UESC abre inscrição para Especialização em Programas de Residência multiprofissional

uescA Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) abre inscrições para seleção de candidatos aos Programas de Residência Multiprofissional em Saúde (PRMPS), nível de Especialização. O programa contempla bacharéis em Enfermagem, Fisioterapia, Nutrição, Odontologia, Psicologia e Serviço Social. Os interessados pode verificar o Edital nº 16, no site www.uesc.br.

As inscrições vão estar abertas a partir do dia sete até às 15h30min do dia 14 deste mês (fevereiro) e serão feitas exclusivamente pela internet, no endereço eletrônico http://www.uesc.br.Estão disponibilizadas 36 vagas para Itabuna e 11 para Ilhéus, distribuídas de acordo com as áreas de concentração (Atenção Básica/Saúde da Família) e municípios dos cenários de prática.

O PRMPS/UESC disponibiliza para Itabuna seis vagas para Enfermagem, seis para Odontologia, seis Psicologia, seis Fisioterapia, seis Nutrição e seis Serviço Social. Para o município de Ilhéus estão abertas três vagas para Enfermagem, duas para Odontologia, duas Psicologia, duas Fisioterapia e duas Nutrição. A prova escrita será realizada às 8 horas do dia 18 de fevereiro, no 2º andar do Pavilhão Jorge Amado, no campus da UESC, no bairro Salobrinho, em Ilhéus.


MEC divulga lista de aprovados no Sisu 2018

sisuA lista de candidatos aprovados na primeira chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu) 2018 já está disponível para consulta na internet (sisu.mec.gov.br).

Estão sendo oferecidas, ao todo, 239.716 vagas em 130 instituições, entre universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e instituições estaduais.

O período de matrícula dos aprovados começa amanhã (30) e vai até 7 de fevereiro.

O Sisu é o sistema informatizado do Ministério da Educação utilizado por instituições públicas de educação superior na oferta de vagas a estudantes, com base nas notas obtidas no Exame Nacional de Ensino Médio (Enem). (Ag. Brasil)


Inscrições para o Sisu começam nesta terça-feira

sisuAs inscrições para o Sistema de Seleção Unificada (Sisu) começam hoje (23) e vão até a próxima sexta-feira (26) exclusivamente pelo site, sem cobrança de taxas.

Estão sendo oferecidas, ao todo, 239.601 vagas em 130 instituições, entre universidades federais, institutos federais de educação, ciência e tecnologia e instituições estaduais.

Podem se inscrever estudantes que participaram do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, que obtiveram nota na redação diferente de zero e que não sejam treineiros (participantes menores de 18 anos no primeiro dia de realização da prova).

Para se inscrever, o candidato precisa do seu número de inscrição e da senha cadastrados no Enem de 2017. É preciso estar atento aos documentos exigidos pelas instituições para a efetivação da matrícula, em caso de aprovação.

O Sisu foi desenvolvido para selecionar candidatos às vagas das instituições públicas de ensino superior que utilizarão a nota do Enem como única fase de seu processo seletivo. A seleção é feita com base na nota obtida pelo candidato. No site, é possível consultar as vagas disponíveis, pesquisando as instituições e os seus respectivos cursos participantes. (Agência Brasil)


Ministério da Educação reconhece 50 cursos de ensino superior

O Ministério da Educação oficializou o reconhecimento de 50 cursos de graduação. A regularização junto ao governo é requisito para que o diploma tenha validade nacional.

Segundo a portaria, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (18), entre os cursos beneficiados, 13 são de instituições públicas de ensino, como os de licenciatura em física, da Universidade Federal do Paraná, e de licenciatura em etnodesenvolvimento, da Universidade Federal do Pará. No total, incluindo instituições privadas, são oferecidas 617 vagas, das quais 202 estão concentradas nos três estados da Região Sul, 80 na Bahia, 30 em Goiás, 85 no Pará e 220 em Minas Gerais.

Para solicitar o reconhecimento de um curso, é necessário que a instituição de ensino superior já tenha ministrado metade da carga horária. O reconhecimento é renovado pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, vinculado ao ministério, que observa aspectos como a qualidade das instalações físicas disponíveis aos alunos, a organização didático-pedagógica e o perfil do corpo docente.


Matrícula da rede estadual de ensino começa dia 16

matriA matrícula para o ano letivo de 2018 na rede estadual de ensino será iniciada nesta terça-feira (16/1) e seguirá até o dia 23 de janeiro.

A matrícula poderá ser feita em qualquer colégio estadual ou via internet para os estudantes da rede estadual que vão mudar de escola e para os oriundos das redes municipais de Salvador e de mais 29 municípios baianos (veja abaixo). Neste caso, deve-se utilizar o código de matrícula recebido na sua escola de origem e acessar o endereço www.educacao.ba.gov.br/ matricula. As aulas terão início no dia 19 de fevereiro.

O primeiro dia de matrícula (16/1) é direcionado à transferência de estudantes da rede estadual nas seguintes situações: a escola de origem não oferece a série subsequente; não renovou a matrícula no período determinado ou mudança de domicílio. Nos dias 17 e 18/1, a matrícula é destinada aos concluintes do 5º ano e do 9º ano do Ensino Fundamental regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente.


Portal de Educação a Distância oferece curso gratuito em Turismo Receptivo

Resultado de imagem para Portal de Educação a Distância oferece curso gratuito em Turismo ReceptivoMicro e Pequenas Empresas (MPE) que atuam no segmento de turismo tem a oportunidade de dinamizar o atendimento, através do curso gratuito online em Turismo Receptivo. A proposta ajuda os donos de negócio a entender o mercado, planejar e desenvolver iniciativas que cativem os hóspedes. As inscrições podem ser feitas no Portal de Educação a Distância (EAD Sebrae).

Para quem já tem cadastro no portal EAD Sebrae, basta clicar em “Quero me Matricular”, e a matrícula é realizada imediatamente. Em seguida, a pessoa receberá um e-mail de boas-vindas e poderá iniciar o curso. O cadastramento no sistema de acesso é gratuito, rápido e indispensável para acesso às soluções.

Ao longo da carga horária de 6 horas, serão trabalhadas competências e conteúdos, com o objetivo de conhecer aspectos relacionados à dinâmica do mercado de turismo receptivo. Ao mesmo tempo, será realizada a contextualização do negócio para identificar os desafios e oportunidades destinadas às agências desse segmento.

A ideia é também reconhecer o turismo receptivo como uma oportunidade de negócio, propor ferramentas de operação e gestão que, se aplicadas, agregarão características inovadoras às agências. As aulas serão orientadas por um tutor experiente no assunto, que esclarecerá dúvidas e estimulará a discussão de questões importantes. Além disso, o público alvo receberá um certificado digital ao concluir a capacitação.


Matrícula na rede municipal de ensino de Ilhéus

Serão iniciadas nesta segunda-feira (8), as matriculas para novos alunos nas escolas da rede municipal de Ilhéus. Os responsáveis deverão procurar a unidade escolar mais próxima da residência para efetuar a matrícula tendo em mãos histórico escolar ou atestado de escolaridade (validade de 60 dias), certidão de nascimento, 02 fotos 3×4, comprovante de residência, cópia do cartão Bolsa Familia (se for beneficiário do programa), CPF e RG do responsável ou aluno maior e pasta individual do aluno.

A Seduc informa que para os alunos da casa, ou seja, já matriculados na rede, o período para efetivação da matrícula aconteceu de 27 de novembro a 15 de dezembro. De 08 a 19 de janeiro estão abertas as vagas para os alunos novatos, com previsão de 8.814 vagas disponíveis para o ano letivo de 2018 em todas as modalidades de ensino.

Atualmente o Sistema Municipal de Ensino encontra-se com 53 Unidades escolares, sendo 34 escolas na sede, 14 escolas no campo, cinco escolas conveniadas e um Centro de Referência à Inclusão Escolar (CRIE), atendendo cerca de 3.279 alunos na Educação Infantil, 9.918 alunos nos Anos Iniciais, 4.058 alunos nos anos finais e 1.859 alunos na Educação de Jovens e Adultos, totalizando aproximadamente 19.114 alunos matriculados no ano letivo de 2017.


Bolsas ajudam quem quer voltar a estudar

estudar-eja-1lternativa para quem quer concluir os estudos, a modalidade de ensino Educação para Jovens Adultos (EJA) tem hoje mais de 3,4 milhões de alunos no país. São estudantes que, por diferentes motivos, tiveram de abandonar a sala de aula e agora retornam em busca de melhores oportunidades e colocação no mercado de trabalho.

Não há idade limite para voltar a estudar. Exemplo disso é a história da Renata Santos, de 38 anos, que no ano passado retomou a rotina com livros e cadernos. Agora em agosto, ela se forma no Ensino Médio e já tem planos de cursar a faculdade de Enfermagem.

