Ataque a boate em Istambul deixa 39 mortos e 69 feridos

Subiu para 39 o número de mortos e para 69 a quantidade de feridos em ataque armado contra uma boate em Istambul, na Turquia, ocorrido na madrugada do primeiro dia de 2017. Segundo o ministro do interior do país, Suleyman Soylu, 21 das vítimas fatais já foram identificadas, sendo 16 estrangeiros e cinco cidadãos turcos.

Em entrevistas a veículos de imprensa, Soylu afirmou ainda que esforços estão sendo feitos na tentativa de capturar o autor dos disparos, que estaria vestido de Papai Noel quando do ataque. Mais cedo, havia a informação por parte de vítimas e pessoas próximas ao local que duas ou três pessoas estariam envolvidas com a ação, classificada pelo governador de Istambul, Vasip Sahin, como “terrorista”.

Ao amanhecer do dia, além dos policiais empregados nas investigações e buscas ao autor, vários outros faziam a segurança nas imediações da boate Reina, onde o ataque ocorreu por volta de 1h30 (horário local; 21h30 em Brasília), após a virada de ano. O clube fica no bairro de Ortakoy, à margem europeia do estreito de Bósforo.

Leia mais no UOL.


Avião da Chapecoense cai na Colômbia e deixa 71 mortos

Avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (Foto: Luis Benavides/AP)O avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29). Segundo autoridades colombianas, há 75 mortos e seis sobreviventes. O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes.

Segundo comunicado da Aeronáutica Civil Colombiana, os seis sobreviventes são os jogadores Alan Ruschel, Neto e Follmann, o jornalista Rafael Henzel, o técnico da aeronave Erwin Tumiri e a comissária de bordo Ximena Suarez.

O goleiro Danilo também tinha sido resgatado com vida, mas morreu no hospital. O ex-jogador Mario Sergio, comentarista do canal FoxSports, está entre as vítimas, segundo o Bom Dia Brasil.(G1)


Cuba terá caravana em homenagem a Fidel

miamiEm Cuba, o Partido Comunista convocou o povo para homenagear Fidel Castro, a partir de segunda-feira (18) até o dia do funeral do líder cubano, no dia 4 de dezembro.

O partido organizou atos na segunda e terça-feiras da próxima semana, no Memorial Jose Marti. De acordo com o ritual previsto, todos os que comparecerem às homenagens deverão assinar um livro em que prometem fidelidade à Revolução Cubana. Haverá também uma missa na Praça Havana, onde Fidel costumava se dirigir às multidões.

Líder da Revolução Cubana em 1959, Fidel Castro governou Cuba até 2013, quando renunciou a presidência em nome do irmão, Raúl Castro, atual presidente do país. Ao anunciar a morte de Fidel na televisão estatal cubana, Raúl Castro disse que o corpo do irmão será cremado. Ele também decretou luto oficial de nove dias no país. Ainda hoje, a comissão organizadora dos funerais do líder cubano divulgará informações detalhadas sobre as homenagens póstumas.

Na quarta-feira (30), as cinzas de Fidel serão levadas em caravana, passando por várias partes da ilha, para lembrar a caranava da Liberdade de janeiro de 1959, liderada por Fidel para comemorar a vitória da revolução e a queda do ditador Fulgencia Batista. As cinzas serão colocadas em um cemitério na cidade cubana de Santiago.(Agência Brasil)


Manifestantes voltam a protestar contra Trump nos EUA

protesto_eua Agência Brasil

Pela terceira noite seguida, milhares de manifestantes voltaram às ruas das principais cidades dos Estados Unidos para protestar contra as políticas do presidente eleito, Donald Trump. Em Portland, a maior cidade do estado de Oregon, as manifestações se estendaram até a madrugada deste sábado (12) e estão sendo classificadas pela polícia local de motim em razão das depredações que ocorreram na cidade. Os manifestantes bloquearam ruas e interromperam o tráfego na Ponte Morrison, que atravessa o rio Willamette. Uma pessoa foi baleada nos protestos.

Em Atlanta, capital do estado da Geórgia, centenas de pessoas saíram às ruas para protestar contra a vitória de Trump nas eleições da última terça-feira (8). As manifestações de Atlanta foram pacíficas e acompanhadas a distância pela polícia. Na marcha, as pessoas entoavam a frase “Trump não é meu presidente”.

Em Miami, no estado da Flórida, protestos interromperam o trânsito do centro da cidade. Em Manhattan, área central de Nova York, centenas de pessoas participaram de um ato chamado comício do amor, em protesto contra Trump, no Washington Square Park, um parque público da cidade. Ecoando palavras de ordem como “Trump não é meu presidente” e “Trump fascista”, mais de 200 pessoas protestaram nas escadarias da sede do governo do estado de Washington, em Olympia.


No Salão do Chocolate de Paris, governador autoriza R$ 10 milhões para cultura do cacau

Rui_França_1Em viagem à França para buscar novos investimentos para a Bahia, o governador Rui Costa participou nesta sexta-feira (28), do Salon du Chocolat Paris (Salão de Chocolate Paris), evento que busca estabelecer a ligação entre os diferentes segmentos da cadeia produtiva do cacau e chocolate.

