Estudantes podem se inscrever para vagas remanescentes do Fies

inscricoes_abertasOs estudantes que querem concorrer a uma vaga no Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) devem ficar atentos aos prazos. As inscrições para as vagas que não foram preenchidas no processo regular estão abertas desde o dia 28 de maio. Os prazos variam de acordo com o perfil dos candidatos.

Para concorrer, é necessário ter 450 pontos de média e nota acima de zero na redação em qualquer edição, desde 2010, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Além disso, a renda familiar mensal bruta per capita não pode ultrapassar três salários mínimos, ou seja, R$ 2.862.

As inscrições são feitas pela internet, no endereço http://fiesselecao.mec.gov.br.

O Fies concede financiamento a estudantes em cursos superiores não gratuitos, com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo Ministério da Educação. Segundo o Ministério da Educação (MEC), o número de vagas totais para este ano poderá chegar a 310 mil. Dessas, 100 mil terão juro zero para os estudantes que comprovarem renda per capita mensal familiar de até três salários mínimos. (Agência Brasil)


Consórcios de municípios da região definem ações prioritárias em educação para 2018

rae_cdsls_maio_2018Em abril, secretários de educação de municípios que compõem o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Sul e o Consórcio Intermunicipal da APA do Pratigi (CIAPRA) elegeram ações prioritárias em educação a serem tomadas em conjunto, além de terem validado planos regionais para a área.

Gestores educacionais do Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Sul decidiram organizar um fórum regional para discutir políticas de reserva técnica (reserva de uma parte da carga horária dos docentes para a realização de atividades extraclasse) adotadas em seus municípios. O evento acontecerá nos próximos meses.

Já os representantes dos municípios que integram o Consórcio Intermunicipal da APA do Pratigi (CIAPRA) definiram que seu plano regional terá duas ações prioritárias: a elaboração de um plano de formação de professores por disciplinas específicas e a implantação de um sistema de dados para analisar a realidade educacional das redes do território.

Esses municípios também decidiram formar uma Câmara Técnica de Educação e, ainda neste mês, terão novo encontro para elaborar seu regimento interno. As Câmaras Técnicas de Educação são instâncias formais de diálogo e deliberação constituídas em consórcios públicos, que permitem aos municípios de uma mesma região discutir problemas e identificar soluções conjuntas que beneficiem suas gestões.

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sentadas e área interna“Os dois grupos de municípios deram passos importantes em direção a uma educação de qualidade”, conta a gerente da Rede de Apoio à Educação do Instituto Natura, Márcia Ferri. “Trabalhar por objetivos comuns cria políticas públicas mais eficientes e duradouras, que levam a resultados na ponta, no cotidiano dos alunos”, completa.

Os eventos foram realizados pela Rede de Apoio à Educação, iniciativa do Instituto Natura, em parceria com Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (AMURC) e o Instituto Arapyaú.

Os municípios que compõem o Consórcio de Desenvolvimento Sustentável do Litoral Sul são: Aurelino Leal, Almadina, Barro Preto, Buerarema, Coaraci, Floresta Azul, Ibicaraí, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itajuípe, Itapé, Itapitanga, Maraú, Ubaitaba, Uruçuca.

Além desses, outros municípios que integram o Fórum de Secretários do Sul da Bahia – FORSEC, também estão participando da ação conjunta que visa realizar o Fórum regional. São eles: Itaju do Colônia, Jussari, Mascote, Santa Luzia, São José da Vitória, Uma, Firmino Alves, Itarantim, Ibicuí, Santa Cruz da Vitória e Ubatã.

Os municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal da APA do Pratigi (CIAPRA) são: Cairu, Camamu, Gandu, Ibirapitanga, Igrapiúna, Ituberá, Nilo Peçanha, Piraí do Norte, Presidente Tancredo Neves, Taperoá, Teolândia, Valença e Wenceslau Guimarães.

