Em Ilhéus Sindicato presta contas aos terceirizados da educação

Assembleia_terceirizados_ilheus_02_05_2016Informar a categoria dos trabalhadores terceirizados da rede estadual de educação em Ilhéus sobre o resultado positivo de reuniões realizadas na Secretaria Estadual de Educação-SEC-BA, foi o objetivo principal de uma Assembleia ocorrida na manhã desta segunda-feira(02) em Ilhéus.

“Graças à luta dos trabalhadores e o esforço da equipe do Sindicato, conseguimos sai da reunião na SEC com a garantia de pagamento dos salários em atrasos da Locserv”. Comemorou o coordenador regional do Sindicato dos Trabalhadores em Limpeza da Região Sul e Extremo Sul da Bahia (Sindilimp) José Carlos Conceição de Jesus.

Cerca de 180 prestadores de serviços que atuavam nas escolas pela empresa Locserv estão recebendo salários dos meses de dezembro de 2015, Janeiro e Fevereiro de 2016. “O Sindilimp continuará na luta para conseguir que os terceirizados recebam os direitos trabalhistas previstos na rescisão contratual”, disse José Carlos.

Dívidas de outras empresas

Segundo o Sindilimp, terceirizados da empresa Basetec estão com um mês em atrasos de salários, vale transporte e vale alimentação. Já a empresa AML falta pagar dois meses de salários e ainda os vales.

Essas empresas são responsáveis pela terceirização de mão de  obra dos trabalhadores pertencentes à rede estadual da educação. Eles atuam nos setores de limpeza, portaria, cozinha e secretaria. “Estamos dialogando com as empresas e governo para fazer os pagamentos ”, finalizou José Carlos.


Festival Literário será realizado em Ilhéus

fliosO I Festival Literário de Ilhéus será aberto nesta quinta-feira, dia 28, a partir das 19h, com solenidade, que deverá ser prestigiada por autoridades, acadêmicos e intelectuais em geral.

O evento, que incluirá feira de livros, mesas literárias e exposição fotográfica, acontecerá de 28 a 30 deste mês, na sede da Academia de Letras de Ilhéus (ALI), localizada na Rua Antônio Lavigne de Lemos, centro da cidade, e na Praça Castro Alves, na Avenida Soares Lopes.

O ponto alto da abertura acontecerá na ALI e será marcado pela entrega do I Prêmio Literário Sosígenes Costa, que premiará autor de obra inédita de poesia com o valor de mil reais e a publicação do livro pela Editora Editus.

Antes da abertura oficial, também na Academia de Letras, o festival será movimentado por duas atividades: das 9 às 11h, Oficina de Poesia Visual, com Rava Midlej; e das 16 às 21h, Feirinha de Livros, promovida pelas editoras parceiras. Ainda na quinta-feira, 28, das 20 às 23h, dessa vez na praça Castro Alves, será realizado Sarau Lítero-Musical.

Promovido pela Academia de Letras de Ilhéus (ALI), o festival conta com o apoio da Secretaria Municipal de Turismo e Esporte (Setur), Fundação Pedro Calmon e Editora da Universidade Estadual de Santa Cruz (Editus). Com o tema “Fazer Literário e Diversidade Cultural”, o evento contará com visitação guiada aos cenários que inspiraram obras do escritor Jorge Amado, como o Vesúvio, o Bataclan e diversos outros espaços do centro histórico ilheense.

 


Embasa divulga racionamento de água em Ilhéus

embasa-1A Embasa divulgou hoje (13) nota em que informa o início do racionamento de água em Ilhéus. A partir da próxima segunda-feira (18), a medida vai afetar 24.100 residências. “Essa foi a solução encontrada para garantir a continuidade do fornecimento de água diante dos efeitos da estiagem prolongada e atípica que acontece na região”, diz o texto. Leia a íntegra.

“A falta de chuvas no sul do estado e a pouca disponibilidade de água na barragem do Iguape e na barragem do rio do Engenho, mananciais que abastecem Ilhéus, levou a Empresa Baiana de Águas e Saneamento (Embasa) a reduzir preventivamente a oferta de água na cidade em cerca de 15%. Com isso, a distribuição será feita por áreas de abastecimento que, a partir da próxima segunda-feira, dia 18, passarão a receber água em dias alternados. Essa foi a solução encontrada para garantir a continuidade do fornecimento de água diante dos efeitos da estiagem prolongada e atípica que acontece na região.

