CNM orienta prefeitos sobre como atuar na área de Assistência Social

28102016_RosngelaRibeiro_ConsultoraCNM_NovosGestoresA Confederação Nacional de Municípios (CNM) apresentou aos prefeitos recém-eleitos no Seminário Novos Gestores os trabalhos desenvolvidos pela entidade no âmbito da assistência social. A apresentação aconteceu em plenária realizada dentro do cronograma do evento. Coube à consultora de Assistência Social e do Projeto Reinserir da CNM, Rosângela Ribeiro (foto), explicar aos presentes como a CNM atua nesta área.

Na ocasião, foi apresentado aos novos gestores uma geral do que é o Sistema Único de Assistência Social, que são serviços que as prefeituras podem ofertar para a população referenciados dos Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e dos Centros de Referência Especializados (Creas).

Os prefeitos também conheceram o novo desenho do financiamento da assistência social, com os blocos de financiamento, onde, ao invés de trabalharem com contas bancárias para cada serviço e programa, hoje eles trabalham com cinco blocos de financiamento específicos. Leia mais na CNM.


Oziel da Ambulância, prefeito eleito de Camacan visita órgãos do Estado no Litoral Sul

Prefeito_Oziel_Camacan_setaf_26_10_2016Sabendo das necessidades de buscar apoio externo para resolver as demandas dos serviços públicos do município de Camacan, o novo prefeito eleito  Oziel da Ambulância, realizou diversas visitas aos órgãos regional do estado nesta quarta-feira, 26, em Itabuna.

Vitorioso nas urnas com 42,02% dos votos válidos no dia 02 de outubro, o prefeito eleito pelo Partido Social Democrático (PSD),  conversou com os dirigentes  da Companhia de Desenvolvimento Regional-CAR, Abiel Santos, do Serviço Territorial de Apoio à Agricultura Familiar – Setaf/Bahiater/SDR, Marcos Vinicios,  e da  Agência de Defesa Agropecuária da Bahia-Adab, Renato Sena.

As reuniões com o objetivo de planejar parcerias para a gestão municipal a partir de 2017, foram acompanhadas pelo professor Eduardo Ramos, e pelo assessor parlamentar do deputado estadual Rosemberg Pinto( PT), Jota Pinto. “Receber a vista do prefeito Oziel foi bastante importante. Estamos disponíveis para atender e fortalecendo as politicas públicas da agricultura familiar de Camacan e de todo território”, ressaltou Marcos Vinicios, coordenador regional  do Setaf da Secretaria de Desenvolvimento  Rural-SDR.


Prefeita eleita de Ubaitaba, Suka , vai priorizar a saúde no município

prefeita_suka_ubaitaba_cabralia_26_10_2016Vereadora por quatro mandatos e agora eleita como a primeira prefeita mulher do município de Ubaitaba no Sul da Bahia, a 61 km de Itabuna, Sueli Carneiro da Silva Carvalho, mais conhecida como Suka (PSB), acredita que a saúde será um dos seus maiores desafios. Ela foi entrevistada na TV Cabrália da Rede Record nesta quarta-feira, 26.

“Quero ampliar as unidades básicas de saúde e o programa saúde da família. Vamos também atender os anseios da população em mais especialidades a exemplo de cardiologia, urologia e nerologia. O governo do Estado assumiu o desafio junto conosco de melhorar a saúde de Ubaitaba”, afirmou Suka.

A nova prefeita, revelou que já se esteve esta semana junto com o Secretário de Saúde do Governo do Estado Dr. Fábio Vilas-Boas e articulou também com a Senadora Lidice da Mata (PSB), buscando garantir recursos e emendas parlamentares para investir em ações de prevenção e nas estruturas físicas no setor da saúde de Ubaitaba.

A socialista, acompanhada do vice-prefeito eleito, Jailton Santos Araújo (PCdoB), que venceram a eleição com 55.65% dos votos, aproveitou para agradecer a comunidade de Ubaitaba pela confiança, e se colocaram a disposição para continuar ouvindo os municípes.

prefeita_suka_ubaitaba_amurc_26_10_2016A prefeita e sua comitiva, aproveitando a agenda em Itabuna, fez uma visita a Associação dos Municípios do Sul da Bahia-AMURC, para se interar sobre as ações da entidade para o fortalecimento dos municípios. A exemplo dos projetos da educação, e das ações do Consórcio Público-CDS/LS, voltadas para regularização fundiária rural.

Ficou agendado para as próximas semanas com o dirigente do SETAF/Bahiater Marcos Souza, visitas a unidades regional do Estado como a CAR, Adab, Inema, Detran, SAC, NRE e o Núcleo Regional da saúde, para dialogar a cerca das parcerias nas políticas públicas para o município.


Líder municipalista alerta novos gestores para defasagem dos programas federais

Ag. CNM

O presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, deu continuidade ao painel Realidade dos Municípios brasileiros na manhã desta segunda-feira, 24 de outubro. A atividade faz parte do Seminário Novos Gestores, que reúne em Brasília os futuros prefeitos das regiões Norte e Centro-Oeste.

Como parte da programação, o líder municipalista apresentou um dos temas mais importantes na atualidade: o financiamento da gestão pública. Para abrir o diálogo, Ziulkoski trouxe um comparativo do gasto médio das Prefeituras e do valor recebido pela União em três iniciativas federais.

No caso da merenda escolar, os Municípios recebem em média R$ 0,30 por aluno, quando na verdade o custo chega a R$ 4,50, destacou o presidente da entidade. Essa realidade é compartilhada no Programa Estratégia Saúde da Família (ESF). Os cofres locais recebem entre R$ 7.130 e R$ 10.685 para manter a iniciativa cujos gastos giram em torno de R$ 48 mil.

A defasagem é ainda mais evidente quando o tema é transporte escolar. O custo médio da Prefeitura com o serviço é de R$ 114 mil. Contudo, os recursos que chegam do governo federal não ultrapassam R$ 12 mil. “Essa diferença quem paga são vocês, prefeitos. Sai do bolso do Município”, frisou Ziulkoski.

Em seguida, o presidente da CNM discorreu sobre a necessidade de o Município executar somente suas competências. “Se eu fosse prefeito novamente hoje, o conselho que eu daria para vocês é o seguinte: não façam nada que é de competência do Estado ou da União. Façam apenas o que é de responsabilidade municipal. Tenho certeza que essa medida vai evitar muitos problemas para vocês”.

Outro ponto comentado por ele foi a questão da equipe de governo. Ziulkoski foi categórico ao comentar que uma folha de funcionários muito extensa pode prejudicar o Município, especialmente nesse contexto de crise. “É preciso enxugar a máquina pública”, sugeriu. O presidente recomendou ainda a adoção de um quadro de pessoal “mais técnico e menos político” para auxiliar na gestão municipal.

Leia mais no site da CNM.