Situação de atraso dos prestadores da saúde de Itabuna é discutida entre Sintesi e Ministério Público

mp-itabuna-26jan2016
Reunião do Ministério Público em Itabuna ontem(foto Sintesi)

Nesta segunda-feira (25) em Itabuna,  os promotores de justiça Dra. Renata Caldas Sousa Lazzarini e Dr. Inocêncio Carvalho do Ministério Público Estadual colheram informações complementares dos dirigentes do Sintesi,Raimundo Santana, João Evangelista e Osiel do Carmo, sobre as denuncias de atraso nos repasses de recursos da MAC – Média e Alta Complexidade pelo Fundo Municipal de Saúde para as instituições prestadoras de serviços ao SUS-Sistema Único de Saúde.

De acordo com os sindicalistas “existem um cronograma regular do Fundo Nacional de Saúde com datas e valores das transferências dos recursos ao Fundo Municipal de Saúde, sempre no inicio de cada mês, esse cronograma manteve-se regular em janeiro de 2016, inclusive, houve antecipação de parte dos recursos da MAC no final do mês de dezembro de 2015, inexplicavelmente, o gestor do Fundo Municipal de Saúde,com o dinheiro em conta não cumpriu a regularidade dos pagamentos aos prestadores, essa situação inviabilizou que as instituições pagassem o salário aos trabalhadores e por pouco não afetou a assistência aos usuários”, denunciam.

Para os dirigentes do sindicato, as instituições ora penalizadas pela secretaria de saúde, estão sendo estratégicas para o combate de epidemia e viroses, já que as unidades básicas de saúde funcionam precariamente.(Ascom Sintesi)


Sindicato dos Trabalhadores da Saúde denúncia o município de Itabuna ao Conselho e ao MP

Greve-na-Maternidade-da-Mãe-Pobre
Greve dos trabalhadores na Maternidade da Mãe Pobre no ano passado

A dificuldade no cumprimento das obrigações de pagamento aos prestadores de serviços do SUS em Itabuna por parte da Secretaria de Saúde do município levou o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde (Sintesi) recorrer ao Conselho Municipal de Saúde(CMS) e aos Ministérios Público Estadual e Federal.

De acordo Raimundo Santana dirigente do Sintesi, além dos atrasos de recursos que prejudica os trabalhadores, existe uma falta de transparência. “Desde o retorno do Comando Único do SUS ao município de Itabuna temos acompanhado com perplexidade a falta de comprometimento e transparência dos gestores do Fundo Municipal de Saúde”, afirma Raimundo.

CREATOR: gd-jpeg v1.0 (using IJG JPEG v62), quality = 95
Raimundo Santana do Sintesi

Mesmo tendo recebido os recursos do Fundo Nacional de Saúde(FNS) “o gestor do Fundo Municipal de Saúde apega-se ao argumento de que precisa da liberação do orçamento de 2016 para realizar os pagamentos, sendo que se isso fosse verdade não caberia, pois o orçamento foi aprovado na segunda quinzena de dezembro de 2015 pela Câmara de Vereadores”, explica Raimundo Santana.

O Síntese em consulta ao Ministério  da Saúde verificou o repasse do FNS antecipado ao município no dia 30/12/2015 no valor de R$ 2.161.291,54 da competência dezembro/2015 referente a MAC (Média e Alta Complexidade Ambulatorial e Hospitalar) e no dia 12/01/2016 ainda teve um complemento ao pagamento depositado de R$ 6.135,470,7, contabilizando um total de R$ 8.296.762,25. E com essa grana em caixa os prestadores alegam não terem recebido.

O Sindicato desconfia que o recurso da saúde tenha sido desviado para outro fim que não foi os pagamentos dos prestadores do SUS. Por isso solicita ao Conselho Municipal de Saúde a criação de uma comissão para apurar as irregularidades, e evitar novas greves dos trabalhadores da saúde, devido aos atrasos de salários. Outra preocupação do Sintesi é o agravamento da  epidemia de Dengue, Chikungunya e Zika com os postos da atenção básica funcionando de  forma precária e os hospitais sobrecarregados.

Indicativo de Greve nos hospitais

Nesta quinta-feira(21), as 19:20h, o Sintesi realiza uma Assembléia Geral com os  trabalhadores dos três hospital  da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, e pode indicar greve a partir de segunda-feira(25).  Também na segunda-feira, o Sindicato tem a primeira reunião agendada  com o Ministério Público Estadual para tratar da pauta da saúde do município.


Servidores da saúde de Buerarema deflagaram greve

bue2016Segundo informações do Sintesi, na reunião no auditório do Sesp na manhã de quarta-feira(13), os servidores da saúde do município de Buerarema, deflagraram greve por tempo indeterminado a partir do dia 21 de janeiro caso o pagamento do mês de dezembro não seja efetuado.

O secretario de administração, Sr. Tiago Barreto, alega que “o atraso é por causa da troca do comando na pasta da saúde, a nova secretária está formalizando seus dados na agência bancária para acessar as contas e realizar o pagamento”, afirmou.