De acordo com o gerente da Embasa na região, Danilo Gomes, serão afetados com a medida cerca de 24.100 domicílios de um total de 53.200, em Ilhéus, distribuídos em 17 setores de abastecimento. “Como teremos que captar menos água, para não esgotar a disponibilidade dos mananciais, e distribuir para o mesmo número de residências, é preciso que todos mudem seus hábitos, até que volte a chover, consumindo água de forma racional e mais inteligente para que não venha a faltar”, explica Danilo.


Secretário de Justiça se reúne com lideranças indígenas no Sul da Bahia

geraldo reis e indiosNa manhã deste domingo (10), o secretário de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), Geraldo Reis, se reuniu com o presidente do Movimento dos Povos Indígenas da Bahia (MUPOIBA), Cláudio Tupinambá Magalhães, o cacique dos povos indígenas Tupinambá de Olivença, Sival Teixeira Magalhães, e os indígenas, José Raimundo Melgaço e Silvonei Dias, para discutir sobre os encaminhamentos tratados no processo de prisão do cacique Babau Tupinambá, e seu irmão Teity Tupinambá.

O presidente do MUPOIBA reiterou as negativas das acusações contra o cacique Babau e seu irmão. “Precisamos lutar contra a criminalização dos índios Tupinambás e pelo fim dos conflitos por terras no Sul da Bahia, e isso só vai acontecer com a conclusão do processo de demarcação do nosso território. Por isso é importante garantirmos a liberdade de nossas lideranças” afirmou Cláudio.

O secretário informou sobre a visita ao presídio Ariston Cardoso, na tarde de sábado, quando esteve com o cacique  Babau Tupinambá, e Teity Tupinambá. Assegurou que os indígenas estão recebendo tratamento adequado e que os desdobramentos do caso estão sendo acompanhados pessoalmente e pela equipe da Superintendência de Apoio e Defesa aos Direitos Humanos e a Coordenação dos Programas de Proteção, ambos da SJDHDS.

“Estamos tomando todas as medidas necessárias e cabíveis para garantir que o processo ocorra dentro da legalidade, resguardando os direitos do cacique Babau enquanto liderança que atua na promoção e defesa dos Direitos Humanos dos povos indígenas”, afirmou Reis.


Reforma no Teatro Municipal de Ilhéus

O Vice Prefeito vistoriou a reforma do Teatro Municipal de IlhéusA obra de revitalização do Teatro Municipal de Ilhéus (TMI), um dos maiores patrimônios culturais do município e da região, deve ser concluída no final deste primeiro semestre.

A proposta do prefeito Jabes Ribeiro é inaugurar a obra de reforma no dia 28 de junho, quando Ilhéus estará completando 482 anos de fundação. O espaço, que já foi considerado um dos mais importantes do interior do Norte e Nordeste do país, foi inteiramente reconstruído pelo atual chefe do Executivo ilheense durante o seu primeiro mandato (83-88).

Entre outros, a revitalização do Teatro Municipal consiste na recuperação do telhado e das estruturas de metal, requalificação dos banheiros, revisão nos sistemas elétrico e hidráulico, pintura geral (interna e externa), reforma das esquadrias (portas e janelas) e adequação do espaço aos novos conceitos de acessibilidade (por meio da construção de banheiro, rampas e acessos), além de melhorias nos equipamentos de prevenção e combate a incêndio.

Na última semana, o vice-prefeito Carlos Machado (Cacá) vistoriou a obra. Robertos dos Santos, gerente da Santos Souza Ltda, uma das empresas responsáveis pelas obras, acrescenta que o TMI também ganhará novo carpete e poltronas. “É importante salientar, ainda, que estamos melhorando a questão geral da segurança, através da instalação de vários equipamentos, como barras antipânico e porta corta fogo”, diz, acrescentando que o espaço também contará com a manutenção do forro acústico e do sistema de ar condicionado, além de ganhar uma iluminação cênica totalmente nova.


