Planejamento e Desenho Urbano de Ilhéus é tema do debate de terça

card planejamentoDiscutir o papel estratégico do planejamento e do desenho urbano de Ilhéus é o objetivo do Improviso, Oxente! desta terça-feira (09), que acontece a partir das 19h, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI), Avenida Soares Lopes. O debate será aberto ao público e conduzido pelo Mestre em Planejamento e Políticas Públicas e em Engenharia de Transportes, Germano Johansson Neto. Além da sociedade civil, também são esperados pré-candidatos para discutir o tema.

Promovido pelo Instituto Nossa Ilhéus em parceira com o TPI, o debate visa abordar este eixo do Programa Cidades Sustentáveis e os nove indicadores referentes a ele. Além do acompanhamento dos déficits habitacionais e do planejamento de ações que visem diminuir tais carências, o tema também aponta a importância de preservar ou recuperar a biodiversidade em áreas desmatadas e reservas ambientais, indicar a construção ou recuperação de edifícios sustentáveis com certificação e instalar calçadas que permitam a mobilidade urbana adequada e atendam às exigências legais.

Este é o sexto de uma série de 13 encontros semanais, que acontecem sempre às terças-feiras, e que visam à discussão sobre a Ilhéus que queremos em 2020. Cada debate aborda necessidades prioritárias da cidade a partir de indicadores baseados nos 12 eixos Programa, e o público presente terá a oportunidade de escolher os que julga prioritários para o devido acompanhamento do gestor eleito para exercer mandato entre 2017-2020.


Debate sobre gestão pública para a sustentabilidade

improviso-oxente_26-julho-2016_ft-tacila-mendes-8Discutir a implementação de uma gestão municipal responsável, participativa e eficiente que envolva as etapas de planejamento, execução e avaliação é o objetivo do Improviso, Oxente! desta terça-feira (02), que terá como tema “Gestão pública para a sustentabilidade”. O debate é aberto ao público e acontece às 19h, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI), Avenida Soares Lopes. A discussão será conduzida pelo Mestre em Administração e consultor em gestão e comunicação do Terceiro Setor, Gabriel Siqueira.

O tema da noite é um dos eixos do Programa Cidades Sustentáveis e é composto os oito indicadores que focam em ações estratégicas da gestão pública.

A implantação das compras sustentáveis na administração municipal é um exemplo para outros órgãos do município e incentiva o desenvolvimento de fornecedores com processos sustentáveis de produção. Essa deve ser também uma preocupação para os diferentes setores da prefeitura na busca por soluções para os desafios que a cidade enfrenta. Por isso, são esperados no debate os pré-candidatos a vereador e prefeito de Ilhéus.

Este é o quinto de uma série de 13 encontros semanais, que acontecerão sempre às terças-feiras, promovidos pelo Instituto Nossa Ilhéus em parceira com o TPI. Cada debate aborda necessidades prioritárias da cidade a partir de indicadores baseados nos 12 eixos Programa. O público presente terá a oportunidade de escolher os que julga prioritários para o devido acompanhamento do gestor eleito para exercer mandato entre 2017-2020.


Seminário Internacional de Teatro em Ilhéus

teatri 1Ilhéus sedia, pela primeira vez, o Seminário Internacional de Teatro – O Corpo Cênico, que será realizado na próxima terça e quarta, dias 2 e 3 de agosto, na Biblioteca Municipal Adonias Filho, na Praça Castro Alves, Centro. Todas as atividades serão gratuitas, dirigidas ao público interessado em teatro, sejam atores, produtores culturais, dançarinos, estudantes, entre outros. O evento é uma iniciativa da Secretaria de Cultura (Secult) de Ilhéus, aprovada pelo Conselho Municipal de Cultura, com recursos do Fundo Municipal de Cultura.

A abertura do seminário será na terça-feira, dia 2, às 18h30, no Auditório Hélio Pólvora, na Biblioteca Pública, com a presença do secretário de Cultura, Paulo Atto, o presidente do Conselho Municipal de Cultura, André Rosa, e vice-prefeito, Carlos Machado (Cacá). Logo em seguida, às 19h, o público poderá prestigiar o espetáculo “Desencaixados”, do grupo Família Vagamundi, composto por atores brasileiros e chilenos.

O número conta com três palhaços, o Ravioli, a Chininha Cricri e o Tamarindo Vermelhinho, que brincam com caixas de papelão recicladas de variados tamanhos e formatos, misturando técnicas tradicionais do circo, como acrobacia, malabarismo, equilibrismo, entre outras, e assim os palhaços mostram como é possível divertir-se em meio à simplicidade e simplesmente se deixar cair na gargalhada.


