Igreja Católica celebra festa do padroeiro em Itajuípe

cartaz-sebastiao-itajuipeInicia nesta quarta-feira (11) a tradicional festa religiosa de São Sebastião em Itajuípe, realizada no município há mais de 86 anos.

A Festa, que conta com um novenário em homenagem ao Santo Padroeiro das Pitangueiras, contará com a participação de toda a comunidade católica do município, em noites que serão dedicadas a cada bairro.

O Pároco Pe. Edson Hagge, salienta a importância histórica da festa, ressaltando que a fé em São Sebastião remonta ao século IV e que se configura como uma das principais celebrações religiosas de Itajuípe.

Contando com o apoio da comunidade, a comissão da festa convida a todos para o início das festividades, a partir das 19 horas, na Igreja de São Sebastião, no bairro José de Anchieta.


Congresso Infantil da Igreja Aliança terá contação de histórias

Tia Nice contando as histórias da bíblia sagrada no último Congresso da AliançaA Igreja Evangélica Aliança promove dia 23, às 19 horas, na praça Camacan, e nos dias 24 (19 horas) e 25 (09 e 18 horas) de setembro, na Igreja Evangélica Aliança, o 3º Congresso Infantil “Jesus, meu Super Herói”, com a preleção da contadora de história, Tia Nice e o boneco Zoca, de Feira de Santana.

As histórias são baseadas na Bíblia Sagrada, e a Tia Nice utiliza diversos bonecos para atrair a atenção do público infantil. De acordo com o Pastor Jorge Oliveira, “o evento é destinado às crianças, mas também para os seus pais, como uma oportunidade de chamar a atenção sobre a importância de ensinar os filhos, desde pequenos, a conhecer os ensinamentos de Deus”.

A Igreja Aliança fica localizada na rua Paraná, nº 59 – Jardim Vitória, em Itabuna. Mais informações pelos telefones: (73) 9 8848-0390 ou 9 8853-0001. O evento é gratuito.

 


Romaria das Mulheres na Piedade

Será realizado no próximo de 15  de agosto, a Romaria do Movimento Mulheres no Santuário de Nossa Senhora da Piedade no bairro Maria Pinheiro, em Itabuna.

De acordo Célia Evangelista da equipe de coordenação, a celebração  começa as 19h,  e está previsto reflexões sobre  organização comunitária de mulheres do meio urbano e rural. “Queremos nesta Romaria fortalecer o trabalho das mulheres e sua forma de se organizar. Será um momento forte para troca de experiências”, frisa.

Maiores informações  73 36178877/ 988513234 .


Dia de São Cristóvão foi marcado por procissão e missa campal em Ibicaraí

Festa_Sao_cistovao_25_07_2016“E o Nosso Bom Deus mandou essa santa chuva para abençoar nosso povo e nossa cidade”. Foi com essas palavras que o padre Sebastião Bezerra agradeceu a presença de todos e abençou os presentes, que não se intimidaram com o mau tempo, o frio e a forte chuva que caiu durante a missa campal na Capela de São Cristóvão, que fica situada no distrito da Saloméa.

O tradicional cortejo saiu às 14:30h da Praça da Igreja Matriz Senhor Deus Menino, atravessou a cidade pela avenida principal (São Vicente de Paula) em direção à Capela de São Cristóvão, no distrito da Saloméa. Aproximadamente 100 carros, dezenas de motocicletas e muitos ciclistas acompanharam a imagem de São Cristóvão – o Padroeiro dos Motoristas e Viajantes.

A missa campal no distrito da Saloméa teve início às 15 horas, celebrada pelo Monsenhor Sebastião Bezerra, que agradeceu a presença de centenas de devotos que se mantiveram presentes mesmo com a forte chuva que caiu durante a missa, e que foi recebida como uma bênção pelo padre. Sebastião também lembrou que a procissão existe desde 1963, ano de construção da capela, que surgiu depois de um acidente automobilístico nas proximidades do local, onde hoje está localizada a capela. Na época uma comissão foi criada para arrecadar donativos e alguns fazendeiros e comerciantes se juntaram e fizeram doações para a construção da capela.

O prefeito Lenildo Santana mais uma vez participou da missa e foi convidado pelo padre Sebastião para ler uma passagem bíblica. Em seguida o prefeito saudou a todos os fiéis presentes na festa de São Cristóvão.


Festa de São José reuniu milhares de pessoas em Itabuna

sao joseNeste último sábado(19) a festa de São José, padroeiro da cidade de Itabuna levou milhares de pessoas na tradicional procissão que percorreu as ruas  centrais do município.