Trabalhadores do Hospital Luís Viana prometem greve para esta quarta

Assembleia sintesiilheusmarço2016.2Uma greve dos trabalhadores foi deflagrada no Hospital Luís Viana Filho de Ilhéus desde a última quarta-feira, dia 23, e deve ser iniciada a parir de amanhã(30). O motivo é o não pagamento de salários dos trabalhadores do mês de fevereiro de responsabilidade da Fundação José Silveira.

Segundo o Sindicato dos Trabalhadores da Saúde(Sintesi) “será solicitada uma mediação ao Ministério Público do Trabalho e encaminhado uma ação de cumprimento na Justiça para que a Fundação cumpra os prazos legais para o pagamento do salário”.


Show do Paralamas encerrou Aleluia Ilhéus Festival

hebert viana aleluia ilheus 2016As quase duas horas de show que a banda Paralamas do Sucesso fez na noite de encerramento do Aleluia Ilhéus Festival, neste sábado, 26, vão ficar marcadas na vida de boa parte das cerca de 50 mil pessoas que foram à Avenida Soares Lopes assistir ao espetáculo. Sucessos como “Lanterna dos Afogados”, “Que país é este?” e “Alagados”, fez o público acompanhar e cantar cada música cantada na voz do líder da banda, Herbert Vianna, que agradeceu o convite e a receptividade.

Antes, o público curtiu o show Tributo ao Pop Rock com a participação de talentos da música locais, que lembram sucessos de Cazuza, Raul Seixas, Legião Urbana, entre outros. Os artistas ilheenses Gabriela Maia, Laís Marques, Nozinho, Camilo, Brenna Gonçalves e Eloah Monteiro embalaram a noite final do Aleluia Ilhéus, mesmo com ocorrência de chuvas, até o início do show de Paralamas.

Para a contadora itabunense Anália Sousa, 43, “foi um dos melhores aleluia ilheus encerramento 1shows que já pude ver, de graça, aberto ao público, com músicas que fazem parte da história de muita gente, não tinha como ser melhor”. A produção do Aleluia Ilhéus Festival e a Polícia Militar contabilizaram cerca de 50 mil pessoas na última noite da festa, superando um dos maiores públicos do evento, em 2013, com show da banda Roupa Nova.

Festival

aleluia ilheus encerramento 1O show da banda Paralamas do Sucesso – que completa 39 anos de estrada em 2016 – atraiu ilheenses e pessoas de outras cidaaleluia ilheus encerramento 2des, como Carla Mota, 32, que veio de Cruz das Almas com a família passar o feriado em Ilhéus e aproveitou o show. Ela contou que, antes, visitou os estandes de venda de chocolates e se encantou com as apresentações itinerantes pelos pavilhões do festival, a exemplo dos palhaços do grupo Maktub.

O presidente da Associação de Turismo de Ilhéus, Marco Lessa, afirmou que “o Aleluia cumpre o seu papel atraindo visitantes de várias partes da região e do estado, e oferece uma exclusiva e grandiosa alternativa de lazer e cultura a todos. Além da praia e da história, os milhares de turista que lotam os hotéis, descobrem o chocolate e a religião como atrativos e reposicionam Ilhéus, ampliando as possibilidades de curtir esse destino tão especial”.

O Aleluia Ilhéus Festival, maior evento de artes integradas do Estado da Bahia, é uma realização da Prefeitura Municipal de Ilhéus, do Convention Bureau Costa do Cacau e Associação de Turismo de Ilhéus (Atil), com o patrocínio do Governo do Estado, através da, Secretaria de Turismo da Bahia, Bahiatursa, Bahiagás, Bahiapesca, Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (Car), Sebrae, Supermercados Meira, entre outros parceiros institucionais.


Trinta marcas mostram o chocolate sul baiano no Aleluia Ilhéus Festival

normal_1459005009Aleluia_Ilheus_FestivalEspaço consolidado nas edições anteriores, o Pavilhão do Chocolate é um dos setores mais visitados no Aleluia Ilhéus Festival, que começou na quarta-feira (23) e segue até este sábado (26), na Avenida Soares Lopes, no centro da cidade. Nos quatro dias de festa, mais de 30 marcas da região, produtoras de chocolate e outros derivados do cacau, expõem seus produtos ao público.