Nutricionistas lançam campanha Pacto do Bem

pacto do bemO Sistema Conselhos Federal e Regionais de Nutricionistas (CFN/CRN) aderiu ao Pacto Nacional pela Alimentação Saudável (Decreto nº8.553/2015), lançado há dois meses pelo Governo Federal. Por estar de acordo com o preceito do decreto, baseado no combate à obesidade e às doenças causadas pela má alimentação, o CFN, com apoio dos 10 Conselhos Regionais de Nutricionistas do Brasil, lançou no final de dezembro último o “Pacto do Bem, uma corrente pela alimentação saudável e adequada”. O objetivo da campanha, que vai até o dia 27 de janeiro, é estimular a população a assumir um compromisso com a mudança de seus hábitos alimentares.

“É muito comum nessa época do ano as pessoas planejarem algum tipo de mudança positiva em suas vidas. Nossa proposta é que as pessoas melhorem a qualidade da sua alimentação”, resumiu o diretor do Conselho Regional de Nutricionistas da 5ª Região (Bahia e Sergipe), Emerson Palmeira. Segundo o nutricionista, garantir hábitos saudáveis de vida vai além de reduzir os níveis de açúcar, sal e gorduras na alimentação. “Isso é o básico. Mas não podemos perder de vista que alimentos saudáveis podem ser saborosos. E que alinhar a prática de atividades físicas com uma alimentação balanceada pode ser prazeroso. O que estamos propondo ao apoiar esta campanha é a união de saúde e bem estar com qualidade de vida a partir de um compromisso da pessoa consigo mesma, sem nenhum tipo de pressão ou terrorismo nutricional, entendendo que o processo de reeducação alimentar se dá aos poucos, gradativamente, de modo muito individual”, ponderou.


Quarto consórcio de saúde é formado na região de Paulo Afonso

consaudeNove municípios do Território de Itaparica, na região norte baiana, deram um passo importante para a formação do quarto consórcio de saúde do estado que prevê beneficiar mais de 250 mil pessoas com oferta de serviços de média e alta complexidade. Na manhã desta quarta-feira (23), o governador Rui Costa e o subsecretário de Saúde em exercício, Carlos Emanoel Melo, assinaram um protocolo de intenções para constituição da entidade com os prefeitos de Paulo Afonso, Rodelas, Chorrochó, Glória, Jeremoabo, Macureré, Santa Brígida, Abaré e Pedro Alexandre. O compromisso foi formalizado em cerimônia no Salão de Atos da Governadoria, no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador.

Através do consórcio, o Governo do Estado assume o compromisso de construir e equipar uma policlínica em Paulo Afonso, no valor de R$ 17 milhões, além de cofinanciar até 40% da manutenção, enquanto os municípios consorciados irão ratear os 60% restante. A unidade vai oferecer até 13 especialidades, 32 serviços e equipamentos – a exemplo de tomógrafos e de ressonância magnética – para rastreamento de câncer de mama, neurologia, pneumologia, entre outros exames. “Sozinhas, as cidades não podem arcar com os valores da Saúde. Garantir a Saúde é caro. Mas, juntas, e com o apoio do governo do estado, vão fortalecer a saúde baiana”, afirmou Rui Costa.


Simpósio de Atenção à Mulher Hospital de Base

A Residência Médica de Cirurgia Geral do Hospital de Base em conjunto com o internato de Medicina da Universidade Estadual de Santa Cruz (Uesc) vai realizar nesta sexta-feira, dia 20, a partir das 8 horas, no auditório da unidade, evento científico multidisciplinar em busca da melhoria da saúde da mulher. “O Simpósio de Atenção à Mulher – O desafio da assistência ao trauma e à violência sexual e doméstica” é aberto a profissionais e estudantes de saúde.

O evento tem o propósito de identificar e solucionar falhas na assistência à pacientes do sexo feminino, vítima do trauma, da violência sexual e doméstica. Para uma das coordenadoras do Centro de Estudos do Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães e organizadora do evento Daise Mara Santana, o Simpósio não poderia acontecer em um local mais propício.

“O Hospital de Base é o local onde a população de Itabuna e municípios circunvizinhos, vítima de trauma, solicita assistência à saúde. O objetivo do nosso encontro é integrar conhecimento científico das áreas de Medicina, Enfermagem, Assistência Social e Psicologia, além de compartilhar experiências cotidianas e rediscutir valores indispensáveis à saúde da mulher”, explicou. Mais informações podem ser obtidas pelo número: (73) 3214-165 durante o horário de expediente.


Sindilimp participa da campanha de prevenção ao câncer de próstata

Sindlimp_diretoria_03_11_153Unindo forças ao movimento internacional do Novembro Azul, o Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza da Região Sul e Extremo Sul da Bahia (Sindilimp), entra na campanha de prevenção ao câncer de próstata, fazendo orientações a respeito dos riscos desta doença em sua base sindical na região.

Segundo informações da ONG da Inglaterra Cancer Care, 1,1 milhão de homens são afetados pelo câncer de próstata e a enfermidade provoca 307 mil mortes no mundo, todos os anos. O diagnóstico precoce tem 90 % de chances de cura. O exame de próstata deve ser feito anualmente a partir dos 45 anos de idade entre pessoas negras e nas que teve parentes de primeiro grau acometido com a doença. Nos demais homens com 50 anos.

“Hoje existem homens que por conta do preconceito, não fazem o exame de câncer de próstata, e isso pode levar a morte,” alerta José Norlando de Souza (40), diretor do Sindilimp. Para o sindicalista Elivan Oliveira dos Santos (32), prevenir ainda é o melhor remédio. “Essa doença do câncer se descoberta no início tem como o homem sobreviver”, salienta Elivan, que pretende fazer o exame quando estiver na idade indicado pelos especialistas.

Assim como a campanha do Outubro Rosa de prevenção ao câncer de mama realizada com sucesso, a proposta de chamar a atenção no Novembro Azul pretende alcançar os mesmos objetivos, alertar quanto a prevenção. “Estamos mobilizando os trabalhadores em nossas bases. Vamos durante todo o mês de novembro entregar panfletos educativos e realizar palestras sobre a importância da prevenção do câncer de próstata”, afirma o coordenador regional do Sindilimp José Carlos.


A cada mil mulheres, um homem tem câncer de mama

Um ano após retirar tumor, professor Maurício Tavares exibe cicatriz da cirurgia - Foto: Luciano da Matta | Ag. A TARDEDeu em A Tarde

O professor Maurício Tavares intercala emoção e um humor ácido ao falar do câncer de mama que precisou enfrentar no ano passado, aos 59 anos. Na época do diagnóstico, no entanto, o sentimento predominante, passado o susto da notícia, foi o medo da morte.

Tavares literalmente perdeu o sono – ficou dois meses sem pregar o olho, conta ele à equipe de reportagem de A TARDE – só de pensar nessa possibilidade.

“Fiquei muito tempo com insônia e nem podia tomar remédio forte, porque sou diabético. Tomo insulina e, caso tivesse hipoglicemia, poderia não acordar à noite”, ele relata, emocionado.

O professor faz parte de um grupo restrito de homens baianos, já que o câncer de mama é doença rara no mundo masculino. No ano passado, a Secretaria Estadual da Saúde (Sesab) registrou apenas 29 casos do tipo. Em 2013, foram 35 e, em 2012, 45. Já em 2015, até o mês de junho, a secretaria contabilizou 12 casos.

De acordo com levantamento feito pelo Núcleo de Oncologia da Bahia (NOB), a cada mil casos de tumor de mama feminino, um caso igual é registrado entre os homens no estado.

“Essa proporção é mais ou menos equivalente ao que a literatura médica vem publicando”, explica a oncologista Clarissa Mathias, uma das diretoras do NOB.

LEIA MIAS EM A TARDE.


Ações do programa “Crack, É Possível Vencer” em Itabuna

Estudantes do CIOMF participam de atividade do Crack, é Possível Vencer - Foto Divulgação (3)
Estudantes do CIOMF participam de atividade do Crack, é Possível Vencer

A Prefeitura de Itabuna, através do Departamento de Proteção Especial da Secretaria de Assistência Social (SAS), desenvolve o programa “Crack, é Possível Vencer” que trabalha simultaneamente prevenção, combate, reabilitação e reintegração social. A cada dia esse trabalho se intensifica com o objetivo de reduzir os índices de consumo de drogas e fornecendo apoio a grupos de risco em todas as suas demandas.

Prevenção, cuidado e autoridade. São essas as três frentes de atuação do Programa. A equipe à frente do Crack, é Possível Vencer, já mobilizou todos os eixos necessários para que o programa obtenha resultados, reunindo os setores de Educação, Saúde e Guarda Civil Municipal, agindo em todas as esferas.

A coordenadora das Políticas Municipais Sobre Drogas, Lívia Póvoas, conta que o Programa está sendo apresentado aos diretores e coordenadores de instituições de ensino. “Buscamos explanar aos diretores e coordenadores sobre a importância do projeto, as metas que precisamos atingir e expor as estratégias a serem desenvolvidas, pois com essa compreensão a ações estarão sempre em sintonia” disse.

Lívia Póvoas conta ainda que ações pedagógicas estão sendo realizadas com os alunos, tornando-os multiplicadores. “O objetivo é o de promover uma conscientização em relação à prevenção do uso e abuso de drogas, bem como reconhecer comportamentos de riscos no contexto escolar”, enfatiza. O primeiro encontro de Multiplicadores do programa ocorreu no Centro Integrado Oscar Marinho Falcão (CIOMF).


Dia dos Agentes Comunitários de Saúde

Nesta segunda-feira, dia 4, será comemorado nacionalmente o Dia do Agente Comunitário de Saúde.

Em Itabuna, os 420 agentes comemoram a data com diversas conquistas entre as quais a implantação de uma Escola Técnica, com previsão de inicio das aulas em novembro deste ano, e a valorização pela Prefeitura da categoria, que na atual gestão passou a ter um dos maiores salários entre os municípios baianos, alcançando salário-base de R$ 1.114,00, ultrapassando até mesmo o da capital que tem salário-base de R$ 788.