Adélia Pinheiro é a nova secretária de Ciência e Tecnologia do Estado

adelia-pinheiro_uesc_secitOs quatro últimos nomes do secretariado estadual foram anunciados pelo governador Rui Costa para a segunda gestão, durante o programa #PapoCorreria, transmitido ao vivo nas redes sociais, nesta segunda-feira (18). O governador confirmou a reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Adélia Maria Carvalho de Melo Pinheiro, na Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti).

Adélia Pinheiro é reitora da UESC em seu segundo mandato. Possui graduação em Medicina pela Universidade Federal da Bahia(1987), especialização em Medicina Social e mestrado em Saúde Coletiva pela Universidade Federal da Bahia(1993) e doutorado em Saúde Pública pela Universidade de São Paulo(2003). Adélia também foi presidente e vice-presidente da Associação Brasileira dos Reitores das Universidades Estaduais e Municipais (Abruem).

Além da titular da Secti, o governador anunciou que a atual secretária Cibele Carvalho permanecerá na Secretaria de Relações Institucionais (Serin). Na pasta do Desenvolvimento Rural (SDR), assume Josias Gomes; na da Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Carlos Martins

No dia 7 de fevereiro, durante cerimônia no Centro Administrativo da Bahia (CAB), em Salvador, Rui deu posse à parte do secretariado que já havia sido anunciada anteriormente, e aproveitou para anunciar o nome do novo secretário de Desenvolvimento Urbano, Sérgio Brito.

Na ocasião, tomaram posse os novos secretários do Meio Ambiente, João Carlos Oliveira; de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Leonardo Goes; do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte, Davidson Magalhães; do Turismo, Fausto Franco; e da Agricultura, Lucas Costa.

Também foram empossados os secretários Manoel Vitório (Fazenda), Ed™lvino Góes (Administração), Nestor Duarte (Administração Penitenciária), André Curvello (Comunicação Social), Bruno Dauster (Casa Civil), Maurício Barbosa (Segurança Pública), Fábio Vilas-Boas (Saúde); Marcus Cavalcanti (Infraestrutura); Arany Santana (Cultura), Julieta Palmeira (Política para as Mulheres); Fabya Reis (Promoção da Igualdade Racial); o vice-governador João Leão (Desenvolvimento Econômico); Jerônimo Rodrigues (Educação) e Walter Pinheiro (Planejamento).


Rui anuncia parte do Seretariado

Foto: Reprodução/FacebookO governador Rui Costa (PT) divulgou na tarde de onrem terça-feira (29) a minirreforma no secretariado que integrará o seu segundo mandato.

Em anúncio feito durante o programa Papo Correria, transmitido pelo Facebook, o petista confirmou a manutenção de Marcus Cavalcanti (Seinfra), Maurício Barbosa (Segurança Pública), Edelvino Góes (Saeb), Fabya Reis (Promoção da Igualdade Racial) e Nestor Duarte (Seap) em seus respectivos postos.

Jerônimo Rodrigues (Educação), Lucas Teixeira Costa (Seagri), Walter Pinheiro (Planejamento), Davidson Magalhães (Setre) e João Leão (SDE) são os novos nomes que passam a compor a gestão estadual.

Anteriormente, o chefe do Palácio de Ondina já havia batido o martelo sobre as permanências de Bruno Dauster (Casa Civil), Manoel Vitório (Fazenda), André Curvello (Comunicação), Paulo Moreno (PGE) e Fábio Vilas-Boas (Sesab).

Rui, entretanto, não informou quem comandará as secretarias do Meio Ambiente; da Cultura; de Desenvolvimento Urbano; de Justiça; de Turismo; das Relações Institucionais; de Políticas para as Mulheres; de Ciência e Tecnologia; de Infraestrutura Hídrica de Desenvolvimento Rural. (Bahia.BA)

TRESAaaa


Bolsonaro tem 55% dos votos válidos e Haddad, 45%, diz Datafoha

Resultado de imagem para haddad e bolsonaroO Instituto Datafolha divulgou na noite de hoje (27) A última pesquisa de intenção de voto para presidente da República antes do segundo turno, que ocorrerá neste domingo (28). O candidato Jair Bolsonaro (PSL) tem 55% dos votos válidos e Fernando Haddad, 45%. No levantamento anterior, divulgado na quinta (25), o ex-capitão havia marcado 56% das intenções, contra 44% do ex-prefeito de São Paulo. A diferença caiu de 12 para dez pontos percentuais.

Na contagem das intenções de votos totais (incluindo brancos, nulos e indecisos), Bolsonaro marcou 47% e Haddad, 39%. Brancos e nulos somaram 8% e indecisos, 5%. No levantamento divulgado na quinta, a medição das intenções de votos totais registrou 48% para o candidato do PSL, 38% para o concorrente do PT, 8% brancos ou nulos e 6% indecisos.

