Municípios Sulbaianos seguem em alerta por conta das fortes chuvas

As fortes chuvas que vem atingindo a região Sul da Bahia, deixaram até o momento, um saldo de duas pessoas mortas e uma pessoa desaparecida, em Coaraci. Em outras localidades, como Itabuna, Ibicaraí e Itapé, os níveis de água dos rios e córregos elevaram, causando alagamentos e deixando muitas pessoas desabrigadas, principalmente a população ribeirinha.

De acordo com informações obtidas pela Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – Amurc, até o momento, os municípios de Coaraci e Ibicaraí vão decretar situação de emergência.

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura de Coaraci, foram confirmadas duas mortes e uma pessoa desaparecida desde a noite desta segunda-feira, 3, no distrito, em Itamotinga, que está alagado e deixou muitas pessoas desabrigadas.

Ainda de acordo com informações, a prefeitura disponibilizou um ginásio, mas muitas pessoas permaneceram em suas casas ou foram para casa de parentes. Na sede do município aconteceram alagamentos, deslizamentos, levando a equipe da Defesa Civil a elaborarem um decreto de emergência.

Em Ibicaraí, foi realizada uma reunião nesta terça-feira, 4, coordenada pela secretária de Assistência Social, Alessandra Nascimento, que definiu algumas ações imediatas para minimizar os estragos causados pelas chuvas. Segundo informações, muitas pessoas desabrigadas, ruas e casas alagadas, e a equipe da SAS está arrecadando roupas e alimentos para atender a população ribeirinha e de bairros periféricos, as localidades mais afetadas. O procurador do município, Adriano Santos, está elaborando um relatório para entrar com pedido de calamidade pública ainda nesta terça-feira.

Já em Itabuna, a Defesa Civil segue em estado de alerta depois de receber mais de 60 chamados, sem gravidade, entre a noite de segunda-feira (03) e a manhã desta terça-feira (04). A equipe da Defesa Civil, comandada pelo coordenador Yuri Bandeira, não tem parado fazendo rondas em vários pontos da cidade que são vulneráveis a qualquer ocorrência de chuva. Os principais problemas identificados, de acordo com Bandeira, são alagamentos e deslizamentos de terras.

Em Itapé, o rio Cachoeira que passa pelo município, transbordou, bloqueando o acesso que liga a zona rural até a sede da cidade. A equipe da prefeitura municipal ainda registrou o alagamento na praça da feira, centro comercial da cidade. Até o momento, as secretárias de Assistência Social e de Administração estão a disposição da população local.

O secretário executivo da Amurc, Luciano Veiga, declara positiva as ações dos gestores e das equipes de Defesa Civil dos Municípios que agiram com celeridade e presteza aos munícipes atingidos pela enchente. Ele alerta para que os municípios que tiveram danos materiais e necessidade de investir em atendimento à população, “que declare Situação de Emergência e encaminhe para a Defesa Civil do Estado da Bahia, para que recursos sejam disponibilizados em apoio as ações em andamento”.


Itacaré realiza mutirão de cadastramento de idosos e deficientes para receber o BPC

A Prefeitura de Itacaré, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, está realizando um mutirão de atendimento na zona rural, denominado de Social Itinerante, para o cadastramento dos idosos com mais de 65 anos e as pessoas com deficiência para que recebam ou continuem recebendo o Benefício de Prestação Continuada (BPC).

O mutirão começa nesta quarta-feira com o serviço de cadastramento na região ribeirinha, saindo de barco pelo Rio de Contas até a região da Volta do Poço.

De acordo com a programação, na próxima terça-feira, dia 04, o Social Itinerante vai realizar o cadastramento de idosos e deficientes da região da Camboinha. Já no dia 05 será a vez do atendimento na Marambaia. No dia 06 acontecerá o atendimento no Assentamento Pancada Grande e no sábado, dia 08, será no distrito de Taboquinhas.

A secretária de Desenvolvimento Social, Patrícia Leal, informa que além do atendimento nas localidades, os beneficiários precisam estar atentos porque o prazo final para o cadastramento é até o dia 31 de dezembro.

