Reunião entre representantes da Câmara de Itabuna e comissão de funcionários da Emasa resulta no consenso do fim da ocupação

Em mais uma rodada de negociação, o presidente da Câmara de Itabuna, o vereador Aldenes Meira (PCdoB), se reuniu, na manhã desta quarta-feira, 29, com uma comissão de funcionários da Empresa Municipal de Águas e Saneamento (Emasa) e Movimentos Sociais, que desde o dia 13 de junho ocupam o prédio onde funciona a Casa Legislativa em protesto aos Projetos do Poder Executivo que dispõem sobre o serviço de distribuição de água e saneamento básico de Itabuna.

Nesse novo diálogo, o presidente informou à comissão sobre a decisão de não tramitar, na Casa Legislativa, o Projeto de Lei sobre o Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB).

A decisão foi encaminhada ao prefeito Claudevane Leite, na manhã desta quarta, por meio do Ofício n°157/2016. A medida atende a uma recomendação, em que o Poder Legislativo tomou conhecimento, de um inquérito instaurado por meio de uma ação conjunta entre o Ministério Público Federal (MPF) e o Ministério Público Estadual (MPE) demonstrando a necessidade de uma maior publicidade e participação popular na elaboração do Plano Municipal de Saneamento Básico. Essa ação conjunta vem somar as exigências de atendimento das condicionantes indicadas no Ofício n° 156/2016, que foi encaminhado ao Poder Executivo no dia 20 de junho e que informa sobre a não tramitação do projeto que dispõe sobre a concessão do serviço de distribuição de água e saneamento básico.

Com o envio do Ofício, o grupo de funcionários e representantes de Movimentos Sociais se comprometeu em desocupar, ainda nesta quarta-feira, o prédio da Câmara de Vereadores. Com isso, haverá, consequentemente, a desobstrução da normalidade das funções desempenhadas por servidores e edis. “Se o projeto estivesse completo, tramitaríamos aqui na Casa. Mas como não veio, estamos devolvendo para que nem a população e nem o município sejam prejudicados por alguma inconsistência na matéria”, afirmou Aldenes.


Geraldo Simões não está em lista do TCU, diz A tarde

Há duas semanas o jornal A Tarde publicou, em duas editorias – coluna Tempo Presente (dia 11), e em reportagem de Patrícia França (13) – que o ex-deputado e ex-prefeito Geraldo Simões (PT) estaria impedido de registrar sua candidatura a prefeito nas eleições deste ano, porque estaria inscrito na lista suja do TCU. Não era – e não é – verdadeira a informação, como reconheceu, na edição de hoje, o próprio A Tarde.

Geraldo Simões não é citado na lista encaminhada pelo Tribunal de Contas da União ao Tribunal Superior Eleitoral. Também não possui qualquer condenação que enseje impedimento de disputar cargos eletivos. Diz o A Tarde que as notas foram produzidas a partir de uma lista em que o nome constava, mas que já não consta mais, e culpa o TCU pelo erro. “A verdade é que não há pendências”, resume o próprio Geraldo.

Em um momento em que o mundo político tem sua credibilidade posta em xeque, tais afirmações certamente podem causar prejuízos à imagem de um pré-candidato a prefeito. “Felizmente a verdade veio à tona e o jornal se retratou”.

Simões possui reconhecidos serviços prestados em Itabuna como servidor público federal, deputado estadual, prefeito por dois mandatos, secretário estadual da Agricultura e deputado federal por três mandatos entre outros.


Capacitação dos Guardas Civis Municipais

Prefeitura capacita em armamento Guardas Civis Municipais - Foto Divulgação 2A Prefeitura Itabuna, por meio do Núcleo Educacional da Guarda Civil Municipal (GCM), realizou mais um Curso de Capacitação em Armamento e Tiro para integrantes da corporação.  Esta foi a primeira vez que a qualificação foi ministrada aos guardas civis que possuem treinamento e autorização de órgãos que supervisionam e credenciam em armamento e tiro, a exemplo da Polícia Federal.

Com duração de 50 horas/aulas nesta primeira etapa o curso capacitou 16 guardas civis, mas a corporação pretende ampliar o número de participantes para atingir 100% dos guardas já credenciados. As aulas foram ministradas pelos instrutores da GCM Roberto Bispo, Leandro Lôno, Davisdon Nascimento, Menades Mercês e o Comandando da GCM Fábio Pinheiro, tendo abrangido também pontos de segurança como o uso progressivo da força, primeiros socorros, abordagens e aproximação, etc.

De acordo com o comandante Fábio Pinheiro a segunda etapa do curso acontecerá no segundo semestre deste ano, alcançando 40 guardas civis municipais que ainda não fizeram e estão aguardando a capacitação. “A gestão do prefeito Claudevane Leite tem investido na qualificação do efetivo e elevado a qualidade dos serviços dos Guarda Civil Municipal. Todo os esforços são para tornar a cidade mais segura, tendo para isso investido nos profissionais da segurança pública”, assegurou.


Câmara continua ocupada por tralhadores e movimentos sociais

Emasa2016.1Trabalhadores da  Empresa de Água e Saneamento de Itabuna-EMASA, e movimentos sociais continuam ocupando setores da área interna e externa câmara municipal de vereadores para pressionar o arquivamento do projeto do Executivo que propõem  concessão da empresa para a iniciativa privada.

Eric Félix, diretor do SINDAE, alerta que “o presidente da Câmara, Aldenes Meira (PC do B) tem pressa na leitura do projeto para tramitar nas comissões e ir ao plenário, entretanto, encontra resistência dos movimentos sociais e dos trabalhadores”.

O Partido dos Trabalhadores-PT e a CUT local já se posicionaram contrário a concessão. De acordo a coordenação da Central Única dos Trabalhadores-CUT, “a empresa é estratégica para a população, não pode ser concedida ao setor privado, eles não resolverão o problema da falta d’água e certamente aumentarão o valor das tarifas e eliminarão sua função social, ela precisa é de boa gestão técnica e investimento público” afirmam.

Nesta segunda-feira, dia 20, os ocupantes receberam a visita e a solidariedade de padres e pastorais da Igreja Católica. O Movimento vem amentado a adesão dos que  são contrários a privatização por entender que a água é um bem social, público e indispensável para a população, e não pode ser entendido como mercadoria.


Divulgado o resultado do concurso público da prefeitura de Itabuna

ItabunaFoi divulgado pela prefeitura de Itabuna  e Funcab nesta quarta-feira, dia 15, o resultado final do concurso público para provimento de cargos.

Veja a relação dos aprovados

A homologação pelo prefeito Claudevane Leite será feita com a publicação no Diário Oficial do Município, o que vai ocorrer ainda hoje. A contratação vai se dar de acordo cronograma da Secretaria Municipal da Administração por meio do Departamento de Recursos Humanos.

Na relação final dos aprovados na prova prática, contém todos aqueles que obtiveram a nota de corte, ou seja, a média de 50% de pontos. O quantitativo de vagas para cada cargo encontra-se no Anexo I – Quadro de Vagas do Edital nº 001/2016.

O excedente ao número de vagas estipulados no edital passa a fazer parte do quadro de reservas. Os candidatos que não obtiveram 50% de pontos na prova objetiva está automaticamente excluído do certame, não fazendo parte dessa relação

PROVA PRÁTICA

Os candidatos convocados para as provas práticas neste sábado, dia 18, no CODETI – Centro Operacional de Transportes de Itabuna (Antiga ADEI), na Avenida Juarez Távora, concorrem aos cargos de Operador de Máquinas Pesadas (Carteira Nacional de Habilitação (CNH), categorias C, D ou E) e Motorista (CNH categoria D), que devem comparecer às 8h30min e 13 horas, respectivamente. Todos devem estar munidos de documentos pessoais.

Já aqueles que concorrem às vagas de Tradutor/Intérprete de Libras farão provas práticas às 7h30min, na Casa do Educador (Escola Técnica de Enfermagem de Itabuna – ETEI), na Avenida Inácio Tosta Filho, 239 – Centro – Itabuna. Todos estar munidos de documentos pessoais com foto.

Todos devem ficar atentos aos locais descritos nos referidos editais e aos horários da prova.

Além disso, a Prefeitura também tornou pública a Correção da Prova Discursiva; Correção da Prova de Títulos; Convocação para a Prova Prática; Notas da Prova Objetiva e Notas da Prova Objetiva em Ordem Alfabética.


Homenagens marcaram o aniversário de 108 anos da ACI

AciA Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI chega aos 108 anos de fundação nesta terça-feira, 14 de junho, com o legado de grande atuação na defesa dos interesses empresariais e da sociedade itabunense.

As comemorações foram realizadas na noite de ontem, segunda-feira (13), com a inauguração da sala de reuniões e a galeria de ex-presidentes. O encontro reuniu representantes do setor empresarial e de entidades itabunenses.

As lutas e conquistas da entidade foram relembradas pelo jornalista Ramiro Aquino, que destacou o início da história da entidade, a partir de mobilizações organizadas por comerciantes da época – 1908, que sofriam com as cobranças abusivas de impostos por parte do Estado. Tal fato é reportado pelo escritor Adelindo Kfoury, em seu livro “Itabuna, Minha Terra” como um marco para a cidade de Itabuna, que conquistou a sua emancipação política anos depois, em 28 de julho de 1910.

As mudanças, política e administrativa geraram, consequentemente, um maior envolvimento dos comerciantes, assim como dos diversos setores representativos da sociedade, nas decisões que influenciam os interesses comuns. Ao longo dos anos, esse conceito permaneceu intrínseco aos valores da ACI e foi o condutor de muitas ações protagonizadas por gestores que marcaram a história da entidade.

Dentre os ex-presidentes que deixaram suas contribuições para a classe empresarial e a sociedade itabunense, o presidente Ronaldo Abude relembrou o importante legado do empresário Ailton Messias, que durante muito tempo investiu na condução de empreendimentos na região, e, ainda hoje dedica maior parte do seu tempo na Santa Casa de Misericórdia de Itabuna.

“Fiz questão de, nesses 108 anos da Associação, fazer um resgate histórico, pois sabemos que a ACI teve uma participação muito importante em toda a história do município de Itabuna, desde a sua fundação a uma série de conquista da região. Além disso, com a inauguração da sala de reuniões, a ideia é elevar a estima do empresariado em sua participação social”, relatou Ronaldo.

Dentre os ex-presidentes, participaram das homenagens, Ubirajara Ribeiro Coelho (2001-2003; 2003-2005; 2007-2009), José Moreira Laytynher, Silvio Roberto Sousa (2005-2007), Carlos Ulisses Dórea (1989-1991), Luiz Ribeiro (2013-2015), Ailton Messias e Maria de Fátima Oliveira, filha do ex-presidente Carlito Alemão (1980-1983), quem construiu o prédio da Associação Comercial.


Pode chover no Sul da Bahia

chuvaAs condições do tempo previstas para a Bahia terão algumas alterações, principalmente, na faixa leste do Estado, onde as chuvas deverão ser mais frequentes nos próximos dias. A situação se deve a atuação dos ventos úmidos vindos do Oceano Atlântico, que se intensificarão durante esse período, favorecendo o aumento da nebulosidade e ocorrência de chuvas nessa faixa.