Sindilimp e Suíca reafirmam apoio à pré-candidatura de Zé Carlos do Sindicato em Ilhéus

Ze_Carlos_Suica_Sindilimp-BA_eleicao_2016O apoio firmado entre os trabalhadores de limpeza urbana com o pré-candidato a vereador de Ilhéus, Zé Carlos do Sindicato (PSB), está confirmado. Os diretores do Sindilimp-BA já declararam apoio à pré-candidatura de Zé Carlos, que atua como coordenador do Sindilimp (mas está afastado por conta da pré-candidatura), no sul e extremo sul da Bahia há mais de 20 anos.

A informação foi confirmada pela direção do sindicato da categoria que envolve ainda os trabalhadores terceirizados, e pelo vereador de Salvador Luiz Carlos Suíca (PT), que representa a categoria na capital baiana.

“O Congresso dos Trabalhadores reiterou a linha de que nós teríamos pré-candidatos dos trabalhadores de empresas e terceirizados, onde nós pudéssemos. Zé Carlos tem uma trajetória admirável dentro do nosso Sindicato, é um homem guerreiro, destemido e que vai pra luta. Em Ilhéus, ele já apresenta um alto índice de aceitação, por conta do trabalho que vem realizando ao longo dos últimos vinte anos. A direção do sindicato não tem dúvidas, ele é o melhor nome para nos representar em Ilhéus”, pontua Suíca.

O pré-candidato Zé Carlos, “diz que só tem motivos para agradecer por todo o apoio que tem recebido, não só dos seus grandes líderes e referências pra ele, como dos seus amigos, dos trabalhadores e de pessoas que ele nem conhecia, mas que tem o apoiado.” O Sindilimp espera ter mais representantes na câmara no próximo ano, o que poderá fortalecer ainda mais a classe trabalhadora.


Improviso, Oxente! debate Equidade, Justiça Social e Cultura de Paz

Improviso Oxente_Bens naturais comuns_19 jul 16_Foto Tacila Mendes (23)Que metas podemos estabelecer para superar os indicadores referentes aos problemas sociais, a distribuição de renda, a diminuição da violência e o acesso à informação em Ilhéus? Pensando em responder essas e outras questões, a sociedade civil e os pré-candidatos ao Legislativo e Executivo municipal participam do Improviso, Oxente! na próxima terça-feira (26) para discutirem o tema “Equidade, Justiça Social e Cultura de Paz”, na Tenda Teatro Popular de Ilhéus (TPI), Av. Soares Lopes. O evento tem início às 19h e será conduzido pelo professor do departamento de Ciências Administrativas e Contábeis da Universidade Estadual de Santa Cruz, Alfredo Dib Abdul Nour.

Este é o quarto de uma série de 13 encontros semanais abertos ao público, que acontecerão sempre às terças-feiras, promovidos pelo Instituto Nossa Ilhéus em parceira com o TPI. Cada debate aborda necessidades prioritárias da cidade a partir de indicadores baseados nos 12 eixos Programa Cidades Sustentáveis – que oferece aos gestores públicos uma agenda completa de sustentabilidade urbana, um conjunto de indicadores e um banco de boas práticas com casos exemplares nacionais e internacionais, a fim de sensibilizar e mobilizar as cidades brasileiras para se desenvolverem de forma econômica, social e ambientalmente sustentável.

A discussão desse eixo visa também contribuir para o exercício da cidadania e para o desenvolvimento local, especialmente das regiões periféricas da cidade. Os 43 indicadores relacionados permitem o acompanhamento das condições sociais e a criação de políticas públicas direcionadas a populações de baixa renda, além de ações afirmativas para a redução da desigualdade, de crimes, a assistência aos usuários de drogas, por exemplo. Os indicadores serão avaliados pelo público presente, que escolherá os que julga prioritários para o devido acompanhamento do gestor eleito para exercer mandato entre 2017-2020.


Zé Carlos do Sindicato confirma pré-candidatura a vereador de Ilhéus

Ze_Carlos_Bebeto_ilheusO pré-candidato a Vereador de Ilhéus, às eleições municipais do próximo ano, o sindicalista afastado, Zé Carlos do Sindicato, aceitou o convite para emplacar seu nome como uma alternativa à disputa na câmara de Ilhéus. E confirmou a sua pré-candidatura. Filiiado ao PSB, Zé Carlos do Sindicato, como é conhecido popularmente, acredita que Ilhéus precisa de mudança, mas principalmente, de um representante do povo.