O caminho até voltar à escola foi longo. Aos 25 anos, Renata ainda cursava a oitava série do Ensino Fundamental. Como não tinha mais a idade padrão para a série que frequentava, assistia às aulas em uma turma separada. Trabalhava fazendo faxinas e não conseguia conciliar as duas atividades.

Precisou priorizar o emprego, e abandonou os estudos. Apesar disso, Renata sempre manteve o sonho de voltar para o mundo dos livros e do conhecimento. Até que ficou sabendo das bolsas do Educa Mais Brasil para a modalidade EJA.

Leia Mais no G1.


Cursos para formação continuada de professores em processos formativos na Educação Infantil da UESC começam em fevereiro

O Projeto Brincando e Aprendendo na Educação Infantil, do Departamento de Ciências da Educação (DCIE) da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) apresentou aos secretários e representantes de Secretarias de Educação dos municípios da região uma “Proposta de Formação Continuada para professores: Processos formativos na Educação Infantil”.

Com este objetivo o Projeto Brincando e Aprendendo na Educação Infantil, coordenado pela professora Cândida Mª Santos Daltro Alves (DCIE/UESC), realizou encontro abordando o tema “A educação infantil: desafios e compromissos”, com a palestra “O currículo integrador das infâncias e os espaços de ser criança” apresentada pela pesquisadora Ana Beatriz Goulart de Faria (GAE/FAU/UFRJ).

O programa apresentado pelo Prof. Me. Érico Santos pretende promover a formação continuada de professores que atuam na Educação Infantil no âmbito de abrangência da UESC, aprofundando conhecimentos que fundamentam processos formativos na Educação Infantil. Visa problematizar as representações produzidas acerca dos espaços, a partir de suas estruturas e das funções que cumprem, possibilitando uma melhor atuação dos profissionais em diferentes contextos.

O programa se justifica porque a formação inicial dos professores que atuam nos espaços de educação infantil, geralmente não contempla os saberes mais amplos necessários à docência. Dessa forma, a proposta pretende auxiliar a formação desses profissionais para realizarem suas funções de forma consciente, atuando para a melhoria da qualidade dos espaços da educação infantil ofertada nos municípios.

O processo ensino e aprendizagem traz implicações complexas que exigem uma compreensão mais abrangente, assim como referenciais teóricos com os quais os professores possam fundamentar suas ações. Nesta direção, a proposta tem o objetivo de tematizar os processos formativos na Educação Infantil como categoria pedagógica, suas intenções, percursos e percalços, passeando pelas formas de organização dos espaços no que tange a tempo, espaços, registros avaliativos, seleção e oferta de materiais, e seus fundamentos.

Para a formação dos professores que atuam na Educação Infantil, em contexto educacional, estão programados encontros de estudo, estruturados pela coordenação da formação, aplicados por um orientador de estudos, voltados para leitura/estudo complementares dos temas abordados nos encontros formativos.


Reitora da UESC assina protocolo de intenção durante o Fórum Cacau 2015

O Protocolo de Intenção para Constituição do Arranjo Produtivo Local do Cacau e Chocolate do Litoral Sul da Bahia foi assinado pela reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Adélia Pinheiro. O ato ocorreu no Fórum Cacau Bahia 2035, realizado, nesta terça-feira(21), no Hotel De Ville, em Salvador

O documento foi assinado, também, pelo secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia, Jacques Wagner e demais atores do setor. O Fórum contou coma presença de secretários estaduais, do vice-governador da Bahia, João Leão, e várias autoridades.

Além da reitora da UESC, participaram do Fórum o pró-reitor de Extensão Alessandro Fernandes de Santana, que articulou a presença dos professores Antônio Fábio Reis Figueiredo, representando o setor  de Agroindústria e Microcervejaria, João Carlos de Pádua Andrade responsável pelo Escritório de Projetos e representantes instituições regionais.

O Fórum tem a finalidade de agregar todos os agentes da cadeia produtiva para promover o desenvolvimento econômico sustentável e competitivo de plantio cuidadoso para a preservação da Mata Atlântica à produção industrial em larga escala, passando por pequenos agricultores familiares e a diversificação de produtos.

O evento valida o Sistema e Arranjo Produtivo Local (APL) do Cacau e Chocolate, uma carta aberta, uma portaria para beneficiar produtores do cacau Cabruca, um plano de trabalho e a Rota do Cacau. Além disso, uma loja de degustação com 40 marcas de chocolate e diversas palestras deram um panorama do Cacau no Brasil e no Mundo, com representantes do governo estadual e federal, institutos de pesquisa e indústria, incluindo a CEPLAC, Instituto Biofábrica, Instituto Arapyaú e a Teia dos Povos.