Os beneficiários, munidos de todos os documentos pessoais, devem procurar a Secretaria de Desenvolvimento Social, na rua Rui Barbosa, centro, ao lado do Clube Pirajá, das 8 às 14 horas. O cadastramento também está sendo feito na unidade do Bolsa Família de Taboquinhas, das 8 às 14 horas.

Para continuar recebendo o BPC é preciso que o beneficiário com mais de 65 anos e as pessoas com deficiência estejam inscritos no Cadastro único até o mês de dezembro desse ano. Por esse motivo a secretária de Desenvolvimento Social da Prefeitura de Itacaré, Patrícia Leal, solicita que os idosos e as pessoas com deficiência procurem o mais rápido possível a unidade mais próxima, seja na sede ou em Taboquinhas, para realizar o cadastramento. A Prefeitura de Itacaré também vai colocar unidades móveis na zona rural para realizar essa inclusão dos idosos no Cadastro Único.


Oficina de Boas Práticas orienta como melhorar o equilíbrio fiscal municipal

auditorio-oficina-de-boas-praticas-2Para disseminar boas práticas da gestão fiscal municipal e criar uma rede de troca entre municípios da região Sul da Bahia, na manhã desta terça-feira (06), aconteceu a abertura da Oficina de Boas Práticas – Melhoria do Equilíbrio Fiscal Municipal, no auditório do Sebrae, em Ilhéus. O evento é destinado à apresentação de boas práticas em desenvolvimento nos municípios da região, em parceria com a empresa Mouve Brasil.

Frutos dessa iniciativa foram colhidos desde o mês março deste ano, informações e soluções para otimizações de serviços que amenizaram problemas de arrecadação e despesas através de planejamento estratégico no equilíbrio financeiro nos municípios de Una, Itacaré, Canavieiras e Uruçuca que integram o Programa Líder do Sebrae.

O diretor da Mouve Brasil, Ricardo Ramos, destacou que o encontro é um canal em que os municípios podem trocar experiências positivas, principalmente no que diz respeito as finanças públicas. “A partir desse primeiro momento serão criadas ações conjuntas para os planos futuros de inspiração que garantam as melhorias tão almejadas na gestão financeira municipal”, disse.

O evento é uma realização em conjunto do Sebrae, Instituto Arapyaú e Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – Amurc, que investe na troca de experiência exitosas entre os municípios, realçando as melhores práticas de cada um. Na ocasião, o presidente da Amurc e prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, expressou a satisfação de ações realizadas nos municípios destacados, agregando projetos que servem de modelos para outras cidades da região.

 “Não existe solução mágica para os problemas financeiros que os municípios estão enfrentando, mas com informações sistematizadas é mais fácil desenvolver as ações. O mais importante é termos disposição, planejamento e vontade política para fazer diferente, para fazer melhorar.”, expressou Antônio de Anízio.

 Já o prefeito do município de Una, Tiago Birschner, observou que é necessário um modelo capaz de conduzir e incentivar melhorias dentro da gestão municipal da região sul da Bahia, que tem apoio direto da Amurc e do Sebrae.

“Precisamos criar e manter uma boa gestão municipal para que assim possamos cumprir com satisfação os anseios da população que nós gestores representamos. Acredito que somente com boas práticas seremos capazes de exercer os mandatos com excelência a partir de um novo modelo de pensar”, discursou o prefeito de Una.

Programação e cases de sucesso

Na programação, além dos cases regionais, palestras e oficinas técnicas, o evento contou com a apresentação das ações do municípios de Volta Redonda, localizada no Estado do Rio de Janeiro, onde o prefeito Samuca Silva ganhou a 10ª Edição do Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor.

Volta Redonda venceu em duas categorias: ‘Políticas Públicas para o Desenvolvimento dos Pequenos Negócios’ e ‘Inclusão Produtiva e Apoio ao Microempreendedor Individual (MEI)’.

Para a subsecretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo de Volta Redonda, Thais Souza, o objetivo dos projetos foi melhorar o ambiente de negócios no município, gerando mais empregos, renda e lazer com ações empreendedoras. “Sabemos a dificuldade que é mudar paradigmas, entretanto não é impossível. O Sebrae é uma grande incentivadora e agrega em dversos projetos que beneficiam diretamente nosso município, que mesmo com as dificuldades está fazendo uma história de mudanças positivas para a população”, externou Thais.