O líder afastado, ainda declarou que tem recebido muitas propostas por parte de outros partidos, para desistir da pré-candidatura, mas afirmou que “se é da vontade do povo, ele vai para a luta.” Zé Carlos é bastante conhecido na região sul extremo sul por conta do trabalho que desenvolveu ao longo dos 20 anos, no Sindicato Sindilimp sul extremo sul, no qual guarda uma coleção enorme de medalhas e homenagens, por reconhecimento do trabalho desenvolvido, especialmente no sul da Bahia.

Muito bem acolhido pelo partido PSB, Zé Carlos conta com o apoio do pré-candidato a Prefeito de Ilhéus, o Deputado Bebeto Galvão, um dos nomes mais cotados para assumir a Prefeitura de Ilhéus no próximo ano. Bebeto está firme e forte enquanto pré-candidato e otimista, para as eleições municipais 2016.

Zé Carlos ainda agradece todo o apoio que tem recebido, do partido PSB, do pré-candidato Bebeto e equipe, da sua equipe, dos trabalhadores e amigos, que o apóiam, oram e o incentivam -declara. Por fim Zé Carlos finaliza: Eu só peço, que seja feita a vontade de Deus. É ele quem determina o tempo para todas as coisas.


Improviso, Oxente! promove debate sobre Governança

improviso-oxente-580x287Acessibilidade nos espaços públicos, acesso à justiça, combate à corrupção, participação de mulheres e negros no governo e de jovens e adolescentes em instâncias deliberativas são alguns dos indicadores do eixo “Governança”, tema do debate do Improviso, Oxente! que acontecerá na próxima terça-feira (12), na Tenda do Teatro Popular de Ilhéus (Avenida Soares Lopes). Com entrada gratuita, o evento vai reunir a sociedade civil em uma intensa discussão sobre os indicadores desse setor. Para capitanear o debate, será convidada a promotora Regional de Meio Ambiente Costa do Cacau Leste, Aline Valéria Salvador.

Este é o segundo de uma série de 13 debates semanais, que acontecerão sempre às terças-feiras, promovidos pelo Instituto Nossa Ilhéus em parceria com o Teatro Popular de Ilhéus. O objetivo é promover a discussão sobre as necessidades prioritárias da cidade a partir de indicadores, baseados nos 12 eixos Programa Cidades Sustentáveis. Durante o encontro, os indicadores de 2012 – que podem ser acessados em nossailheus.org.br/indicadores – servirão como ponto de partida para a discussão.

O debate sobre o eixo Governança parte da ideia de que uma gestão moderna e democrática deve combinar as diretrizes político-partidárias do governante com mecanismos de atuação direta da sociedade nas decisões administrativas, sempre respeitando a diversidade e construindo instrumentos que fomentem a igualdade em diferentes níveis. Por isso, também são esperados no debate pré-candidatos ao legislativo e ao executivo municipal, além de membros dos conselhos de políticas públicas municipais.


Festival incentiva produção de chocolates finos no Sul da Bahia

fest choc 12De produtor de amêndoas a produtor de chocolates finos, com alto teor de cacau. Essa é a transformação que vem se verificando no Sul da Bahia. Um incentivadores desse processo é o Festival Internacional do Chocolate e Cacau da Bahia, que este ano chega à sua oitava edição, e acontece de 21 a 24 de julho no Centro de Convenções de Ilhéus.

O lançamento do festival, que teve a apresentação da programação do evento, aconteceu na noite de ontem (7) no Espaço Bataclan e contou com a presença do secretário de Turismo da Bahia, Nelson Pelegrino. O Governo do Estado é um dos parceiros do evento, que no ano passado movimentou mais de R$ 10 milhões em negócios e atraiu cerca de 30 mil pessoas.

f 1O Festival Internacional do Chocolate e Cacau da Bahia é aberto ao público e reunirá mais de 50 expositores, sendo mais de 30 marcas de chocolates Premium do Sul da Bahia, como Amma, Mendoá, ChOr – Chocolate de Origem, Amado Cacau, Fazenda Sagarana, Maltez, Costa Negr. A programação inclui workshops gratuitos de receitas à base de chocolate com participação de chefs do Brasil e do Exterior.

