1,8% da população brasileira doa sangue, diz OMS

Há 28 anos, o servidor público Hélio da Fonseca vai regularmente ao Hemocentro de Brasília doar sangue. Já são mais de 100 doações. “Há uma série de fatores, como um amigo ou familiar que precisa, mas, a pessoa que doa sangue, no primeiro instante, ela pensa exclusivamente em salvar vidas”, disse.

Hélio deu o seu depoimento hoje (14) durante o lançamento da Campanha Nacional de Doação de Sangue de 2017, em Brasília. Ele conta que seguiu o exemplo do irmão, sete anos mais velho, que era doador regular. “Vendo ele doar, eu sentia um orgulho por ele ter esse ato e também quis fazer isso na idade apropriada”, contou.

O dia 14 de junho é lembrado como o Dia Mundial do Doador de Sangue, com o objetivo de aumentar a conscientização sobre a necessidade da doação e agradecer aos voluntários  pela atitude, que pode salvar vidas. No Brasil, 1,8% da população doa sangue, número que está dentro dos parâmetros, de pelo menos 1%. A taxa, entretanto, está longe da meta da Organização Mundial da Saúde (OMS), de 3% da população doadora.

Por isso, o Ministério da Saúde quer sensibilizar novos voluntários e fidelizar doadores existentes com a campanha deste ano que tem como slogan “Doa Sangue regularmente e ajude a quem precisa”.

“É importante saber que o sangue não tem substituto, então é de suma importância manter os estoques abastecidos. Queremos reconhecer os doadores e angariar novos voluntários para que possamos transformá-los em doadores regulares”, disse o ministro da Saúde, Ricardo Barros. “A meta é 3%, nós vamos fazer um esforço para chegar lá”.(Agência Brasil)


Santa Sasa de Itabuna pode entrar em greve

Em virtude do impasse nas negociações salariais entre a provedoria da Santa Casa Misericórdia de Itabuna que insiste em retirar os adicionais de 4% de produtividade e 5% de triênio da convenção coletiva de trabalho da categoria, as direções do SINTESI – Sindicato dos Trabalhadores em Saúde de Itabuna e Região e do SEEB – Sindicato dos Enfermeiros do Estado da Bahia realizam na noite desta terça-feira (6), uma assembleia conjunta com todos os funcionários da instituição para discutir e deliberar sobre a paralisação dos serviços por tempo indeterminado.

De acordo com os sindicalistas, a retirada desses adicionais econômicos que já são pagos pela empresa há mais de 20 anos causará uma redução nos salários dos funcionários, muitos ficarão no mínimo, afirmam. A proposta dos dirigentes sindicais é a manutenção dessas conquistas e discutir o reajuste salarial.


Curso de vacina em Buerarema

unnamed (2)A prefeitura de Buerarema, através da Secretaria de Saúde promoveu nos dia 01 e 02 de junho curso de vacina para técnicos e enfermeiros atuantes no município. O curso foi ministrado pela especialista em saúde pública e mestranda em saúde coletiva, Camila Brito, e realizado na Câmara de Vereadores do município.

De acordo A Secretária de Saúde Ivna Mororó, o treinamento além de promover educação permanente para todos os profissionais que estão em linha de frente, salienta sobre a importância e o grau de responsabilidade que a equipe tem com a execução das atividades e mobilização da comunidade. “O profissional tem o compromisso de conscientizar a população da importância em manter seu cartão de vacina atualizado e alerta-lo sobre as possíveis reações encadeadas pela vacina no indivíduo”, destaca.


Prefeita de Barro Preto e secretária de saúde participam de encontro para melhorias da saúde no município

Comitivas de Barro Preto e Ibicaraí no encontro estadual, em Ssa. A prefeita de Barro Preto, Ana Paula (PMDB), acompanhada da secretária municipal de saúde, Izabela Costa, participou da 2ª etapa do UPB Debate, com o tema: Novo Modelo de Pactuação de Saúde Já! O encontro aconteceu nesta segunda-feira (29), no auditório Prefeito Lomanto Junior, localizado na sede da UPB, em Salvador.

O encontro teve como objetivo chamar atenção do governo federal em virtude que os municípios precisam pactuar a saúde, mas a União repassa valores defasados e não divide a responsabilidade. Diante do desafio da pactuação da saúde, os prefeitos ficam entre dificuldades impostas pela União, que faz um subfinanciamento e não representa nem 10% do custo que os municípios têm com a saúde, e pelo Estado, que está com diversos repasses em atraso.