O Instituto Natura (iN) – www.institutonatura.org.br – é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) que busca contribuir com a transformação da educação pública no Brasil e nos países da América Latina onde a Natura atua. Criado em 2010 com a visão de criar condições para cidadãos formarem uma comunidade de aprendizagem, o iN desenvolve e apoia iniciativas para professores, escolas, gestores públicos educacionais e Consultoras de Beleza Natura. Também dissemina e fomenta a discussão sobre os temas: escola em tempo integral, regime de colaboração e disseminação dos princípios de comunidade de aprendizagem.


Vestibular FTC com bolsas de estudos de até 100%

ftc-novaSua decisão de movimentar-se para ingressar em um curso de graduação superior a partir do próximo semestre pode lhe assegurar, agora, uma bolsa de estudos de até 100%. Essa é campanha de ampliação do acesso ao ensino superior que a Rede FTC – Faculdade de Tecnologia e Ciências – está implementando com a realização do Vestibular 2018.2, cujas provas estão programadas para o próximo domingo (27), a partir das 13 horas, nas nove unidades presencias da Instituição de Ensino.
       
Para o campus FTC Itabuna estão sendo ofertadas vagas nos cursos das áreas de Saúde (Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Medicina Veterinária, Nutrição, e Odontologia), Humanas (Administração, Direito, Logística e Psicologia) e Exatas (Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia Elétrica, Engenharia Mecatrônica e Sistemas de Informação). As inscrições podem ser efetivadas no portal da Rede FTC – ftc.br, onde o candidato também poderá acessar o regulamento que trata da concessão de bolsas.

Além de modernas estruturas de laboratórios, a Rede FTC está implementando inovações acadêmicas com o Programa Conhecimento em Movimento, com a inserção do Currículo por Competências, Metodologias Ativas e Tecnologias Educacionais, tornando o aluno o protagonista da sua própria aprendizagem e capaz de aplicar os conhecimentos construídos em sala de aula na solução de problemas reais vivenciados no cotidiano.


Mais Futuro abre inscrições nesta quarta-feira

inscricoes_abertasA Secretaria da Educação do Estado publicou, no Diário Oficial deste sábado (19), o edital da terceira etapa do Mais Futuro, programa estadual de assistência estudantil. A iniciativa oferece auxílio financeiro para os estudantes das universidades Estaduais de Feira de Santana (Uefs), de Santa Cruz (Uesc), do Sudoeste da Bahia (Uesb) e da Universidade do Estado da Bahia, (Uneb), que estejam em condições de vulnerabilidade socioeconômica, inscritos no CadÚnico, além de oportunidades de estágio no setor público.

O período para as inscrições é de 23 de maio a 21 de junho deste ano, através do site maisfuturo.educacao.ba.gov.br.

Segundo o secretário da Educação, Walter Pinheiro, o programa vem contribuindo de forma decisiva para a permanência daqueles estudantes que mais precisam de apoio para continuar estudando. “Esta iniciativa já beneficiou mais de 8 mil estudantes das universidades públicas estaduais nas duas primeiras etapas. Com o Mais Futuro, estamos contribuindo para que os estudantes concluintes do Ensino Médio tenham a garantia de que, ao ingressar em uma de nossas universidades, possam cursar e finalizar o Ensino Superior, principalmente para os de baixa renda, que por muitos motivos acabam abandonando a universidade“.


Vagas aberta para o curso pré-vestibular Universidade para Todos

agir_oficina-com-agentes-de-cultura-dos-municipiosA Secretaria da Educação do Estado abrirá, de 16 a 23 de maio, as inscrições para o processo seletivo dos estudantes interessados em participar do curso pré-vestibular do Programa Universidade para Todos (UPT).

Estão sendo destinadas 14 mil vagas. A inscrição é gratuita e estará disponível no Portal da Educação (www.educacao.ba.gov.br). As aulas serão realizadas de 5 de junho a 14 de dezembro. O edital de seleção foi publicado no Diário Oficial do Estado, nesta sexta-feira (11).

O programa UPT é desenvolvido em parceria com as quatro universidades estaduais (UEFS, UNEB, UEFS e UESC), em diversos municípios da Bahia. Serão ofertadas as disciplinas Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira (Inglês ou Espanhol), História e Geografia.

“Este programa tem um caráter de inclusão muito importante, porque é oferecido para aqueles jovens que mais precisam e envolve as nossas quatro universidades estaduais, por meio de um projeto pedagógico que prepara os estudantes para o ingresso no Ensino Superior”, destacou o secretário da Educação do Estado da Bahia, Walter Pinheiro.


Ilhéus divulga resultado da seleção do Programa Mais Alfabetização

decoracao-junina-comercio-de-ilheus-foto-mauricio-maron-2A Secretaria de Educação de Ilhéus divulgou o resultado da chamada pública da seleção e do banco de reserva para assistente de alfabetização voluntário do Programa Mais Alfabetização. Estão sendo convocados oito classificados para trabalhar em escolas vulneráveis, 19 candidatos que vão trabalhar em unidades de ensino não vulneráveis, além de outros 19 que integram a lista de cadastro reserva.

 Um dos objetivos do programa é fortalecer e apoiar as escolas no processo de alfabetização dos estudantes de todas as turmas do 1° e 2° ano do ensino fundamental, por um período de cinco horas semanais para unidades escolares não vulneráveis, ou de 10 horas semanais para as unidades escolares vulneráveis.

 O assistente de alfabetização que atuar nas escolares vulneráveis irá receber a título de ajuda de custo para as despesas de transporte e alimentação, R$ 300,00 por mês, por turma, enquanto o assistente de alfabetização das escolares não vulneráveis fará jus a R$ 150,00 também por mês e por turma.

 As atribuições do assistente de alfabetização voluntário do Programa Mais Alfabetização são a participação do planejamento das atividades juntamente com o professor alfabetizador; cumprir carga horária de acordo com as especificidades do programa; ministrar conteúdos previamente preparados utilizando metodologia adequada à faixa etária; acompanhar o desempenho escolar dos alunos; elaborar e apresentar mensalmente relatório dos conteúdos e atividades realizadas; cumprir com pontualidade e assiduidade suas obrigações junto ao programa.

O ato foi está publicado no Diário Oficial do município. Acesse a lista, clique no link: http://www.ilheus.ba.gov.br/abrir_arquivo.aspx?cdLocal=12&arquivo={E0CA2DB5-CDB8-35BE-CC85-2068EB88DB82}.pdf


Inscrições para o Enem começam nesta segunda-feira

enem-logoOs estudantes interessados em fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 poderão se inscrever a partir da próxima segunda-feira (7).

O prazo vai até o dia 18 e o pagamento da taxa, no valor de R$ 82, se estende até 23 de maio. As provas serão realizadas em 4 e 11 de novembro, dois domingos, assim como em 2017.

O período para solicitar a isenção da taxa de inscrição e de justificar ausência da edição passada terminou no último dia 15 de abril. Ao todo, 3.818.663 brasileiros solicitaram o direito de não pagar a taxa de inscrição.

Destes, 208.588 foram participantes isentos em 2017, que faltaram aos dois dias de aplicação e precisavam justificar a ausência para ter direito a nova isenção. Entretanto, apenas 8.486 apresentaram a documentação exigida e 200.102 declararam não possuir documentos que justificassem a ausência do exame.


Empossado novos membros do Conselho Estadual de Educação da Bahia

pin 1O secretário da Educação do Estado, Walter Pinheiro, empossou os novos membros do Conselho Estadual de Educação da Bahia (CEE), nesta segunda-feira (23), durante sessão especial do CEE. A cerimônia foi realizada no auditório do Centro Estadual de Educação Profissional Empreende Bahia (CEEP), em Salvador.

Foram empossadas a presidente Anatércia Ramos Contreiras, e a vice-presidente Mere Suely Oliveira, para o biênio (2018-2020), além dos conselheiros titulares e suplentes, que cumprirão o mandato de quatro anos (2018-2020).