É visível que os municípios do sul da Bahia têm vivenciado um grave problema nos últimos anos, com a queda nas receitas municipais e aumento das despesas, que inviabilizam a implementação de ações locais.

De acordo com a gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, o evento disponibiliza para os técnicos municipais da região um conhecimento de ponta sobre a evolução da qualidade fiscal do município.

“O intuito é mostrar que é possível dar qualidade aos gastos e ampliar a capacidade de geração de receitas. Temos que perceber que estamos em um momento de transição e precisamos desmistificar que estamos em um momento de crise. Essa mudança requer dos gestores públicos, técnicos e sociedade civil uma mudança de comportamento e nas práticas, e assim, teremos os resultados positivos tanto para os gestores como para a sociedade como um todo”, destacou Claudiana.


Evento vai orientar gestores sobre como melhorar o equilíbrio fiscal no município

evento-sebrae-novembro-2018Com o objetivo de disseminar boas práticas da gestão fiscal municipal e criar uma rede de troca entre municípios da região Sul da Bahia, será realizada nos próximos dias 6 e 7, das 9 às 17hs, no auditório do Sebrae, em Ilhéus, a Oficina de Boas Práticas – Melhoria do Equilíbrio Fiscal Municipal. O evento é destinado à apresentação de boas práticas em desenvolvimento nos municípios da região, em parceria com a empresa Mouve Brasil, além de um momento prático de oficina com técnicos, secretários e prefeitos para elaboração de um Plano de Ação para a Melhoria Fiscal.

De acordo com a gestora do projeto na Bahia, Anna Deniz, na oficina, todos os municípios presentes receberão um diagnóstico da situação fiscal local personalizado pela Mouve e poderão elaborar soluções para problemas de arrecadação e otimização de despesas. “Os municípios possuem muitas questões em comum e soluções compartilhadas que podem ser aplicadas para que eles possam prosperar no equilíbrio financeiro”, destacou Anna.

Frutos dessa iniciativa já estão sendo colhidos desde o mês março deste ano, no município de Una, onde foi implementado, entre outras soluções, um sistema para a otimização do transporte escolar e o controle das contas de água e energia do município. Em Uruçuca, a partir da implantação de estratégias para a otimização da gestão de medicamentos, foi possível reduzir em 30 % os gastos no setor. Outras ações estão sendo implementadas em Canavieiras e Itacaré.

O evento é uma realização em conjunto com a Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – Amurc, que investe na troca de experiência exitosas entre os municípios, realçando as melhores práticas de cada um. A partir daí, o secretário executivo Luciano Veiga acredita na “consolidação de processos e procedimentos, que resulte na inovação e melhoria da gestão pública municipal. É preciso reconhecer que temos a capacidade de enfrentar e superar desafios”.

Além da Amurc, a Oficina de Boas Práticas é uma realização em parceria com o Sebrae e o Instituto Arapyaú.


Prefeitos debatem alternativas e medidas para vencer a crise financeira nos municípios

reuniao-extraordinaria-da-amurc-foto-alline-meira-1Por Viviane Cabral | Amurc

Os prefeitos da região Sul da Bahia se reunirem nesta quinta-feira, 25, na sede da Amurc para discutir alternativas de equilibrar as contas públicas e atender ao índice de 54% estipulado pela Lei Complementar nº 101, de 4 de maio de 2000 (Lei de Responsabilidade Fiscal). A redução do quadro de funcionários é uma das medidas que serão adotadas pelos gestores, visando equalizar o Índice de Despesa com Pessoal e evitar as punições legais contra a Administração Pública e próprio prefeito.

Desde quando assumiram o mandato em janeiro de 2017, os novos gestores têm buscado o equilíbrio fiscal, financeiro e administrativo, visando a manutenção dos serviços e obras, sem ter que fazer redução do quadro de pessoal. No entanto, em virtude da ampliação de atribuições, nas áreas da saúde e educação, que são transferidas pelos governos Federal e Estadual, para os municípios, os prefeitos têm lidado com o aumento das despesas locais. A obrigação de fazer

Aliado a isso, os municípios sofrem com a falta de receitas próprias, o que levam os municípios a uma falência administrativa financeira. Diante disso, o advogado e especialista em direito público municipal, Harisson Leite revela que tanto o município quanto o gestor podem sofrer as seguintes penalidades com: “Cassação do mandato; Reclusão de 1 a 4 anos; Proibição do município de receber transferências voluntárias, contratar operações de crédito e de obter garantias; Rejeição de suas contas, improbidade e impedimento político por 8 anos”.

Essa é a realidade da maioria das gestões municipais da região que até o final do ano terão dificuldades para fechar suas contas obedecendo os critérios estabelecidos pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), tendo em vista que a Folha de Pagamento da maioria dos municípios tem ultrapassado o índice tolerável de 54 %. É o caso da prefeitura de Ubaitaba, que segundo a prefeita Sueli Carneiro, vai precisar fazer ajustes para que futuramente não venha ter problemas com o Tribunal de Contas dos Municípios.

“Ubaitaba precisa fazer o que outros municípios também irão fazer, que é ajustes, alguns cortes e adequar a nossa realidade para que a gente não tenha um problema futuramente. O momento é de ajustar para que possamos ter um 2019 diferente com as nossas contas ajustadas, pois o nosso CPF está em jogo”, declarou a gestora, ressaltando que “a crise não é somente em Ubaitaba, mas na Bahia, e na nossa região não é diferente”.

As dificuldades são bastante parecidas e recai sobre a falta de recursos do Governo Federal para a manutenção dos serviços que são prestados a população. De acordo com o prefeito de Itajuípe, Marcone Amaral “houve uma queda acentuada na arrecadação relacionada ao ano de 2017 no mês de setembro, e vem caindo desde o mês de julho deste ano, apesar de ter um crescimento anual na arrecadação”. Diante desse cenário, Marcone destaca que trata-se de “um momento de ajustes e os gestores irão fazer o necessário para que não prejudique o funcionamento dos serviços básicos para a população. Alguns municípios vão fazer redução de quadro de pessoal, outros ajustes financeiros na folha salarial, outros a redução de gastos com prestadores de serviços e planejamento”, concluiu.

prefeitos.jpgO encontro refletiu a grande preocupação dos gestores municipais em encontrar uma saída para uma das maiores dificuldades enfrentadas na atualidade, com a manutenção da Folha de Pagamento. De acordo com o prefeito de Buerarema, Vinicius Ibran, idealizador da reunião, “as dificuldades e alternativas precisam ser compartilhadas entre os gestores, tendo em vista que a realidade é bastante comum entre todos os gestores, não só do Sul da Bahia, mas de todo o Brasil que vão ter que se adequar a LRF, de 2001, quando a realidade financeira do país era totalmente diferente”.

Soluções

Uma das alternativas sugeridas na reunião para sanar as contas públicas dos municípios é investir na ampliação da receita própria, proveniente da arrecadação de impostos locais, a exemplo do IPTU, ISS, dentre outros. A medida é mal vista pela população em geral, mas segundo o prefeito Vinícius, a fonte de recursos federais estão cada vez mais escassos, por isso, “precisamos fortalecer a conscientização da população que precisa contribuir para o pleno funcionamento da sua cidade”.

Ainda na reunião, foram encaminhadas as seguintes soluções visando adequar ao índice de 54 % da LRF: a redução do quadro de funcionários, para equalização do Índice de Pessoal, a redução das despesas fixas e correntes, reavaliação dos convênios e projetos, e recepção de melhores práticas pelos gestores municipais.


Semana do Empreendedor valoriza produtores de Uruçuca e região

semana_empreendedor-urucuca-2018

Por Viviane Cabral

A Semana do Empreendedor teve início nesta sexta-feira, 19, em Uruçuca e encerra no domingo, 21, no distrito de Serra Grande, com oficinas, palestras, mostra de produtos, apresentações culturais, feira de agricultura orgânica e de serviços. O evento é realizado pela Prefeitura Municipal e integra a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2018 (SNCT), que na região é coordenado pelo Instituto Federal Baiano – Campus Uruçuca, com o envolvimento da população do Território Litoral Sul (26 municípios).

Entre os empreendedores, a dona Maria de Lourdes dos Santos aproveitou a oportunidade para expor os temperos completos produzidos com ervas finas e as cocadas nos mais diversos sabores, ambos os produtos preparados há dois anos de modo artesanal. Segundo ela, a produção aumentou para atender o comércio em Itabuna e cidades circunvizinhas, garantindo a manutenção da fonte de renda da sua família.