O coordenador do pavilhão, Caio Alves, destaca que a intenção do espaço é “firmar cada vez mais a cidade de Ilhéus como a terra do cacau e chocolate e dar visibilidade aos produtores regionais, além de fazer com que os próprios ilheenses conheçam o que é produzido aqui”. Ainda segundo o coordenador, são esperadas aproximadamente 60 mil pessoas visitando essa sessão durante os quatro dias.

Os expositores levaram para o Aleluia Ilhéus Festival uma variedade de chocolates que agrada a todos os gostos. Desde aqueles com quantidade superior a 80% de cacau, que garante um tom amargo bastante acentuado, até aqueles para quem procura um sabor mais doce, com 48% da amêndoa, e ao leite. O tamanho das barras e bombons variam, com preços de R$ 2 a R$ 20.

Para Marilene Silva, uma das expositoras do Pavilhão do Chocoloate e que trabalha com cacau há mais de 20 anos, esse espaço dentro do Aleluia Ilhéus “serve como vitrine para pessoas que trabalham de forma artesanal e valoriza o trabalho dos pequenos produtores de Ilhéus.” A vendedora Ana Valéria, que visitou o pavilhão, achou o lugar “muito interessante, com variedade e qualidade nos produtos”.


Ilhéus é incluída no novo Mapa Turístico Brasileiro

ilheusReunião realizada nesta quinta-feira, 10, na sede do Serviço Brasileiro de Apoio à Micro e Pequena Empresa (Sebrae), na Avenida Dois de Julho, tratou da atualização do mapa turístico brasileiro e da inclusão de Ilhéus neste mapa, organizado pelo Ministério do Turismo.

O encontro contou com a participação da coordenadora de Fomento ao Turismo da Secretaria Municipal de Turismo e Esporte, Crisiane Birschner, e representantes de cidades da costa do cacau, que acompanharam uma palestra com a diretora da Bahiatursa, Priscila Cerqueira, sobre o tema.

Segundo Priscila Cerqueira, a atualização desta publicação tem por objetivo categorizar os municípios inseridos nas regiões turísticas do Mapa do Turismo Brasileiro, visando subsidiar a tomada de decisões estratégicas da gestão pública e orientar a elaboração e a implementação de políticas especificas para cada tipo de município, de modo a atender às especificidades, a partir do desempenho de economia turística de cada localidade.

Para a representante de Ilhéus no evento, Crisiane Birschner, a participação do município nesse novo mapa “acrescenta mais um fator decisivo para continuar a guinada desse setor em nosso município, se juntando às iniciativas que já vêm sendo tomadas para atrair cada vez mais visitantes e prestar a eles os melhores serviços”.


Justiça autoriza combate ao aedes aegypti em residências fechadas de Ilhéus

casa dengueUma decisão da juíza substituta Carine Nassri da Silva, da 1ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Ilhéus, publicada nesta quinta-feira, 18, autoriza os agentes de endemias a adentrar em imóveis fechados, desabitados, ou naqueles que seus proprietários ofereçam resistência, para realizar o combate ao mosquitoaedes aegypti. O pedido foi feito pelo Município, por meio da Procuradoria-Geral (Proger), e faz parte das estratégias emergenciais definidas pelo grupo de trabalho coordenado pelo prefeito Jabes Ribeiro.

A magistrada reforça o princípio da inviolabilidade do domicílio – previsto na Constituição, mas invoca sua função social, “da qual decorre a preservação do imóvel em condições que impossibilitem a proliferação de doenças para a população”. O secretário municipal de Saúde, Antônio Ocké, observa que Ilhéus possui grande número de casas de veraneio, que passam boa parte do ano fechadas e nelas podem conter focos do mosquito, responsável pela transmissão da dengue, zika vírus e chikungunya.

De acordo com a decisão, não deverá haver prejuízo aos proprietários dos imóveis alvo dos agentes de endemias no combate ao mosquito, devendo estar presente, durante a vistoria, um chaveiro e um policial militar, que acompanharão o trabalho nas residências. O entendimento tem respaldo do Ministério Público e em medida provisória da Presidência da República, publicada em 29 de janeiro último.