Rui foi recebido pelo presidente do Salão, François Jeantet, e juntos percorreram as instalações do centro de exposições de Porte de Varsailles. Na ocasião, o governador autorizou a Secretaria Estadual de Desenvolvimento Rural, por meio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), a destinar R$ 10 milhões do edital de fruticultura do Bahia Produtiva, especificamente, para projetos da cultura do cacau.

Durante sua passagem pelo Salão, Rui visitou os estandes dos chocolates da Bahia, Mendoá e Amma, conversou com os produtores e conheceu empresas francesas que usam amêndoas baianas para produção dos chocolates europeus. Rui disse que ficou bastante satisfeito com a grandiosidade do evento. “São muitas pessoas circulando por aqui. Aproveitei a oportunidade e convidei os chocolateiros franceses para visitar Ilhéus e ver de perto a nossa produção”.

Confira vídeo no link https://youtu.be/6ZuFXJMmvKo

Rui participou do evento a convite dos expositores brasileiros. Trata-se de uma oportunidade para que a Bahia, principal referência para a produção de cacau do Brasil, possa apresentar todo seu potencial para fabricação de produtos da cadeia do chocolate. Em 2012, Salvador sediou uma edição do evento que é promovido em diferentes países e continentes.

O produtor de cacau brasileiro, Marco Lessa, que também acompanhou a agenda do governador em Paris, destacou a importância desse trabalho na Europa. “Essa missão foi estratégica e fundamental. Demonstra o interesse do governo em reposicionar a Bahia no segmento do cacau. São 250 anos produzindo cacau na Bahia, passamos por uma crise e é necessária a retomada desse crescimento, a partir da verticalização da produção”.


Na França, Rui diz que Bahia quer ser referência no Brasil para produção de chocolates finos

Governador Rui Costa participa de coquetel na Embaixada do Brasil em Paris para divulgação da BahiaO governador Rui Costa chegou nesta quarta-feira (26), em Paris. Seu primeiro compromisso foi um almoço com empresários da cadeia do cacau e do chocolate do Brasil que estão na capital francesa para participar do 22º Salon du Chocolat, maior evento do mundial do setor. Durante a reunião foram discutidas ações relacionadas ao desenvolvimento da cadeia. Em seguida, o governador Rui Costa participou de um encontro com representantes dos trades turísticos baiano e francês, na Embaixada do Brasil na França.

No encontro com os empresários da cadeia do cacau e do chocolate, Rui reforçou que é preciso agregar mais valor ao produto feito tanto por grandes cacauicultores como por agricultores familiares.
Presente ao evfranca-2ento, o coordenador do Stand da Bahia no Salon du Chocolat, o produtor de cacau e chocolate Marco Lessa, classificou o encontro como muito produtivo. “Foram discutidos pontos que consideramos es
tratégicos e fundamentais para atingirmos metas importantes até 2020. Entre esses pontos estão o investimento em tecnologia e a divulgação do nosso produto que vão contribuir para o desenvolvimento do cacau e chocolate de origem da Bahia conquistar o mundo”, afirmou Lessa.

Turismo e chocolate

franca-3Na Embaixada brasileira, que vem dando suporte às ações do Governo da Bahia na França, o enfoque foi a divulgação do Destino Bahia, com destaque para a Costa do Cacau. Durante o evento, o governador concedeu uma entrevista à Rádio França Internacional (RFI). Os temas abordados foram os setores cacau e turismo, principais destaques da viagem de Rui.

Ele ressaltou que na Bahia, turismo e chocolate formam um casamento perfeito. “Falar de cacau na Bahia é falar da história, do processo de desenvolvimento e urbanização da região sul do nosso estado. Estamos aqui para apoiar esse produto tão importante para a economia baiana que já sustentou o estado e hoje se recupera. Nossa meta é verticalizar a cadeia produtiva do cacau, com produção de chocolate fino”, disse à emissora francesa.

Antes do encontro de Rui com o trade, o Governo do Estado promoveu, na Embaixada, uma capacitação para cerca de 40 operadoras francesas sobre as atrações do turismo na Bahia, em especial da Costa do Cacau. O objetivo é atrair um público cada vez maior de franceses que já formam um dos principais grupos turistas a visitar todos os anos o estado.


UFSB participa de Assembleia e Seminário Internacional

naomarO Reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Naomar de Almeida Filho, estará entre os dias 24 a 28 de outubro na cidade de Parma, na Itália, para participar da Assembleia Geral do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras. Além disso, o evento compreende uma série de encontros com universidades brasileiras e italianas a fim de estreitar laços e trocar experiências acerca dos mais diversos temas, como inclusão social, cooperação, acordos bilaterais e inovação, por exemplo.

Com o tema central “Universidade para um mundo sem fronteiras”, o VIII Seminário Internacional contemplará Plenárias, Mesas Redondas e Palestras. Nesse período, serão discutidos os mais variados assuntos, como Desenvolvimento de Pesquisas de alto impacto na África, Américas, Ásia e Europa; Internacionalização Criativa em Cenários de Crise; Instituições de Ensino Superior e Relações com os BRICS; e A Interface entre Cooperativas e o Mundo Acadêmico.