Entre os que manifestaram desejo de anular ou votar em branco, 23% admitiram que ainda podem voltar atrás nessa decisão. Mantido este percentual, matematicamente a transferência de votos não seria suficiente para uma virada de Haddad, segundo o instituto. (Agencia Brasil)


Declaração de filho de Bolsonaro cheira a fascismo, diz FHC

fhcDa Folha | 21.10.2018

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) repudiou a declaração do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do candidato a presidente Jair BOlsonaro (PSL), sobre fechar o STF (Supremo Tribunal Federal).

“As declarações do deputado Eduardo Bolsonaro merecem repúdio dos democratas. Prega a ação direta, ameaça o STF. Não apoio chicanas contra os vencedores, mas estas
cruzaram a linha, cheiram a fascismo. Têm meu repúdio, como quaisquer outras, de qualquer partido, contra leis, a Constituição”, afirmou FHC nas redes sociais neste domingo (21).

Vídeo replicado na internet mostra Eduardo Bolsonaro dizendo que, “se quiser fechar o STF, você não manda nem um jipe. Manda um soldado e um cabo, sem querer desmerecer o soldado e o cabo”.

Confira o vídeo polêmico:


No Nordeste, Haddad faz proposta para Bolsa Família e gás de cozinha

O candidato a presidente pelo PT, Fernando Haddad, durante caminhada em São Luís — Foto: Afonso Diniz / G1O candidato do PT à presidência da República, Fernando Haddad, prometeu neste domingo (21), caso seja eleito, um reajuste de 20% nos benefícios do Bolsa Família e um teto de R$ 49 para o preço do botijão de gás de cozinha. Segundo Haddad, as duas medidas entrariam em vigor em janeiro, primeiro mês do futuro governo.

Haddad dedicou o fim de semana à campanha no Nordeste. Após o primeiro turno, foi a primeira visita dele à região, onde venceu em todos os estados à exceção do Ceará. No sábado, o candidato esteve em Fortaleza, Juazeiro e Crato, no Ceará, e em Picos, no Piauí. Neste domingo, participou pela manhã de atividades de campanha em São Luís – onde fez uma caminhada e um ato na Praça do Coreto – antes de voltar para São Paulo.

Ele argumentou que o aumento de 20% para os benefícios do Bolsa Família é necessário porque, segundo disse, a inflação é mais elevada para os mais pobres.

“Bolsa Família, em janeiro, 20% de acréscimo no Bolsa Família. Porque as famílias estão sofrendo muito. Quem tem hoje um benefício de R$ 200, vai passar, em janeiro, para um benefício de R$ 240. Para enfrentar a carestia. A inflação de quem ganha pouco é mais alta”, disse.

Sobre o preço do gás de cozinha, afirmou que, a partir de 1º de janeiro de 2019, o botijão não poderá custar mais de R$ 49. De acordo com o mais recente levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, divulgado neste domingo, o menor preço médio para o consumidor no período entre os últimos dias 14 e 20 era de R$ 62,61, no Maranhão, e o maior, R$ 83,84, no Tocantins.

“Em 1º de janeiro vamos tomar uma medida e em nenhum lugar do país o gás vai poder custar mais de R$ 49”, disse Fernando Haddad. (G1)


Eleitor pode emitir certidão de quitação eleitoral a partir de segunda

eleicoesA partir da próxima segunda-feira (15), os eleitores poderão emitir pela internet, no site do Tribunal Superior Eleitoral, a certidão de quitação eleitoral. A certidão é um documento importante que comprova que o eleitor está em dia com a Justiça Eleitoral, e é exigido na hora de tirar o passaporte ou para assumir cargos públicos.

Também nos casos em que o eleitor perdeu o comprovante de votação, a certidão pode substituir o comprovante, já que ela é uma prova que o eleitor não possui débitos com o TSE.

A certidão pode ser obtida pessoalmente em qualquer cartório eleitoral, para isso basta levar o canhoto entregue no dia da votação do primeiro turno. Também pode ser emitida pelo site do TSE ou pelo Tribunal Regional da sua federação.

Se o eleitor preferir, ele também pode baixar o aplicativo E-titulo no celular ou no tablet e emitir o documento.

A certidão de quitação eleitoral é um documento gratuito. (Agência Brasil)


Deputados federais eleito na Bahia

joseildo_itbabuna_27_07_18Os deputados federais eleito na Bahia tiveram muitos votos nestas eleições. o Mais votado teve mais de 300 mil votos. Entre aqueles que no ditado popular brocou na urnas, estão os petistas. Joseildo Ramos que andou pelo Sul da Bahia e conquiistou muitos eleitoes, com de 70 mil votos, ficou na segunda suplência de sua coligação.

