Aulas na rede estadual de ensino começam nesta segunda-feira

volta as aulasO ano letivo na rede estadual de ensino começa nesta segunda-feira (19) para mais de 807 mil estudantes matriculados em 1.251 unidades escolares distribuídas nos 417 municípios da Bahia. Para marcar o início das aulas, a Secretaria da Educação do Estado realiza, na próxima quarta-feira (21), o Programa de Abertura do Ano Letivo – Aula Inaugural, a partir das 8h30, no auditório do Centro Educacional Carneiro Ribeiro – Escola Parque, no bairro da Caixa D´Água, em Salvador. O programa será transmitido, ao vivo, pela TVE Bahia (Canal 10.1).

A programação envolverá apresentações de experiências estudantis, em suas diversas linguagens, entrevistas e exibições de vídeos artísticos desenvolvidos pelos alunos das escolas estaduais.

Entre as atrações estarão as apresentações da experiência do Projeto Smartcam – ‘Dispositivo de segurança para ultrapassagem’, premiado na Feira Brasileira de Ciências e Engenharia (Febrace), e do Grupo Black Dance, do Colégio Estadual Professora Elisabeth Chaves Veloso. Também será feita uma entrevista com a estudante Fabíola Rocha Pereira, premiada melhor atriz no III Festival de Cinema Escolar de Alvorada (RS). Neste ano, o Programa de Abertura do Ano Letivo homenageará os criadores do trio elétrico Dodô & Osmar, com a participação especial dos irmãos Macedo.


Plataforma Conviva completa cinco anos com presença em 86% dos municípios brasileiros

A Plataforma Conviva Educação, ambiente virtual voltado ao gestor da educação municipal e equipes técnicas das secretarias, completou cinco anos no último dia 30 de janeiro. Na data, a plataforma contava com a presença de 86% dos municípios do país e 2.153 cidades, em média, acessavam o Conviva mensalmente. “O número é significativo, ainda mais quando levamos em conta que, aproximadamente, 80% das prefeituras passou por troca de gestão devido às eleições municipais de 2016 e tivemos que retomar o contato com todas elas”, explica o presidente da Undime, uma das 11 fundações e institutos responsáveis pela iniciativa, Alessio Costa Lima.

Ao longo dos últimos anos, a plataforma ofereceu diversas ferramentas e conteúdos essenciais que apoiaram a gestão da pasta. Entre elas, podemos destacar o Memorial de Gestão da Educação Municipal, que registra as ações das secretarias, colaborando para a transição de gestão, e a ferramenta do Plano Nacional de Educação, que apoiou os municípios na implementação de um currículo de acordo com o PNE. Também disponibilizou conteúdos sobre temas estratégicos para os gestores, como a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) e o Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica).

Em 2017, o Conviva lançou um aplicativo que garante acesso a notícias relacionadas à educação municipal, agenda, contatos e buscas pelos conteúdos de gestão da plataforma por meio de dispositivos móveis.  “Procuramos acompanhar os desafios da gestão e oferecer cada vez mais conteúdos e ferramentas para que as equipes técnicas possam fazer uma gestão ainda melhor”, conta Lima.

Para 2018, os planos incluem ampliar o número de articuladores responsáveis pelo atendimento aos municípios e o lançar novas ferramentas e conteúdos sobre gestão da educação.

Sobre a Plataforma Conviva

A plataforma Conviva Educação é um ambiente virtual gratuito que tem o propósito de apoiar o trabalho do dirigente e equipe técnica das secretarias municipais de educação. Lançado em 2013, oferece conteúdos, ferramentas e experiências voltadas às áreas da gestão municipal: orçamentária e financeira, administrativa, democrática, estrutura e documentação, pedagógica, de pessoas, alimentação e transporte escolar, além de ambientes voltados ao Plano Municipal de Educação e Indicadores da Educação Municipal.

O Conviva é uma iniciativa da Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) em parceria com 11 institutos e fundações – Fundação Itaú Social, Fundação Lemann, Fundação Maria Cecília Souto Vidigal, Fundação Roberto Marinho, Fundação SM, Fundação Telefônica Vivo, Fundação Victor Civita, Instituto C&A, Instituto Natura, Itaú BBA e Movimento Todos Pela Educação, e conta com o apoio do Consed (Conselho Nacional de Secretários de Educação) e da Uncme (União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação) na divulgação para os municípios. (Com informações do comuniquese)


Sai lista de aprovados do Prouni 2018

PROUNI-2015O resultado do Programa Universidade para Todos (Prouni) está disponível no site http://siteprouni.mec.gov.br/. Também é possível acessá-lo pelo aplicativo do programa no celular.