Na procissão participou fieis, sacerdotes, tiro de guerra, filarmônica de Canavieiras, e claro, as lideranças politicas da cidade. Entres os políticos que prestigiaram e desfilaram com o andor de São José  estavam o ex-prefeito Geraldo Simões(PT) e Fernando Gomes(Dem), o deputado Davidson Magalhães(PCdoB) e Augusto Castro(PSDB), Carlos Lee(PSB) e o Dr. Mangabeira(PDT).

É provável nos pedidos dos pré-candidatos a prefeito,  o de ganhar a eleições de outubro próximo. Como são muitos pré-candidatos que andaram na procissão, São José deverá  negar vários deste pedidos.

No final da procissão o Bispo Dom Ceslau, antes das bênçãos,  no seu discurso fez avaliação dos últimos acontecimentos da política no país. Ele  também criticou as deficiências na gestão municipal na falta de água, do lixo, esgoto, e as doenças provocada pelo do mosquito Aëdes Aegypti que afeta os itabunenses. “Quando agente olha  as  ruas  ver  cheias de lixo, de buracos e ainda tem o mosquito que está deixando o povo doente”, reclamou Dom Ceslau.


Papa fala em justiça social e contra tráfico no México

Papa Francisco participa de cerimônia com o presidente do México, Enrique Peña Nieto (Foto: Reuters/Tomas Bravo)O papa Francisco saudou milhares de fiéis, neste sábado (13), marcando o início de sua agenda oficial no México. Ele chega ao país sob a expectativa de que ofereça um pouco de esperança ante os problemas de violência e corrupção que assolam o México.
No primeiro discurso no México, diante de autoridades e do presidente do país, Enrique Peña Nieto, o papa denunciou que a busca por privilégios leva à corrupção, ao tráfico de drogas e à violência.

“A experiência nos diz que cada vez que seguimos o caminho de privilégios e benefícios para poucos em detrimento do bem de todos, mais cedo ou mais tarde a sociedade se torna um solo fértil para corrupção, tráfico de drogas, exclusão de culturas diferentes, violência e também tráfico de pessoas, sequestro e morte, trazendo sofrimento e freando o desenfolvimento”, disse o papa Francisco.(G1)


Campanha da Fraternidade Ecumênica alerta para desafios do saneamento básico

cfe_internaRealizada pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016 terá como tema “Casa comum, nossa responsabilidade” e lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca” (Am 5.24), com foco no saneamento básico, desenvolvimento, saúde integral e qualidade de vida aos cidadãos.

“Em sintonia com o Conselho Mundial das Igrejas e com o papa Francisco, sobretudo depois que ele lançou a encíclica Laudato Si’, a Campanha da Fraternidade chama a atenção sobre o atual modelo de desenvolvimento que está ameaçando a vida e o sustento de muitas pessoas, sobretudo dos mais pobres”, explica o bispo de Barra do Piraí-Volta Redonda (RJ) e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Ecumenismo e o Diálogo Inter-Religioso da CNBB, dom Francisco Biasin. Ele destaca que o atual modelo econômico, baseado no lucro, deve mudar, pois não favorece a biodiversidade e o desenvolvimento sustentável para a humanidade.

De acordo com dados divulgados pelo Conic, mesmo entre as maiores economias do mundo, o Brasil possui mais de 100 milhões de pessoas sem saneamento básico. O Estado brasileiro tem deficiência na prestação de serviços relacionados ao tratamento da água e do esgoto e à coleta de lixo. “O objetivo, portanto, da Campanha da Fraternidade Ecumênica é assegurar o direito ao saneamento básico para todas as pessoas, sobretudo os últimos e os pequenos, a partir da nossa fé, para favorecer políticas públicas e atitudes responsáveis que garantam a integridade e o futuro da casa comum que é a natureza, a terra onde nós vivemos”, acrescenta dom Biasin.

Abertura

Hoje, Quarta-feira de Cinzas, 10 de fevereiro, a CNBB e o Conic abrirão, oficialmente, a Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016. A cerimônia iniciará às 10h30, na sede da CNBB, em Brasília, e será transmitida ao vivo por emissoras católicas de rádio e televisão.(Fonte CNBB)


Seminário em Salvador debate tema da CF sobre saneamento básico

galoA Arquidiocese de Salvador, através da Ação Social Arquidiocesana (ASA), realizou neste domingo (31), no auditório Dom Geraldo Magela, um seminário para debater, de forma ampla e participativa, o tema da Campanha da Fraternidade, que discutirá este ano a situação do Saneamento Básico.

