Cozinha Show no Festival Sabores de Itacaré

fabricio_lemos
Chef Fabrício Lemos confirmado no Festival

Em uma palestra show, aberta aos chefes e curiosos do mundo da gastronomia, o chef Fabrício Lemos vai trabalhar temas como: Valorização de Ingredientes Locais; Gastronomia Brasileira; Gastronomia Baiana; e Plantas Alimentícias não convencionais.

Durante a exposição Fabrício vai ensinar como aproveitar melhor os ingredientes comuns em qualquer geladeira na preparação de pratos que vão dá um toque especial na mesa. O Fabrício defende a valorização do sabor original dos alimentos. Em um verdadeiro workshop de gastronomia, o chef vai demonstrar como fazer carne do sol caseira.

“Me sinto lisonjeado em participar e compartilhar um pouco da minha experiência em um festival como esse. Importante ter essa troca e aprender com os produtores locais, descobrir ingredientes da região. É enriquecedor para mim, como para o pequeno produtor que tem possibilidade de mostrar o seu trabalho, como para o dono de restaurante que tem contato direto com o pequeno produtor e acaba abrindo novas fronteiras econômicas e novas receitas criadas, sendo um diferencial no festival. Ficando um legado para a cidade”, declara o chef.

Cozinha Show Itinerante

Nesta edição do Festival Sabores de Itacaré, a Cozinha Show será itinerante. O espaço preparado para palestras e oficinas em uma verdadeira interação entre profissionais locais e visitantes, será aberta ao público. A cozinha será um espaço privilegiado para os chefes locais mostrarem suas habilidades e ensinarem alguns de seus truques, usando como ingredientes os produtos locais e da agricultura familiar.

Na abertura do Festival, entre os dias 1 a 4 de dezembro, ela funcionará na Praça da Mangueira. No segundo final de semana, entre os dias 9 e 10 de dezembro, será montada na Praça São Miguel. No último final de semana do Festival, dias 16 a 17, será a vez da Passarela da Villa.


UESC oferece curso de formação de professores na perspectiva da Pedagogia Waldorf

A Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Ilhéus, BA, abre inscrições para o curso de formação de professores na perspectiva da Pedagogia Waldorf, no período de  10 a 12 de novembro. O processo deverá se feito on line, através do Link: https://goo.gl/forms/ChOkTOjVoY6Tpcu12  ou no site: www.uesc.br.

O curso é realizado pelo Projeto de Extensão do Departamento de Ciências da Educação (DCIE/UESC), Brincando e Aprendendo na Educação Infantil em parceria com a Escola Dendê da Serra nos dias 18, 19 e 20 de novembro, no Campus Soane Nazaré de Andrade, rodovia Jorge Amado, km 16, bairro Salobrinho. Será ministrado pelos professores  Leni Attarian e Lucas Moreira e coordenado, pela professora  Cândida Maria Santos Daltro Alves.

Esse é o oitavo curso livre de formação na perspectiva Waldorf, com o tem “Os sentidos básicos, estética dos espaços pedagógicos e canto nos anos iniciais do ensino fundamental”. Está voltado para professores da Educação Infantil e anos iniciais do Ensino Fundamental da rede pública e de Escolas Waldorf, estudantes dos cursos de licenciatura e havendo vagas remanescentes, para demais interessados.

A Pedagogia Waldorf é uma abordagem pedagógica baseada na filosofia da educação do filósofo austríaco Rudolf Steiner, fundador da antroposofia criada em 1919 em Estugarda, na Alemanha, tem como base o conceito de que o desenvolvimento de cada ser humano é diferente. Assim, o ensino deve levar em conta as diferentes características de cada indivíduo.

“Um mesmo assunto que se pretende ensinar é abordado várias vezes durante o ciclo escolar, mas nunca da mesma maneira, e sempre respeitando a capacidade de compreensão de cada um. Fundamentalmente, esta pedagogia tem, como objetivo, desenvolver a personalidade de forma equilibrada e integrada, estimulando o florescimento na criança e no jovem de: clareza do raciocínio; equilíbrio emocional; e iniciativa de ação,” explica a professora Cândida Daltro Alves


Curso de Jornalismo da Unime de Itabuna comemora 10 anos

unimeVai ser aberto hoje,07, no dia dia do radialsita,  as comemorações pelos 10 anos de implantação do curso de Jornalismo da Unime de Itabuna.

Na programação, às 19 horas, no campus II da faculdade, o professor Adailson Miranda falará sobre “O que é Jornalismo”. Na sequência, Antônio Xavier vai abordar passado, presente e futuro do Jornalismo.

De acordo os organizadores  será lançado o jornal Foca, editado pelos estudantes do terceiro e quarto semestres. Também serão exibidos vídeos produzidos pelas turmas do quarto e quinto semestres.

Treze turmas formadas e mais de cem profissionais inseridos no mercado de trabalho baiano, atuando nas mais diversas áreas da Comunicação Social, desde redação de jornais, rádios e TVs, assessoria de Imprensa a mídias alternativas como sites e blogs. Este é um dos destaques do curso de Jornalismo da Unime que em novembro comemora dez anos de implantação em Itabuna.


Ilhéus sedia XIV Jornada de Cardiologia do Sul da Bahia

cardioNos dias 25 e 26 de novembro, Ilhéus sediará a XIV Jornada de Cardiologia do Sul da Bahia, na Faculdade de Ilhéus. Voltado para profissionais da área de saúde e acadêmicos, o evento visa promover um debate científico sobre as principais novidades em diagnóstico, condutas terapêuticas e discussões de casos clínicos, no âmbito da cardiologia. Entre os temas apresentados, estarão: Insuficiência Cardíaca, Ressuscitação, Infarto com Supradesnível de ST, Fibrilação Atrial, entre outros.

Reunir grandes nomes da cardiologia do Brasil com experiências em congressos nacionais e internacionais e se atualizar sobre as novas diretrizes brasileiras é um dos objetivos do evento. Entre os palestrantes destacam – se os especialistas: Gilson Feitosa Filho, Emerson Porto, Augusto Almeida, Joberto Sena, José Carlos Brito, Lucas Holanda, Luiz Ritt, Marcos Barojas, Mario Rocha e Nivaldo Filgueiras, além de médicos convidados da região.

De acordo com os médicos organizadores, Lorena Nogueira, José Augusto de Andrade, Ana Paula Scher, Iago Reinel e Daniel Leão promover a XIV Jornada de Cardiologia do Sul da Bahia em Ilhéus, em que reúne grandes especialistas da cardiologia do país, é um grande avanço científico para a região. “O evento possibilita uma troca de experiências entre os palestrantes, médicos e estudantes. Com certeza é muito enriquecedor para todos os envolvidos, é um momento único, onde adquirimos conhecimento técnico e científico”, afirmam.

O evento é uma realização da Sociedade Brasileira de Cardiologia – Seção da Bahia, Faculdade de Ilhéus e Universidade Estadual de Santa Cruz. Mais informações, com Rosângela pelo telefone (73)99150-7077 ou pelo WhatsApp (73) 99128-158.


Caminhada Azul mobiliza Itabuna para o Mutirão do Diabético

mutirao-pedro-augusto-3A população de Itabuna vai participar neste domingo, dia 6, a partir das 7 horas de um dos eventos de mobilização para o Mutirão do Diabético de Itabuna: a Caminhada Azul, que começará com a saída, em frente ao Hospital de Olhos Beira Rio. Antes, haverá um café da manhã destinado aos participantes, autoridades, patrocinadores e convidados.

A Caminha terá o percurso pelas avenidas Aziz Maron e Mario Padre, Jardim do Ó, avenida do Cinquentenário, avenida Beira Rio e Ponte do Marabá, finalizando com uma aula dança na Praça Rio Cachoeira. Ao todo os participantes percorrerão um total de quatro quilômetros motivados por um mini-trio elétrico, com a divulgação de orientações sobre a prevenção do diabetes.

Podem participar pessoas de todas as idades. Para isso, basta que se dirijam à Praça Rio Cachoeira, usando preferencialmente uma camiseta azul, a Cor da Campanha Mundial de Prevenção do Diabetes. De acordo com o professor de Educação Física Felipe Ninck Netto, do Clube de Caminhada e da FW-RUN, o objetivo da caminhada é mobilizar a comunidade para o Mutirão e mostrar a importância da atividade física e da alimentação saudável para a qualidade de vida dos diabéticos.

Coordenador do Mutirão do Diabético, o médico Rafael Andrade, destaca que “a Caminhada Azul é mais um exemplo do envolvimento da sociedade organizada com o Mutirão do Diabético, que faz de Itabuna um referencial para todo o país”.           A Caminhada Azul é promovida pelo Hospital de Olhos Beira Rio, Asdita, Clube da Caminhada, FW-RUN, Unimed, Unicor e Bahiagás.

O secretário municipal de Sáude, Paulo Bicalho, destaca que o Mutirão do Diabético conta com o suporte logístico da Prefeitura de Itabuna, inclusive com o envolvimento direto dos Agentes Comunitários da Saúde e de outros profissionais do Departamento de Atenção Básica. “É um evento de reconhecida importância por atender parte da população predisposta à doença. Com ações como esta as pessoas são mobilizadas para que façam exames preventivos, além de receberam importantes informações de prevenção da doença”, afirma.

A população de Itabuna vai participar neste domingo, dia 6, a partir das 7 horas de um dos eventos de mobilização para o Mutirão do Diabético de Itabuna: a Caminhada Azul, que começará com a saída, em frente ao Hospital de Olhos Beira Rio. Antes, haverá um café da manhã destinado aos participantes, autoridades, patrocinadores e convidados.

A Caminha terá o percurso pelas avenidas Aziz Maron e Mario Padre, Jardim do Ó, avenida do Cinquentenário, avenida Beira Rio e Ponte do Marabá, finalizando com uma aula dança na Praça Rio Cachoeira. Ao todo os participantes percorrerão um total de quatro quilômetros motivados por um mini-trio elétrico, com a divulgação de orientações sobre a prevenção do diabetes.

Podem participar pessoas de todas as idades. Para isso, basta que se dirijam à Praça Rio Cachoeira, usando preferencialmente uma camiseta azul, a Cor da Campanha Mundial de Prevenção do Diabetes. De acordo com o professor de Educação Física Felipe Ninck Netto, do Clube de Caminhada e da FW-RUN, o objetivo da caminhada é mobilizar a comunidade para o Mutirão e mostrar a importância da atividade física e da alimentação saudável para a qualidade de vida dos diabéticos.

 


Dia D do Outubro Rosa em Itacaré

A prefeitura de Itacaré através da Secretaria de Saúde estará atendendo na rua em frente a Unidade Básica de Saúde do Centro da cidade, dia 28 de Outubro. Uma estrutura está sendo montada para oferecer diversos atendimentos especializados durante todo o dia D do Outubro Rosa.

Além dos exames, as mulheres atendidas ainda receberão brindes da secretaria de saúde de Itacaré. A expectativa da secretária de Saúde Stela Souza é que sejam atendidas mais de 300 mulheres neste dia.


Egresso de Agronomia da UESC brilha em Congresso Internacional na França

Ex-aluno do Curso de Agronomia da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), André Luiz Custodio Franco, realizou palestra em Congresso Internacional na França. Ele discorreu sobre pesquisa realizada no Centro de Energia Nuclear na Agricultura (Cena) da Universidade de São Paulo, em Piracicaba, que e mensura o impacto sobre a biodiversidade do solo da transformação de áreas de floresta em pastagens e de pastagens em canaviais.

A conclusão é que esse impacto é devastador sobre a macrofauna original do solo: em que 90% dela – formada por cupins, formigas, minhocas, besouros, aranhas e escorpiões – desapareceram por completo. A pesquisa foi realizada por André Franco, durante o seu doutorado e estágio de pesquisa no exterior realizados como bolsista da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo (FAPESP), orientado pelo professor Carlos Clemente Cerri. Os resultados do trabalho foram publicados no periódico (Science of the Total Environment).

“Nossa intenção foi verificar como a mudança no uso do solo interfere na emissão de gases e no armazenamento de carbono no solo e, em consequência, na composição da matéria orgânica, ” diz Franco. Invertebrados, micro-organismos e fungos desenvolvem um grande papel na reciclagem do solo, graças à sua ação na decomposição da matéria orgânica. Eles compõem a microfauna do solo. Formigas e cupins – que integram a macrofauna do solo – são os principais agentes estabilizadores, evitando a erosão graças à construção de seus ninhos.

Para verificar o que acontece com a biodiversidade devido a mudança no uso da terra, os pesquisadores retiraram blocos de solo na forma de cubos com 30 centímetros de profundidade. Essas amostras foram coletadas em três canaviais localizados em Jataí, Goiás, Ipaussu e Valparaíso, São Paulo. Nessas áreas uma parte da pastagem foi convertida em cana. A equipe também coletou blocos de áreas da mata nativa, para demonstrar a biodiversidade do solo em um sistema estável, antes do desmatamento para pastagem.


Consórcio Público será tema de Seminário Novos Gestores da Amurc

CARD_Semin_Novos_gestores_Amurc_2016Programado para acontecer na 3ª semana de Novembro o “Seminário Novos Gestores Públicos”, de iniciativa da Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia – Amurc vai debater entre seis temáticas, “Consórcio público como instrumento para o atendimento às demandas municipais”. O evento destinado aos prefeitos eleitos será realizado em Ilhéus entre os dias 22 e 23 com o propósito de orientar os gestores para desenvolver uma administração eficiente.

O consórcio público é uma parceria institucional jurídica entre os entes federados que permite aos municípios, ganho de escala e melhoria da capacidade técnica. É uma modalidade de associação que compõem a administração indireta com objetivo de contribuir para o planejamento, à regulação e à execução de atividades de um modo geral ou prestação de serviços públicos.

No Sul da Bahia, o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável Litoral Sul – CDS-LS, composto por 16 municípios foi criado em maio de 2013 e já realiza atividades como fiscalização ambiental compartilhada e tem projetos aprovados como o de regulação fundiária, que já começa funcionar no próximo mês, ambos com apoio financeiro do governo do Estado.

A atividade conta com o apoio da Federação dos Consórcios Públicos da Bahia (Fecbahia), que atualmente é presidida pelo prefeito de Serrinha, Osni Cardoso. De acordo com ele, o consórcio é a novidade para a gestão pública, pois possibilita a otimização e captação de recursos para os municípios. “Sem a adesão a modalidade de consórcio será inviável para os governos municipais prestarem os serviços essenciais e de qualidade para a população”, avaliou o gestor.


Empresa Júnior da UESC venceu o Desafio Bosch

junior-2

A Life Jr. – Laboratório de Inovações, empresa júnior dos alunos do curso de Engenharia Civil da Universidade Estadual de Santa Cruz – UESC,  conquistou  o primeiro lugar como participante do Desafio Bosch – Backstage@Bosch –  no campo da  inovação tecnológica, competição   promovida pela Bosch do Brasil junto aos  grupos de empresários juniores do país. Ao participar do desafio, a Life Jr representou não apenas a UESC, mas o estado da Bahia e a região Nordeste do Brasil.  Dois desafios foram impostos aos participantes, o maior número de curtidas e o Bachestage, este presencial, ambos vencidos pela Life Jr. A etapa final da competição aconteceu sexta-feira (7), em Campinas, São Paulo, sede da empresa.

A equipe vencedora é formada pelos estudantes Allan Cavalcante, Allan Magalhães, Jacqueline Costa, Júlio César Moura, Juan Fontana Lima e Suian Andrade. Como premiação, o grupo participou de treinamento para a utilização de algumas ferramentas inovadoras e de entrevista com o presidente da Bosch, Besaliel Botelho, oportunidade em que compartilharam conhecimentos com o dirigente de uma organização que se destaca pela inovação e empreendedorismo.  Além da Lafe Jr. as demais finalistas foram: Lider Empresa Jr. (2° lugar), Consultoria Jr. Pública-FGV (3º), Medicina Jr. USP (4º) e Pharmaceutica Jr (5º lugar).


Saneamento básico é tema de evento na FTC de Itabuna

ftc seminarioA Faculdade de Tecnologia e Ciências de Itabuna realizará no dia 10 de outubro de 2016 o Seminário ‘EXPERIÊNCIAS DE PLANEJAMENTO MUNICIPAL DE SANEAMENTO BÁSICO‘ no Auditório da FTC Itabuna às 18h.  O objetivo do evento é propiciar um espaço de debate e troca de experiências sobre os planos municipais de saneamento básico.

Na oportunidade teremos a presença do Prof. Dr. Marcos Magalhães, um dos maiores especialistas em saneamento básico do país, que prelecionará sobre “Planos Municipais de Saneamento em Minas Gerais: Experiências e Aprendizados”. Na sequencia teremos um debate mediado pelo Prof. M.Sc. Flávio Leopoldino- FTC com os debatedores Prof. Dr. Anderson Alves – FTC e Luciano Veiga – AMURC/ Presidente do Comitê de Bacias do Leste.O encerramento se dará às 22h e terá o apoio daTerceira Via.