão abordadas as possibilidades e barreiras da Rede Cegonha e do Parto Adequado; critérios de internação hospitalar na obstetrícia; pré-natal e nascimento seguro; avaliação de ultrassonografia obstétrica; reanimação neonatal; e referência e contra-referência obstétrica em Itabuna.

Além da capacitação técnica, entre os objetivos do evento está a apresentação formal das estratégias do Programa Parto Adequado no Hospital Novaes, prática que garantiu premiações à Santa Casa de Itabuna. O programa é uma ação conjunta do Hospital Israelita Albert Einstein, Institute for Healthcare Improvement (IHI), Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e Ministério da Saúde, com objetivo de identificar novos e modelos de atenção ao parto e ao nascimento. Toda evento é coordenado pela Direção Técnica e Gerência de Enfermagem do Hospital Manoel Novaes e contou com patrocínio da Unimed, Unicred e Funceps. Mais informações sobre o curso no sitewww.scmi.com.br ou pelo telefone 3214-4397.


Campanha nacional vacinação começa nesta segunda

campanha-de-vacinacao-contra-gripe-segue-ate-o-dia-26-em-ibicarai-2Campanha Nacional de Multivacinação tem início nesta segunda-feira (11) e vai até o dia 22 de setembro em todo o Brasil. Realizada anualmente pelo Ministério da Saúde, a iniciativa tem por objetivo o estímulo à atualização da carteirinha de vacinas.

Crianças e adolescentes menores de 15 anos podem comparecer a qualquer posto de saúde para receber as vacinas oferecidas no calendário de imunizações.

Como na vacinação de rotina, basta levar a carteirinha e documento para verificação de quais imunizantes serão necessários.

Confira, abaixo, quais vacinas serão oferecidas:BCG, Hepatite B, VIP, VOPb, rotavírus humano, pneumocócica 10 valente, Meningocócica C conjugada, febre amarela, tríplice viral, tetra viral ou tríplice viral + varicela (atenuada), DTP, Hepatite A, e varicela.


Setembro Amarelo alerta para a prevenção ao suicídio

suicidio-destDa Agência Brasil

Assunto complexo, o suicídio, que espelha fatores biológicos, genéticos, psicológicos, sociais e também culturais, tem sido desvendado, nos últimos quatro anos, pela campanha Setembro Amarelo. Neste ano, como de costume, as atividades de prevenção e sensibilização incluem caminhadas, veiculação de materiais da campanha por figuras públicas que abraçam a causa e a decoração e iluminação de prédios públicos, praças e monumentos com luzes e itens amarelos.

As ações foram iniciadas pela Associação Internacional para Prevenção do Suicídio (Iasp) e trazidas ao Brasil pela Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), referência no atendimento – inclusive remoto – a pessoas em crise, e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM). O Setembro Amarelo caminha junto com a campanha Janeiro Branco, que, em um mês em que as pessoas estão mais propensas a renovações, busca vivificar reflexões sobre saúde mental e valorização da vida.

A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que ocorram, no Brasil, 12 mil suicídios por ano. No mundo, são mais de 800 mil ocorrências, isto é, uma morte por suicídio a cada 40 segundos, conforme o primeiro relatório mundial sobre o tema, divulgado pela OMS, em 2014.

Em geral, a vontade de acabar com a própria vida é provocada pela falta absoluta de perspectiva e uma enorme sensação de desamparo e angústia. O que não se destaca é que, na maioria dos casos, o radical desejo é gerado por um quadro de transtorno mental tratável, como depressão, transtorno bipolar afetivo, esquizofrenia, quadros psicóticos graves e transtornos de personalidade, como o borderline.

“Somente 3% não têm diagnóstico desses transtornos. Há um alto índice também de histórico de drogas, álcool e outras substâncias”, diz a psicóloga Fabíola Rottili Brandão.

Fabíola esclarece ainda que, embora prevaleçam os casos em que preexiste um distúrbio mental, há situações em que o suicídio pode ser um impulso desencadeado por um infortúnio pontual, mas que, ainda assim, a pessoa já tem um processo de desorganização interior. “Em 10% das ocorrências podemos observar essas questões. Pode ser, sim, um caso de súbita desesperança.”

Para o psiquiatra Régis Barros, fortalecer-se emocional e mentalmente é como o ser humano resiste às decepções e contrariedades, comuns a todas as pessoas. “Viver não é uma tarefa simples. Viver é fabuloso, mas somos sistematicamente testados, colocados à prova, sofremos com as frustrações do viver. A resiliência é importante para construir uma habilidade social para a vida”, diz.

Leia Mais aqui.


Maternidade Ester Gomes implanta o Disk Parto

Seguindo um modelo de gestão focada na melhora da qualidade e ampliação dos serviços prestados às mulheres carentes de Itabuna e Região, a Maternidade Ester Gomes implanta mais um serviço que trará resultados expressivos para o conforto das mães e funcionamento da maternidade. Trata-se do Disk Parto, um serviço que consiste no transporte gratuito de todas as mães em trabalho de parto que necessitarem se deslocar para a Maternidade, e também no encaminhamento para suas residências após receberem alta.

O presidente da Maternidade, Sérgio Gomes, informa que o Disk Parto já está funcionando 24h pelo número (73) 3211-5533 e aproveita para lembrar que este é apenas o começo de sua gestão. “Estamos focados no trabalho, em dar uma nova cara a Maternidade Ester Gomes, ampliando e melhorando nossos serviços cada vez mais”, destaca, lembrando que as novidades não param por aí.

A Maternidade Ester Gomes é uma referência no atendimento de gestantes carentes de Itabuna e região, com a realização mensal de cerca de 250 partos, sem o registro de casos de infecção hospitalar. Entre novas conquistas que estão vindo: doação de enxovais a partir de outubro e implantação da UTI Neonatal em 2018.


Aperfeiçoamento Pedagógico é tema de curso para os Enfermeiros da Santa Casa

ilheus-realizou-plenaria-sobre-atencao-a-saude-da-mulher-foto-clodoaldo-ribeiro-3Mais uma parceria de sucesso entre a Santa Casa de Misericórdia de Itabuna e a Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) será celebrada nesta nesta quinta-feira (31), quando haverá a primeira aula do Curso de Aperfeiçoamento Pedagógico em Enfermagem para os enfermeiros da instituição de saúde.

O objetivo do curso é aprimorar a construção do saber científico dos profissionais que atuam no Hospital Calixto Midlej Filho, Manoel Novaes e São Lucas. “É um incentivo e reconhecimento, provocando a sensibilização para a auto-avaliação crítica no papel de educador que cada enfermeiro exerce em suas funções cotidianas, principalmente no serviço de preceptoria que os enfermeiros da instituição prestam junto ao Programa de Estágio aos alunos da UESC”, declarou a coordenadora do Serviço de Educação Continuada, Raíssa Denega.

O curso terá duração de um ano e acontecerá sempre na última quinta-feira de cada mês, com 3 horas de duração para cada encontro, com opção para os turnos matutino e vespertino. Ao fim do curso, os certificados serão emitidos pela UESC e o enfermeiro deverá apresentar um projeto que possa ser colocado em prática dentro da sua própria instituição de trabalho.


Programa de financiamento para Santas Casas é aprovado no Congresso

Resultado de imagem para Programa de financiamento para Santas Casas  aprovadoApós aprovação no Congresso Nacional na noite desta terça-feira (15), o Projeto de Lei 7606, de autoria do Senador José Serra, também chamado de Pro-Santas Casas, finalmente vai à sanção presidencial. O texto cria o Programa de Financiamento Preferencial às Instituições Filantrópicas e Sem Fins Lucrativos que participam de forma complementar do Sistema Único de Saúde (SUS).

Em Brasília para participar do 27º Congresso Nacional das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, o provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, Dr. Eric Ettinger de Menezes Júnior, comemorou a aprovação. “Este é um justo reconhecimento ao seguimento filantrópico, abrindo a possibilidade de novo fôlego para a gestão financeira dos hospitais”, declarou Dr. Eric. Também participam do evento na capital federal o tesoureiro da Provedoria, Peter Deviris Lemos e o Diretor Administrativo Financeiro, André Fernando Wermann.

Ainda sobre a nova Lei aprovada, as instituições filantrópicas terão crédito mais barato por meio de empréstimos concedidos por bancos oficiais, com juros subsidiados pelo governo. É o mesmo que acontece hoje com alguns setores da economia, como a Agricultura e Habitação. O texto define o limite de crédito proporcional a 12 meses de faturamento dos serviços prestados ao SUS ou ao valor da dívida das instituições com operações financeiras, optando-se sempre pelo menor montante. Hospitais e Santas Casas passam assim a ter linhas de crédito específicas com encargos financeiros máximos de 1,2% ao ano.


Santa Casa de Itabuna realiza procedimento de Hemodinâmica inédito na região

A equipe de Cardiologia intervencionista da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna e Serviço de Hemodinâmica – Unicor Bahia realizou recentemente um procedimento pioneiro na região: o Implante Transcatéter de Válvula Aórtica, também chamado TAVI.

A cirurgia é utilizada para tratar uma doença muito comum em pacientes idosos e com prevalência cada vez maior no Brasil com o envelhecimento populacional, a estenose aórtica. O TAVI evita que o paciente tenha que fazer uma cirurgia com a abertura do tórax, o que aumenta o risco para esta faixa etária populacional.

Segundo o médico hemodinamicista e Coordenador do Serviço de Hemodinâmica/Unicor Bahia, Dr. Gláucio Wernerck Mozer, a iniciativa é promissora. “Tenho certeza que, em um futuro próximo, nos consolidaremos como Centro de Referência de TAVI no Sul da Bahia”, declarou Dr. Gláucio.


Santa Casa promove Curso de Primeiros Socorros

O auditório da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna recebe neste dia 16 de agosto mais um curso de atualização. O tema desta vez é Primeiro Socorros e a promoção é da CIPA do HCMF. A carga horária é de 4 h/a com emissão do certificado ao final do curso.

Sobre os palestrantes convidados, o médico socorrista Walbert Alcoforado ministrará sobre o Método Start – tática de triagem. O profissional tem atuação no SAMU de Salvador e Ilhéus, é médico da Força Nacional do SUS e especialista em APH e em atendimento em ambientes hostis.

O segundo palestrante convidado é o enfermeiro Solon Ramos, que falará sobre Reanimação Cárdio-pulmonar. Solon é enfermeiro do SAMI, especialista em APH e Enfermagem na Cardiologia, já tendo integrado a Força Nacional do SUS. Por fim, Eduardo Santos, também enfermeiro socorrista, falará sobre Tipos de Choques. Eduardo é profissional na UTI Móvel em Ilhéus e instrutor da Inovare Treinamentos.

O curso é uma realização da Comissão Interna de Prevenção a Acidentes (CIPA) do Hospital Calixto Midlej Filho. Todo recurso arrecadado será destinado à promoção da Semana Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho (SIPAT), agendada para novembro. Mais informações: 3214-9244/98832-1843