O presidente da Frente Parlamentar Ambientalista da Assembleia da Bahia, deputado estadual Marcelino Galo (PT), participou da atividade, juntamente com o Ouvidor Geral do Estado, Yulo Oiticica, e acredita que este é um problema de responsabilidade coletiva e deverá ser amplamente debatido.

“O saneamento básico é um problema tanto do poder público quanto da sociedade. A responsabilidade é dos dois, porém, de forma diferenciada. O poder público tem o dever de realizar obras de infraestrutura, implementar os planos de saneamento, além de garantir a limpeza do espaço público e fazer a coleta seletiva do lixo. Aos cidadãos, a tarefa de zelar pelos espaços públicos, bem como fomentar e aplicar uma educação ambiental que garanta o bem estar das pessoas”, pontua o deputado.

Intitulado “Casa Comum, nossa responsabilidade!”, a Campanha da Fraternidade 2016, que terá inicio na quarta-feira de cinzas, este ano é ecumênica e orienta a sociedade, igrejas e os poderes públicos a atuarem coletivamente em favor da elaboração, implementação e acompanhamento dos Planos Municipais e Estaduais de Saneamento Básico.


Festa em homenagem a São Sebastião em Olivença

Puxada do Mastro - IlhéusAcontece no distrito de Olivença, zona sul de Ilhéus, nos dias 09 e 10 de janeiro, um dos eventos culturais mais relevantes do calendário turístico da cidade, a Puxada do Mastro de São Sebastião. Considerada uma festa tradicional, a celebração realizada anualmente é uma parceria da Associação de Machadeiros de Olivença, com apoio da Prefeitura de Ilhéus, através da Secretaria de Esporte e Turismo (Setur).

No sábado, a programação que terá início às 17h, contará com a apresentação de grupos de capoeira, leitura de cordel, procissão de São Sebastião e show musical com bandas regionais. No domingo, os festejos começam às 6h da manhã, com benção religiosa e rituais indígenas e ao longo do dia, eventos como a Saída dos Machadeiros para a Mata do Ipanema, Rituais na Mata, Cortejo da Puxada do Mastro e a chegada do Mastro de São Sebastião, marcam a comemoração.

Segundo Luana Nascimento, Assistente de Marketing dos Hotéis Praia do Sol e Aldeia da Praia, “os turistas que pretendem visitar Ilhéus nesta data, além de apreciar suas belezas naturais e patrimônios históricos, terão ainda a oportunidade de conhecer uma das tradições culturais mais importantes e antigas da cidade”.

Dispondo de atendimento de qualidade e serviços exclusivos, os Hotéis Praia do Sol e Aldeia da Praia apresentam-se como ótimas alternativas para quem planeja reunir a família e os amigos, com garantia de uma estadia agradável, tranquila e confortável.

Para obter mais informações sobre os hotéis, basta entrar em contato através dos telefones: Hotel Praia do Sol – (73) 3234-7000 ou reservas@praiadosol.com.br /Hotel Aldeia da Praia – (73) 3234-8000 ou reservas@aldeiadapraia.com.br.


Na primeira celebração do ano, papa Francisco pede fim da indiferença

Papa Francisco em celebração para lembrar o Dia Mundial da Paz (Agência Lusa/Direitos Reservados)Da Agência Brasil

Na primeira celebração de 2016, o papa Francisco pediu o fim da indiferença na humanidade e lembrou que hoje (1°) é o Dia Mundial da Paz. Segundo Francisco, apenas a misericórdia – tema do Jubileu católico – pode “regenerar” o homem para que “ele vença a indiferença que impede a solidariedade e que saia da falsa neutralidade que cria obstáculos que impedem a partilha”.

Durante a homilia, Francisco retomou um dos temas de que mais falou em 2015 e ressaltou que “as múltiplas formas de injustiça e de violência ferem cotidianamente a humanidade”.

“Às vezes, nos perguntamos: como é possível que perdure a opressão sobre o homem? Que a arrogância continue a humilhar os mais fracos, deixando-os às margens mais abandonadas do nosso mundo? Até quando a maldade humana semeará sobre a terra a violência e o ódio, provocando vítimas inocentes?”, refletiu o líder católico.

Ao falar sobre imigrantes, o papa questionou: “Como pode haver plenitude em um tempo em que se coloca, diante de nossos olhos, multidões de homens, mulheres e crianças que fogem da guerra, da fome, da perseguição, dispostos a arriscar a sua vida para ver respeitados os seus direitos fundamentais?”

Segundo Francisco, “um rio de miséria, alimentado pelo pecado, parece contradizer a plenitude do tempo idealizada por Cristo”. No entanto, nas palavras do papa, “esse rio nada pode contra o oceano de misericórdia que inunda o nosso mundo”.