O representante da empresa Bahia Cacau, de Ibicaraí, Antônio Flávio Bernardo levou para a feira, as gotinhas de chocolate orgânico, trufas de chocolate e as barras de chocolate ao leite e o puro cacau com o teor de 35 a 70%. De acordo com ele, “a exposição e a comercialização dos produtos garantem uma visibilidade maior da empresa, além da possibilidade de conhecer novas formas fomentar o negócio”.

Para o secretário executivo da Associação de Municípios da Região Cacaueira – Amurc, Luciano Veiga, a feira impulsiona o mercado e a economia local, cria uma rede de relacionamento e permite a troca de experiências. “A iniciativa permite a apresentação dos empreendedores, dos seus produtos, criando um sentimento positivo de representatividade, e aos alunos uma oportunidade ímpar de ver acontecer na prática o conjunto de tecnologia e inovações”, destacou o representante da entidade.

O evento também conta com a parceria do Sebrae, na realização de capacitações e palestras voltados ao pequenos empreendedores. De acordo com a gestora regional do Sebrae, Claudiana Figueiredo “a Prefeitura Municipal de Uruçuca está de parabéns por estar incentivando os empreendedores a exporem seus produtos e ampliar as possibilidades de negócios”.


Começa montagem da estrutura do Mundial de Surf em Itacaré

Itacaré já começa a viver o clima do Mundial QS1.000 de Surf Masculino e Feminino que acontecerá no período de 18 a 21 de outubro na Praia da Tiririca.

A montagem da estrutura do evento já começou e surfistas de diversos países já começam a chegar na cidade. As inscrições ainda estão abertas, mas diversos surfistas já confirmaram a participação num dos maiores eventos de surf do Brasil.

Paralelo ao evento vai acontecer o Itacaré Surf Music, nos dias 19 e 20, com grandes atrações nacionais, a exemplo de Maneva, Ponto de Equilíbrios, Adão Negro., Bruta Raça, Dost e o DJ XFour. De acordo com o coordenador do evento, Cléber Miranda, a expectativa é de que a ocupação hoteleira chegue a 100 por cento no período do mundial, movimentando a economia da cidade.

Realizado pela World Surf League (WSL), com o apoio da Prefeitura de Itacaré, South to South, Governo da Bahia, Federação Baiana de Surf e Associação de Surf de Itacaré, a etapa do mundial de surf vai colocar mais uma vez o município como uma referência internacional do esporte.

E o grande diferencial será o apelo para a preservação ambiental. Durante o mundial entidades ambientais e Associação de Surf de Itacaré, em parceria com as secretarias de Meio Ambiente e Educação, estarão desenvolvendo ações educativas com estudantes das redes públicas e particulares e os próprios participantes do evento, mostrando a importância da preservação do meio ambiente, com palestras, atividades de coletas, exposições artísticas e plantio de mudas.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, destacou a importância do município sediar mais uma vez esse evento internacional e trazer de volta a etapa também a categoria Feminino. De acordo com o prefeito, Itacaré é hoje conhecida a nível internacional pelo surf e não poderia estar de fora do mundial, não somente pelo incentivo ao esporte, mas pelo retorno que eventos como esse traz para o turismo local, movimentando a economia da cidade, gerando emprego, renda e despertando novos atletas.


Abertas inscrições para curso de pedreiro e encanador em Taboquinhas

Os moradores de Itacaré, Taboquinhas e das diversas comunidades da zona rural do município terão a oportunidade de participar dos cursos de pedreiro e instalador hidráulico (encanador), promovidos pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), em parceria com a Prefeitura Municipal e o vereador Luiz Rodrigues (Seu Luiz). As inscrições já estão abertas e podem ser feitas gratuitamente com o vereador Seu Luiz.