PASTOR SARGENTO ISIDÓRIO AVANTE – 4,71% 323.264
OTTO ALENCAR FILHO PSD – 2,70% 185.428
BACELAR PODE – 2,17% 149.274
PROF. DAYANE PIMENTEL PSL – 1,99% 136.742
JORGE SOLLA PT – 1,98% 135.657
AFONSO FLORENCE PT – 1,90% 130.548
ZÉ NETO PT – 1,88% 129.196
ANTONIO BRITO PSD – 1,86% 127.716
ALICE PORTUGAL PCdoB – 1,84% 126.595
CAETANO PT – 1,81% 124.647
WALDENOR PEREIRA PT – 1,77% 121.278
VALMIR ASSUNÇÃO PT – 1,72% 118.313
RONALDO CARLETTO PP – 1,72% 118.097
JOSIAS GOMES PT – 1,68% 115.571
MARCELO NILO PSB – 1,68% 115.277
DANIEL ALMEIDA PCdoB – 1,66% 114.213
CACÁ LEÃO PP – 1,55% 106.592
SÉRGIO BRITO PSD – 1,54% 105.427
LÍDICE DA MATA PSB – 1,52% 104.348
CLAUDIO CAJADO PP – 1,52% 104.322
ELMAR NASCIMENTO DEM – 1,51% 103.823
ADOLFO VIANA PSDB – 1,49% 102.603
MÁRIO NEGROMONTE JR PP – 1,49% 102.512
PELEGRINO PT – 1,48% 101.476
JOSÉ NUNES PSD – 1,45% 99.535
MARCIO MARINHO PRB – 1,39% 95.204
FELIX MENDONÇA PDT – 1,34% 91.913
ARTHUR MAIA DEM – 1,29% 88.908
JOÃO BACELAR PR – 1,23% 84.684
JOÃO ROMA PRB – 1,23% 84.455
PAULO AZI DEM – 1,22% 84.090
JOSE ROCHA PR – 1,22% 84.016
LEUR LOMANTO JR DEM – 1,20% 82.110
ULDURICO JÚNIOR PPL – 0,97% 66.343
ALEX SANTANA PDT – 0,92% 62.922
IGOR KANNARIO PHS – 0,80% 54.858
PASTOR ABILIO SANTANA PHS – 0,73% 50.345
TITO AVANTE – 0,71% 48.899
RAIMUNDO COSTA PRP – 0,57% 38.829


Deputados estaduais eleitos na Bahia neste domingo

osni_deputadoAbaixo a lista dos deputados eleitos no pleito deste domingo,07, para a Assembleia Legislativa baiana.

Entre os eleitos está Osni Cardosos(PT) ex-prefeito de Serrinha, que teve milhares de voto no Sul da Bahia. No total Osni obteve  46.212. Em Itabuna foram  1.247, e em Ilhéus 1.172. Em  Barro Preto o  sulfrágio contabilizou 429,  já em Barro Preto  423.