Em paralelo, no dia 25 (terça) acontece o “I Encontro de Reitores Brasil-Itália: empreendedorismo, inovação, desenvolvimento e inclusão social”, momento no qual estarão presentes a Presidente da Associação de Reitores de Universidades Italianas (CRUI); o Presidente do Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras; a Ministra da Educação, Universidade e Pesquisa da República Italiana; o Prefeito de Parma; o Presidente da Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES); e diversas outras autoridades nacionais e internacionais.

Na sexta-feira (28), o evento se encerrará com um momento voltado para a discussão sobre a Universidade de Parma e seus Projetos de cooperação com Universidades brasileiras (duplos diplomas, Programa Overworld, mobilidade de estudantes e professores) e assinatura de acordos entre o Grupo Coimbra de Universidades Brasileiras e Instituições de Ensino Superior


Sindilimp  Sul e Extremo Sul solidário as famílias do atentado nos Estados Unidos

bandeira_lgbt_sindlimp_13_06_2016O atentado que matou 49 pessoas e deixou outras 53 feridas na madrugada de domingo(12),  em  Orlando nos Estados Unidos é uma afronta a tolerância e a opção sexual, diz em Nota o Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza da Região Sul e Extremo Sul (Sindilimp).

Entre as vítimas, 12 pessoas eram de origem latina que estavam na boate Pulse, frequentada por homossexuais, lésbicas, bissexuais e transexuais, local onde aconteceu o massacre. “O Sindilimp sempre defendeu a liberdade sexual e as causas do público LGBT. Estamos solidários aos familiares e amigos das pessoas que morreram em Orlando”,  afirma  a diretoria  do Sindilimp.

O coordenador licenciado do Sindicato José Carlos Conceição de Jesus, considerou o ato uma barbaridade contra a vida de seres humanos  cometido por homem,  do maior ataque nos Estados Unidos, Omar Mateen de 29 anos. “Estou estarrecido com esta  tragédia que destruiu a vida de tantos jovens. A intolerância, a violência e o extremismo faz muito mal a humanidade. O mundo precisa de paz”, destaca José Carlos.


Acordo de Paris contra alterações climáticas será assinado em Nova York

Representantes de cerca de 160 países assinam hoje (22) em Nova York, nos Estados Unidos, o acordo de Paris contra as alterações climáticas. A assinatura do acordo, fechado em 12 de dezembro de 2015, depois de difíceis negociações entre 195 países e a União Europeia, vai ocorrer na sede da Organização das Nações Unidas (ONU), no Dia Mundial da Terra.

Com o objetivo de entrada em vigor em 2020, o acordo, no entanto, só se concretizará quando for ratificado por 55 Estados responsáveis por, pelo menos, 55% das emissões de gases de efeito de estufa.

Depois da adoção do texto em Paris, ainda é necessária a assinatura do acordo, até fim de abril de 2017, e a ratificação nacional, conforme as regras de cada país, podendo ser por meio de votação no Parlamento ou de decreto-lei, por exemplo.

Uma das novidades do documento é a revisão, a cada cinco anos, das metas de contribuição de cada Estado para tentar conter o aquecimento do planeta e suas consequências. Entre essas consequências estão a maior frequência de fenômenos extremos de calor, levando às secas e aos incêndios florestais, a concentração da chuva em períodos curtos de tempo, provocando cheias e inundações, e a subida do nível do mar.

São esperados em Nova York cerca de 60 chefes de Estado, como o francês François Hollande, o vice-primeiro ministro chinês, Zhang Gaoli, o primeiro-ministro canadense, Justin Trudeau, e o secretário de Estado norte-americano, John Kerry.(Agencia Brasil)


Papa se encontra com refugiados na ilha grega de Lesbos em 16 de abril

papaamericalatinaO papa Francisco visita a ilha grega de Lesbos em 16 de abril, juntamente com o patriarca ecumênico de Constantinopla, Bartolomeu, estando previstos encontros com refugiados, anunciou hoje (7) o Vaticano.

A viagem do papa ocorre após convite de Bartolomeu e do presidente da Grécia, Prokopis Pavlopoulos.

Na ilha, Francisco, Bartolomeu e o arcebispo ortodoxo de Atenas, Jerônimo II, vão encontrar-se com refugiados, a maioria sírios, que chegaram a Lesbos depois de terem atravessado o Mar Egeu para fugir da guerra.

O porta-voz do Vaticano, padre Federico Lombardi, disse que o encontro com os refugiados poderá ocorrer no centro de acolhimento instalado no porto da ilha grega.

Com a viagem, o papa retoma a questão dos migrantes e refugiados, que dominou a primeira viagem do seu pontificado à ilha italiana de Lampedusa (Sul), porto de chegada da rota migratória entre a Líbia e a Itália e área de numerosos naufrágios, tal como Lesbos.(Agência Brasil)