Com isso, para as regiões da Chapada Diamantina, Sudoeste, Nordeste, Recôncavo e Sul o tempo será de céu nublado a parcialmente nublado com possibilidade de chuvas, sendo que, os maiores volumes estão previstos para o Recôncavo e Sul do Estado. Com esse aumento de nebulosidade, as temperaturas tendem a ficar mais amenas, variando entre mínimas de 17°C e máximas de 30°C (na faixa leste). Já na Chapada Diamantina e Sudoeste, as mínimas poderão chegar aos 15°C que, somado a alta umidade, aumenta a possibilidade de formação de neblina.(Blog do Thame)


Contra privatização, funcionários da Emasa acampam na Câmara de Vereadores de Itabuna

funcionarios_emasa_camaraTrabalhadores da Empresa Municipal de Água e Saneamento-EMASA  estão acampados Câmara Municipal de Vereadores desde a tarde desta segunda-feira(13). Eles prometem não arredar o pé enquanto não for arquivado o projeto de privatização da empresa,   enviado pelo Executivo.

De acordo informações do diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Água e Esgoto da Bahia-Sindae, sindicato que representa os direitos da categoria, as informações sobre a procedência da tramitação do projeto estão desencontradas.  “O presidente da casa (Câmara de Vereadores)  Aldenes Meira do PCdoB  não nos deu a certeza de quanto colocará o projeto em pauta. Por isso vamos ficar aqui dia  e noite  de plantão até uma definição”, garante Erik Maia.

O Sindicato é contra a privatização da Emasa pois desconfia de possíveis demissões e aumento da tarifa. O Sindae está mobilizando a população para acompanhar os debates na Câmara.


População da Mangabinha apresenta no PGP demandas para cultura e educação

“Queremos da prefeitura um projeto de educação integral em tudo. Escola integrada com saúde, alimentação, esporte, cultura e lazer”, afirmou Benedita Queiroz da Silva, durante  apresentações das propostas ao Programa de Governo Participativo-PGP, do PT realizado no bairro Mangabinha neste sábado(11).

Considerado um bairro  berço de grandes artistas e bandas com destaque regional como a Lordão e Fase, os moradores solicitaram atenção especial,  e que inclua nas propostas do futuro governo se eleito, incentivos e investimentos que valorize as atrações culturais e mantenha memória viva.

O prefeiturável ao Centro Administrativo Firmino Alves, se emocionou com o carinho  das pessoas, e acolheu as propostas a serem inseridas no  texto de suas propostas para o município. “Eu fiz muito pela cidade nas minhas duas gestões  de prefeito com recursos próprios. Agora com apoio do governo estadual o que eu nunca tive, podemos fazer muito mais pela nossa população”, frisou Geraldo Simões.

Aprovado

Esta foi a sexta Plenária Comunitária do PGP realizada na cidade de Itabuna que reuniu os bairros ao entorno da Mangabinha. Aprovado na forma e no objetivo de ouvir a população por quem participa,  o PGP é um instrumento de planejamento para construção das diretrizes do programa de governo da pré-candidatura a prefeito de Geraldo Simões.


Sindae e funcionários da Emasa protestam em Itabuna

Protesto EmasaDezenas de funcionários da Empresa Municipal de Água e Saneamento-EMASA e o sindicato da categoria, o Sindae, fizeram um protesto pela Av. do Cinquentenário na tarde de ontem(10), contra o projeto de privatização da Emasa que vai tramitar na Câmara Municipal de Vereadores.

Segundo Erik Maia dirigente do Sindae, a proposta do prefeito Vane de concessão da Emasa para iniciativa privada, “na verdade é uma privatização,   um absurdo, pois vai retirar direitos dos trabalhadores e deve aumentar a tarifa de água, punido a população que já vem sofrendo com a falta de água potável a 8 meses”.

O Sindae defende o retorno da Emasa para o Estado já que o município se mostra incapaz de investir na empresa, sendo que “nos últimos três anos a atual gestão não fez uma obra da empresa, apenas encheu de cargos de confiança.”