JOAO ISIDORIO AVANTE – 1,59% 110.540
ROSEMBERG PINTO PT – 1,46% 101.945
DIEGO CORONEL PSD – 1,44% 100.273
ZÉ RAIMUNDO PT – 1,35% 94.013
EDUARDO SALLES PP – 1,28% 89.123
ROGÉRIO ANDRADE FILHO PSD – 1,23% 85.968
ALEX DA PIATÃ PSD – 1,19% 83.209
ALEX LIMA PSB – 1,18% 82.037
ADOLFO MENEZES PSD – 1,16% 80.817
IVANA BASTOS PSD – 1,09% 75.938
DAL PCdoB – 1,07% 74.671
MARCELINHO VEIGA PSB – 1,01% 70.612
FÁTIMA NUNES PT – 1,00% 69.663
ROBERTO CARLOS PDT – 1,00% 69.429
TARGINO MACHADO DEM – 0,96% 67.164
ANTÔNIO HENRIQUE JR. PP – 0,96% 66.754
JUSMARI PSD – 0,95% 66.317
JOSÉ DE ARIMATEIA PRB – 0,95% 65.945
NELSON LEAL PP – 0,94% 65.333
ROBINSON ALMEIDA PT – 0,93% 64.506
PEDRO TAVARES DEM – 0,92% 64.272
SANDRO RÉGIS DEM – 0,92% 64.268
MARCELL MORAES PSDB – 0,92% 64.219
SAMUEL JUNIOR PDT – 0,92% 63.945
LUCIANO SIMÕES DEM – 0,91% 63.623
ALAN CASTRO PSD – 0,90% 62.500
VITOR BONFIM PR – 0,88% 61.151
EDUARDO ALENCAR PSD – 0,86% 59.891
ZÉ COCÁ PP – 0,85% 59.380
MARQUINHO VIANA PSB – 0,85% 59.006
OLIVIA SANTANA PCdoB – 0,83% 57.754
JURAILTON SANTOS PRB – 0,83% 57.735
BOBÔ PCdoB – 0,83% 57.716
TOM ARAUJO DEM – 0,83% 57.570
PAULO CÂMARA PSDB – 0,80% 55.881
LEO PRATES DEM – 0,79% 55.013
LAERTE DO VANDO PSC – 0,79% 55.007
FABIOLA MANSUR PSB – 0,78% 54.444
EUCLIDES PDT – 0,76% 53.086
SOLDADO PRISCO PSC – 0,76% 53.065
MARCELINO GALO PT – 0,75% 52.013
NEUSA CADORE PT – 0,74% 51.827
ROBINHO PP – 0,74% 51.715
FABRÍCIO PCdoB – 0,74% 51.586
ADERBAL CALDAS PP – 0,74% 51.480
MIRELA MACEDO PSD – 0,72% 50.355
JACÓ PT – 0,71% 49.745
DR. DAVID RIOS PSDB – 0,71% 49.504
JANIO NATAL PODE – 0,71% 49.497
ALAN SANCHES DEM – 0,70% 49.049
PAULO RANGEL PT – 0,69% 48.284
MARIA DEL CARMEN PT – 0,69% 48.147
JURANDY OLIVEIRA PRP – 0,68% 47.432
OSNI PT – 0,66% 46.211
NILTINHO PP – 0,66% 46.174
ZÓ PCdoB – 0,62% 43.347
TUM PSC – 0,58% 40.632
CAPITAO ALDEN PSL – 0,57% 39.728
HILTON COELHO PSOL – 0,51% 35.733
PASTOR TOM PATRIOTA – 0,42% 29.335
KATIA OLIVEIRA MDB – 0,39% 27.206
TALITA OLIVEIRA PSL – 0,37% 26.094
JUNIOR MUNIZ PHS – 0,30% 21.058


Ato contra Bolsonaro em Itabuna

O movimento das mulheres brasileiras contra o presidenciável Jair Bolsonaro atraiu milhares de pessoas ao centro de Itabuna, no sul da Bahia, na manhã deste sábado (29). Pintadas, com faixas e cartazes nas mãos ou soltando gritos de ordem contra o candidato do PSL, mulheres se concentraram no Berilo, próximo ao Centro de Cultura Adonias Filho, e seguiram em passeata pela Avenida do Cinquentenário, por volta das 11h. Faixas e cartazes faziam críticas a declarações machistas e homofóbicas já proferidas pelo presidenciável.

A organização do movimento #EleNão calcula ter reunido cerca de 4 mil pessoas no ato em Itabuna. O movimento está ocorrendo em todo o país neste sábado. Em São Paulo, a estimativa é de que o ato contra Bolsonaro esteja reunindo, ao menos, 150 mil pessoas. Já no Rio de Janeiro, na Cinelândia, outras 100 mil pessoas.

No sul da Bahia, também houve manifestação contra Bolsonaro em Ilhéus, com passeata e apresentações culturais em frente ao Teatro Municipal, no Centro Histórico.(Pimenta)


Haddad vai a 22%, e vence no segundo turno, segundo o Ibope

haddad-perfilhaddad-perfilA pouco menos de duas semanas das eleições 2018, o candidato do PSL à Presidência da República, Jair Bolsonaro, parou de crescer e se manteve com 28% das intenções de voto. Seu principal adversário, Fernando Haddad (PT), subiu três pontos porcentuais e chegou a 22%.

Os dados são de pesquisa Ibope/Estado/TV Globo divulgada nesta segunda-feira, 24. Desde a semana passada, o candidato do PSL vem sofrendo ataques dos adversários, principalmente da campanha do tucano Geraldo Alckmin.

Nas simulações de segundo turno, Bolsonaro passou a perder para todos os adversários, com exceção de Marina Silva (Rede), com quem empata.

Desde o dia 11 de setembro, data em que Haddad foi oficializado como candidato do PT, a vantagem de Bolsonaro sobre ele caiu de 18 pontos porcentuais para 6. O petista é agora o único presidenciável que apresenta tendência de alta em toda a série de cinco pesquisas Ibope divulgadas desde 20 de agosto.

Além de se aproximar do líder, Haddad ampliou a vantagem sobre o terceiro colocado, Ciro Gomes (PDT), de 8 para 11 pontos porcentuais. Ciro tem 11% das preferências, mesma taxa da pesquisa anterior do Ibope, divulgada na última terça-feira.

O tucano Geraldo Alckmin oscilou um ponto para cima, de 7% para 8%. Marina passou de 6% para 5%, mantendo a trajetória de queda iniciada no início do mês, quando chegou a ter 12%. (A Tarde)