“Ilhéus e o Sul da Bahia são conhecidos no mundo inteiro através da obra de Jorge Amado e isso serve como um atrativo turístico muito forte. O cacau faz parte desse imaginário e o chocolate da região, um dos melhores do mundo, agrega ainda mais valor a esse processo que fortalece o turismo e a economia”, destacou Nelson Pelegrino. Segundo ele, “durante os quatro dias do festival, Ilhéus passa a ser a capital do chocolate, num evento de dimensão mundial. Essa junção cacau, chocolate e Jorge tem potencial para consolidar o Sul da Bahia como um grande polo turístico”.


Debates sobre indicadores em Ilhéus

Improviso, Oxente! Foto: Tacila MendesÉ chegada a hora de discutirmos sobre “A Ilhéus que queremos”. Baseado nesse tema, o Instituto Nossa Ilhéus (INI), em parceira com o Teatro Popular de Ilhéus (TPI), realizará a próxima edição do quadro Improviso, Oxente!, a partir do dia (05), sempre às 19h.

Composto por uma série de 13 encontros semanais, sempre às terças-feiras, serão discutidos, junto com a sociedade civil, os doze eixos do Programa Cidades Sustentáveis, entre eles, Governança, Bens naturais, Justiça, Sustentabilidade, Cultura e Saúde. Durante os encontros, que acontecerão na Tenda do TPI (Avenida Soares Lopes), serão mostrados os indicadores de 2012 referentes a cada setor.

A ideia é fazer com que a população tome conhecimento sobre como a cidade estava há quatro anos e em quais aspectos melhorou, em quais precisa melhorar e quanto. Para compor a mesa de cada edição, serão convidados professores e representantes dos setores. Também serão realizadas intervenções artísticas durante e evento.

Gratuito e aberto ao público, o evento vai reunir pessoas de todos os setores da sociedade civil, além de representantes do poder público. O primeiro encontro terá como tema “Retrospectiva 2012 – A Ilhéus que herdamos”, com apresentação dos indicadores e do Programa Cidades Sustentáveis – que oferece aos gestores públicos uma agenda completa de sustentabilidade urbana, um conjunto de indicadores e um banco de boas práticas com casos exemplares nacionais e internacionais, a fim de sensibilizar e mobilizar as cidades brasileiras para se desenvolverem de forma econômica, social e ambientalmente sustentável.

Para a diretora-presidente do INI, Maria do Socorro Mendonça, fortalecer a cidadania e a democracia participativa, perpassa por levar conhecimento à população. “Conhecer a cidade e saber quais são as necessidades prioritárias a partir de indicadores é que nos dará a segurança de que a qualidade de vida do nosso povo está ou não melhorando”, observa.

Ela lembra ainda que o Programa Cidades Sustentáveis, agora alinhado com os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) municipaliza as ações para cumprimento, até 2030, das metas estabelecidas no acordo assinado pelo Brasil junto com outros 192 países na ONU. “No Improviso, Oxente!, os ilheenses terão a oportunidade de discutir quais indicadores e metas deverão ser acompanhados pelo candidato que assumirá em 2017 a gestão do município. Inclusive, o Programa de Metas é lei em nosso município desde 2008, e está no Artigo 73 da nossa Lei Orgânica.(por Tacila Mendes)


Elba emociona e encanta nos 482 anos de Ilhéus

Elba-em-Ilheus-3-Foto-Alfredo-Filho-Secom-Ilheus-1Uma noite dedicada à música nordestina, com shows da banda Cacau com Leite e da cantora Elba Ramalho, na terça-feira (28), encerrou as festividades do Ilhéus Forró, série de apresentações em praça pública em homenagem ao aniversário de 482 anos da cidade.

Com apoio do Governo do Estado, por meio da Empresa de Turismo da Bahia (Bahiatursa), as apresentações misturaram ritmos regionais, como frevo e forró, com a MPB, e atraíram um grande público ao largo da Catedral de São Sebastião, na Avenida Soares Lopes.

Elba Ramalho faz apresentação nos 482 anos de IlhéusAtração principal da noite, a cantora Elba Ramalho apresentou um repertório que misturou MPB, forró e frevo. O colorido do palco chamou atenção da professora Inês Rocha, moradora do bairro Pontal. “Show bem produzido, [com] um colorido diferente. Coisa que a gente costuma ver no carnaval de Pernambuco e que ela colocou muito bem aqui no show para a gente”, contou.

Esta foi a segunda apresentação de Elba Ramalho em praça pública no aniversário da cidade. Para a cantora, voltar a Ilhéus, “que inspirou tantas histórias do grande escritor Jorge Amado, é sempre uma alegria, ainda mais numa data como essa, quando fica mais próxima dos 500 anos. É muito especial para mim e espero que tenha sido para todo o público que compareceu aqui hoje”.