Na ocasião, Pinheiro ressaltou a importância do Conselho e os desafios da gestão. “São membros que chegam com um nível de inserção e preparação sobre Educação Indígena, do Campo, Quilombola, representantes das secretarias municipais, da área da Educação Profissional, Educação Inclusiva e de todos os aspectos que vão norteando a nossa participação em um Conselho a partir do que a gente pode elaborar para esse novo perfil da Educação e, portanto, preparando o Conselho para a gente caminhar de forma acelerada nessa transformação pedagógica e que nós precisamos levar para as escolas. O Conselho pode nos ajudar muito nisso e eu espero que os novos conselheiros estejam completamente imbuídos nessa tarefa”, destacou.


Senado aprova projeto que obriga escolas a combaterem bullying

4º Encontro do Forsec e da RAE com dirigentes de educação dos municípios sulbaianosO Senado aprovou, nesta terça-feira (17), o projeto que obriga as escolas a desestimularem seus alunos à prática do bullying. Em votação simbólica, os senadores aprovaram a proposta, que segue agora para sanção presidencial.

O projeto altera a Lei de Diretrizes e Bases da Educação para incluir, entre as competências dos estabelecimentos de ensino, a promoção de medidas de prevenção e combate a todos os tipos de violência, em especial a “intimidação sistemática”, mais conhecida como bullying. Além disso, coloca como atribuição das escolas o estabelecimento de ações destinadas à promoção da “cultura da paz” nas escolas.

Além das atitudes típicas de bullying, a matéria busca combater outros tipos de violência como agressão verbal, discriminação, práticas de furto e roubo, ameaças e agressão física.

Ao relatar a matéria, a senadora Simone Tebet (MDB-MS) utilizou um dado para comprovar a importância de medidas de conscientização sobre o problema. Um estudo feito em 2016 pela Faculdade Latino-Americana de Ciências Sociais, em parceria com o Ministério da Educação, aponta que 69,7% dos estudantes presenciou algum tipo de agressão dentro da escola. (Ag Brasil)


Secretários debatem ações para a educação no Sul da Bahia

encontro-do-forsec-2018O Fórum de Secretários de Educação (Forsec) dos municípios do Território Litoral Sul, integrados a Amurc está reunido nesta quarta-feira, 11, no hotel Tarik Fontes, em Itabuna, com técnicos do Instituto Natura visando definir ações para a educação no Sul da Bahia, pontuadas no Plano Regional elaborado em 2017. O encontro tem a parceria com o Instituto Arapyaú e a Pró-reitoria de Extensão da Uesc.

O evento é fruto de uma série de ações desenvolvidas através do Programa de Apoio Gerencial e Institucional às Prefeituras do Litoral Sul, com objetivo de fortalecer a atuação dos gestores públicos municipais e melhorar os índices de educação na região. Para alcançar esse fim, o secretário executivo da Amurc, Luciano Veiga, destacou no encontro, “a busca pela excelência da Gestão Pública, no sentido de compartilhar ideias e promover mudanças na educação regional”.

Dentre as atividades previstas para esse ano, a coordenadora da Rede de Apoio a Educação do IN, na Bahia, Thamara Strelec, declarou que estará envolvendo o secretariado municipal nas “ações de fomento aos consórcios intermunicipais, fortalecendo as Câmaras Técnicas de Educação, investindo na elaboração e implementação dos projetos regionais e apoiando o funcionamento das CTE”.

As ações do Forsec visam o trabalho colaborativo da educação municipal, no qual os secretários vinculados aos consórcios da região, se reúnem periodicamente para trocar experiências e trabalhar em conjunto a educação pública da região. De acordo com o diretor de projetos do Arapyaú na região, Ricardo Gomes, “a promoção de ambiente colaborativo na educação agrega aos valores de desenvolvimento sustentável, objetivo maior do Instituto na região”.

Ainda durante o encontro, os secretários foram orientados para elaboração/reelaboração e gestão dos Planos de Carreira e Remuneração dos Profissionais de Educação. Segundo o coordenador da Rede de Assistência Formativa, Anderson Passos, os gestores municipais precisam ficar atentos a meta do Plano Nacional de Educação – PNE, que assegura o prazo de 2 anos para a existência de Planos de Carreira.