Os candidatos pré-aprovados devem comprovar os dados pessoais informados na inscrição entre os dias 15 e 23 de fevereiro, na universidade onde estudarão. Só assim terão suas vagas garantidas.

O programa oferece 242.987 bolsas de estudo em 2.976 instituições de ensino particulares. Dessas, 113.863 são integrais e 129.124, parciais.

Segunda chamada

Haverá a divulgação de uma 2ª lista de aprovados no dia 2 de março. Caso o candidato não seja aprovado novamente, poderá manifestar interesse em participar da lista de espera entre os dias 16 e 19 de março, no site do Prouni.


FTC Itabuna mobilizada para construir avaliação por competências

jornada_ftc_2018Como parte da proposta da inovação acadêmica implementada pela Rede FTC nos últimos dois anos, o corpo docente, coordenadores de cursos, assessores e supervisores do corpo técnico-administrativo da FTC Itabuna estiveram mobilizados em torno da temática “Construção de Avaliação por Competências”, durante a Jornada Pedagógica, que antecedeu o início do semestre letivo 2018.1.   O evento marcou também o início da gestão do novo diretor geral da unidade, Professor Kaminsky Cholodovskis, empossado no último dia 17 de janeiro.

         As atividades da Jornada Pedagógica foram desenvolvidas por meio de palestras e de oficinas focadas na implementação de Metodologias Ativas. Ao justificar a temática da Jornada Pedagógica, a assessora Acadêmica da FTC Itabuna, professora Ana Lúcia Bomfim Lima citou o pedagogo Celso dos Santos Vasconcellos que considera a avaliação como um processo abrangente da existência humana, que implica uma reflexão crítica sobre a prática, no sentido de captar seus avanços, suas resistências, suas dificuldades e possibilita uma tomada de decisão sobre o que fazer para superar os problemas identificados.

        kaminsky-mello “Foi com este propósito que mobilizamos os coordenadores, supervisores e docentes para o novo semestre letivo, definindo metas e estratégias para aprimorar o ensino e aprendizagem. Além disso, a Jornada Pedagógica foi também o momento para desenvolver ações de planejamento visando um semestre bastante produtivo, cujo resultado final será o sucesso do alunado no processo de construção de conhecimentos”, argumentou Ana Lúcia.

         Conduzindo uma das palestras do encontro, o professor Kaminsky falou sobre o tema Perfil Profissional: o que esperam de você no mundo corporativo e na vida pessoal nos dias de hoje. O diretor da FTC enfatizou questões como cliente passivo x cliente ativo, num universos onde todos têm deveres e direitos. “Neste contexto, o planejamento e a liderança são estratégicos. Nos dias de hoje, onde tudo deve ser feito com orgulho, paixão, e excelência, levando em conta os princípios éticos, a inovação tecnológica e a obrigação de fazer a diferença com dedicação ao extremo e respeito às pessoas”, destacou.


Estudantes de Itabuna participam de programa para criação de aplicativos sociais

Resultado de imagem para colégio félix mendonçaEm uma parceria entre a organização americana Technovation Iridescent e o Instituto Paramitas (Plataforma Google), 50 jovens mulheres estudantes do Colégio Estadual Félix Mendonça participaram, nesta semana, do programa Technovation. A iniciativa é uma competição de tecnologia e empreendedorismo na qual times formados por cinco garotas de 10 a 18 anos desenvolvem aplicativos que solucionam problemas sociais. Os grupos estão cadastrados para participar da seleção nacional, que levará as finalistas ao Vale do Silício, na Califórnia.

Para a diretora Rosimeire Guerra, o projeto é muito importante porque estimula nas mulheres o interesse pela tecnologia e empreendedorismo. “A atividade, promovida por cinco dias, apresentou todas as possibilidades para o desenvolvimento de um aplicativo que tem uma relevância social. Então tivemos muitos projetos relacionados à saúde, direito das mulheres, segurança, entre outros. Ficamos muito felizes com a proposta e conseguimos mobilizar uma atividade durante as férias das estudantes”, declarou.

Para a estudante do 1º ano do Ensino Médio, Anna Karoline Alcântara, 14 anos, o interesse no programa Technovation surgiu a partir da curiosidade em conhecer o funcionamento de um aplicativo. “Sempre tive a vontade de conhecer como esses sistemas funcionam. E o programa foi bastante explicativo sobre como podíamos desenvolver os aplicativos”, disse.