Os cursos acontecerão no distrito de Taboquinhas, são totalmente gratuitos e terão duração de 160 horas/aulas. Durante os cursos serão ministradas aulas práticas e teóricas ensinando passo a passo como se tornar um profissional qualificado e de sucesso nas áreas de pedreiro e encanador. Ao final do curso os alunos receberão certificados, o que facilitará ingressar no mercado de trabalho.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, destaca a importância dos cursos como forma capacitar cada vez mais jovens e adultos para que aprendam uma profissão e garantam mais emprego e renda. O vereador Seu Luiz explica que o ramo da construção civil, nesse caso o de pedreiro e instalador hidráulico, demanda cada vez mais profissionais capacitados para executar um projeto de excelência. “E é fundamental ter o respaldo de um bom curso como esse para se qualificar para qualquer trabalho”, complementou.

Os instrutores do Senai esclarecem que pedreiro não é apenas responsável por erguer paredes com tijolos e tantos outros materiais. Ele também garante o bom funcionamento das funções básicas de uma casa e cuida do acabamento. Já o curso de qualificação profissional de instalador hidráulico tem por objetivo o desenvolvimento de competências relativas à execução e manutenção das instalações hidro-sanitárias em edificações.


Itacaré realizará etapa do Mundial de Surf de 18 a 21 de outubro

Itacaré vai se transformar na capital internacional do surf com a realização do Mundial QS1.000 Masculino e Feminino e o Itacaré Surf Music 2018, que acontecerão entre 18 e 21 de outubro, na praia da Tiririca. O evento vai reunir atletas de diversos países e terá como diferencial, além das belezas naturais da cidade e das excelentes ondas de Itacaré, a conscientização para a necessidade de preservação ambiental com uma série de ações educativas voltadas para a conservação da natureza e a sustentabilidade. E paralelo ao evento vao acontecer um festival de música, com grandes atrações nacionais, a exemplo de Maneva, Ponto de Equilíbrios e outras bandas que serão anunciadas nos próximos dias.

O lançamento do Mundial de Surf aconteceu na noite desta quinta-feira, na Pousada Terra Boa, contando com a presença do prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, secretários municipais, vereadores, do diretor da World Surf League (WSL), Roberto Perdigão, do presidente da Associação Baiana de Surf, Marcelo Barros, além dos patrocinadores que acreditaram na iniciativa de trazer de volta para Itacaré uma importante etapa do mundial. A festa reuniu ainda atletas, representantes de diversos segmentos voltados para o turismo e o esporte, imprensa e entidades ligadas ao meio ambiente que estarão desenvolvendo projetos educativos durante o mundial.

Durante o lançamento o prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, falou da importância do mundial de surf para a cidade, consolidado o município como uma referência internacional do esporte. O diretor da WSL, Roberto Perdigão, também destacou o potencial de Itacaré e o sucesso do mundial do ano passado, reafirmando que a cidade foi modelo para todo o mundo em organização e desenvolvimento de ações ambientais.


Prefeitura confirma atrações da Micareta de Taboquinhas

O distrito de Taboquinhas, em Itacaré, vai realizar uma das maiores micaretas de todos os anos, no período de 10 a 12 de agosto. De acordo com a programação, a festa terá como atrações as bandas Psirico, Buteco das Amigas, Karamba, Quarto Light, Quebra City, Pancadeixxon, A Massa, JP no Kapricho, Charanga Elétrica e várias outras atrações, além de brocos independentes e o baile da melhor idade. A realização é da Prefeitura de Itacaré, com o apoio da Câmara de Vereadores.

De acordo com a programação, a festa nos palcos começa na noite de sexta-feira com as bandas Quebra City e Pancadeixxon. Já no sábado os blocos comandam a alegria na parte da tarde. E no palco a banda A Massa abre a noite de festas, a partir das 22 horas. Em seguida se apresenta a banda Buteco das Amigas. E encerrando a noite de sábado se apresenta a banda Karamba.

O domingo também terá durante o dia a apresentação de diversos blocos tradicionais e independentes. E no palco, a partir das 21 horas, se apresenta a banda JP no Kapricho. Às 23 horas será a vez de Psirico comandar a alegria até o início da madrugada de segunda. E pra encerrar a micareta 2018 se apresenta a banda Quarto Light.

O prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio, considera importante a realização da Micareta de Taboquinhas não somente como forma de promover a alegria e a animação no distrito, mas também para movimentar a economia do local. E a expectativa, segundo ele, é de atrair para Taboquinhas não somente os moradores de todo o município, como também turistas de diversas partes do Brasil e até de outros países.