Segundo a prefeita Ana Paula, “o encontro estadual da UPB é de suma importância, pois é preciso inverter a lógica de pactuação da saúde, onde os municípios são penalizados e precisam fazer mágica para oferecer atendimento de saúde de qualidade para os munícipes“, explicou.


Professores são vacinados contra Influenza nas escolas

Para melhorar o índice de cobertura da vacinação contra a Influenza, em Ilhéus, técnicos da secretaria municipal da Saúde montaram hoje (25), durante todo o dia, postos volantes no Instituto Municipal de Ensino Eusínio Lavigne (IME), a maior escola da rede municipal de ensino, e no CEEP/Ceamev, a rede estadual. Pela manhã, foram vacinados 60 professores nas duas instituições.

A estratégia visa oportunizar os trabalhadores de educação – um dos públicos-alvo da campanha – a receber a dose única da vacina em seu próprio local de trabalho. Assim como acontece por todo o Brasil, a campanha está sem atingir o índice de cobertura de 90 por cento, exigido pelo Ministério da Saúde. A preocupação é prevenir doenças causadas pelo vírus influenza e até mortes. A campanha, que prevê a cobertura vacinal de 41.109 ilheenses, tem, até o momento, 42 por cento do índice alcançado.

De acordo com Gleidson Santana Souza, coordenador da Vigilância Epidemiológica do Município, ações semelhantes estão sendo executadas na zona rural de Ilhéus e, à noite, nas igrejas e templos religiosos. Grupos prioritários são convidados a se vacinar. “Além de proteger-se, contribui para que Ilhéus atinja a cobertura vacinal”, assegura.


Campanha de vacinação contra gripe segue até o dia 26 em Ibicaraí

campanha-de-vacinacao-contra-gripe-segue-ate-o-dia-26-em-ibicarai-2Durante todo o sábado, dia 13, aconteceu nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) de Ibicaraí o dia D de mobilização da campanha nacional da vacinação contra a gripe. S pessoas que tiverem dentro do grupo prioritário e que ainda não foram vacinadas, podem se dirigir às unidades de saúde até o dia 26 para realizar a vacinação.

De acordo com o secretário municipal de Saúde, Givanilson dos Santos (Van), mesmo a vacinação estando disponível desde o dia 24 de abril, em todas as UBS, a procura tem sido abaixo do esperado, e para tentar bater a meta de vacinação seguirá até o dia 26 de maio. “A recomendação dada pelo Ministério da Saúde é que precisamos atingir a meta de 90% do grupo prioritário. O prefeito Lula Brandão nos pediu todo o empenho para que a meta exigida seja batida até o próximo dia 26, dentro do calendário das vacinações no município”, disse Van.

Dia D – A ação ocorreu em todo o território nacional, das 8h às 17h e, em Ibicaraí, só ficou de fora a UBS do distrito do Cajueiro Novo, que acontecerá na próxima sexta-feira, dia 19.

Grupos Prioritários – A vacinação é destinada ao grupo prioritário, que são crianças de 06 meses a menores de 05 anos, gestantes, puérperas, profissionais de saúde, idosos, portadores de doenças crônicas e professores, que deve comparecer a UBS com documentos em mãos e a caderneta de vacinação.


Vacinação contra gripe no município de Buerarema

Cerca de 90 profissionais estiveram envolvidos no dia D de Vacinação contra gripe no município de Buerarema realizado neste sábado, dia 13, que teve início as 8h e finalizou as 17h, em todos os postos de saúde do município. A Secretaria de Saúde de Buerarema iniciou a campanha contra a influenza no dia de 17 abril. A meta é que 90% do público prioritário do município seja imunizados.

Faz parte do grupo prioritário as crianças de seis meses a menores de cinco anos; pessoas com 60 anos ou mais; trabalhadores de saúde; povos indígenas; gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto); população privada de liberdade; funcionários do sistema prisional, pessoas portadoras de doenças crônicas não transmissíveis ou com outras condições clínicas especiais, além dos professores que são a novidade deste ano.

De acordo com a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Hercília Bomfim, a vacina protege contra os três subtipos do vírus recomendados pela Organização Mundial da Saúde-OMS para este ano (A/H1N1; A/H3N2 e influenza B). “A vacina pode impedir as complicações provenientes dos principais subtipos de influenza que circulam hoje, e é totalmente segura.”

 


Ilhéus realizou Plenária sobre Atenção à Saúde da Mulher

ilheus-realizou-plenaria-sobre-atencao-a-saude-da-mulher-foto-clodoaldo-ribeiro-3A secretaria de Saúde (Sesau) da Prefeitura de Ilhéus e o Conselho Municipal de Saúde realizaram, na manhã desta sexta-feira, 5, a Plenária de Saúde da Mulher, com a participação de representantes da sociedade civil organizada, com o objetivo de discutir as políticas públicas do setor em atenção às mulheres. O evento aconteceu no auditório da Ceplac, no centro da cidade, tendo como temática central “Saúde das Mulheres: Desafios para a Integralidade com Equidade”.

A plenária contou com palestras feitas pela gerente Técnica e de Planejamento da Secretaria de Saúde, Sonilda Melo, e pela coordenadora do Centro de Referência de Atendimento à Mulher (CRAM), Fátima Albuquerque. Também participaram a diretora do Departamento de Atenção Básica à Saúde, Andréa Flores, a coordenadora municipal de Saúde da Mulher, Joelma Sampaio, a coordenadora de Saúde na Zona Rural, Elma Valiense e diretores do Conselho Municipal de Saúde, Fred Santos, Yolando Souza e Diala Magalhães, entre outros.

Além das palestras, foi aberto espaço para debates e promovida mesa redonda para discussão de propostas a serem apresentadas na Conferência Macroregional de Saúde da Mulher, a ser realizada no dia 30 de maio, no auditório da FTC, em Itabuna. A plenária também abordou a violência física e psicológica sofrida pela mulher.

Na oportunidade, a enfermeira Sonilda Melo chamou atenção para a necessidade de inserção das mulheres na definição de políticas publicas de saúde e para a importância da denúncia contra todo e qualquer tipo de preconceito. Por sua vez, a coordenadora do CRAM, Fátima Albuquerque, salientou que “o conceito de violência contra a mulher é cultural, imposto desde a infância.”


Prefeitura de Ibicaraí estimula conhecimentos básicos na área de saúde

A prefeitura municipal de Ibicaraí, através da secretaria de Saúde, promoveu segunda-feira, dia 24, no hospital regional Arlete Maron de Magalhães, o curso de capacitação para os técnicos de enfermagem, administrado pelo enfermeiro Levi Gama e a coordenadora de enfermagem, Andréia Matos.

Com o tema “Cuidados de Enfermagem Relacionados ao CME (Central de Material Esterilizado)”, o curso de capacitação visa aprimorar e capacitar os técnicos de enfermagem dentro do estabelecimento de saúde, para prepará-los a receberem o material considerado “sujo e contaminado” e, posteriormente, descontaminá-los, esterilizá-los e prepará-los para armazenamento. Como as roupas limpas que vem da lavanderia, que depois de descontaminadas e esterilizadas, serão armazenadas para distribuição interna.


Fiocruz cria aplicativo para pesquisar doenças e monitorar animais silvestres

vacina_fiocruz_-_pesquisaEm tempo de uso crescente da tecnologia para soluções de problemas da sociedade, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) conta com a população para ajudar no combate de doenças no Brasil e na coleta de informações por meio do uso de um aplicativo gratuito e disponível no Google Play.

A bióloga Márcia Chame, que está à frente de um projeto de biodiversidade da Fiocruz, informou que, para ampliar a base de dados utilizados nas pesquisas, é preciso aumentar os meios de monitoramento das informações. Com o aplicativo, os especialistas recebem os dados regionais diretamente das populações.

“Acreditamos que a sociedade é parte do processo. Por isso, desde 2005 começamos a desenvolver um aplicativo em que qualquer pessoa no país pode nos ajudar no monitoramento de animais silvestres. Não só macacos, mas carnívoros, roedores e todo tipo de animais”, disse.

O aplicativo permite receber uma série de registros, inclusive fotos. “Ele funciona off line, de modo que no meio do campo há um georreferenciamento. As pessoas podem checar seus dados no mapa disponível e atrás dessas informações temos esses modelos.”