UESC abre inscrição para Especialização em Programas de Residência multiprofissional

uescA Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) abre inscrições para seleção de candidatos aos Programas de Residência Multiprofissional em Saúde (PRMPS), nível de Especialização. O programa contempla bacharéis em Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Serviço Social. Os interessados pode verificar o Edital nº 16, no site www.uesc.br.

As inscrições vão estar abertas a partir do dia sete até às 15h30min do dia 14 deste mês (fevereiro) e serão feitas exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico http://www.uesc.br.Estão disponibilizadas 36 vagas para Itabuna e 11 para Ilhéus, distribuídas de acordo com as áreas de concentração (Atenção Básica/Saúde da Família) e municípios dos cenários de prática.

O PRMPS/UESC disponibiliza para Itabuna seis vagas para Enfermagem, seis para Odontologia, seis Psicologia, seis Fisioterapia, seis Nutrição e seis Serviço Social. Para o município de Ilhéus estão abertas três vagas para Enfermagem, duas para Odontologia, duas Psicologia, duas Fisioterapia e duas Nutrição. A prova escrita será realizada às 8 horas do dia 18 de fevereiro, no 2º andar do Pavilhão Jorge Amado, no campus da UESC, no bairro Salobrinho, em Ilhéus.


MEC divulga lista de aprovados no Sisu 2018

sisuA lista de candidatos aprovados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2018 já está disponível para consulta na internet (sisu.mec.gov.br).

Estão sendo oferecidas, ao todo, 239.716 vagas em 130 instituições, entre universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e instituições estaduais.

O período de matrícula dos aprovados começa amanhã (30) e vai até 7 de fevereiro.

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação utilizado por instituições públicas de educação superior na oferta de vagas a estudantes, com base nas notas obtidas no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). (Ag. Brasil)


Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira

sisuAs inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam hoje (23) e vão até a próxima sexta-feira (26) exclusivamente pelo site, sem cobrança de taxas.

Estão sendo oferecidas, ao todo, 239.601 vagas em 130 instituições, entre universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e instituições estaduais.

Podem se inscrever estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, que obtiveram nota na redação diferente de zero e que não sejam treineiros (participantes menores de 18 anos no primeiro dia de realização da prova).

Para se inscrever, o candidato precisa do seu número de inscrição e da senha cadastrados no Enem de 2017. É preciso estar atento aos documentos exigidos pelas instituições para a efetivação da matrícula, em caso de aprovação.

O Sisu foi desenvolvido para selecionar candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior que utilizarão a nota do Enem como única fase de seu processo seletivo. A seleção é feita com base na nota obtida pelo candidato. No site, é possível consultar as vagas disponíveis, pesquisando as instituições e os seus respectivos cursos participantes. (Agência Brasil)


Ministério da Educação reconhece 50 cursos de ensino superior

O Ministério da Educação oficializou o reconhecimento de 50 cursos de graduação. A regularização junto ao governo é requisito para que o diploma tenha validade nacional.

Segundo a portaria, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (18), entre os cursos beneficiados, 13 são de instituições públicas de ensino, como os de licenciatura em física, da Universidade Federal do Paraná, e de licenciatura em etnodesenvolvimento, da Universidade Federal do Pará. No total, incluindo instituições privadas, são oferecidas 617 vagas, das quais 202 estão concentradas nos três estados da Região Sul, 80 na Bahia, 30 em Goiás, 85 no Pará e 220 em Minas Gerais.

Para solicitar o reconhecimento de um curso, é necessário que a instituição de ensino superior já tenha ministrado metade da carga horária. O reconhecimento é renovado pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, vinculado ao ministério, que observa aspectos como a qualidade das instalações físicas disponíveis aos alunos, a organização didático-pedagógica e o perfil do corpo docente.


Matrícula da rede estadual de ensino começa dia 16

matriA matrícula para o ano letivo de 2018 na rede estadual de ensino será iniciada nesta terça-feira (16/1) e seguirá até o dia 23 de janeiro.

A matrícula poderá ser feita em qualquer colégio estadual ou via internet para os estudantes da rede estadual que vão mudar de escola e para os oriundos das redes municipais de Salvador e de mais 29 municípios baianos (veja abaixo). Neste caso, deve-se utilizar o código de matrícula recebido na sua escola de origem e acessar o endereço www.educacao.ba.gov.br/ matricula. As aulas terão início no dia 19 de fevereiro.

O primeiro dia de matrícula (16/1) é direcionado à transferência de estudantes da rede estadual nas seguintes situações: a escola de origem não oferece a série subsequente; não renovou a matrícula no período determinado ou mudança de domicílio. Nos dias 17 e 18/1, a matrícula é destinada aos concluintes do 5º ano e do 9º ano do Ensino Fundamental regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente.