Ministério da Educação reconhece 50 cursos de ensino superior

O Ministério da Educação oficializou o reconhecimento de 50 cursos de graduação. A regularização junto ao governo é requisito para que o diploma tenha validade nacional.

Segundo a portaria, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (18), entre os cursos beneficiados, 13 são de instituições públicas de ensino, como os de licenciatura em física, da Universidade Federal do Paraná, e de licenciatura em etnodesenvolvimento, da Universidade Federal do Pará. No total, incluindo instituições privadas, são oferecidas 617 vagas, das quais 202 estão concentradas nos três estados da Região Sul, 80 na Bahia, 30 em Goiás, 85 no Pará e 220 em Minas Gerais.

Para solicitar o reconhecimento de um curso, é necessário que a instituição de ensino superior já tenha ministrado metade da carga horária. O reconhecimento é renovado pelo Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior, vinculado ao ministério, que observa aspectos como a qualidade das instalações físicas disponíveis aos alunos, a organização didático-pedagógica e o perfil do corpo docente.


Matrícula da rede estadual de ensino começa dia 16

matriA matrícula para o ano letivo de 2018 na rede estadual de ensino será iniciada nesta terça-feira (16/1) e seguirá até o dia 23 de janeiro.

A matrícula poderá ser feita em qualquer colégio estadual ou via internet para os estudantes da rede estadual que vão mudar de escola e para os oriundos das redes municipais de Salvador e de mais 29 municípios baianos (veja abaixo). Neste caso, deve-se utilizar o código de matrícula recebido na sua escola de origem e acessar o endereço www.educacao.ba.gov.br/ matricula. As aulas terão início no dia 19 de fevereiro.

O primeiro dia de matrícula (16/1) é direcionado à transferência de estudantes da rede estadual nas seguintes situações: a escola de origem não oferece a série subsequente; não renovou a matrícula no período determinado ou mudança de domicílio. Nos dias 17 e 18/1, a matrícula é destinada aos concluintes do 5º ano e do 9º ano do Ensino Fundamental regularmente matriculados nas redes públicas municipais, no ano letivo de 2017, cujas escolas não oferecem a série subsequente.


Portal de Educação a Distância oferece curso gratuito em Turismo Receptivo

Resultado de imagem para Portal de Educação a Distância oferece curso gratuito em Turismo ReceptivoMicro e Pequenas Empresas (MPE) que atuam no segmento de turismo tem a oportunidade de dinamizar o atendimento, através do curso gratuito online em Turismo Receptivo. A proposta ajuda os donos de negócio a entender o mercado, planejar e desenvolver iniciativas que cativem os hóspedes. As inscrições podem ser feitas no Portal de Educação a Distância (EAD Sebrae).

Para quem já tem cadastro no portal EAD Sebrae, basta clicar em “Quero me Matricular”, e a matrícula é realizada imediatamente. Em seguida, a pessoa receberá um e-mail de boas-vindas e poderá iniciar o curso. O cadastramento no sistema de acesso é gratuito, rápido e indispensável para acesso às soluções.

Ao longo da carga horária de 6 horas, serão trabalhadas competências e conteúdos, com o objetivo de conhecer aspectos relacionados à dinâmica do mercado de turismo receptivo. Ao mesmo tempo, será realizada a contextualização do negócio para identificar os desafios e oportunidades destinadas às agências desse segmento.

A ideia é também reconhecer o turismo receptivo como uma oportunidade de negócio, propor ferramentas de operação e gestão que, se aplicadas, agregarão características inovadoras às agências. As aulas serão orientadas por um tutor experiente no assunto, que esclarecerá dúvidas e estimulará a discussão de questões importantes. Além disso, o público alvo receberá um certificado digital ao concluir a capacitação.


Matrícula na rede municipal de ensino de Ilhéus

Serão iniciadas nesta segunda-feira (8), as matriculas para novos alunos nas escolas da rede municipal de Ilhéus. Os responsáveis deverão procurar a unidade escolar mais próxima da residência para efetuar a matrícula tendo em mãos histórico escolar ou atestado de escolaridade (validade de 60 dias), certidão de nascimento, 02 fotos 3×4, comprovante de residência, cópia do cartão Bolsa Familia (se for beneficiário do programa), CPF e RG do responsável ou aluno maior e pasta individual do aluno.

A Seduc informa que para os alunos da casa, ou seja, já matriculados na rede, o período para efetivação da matrícula aconteceu de 27 de novembro a 15 de dezembro. De 08 a 19 de janeiro estão abertas as vagas para os alunos novatos, com previsão de 8.814 vagas disponíveis para o ano letivo de 2018 em todas as modalidades de ensino.

Atualmente o Sistema Municipal de Ensino encontra-se com 53 Unidades escolares, sendo 34 escolas na sede, 14 escolas no campo, cinco escolas conveniadas e um Centro de Referência à Inclusão Escolar (CRIE), atendendo cerca de 3.279 alunos na Educação Infantil, 9.918 alunos nos Anos Iniciais, 4.058 alunos nos anos finais e 1.859 alunos na Educação de Jovens e Adultos, totalizando aproximadamente 19.114 alunos matriculados no ano letivo de 2017.


Bolsas ajudam quem quer voltar a estudar

estudar-eja-1lternativa para quem quer concluir os estudos, a modalidade de ensino Educação para Jovens Adultos (EJA) tem hoje mais de 3,4 milhões de alunos no país. São estudantes que, por diferentes motivos, tiveram de abandonar a sala de aula e agora retornam em busca de melhores oportunidades e colocação no mercado de trabalho.

Não há idade limite para voltar a estudar. Exemplo disso é a história da Renata Santos, de 38 anos, que no ano passado retomou a rotina com livros e cadernos. Agora em agosto, ela se forma no Ensino Médio e já tem planos de cursar a faculdade de Enfermagem.

O caminho até voltar à escola foi longo. Aos 25 anos, Renata ainda cursava a oitava série do Ensino Fundamental. Como não tinha mais a idade padrão para a série que frequentava, assistia às aulas em uma turma separada. Trabalhava fazendo faxinas e não conseguia conciliar as duas atividades.

Precisou priorizar o emprego, e abandonou os estudos. Apesar disso, Renata sempre manteve o sonho de voltar para o mundo dos livros e do conhecimento. Até que ficou sabendo das bolsas do Educa Mais Brasil para a modalidade EJA.

Leia Mais no G1.


Cursos para formação continuada de professores em processos formativos na Educação Infantil da UESC começam em fevereiro

O Projeto Brincando e Aprendendo na Educação Infantil, do Departamento de Ciências da Educação (DCIE) da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC) apresentou aos secretários e representantes de Secretarias de Educação dos municípios da região uma “Proposta de Formação Continuada para professores: Processos formativos na Educação Infantil”.

Com este objetivo o Projeto Brincando e Aprendendo na Educação Infantil, coordenado pela professora Cândida Mª Santos Daltro Alves (DCIE/UESC), realizou encontro abordando o tema “A educação infantil: desafios e compromissos”, com a palestra “O currículo integrador das infâncias e os espaços de ser criança” apresentada pela pesquisadora Ana Beatriz Goulart de Faria (GAE/FAU/UFRJ).

O programa apresentado pelo Prof. Me. Érico Santos pretende promover a formação continuada de professores que atuam na Educação Infantil no âmbito de abrangência da UESC, aprofundando conhecimentos que fundamentam processos formativos na Educação Infantil. Visa problematizar as representações produzidas acerca dos espaços, a partir de suas estruturas e das funções que cumprem, possibilitando uma melhor atuação dos profissionais em diferentes contextos.

O programa se justifica porque a formação inicial dos professores que atuam nos espaços de educação infantil, geralmente não contempla os saberes mais amplos necessários à docência. Dessa forma, a proposta pretende auxiliar a formação desses profissionais para realizarem suas funções de forma consciente, atuando para a melhoria da qualidade dos espaços da educação infantil ofertada nos municípios.

O processo ensino e aprendizagem traz implicações complexas que exigem uma compreensão mais abrangente, assim como referenciais teóricos com os quais os professores possam fundamentar suas ações. Nesta direção, a proposta tem o objetivo de tematizar os processos formativos na Educação Infantil como categoria pedagógica, suas intenções, percursos e percalços, passeando pelas formas de organização dos espaços no que tange a tempo, espaços, registros avaliativos, seleção e oferta de materiais, e seus fundamentos.

Para a formação dos professores que atuam na Educação Infantil, em contexto educacional, estão programados encontros de estudo, estruturados pela coordenação da formação, aplicados por um orientador de estudos, voltados para leitura/estudo complementares dos temas abordados nos encontros formativos.


Reitora da UESC assina protocolo de intenção durante o Fórum Cacau 2015

O Protocolo de Intenção para Constituição do Arranjo Produtivo Local do Cacau e Chocolate do Litoral Sul da Bahia foi assinado pela reitora da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), Adélia Pinheiro. O ato ocorreu no Fórum Cacau Bahia 2035, realizado, nesta terça-feira(21), no Hotel De Ville, em Salvador

O documento foi assinado, também, pelo secretário de Desenvolvimento Econômico do Estado da Bahia, Jacques Wagner e demais atores do setor. O Fórum contou coma presença de secretários estaduais, do vice-governador da Bahia, João Leão, e várias autoridades.

Além da reitora da UESC, participaram do Fórum o pró-reitor de Extensão Alessandro Fernandes de Santana, que articulou a presença dos professores Antônio Fábio Reis Figueiredo, representando o setor  de Agroindústria e Microcervejaria, João Carlos de Pádua Andrade responsável pelo Escritório de Projetos e representantes instituições regionais.

O Fórum tem a finalidade de agregar todos os agentes da cadeia produtiva para promover o desenvolvimento econômico sustentável e competitivo de plantio cuidadoso para a preservação da Mata Atlântica à produção industrial em larga escala, passando por pequenos agricultores familiares e a diversificação de produtos.

O evento valida o Sistema e Arranjo Produtivo Local (APL) do Cacau e Chocolate, uma carta aberta, uma portaria para beneficiar produtores do cacau Cabruca, um plano de trabalho e a Rota do Cacau. Além disso, uma loja de degustação com 40 marcas de chocolate e diversas palestras deram um panorama do Cacau no Brasil e no Mundo, com representantes do governo estadual e federal, institutos de pesquisa e indústria, incluindo a CEPLAC, Instituto Biofábrica, Instituto Arapyaú e a Teia dos Povos.


Secretários de educação se reúnem em Itabuna para planejar ações de 2018

Itabuna recebe, no próximo dia 21, o 8º Encontro Forsec (Fórum de Secretários de Educação da AMURC). O evento terá como foco a validação dos desafios regional e a elaboração do Plano Regional que começará a ser implementado em 2018.

“Conseguimos muitos avanços este ano, como aproximar os secretários, ajudar os municípios a realizar seus diagnósticos e mapear prioridades”, diz o coordenador do projeto RAE Bahia (Rede de Apoio à Educação, iniciativa dos Institutos Natura e Arapyaú), André Lopes. “O próximo passo é identificar o problema regional e planejar as ações de 2018 para solucioná-lo”, completa.

Além da RAE Bahia, a reunião também é uma iniciativa da Associação dos Municípios da Região Cacaueira da Bahia (AMURC), em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC). Profissionais da consultoria Oficina Municipal apoiam o encontro.

Os municípios baianos convidados para a reunião são: Almadina, Arataca, Aurelino Leal, Barra do Rocha, Barro Preto, Buerarema, Camacã, Camamu, Canavieiras, Coaraci, Dario Meira, Firmino Alves, Floresta Azul, Gandu, Gongogi, Ibicarai, Ibicuí, Ibiranpitanga, Igrapiúna, Iguaí, Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Itajú  do Colônia, Itajuipe, Itapé, Itapetinga, Itapitanga, Itarantim, Ituberá, Jussari, Maraú, Mascote, Nova Canaã, Pau Brasil, Santa  Cruz da Vitória, Santa Luzia, São  José da Vitória, Ubaitaba, Ubatã, Uma, Uruçuça e Wesceslau Guimaraes.

O Instituto Natura (iN) – www.institutonatura.org.br – é uma OSCIP (Organização da Sociedade Civil de Interesse Público) que busca contribuir com a transformação da educação pública no Brasil e nos países da América Latina onde a Natura atua. Criado em 2010 com a visão de criar condições para cidadãos formarem uma comunidade de aprendizagem, o iN desenvolve e apoia iniciativas para professores, escolas, gestores públicos e consultoras Natura. Também dissemina e fomenta a discussão sobre os temas: escola em tempo integral, regime de colaboração e princípios de comunidade de aprendizagem.


Secretaria da Educação realiza matrícula para os cursos do PRONATEC em Itabuna e Ilhéus

Oficina de cosméticos Ceep pedro Ribeiro Pessoa (4)A Secretaria da Educação do Estado realiza, até sexta-feira (17), a matrícula para os cursos de qualificação pelo Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC). Foram ofertadas 2.455 vagas para a capital e interior do Estado.  Para fazer a matrícula, os contemplados, via sorteio eletrônico, devem se dirigir aos Centros de Educação Profissional ou unidades compartilhadas  da rede estadual para os quais se inscreveram.

No ato da matrícula serão exigidas cópias de CPF, RG, comprovante de residência, atestado de escolaridade ou histórico escolar e comprovante de conta corrente de qualquer banco ou conta fácil do Banco do Brasil, aberta em nome do estudante. O programa prevê o pagamento de auxílio transporte e alimentação de R$ 15 por dia frequente, sendo realizado o cálculo ao final de cada mês. A aula inaugural está programada para o dia 20 de novembro.

Os cursos, da modalidade Formação Inicial e Continuada (FIC), são voltados para estudantes dos Ensinos Fundamental I e II (completo e incompleto) e Médio (completo e incompleto), além de pessoas que já fizeram outros cursos pelo PRONATEC, a exemplo de trabalhadores e mulheres em estado de vulnerabilidade.

As vagas estão distribuídas nos Centros de Educação Profissional e unidades compartilhas da rede estadual localizados nas cidades de Capim Grosso, Ipirá, Riachão do Jacuípe, Gandu, Valença, Ilhéus, Itabuna, Camaçari, Candeias, Dias D´avila, Itaparica, Lauro de Freitas, Mata de São João, Pojuca, Salvador, Juazeiro, São Domingos, Serrinha e Bom Jesus da Lapa.


Ubaitaba terá compus do IFBA

A notícia foi dada pelo Deputado Estadual Sandro Regis (DEM) que visitou Ubaitaba neste domingo, 12, e anunciou que o recurso para construção do 1º módulo do campus já estará disponível.

No projeto completo, a unidade do IFBA dispõe de mais módulos (refeitório, auditório, ginásio de esportes, etc.), dependendo de mais recursos, mas esse primeiro pavilhão já contempla 10 salas de aula, banheiros e almoxarifado e poderá atender cerca de 400 alunos por turno.

A Prefeita Suka e o Diretor Geral do IFBA Ubaitaba Dr. Esaú estiveram recepcionando o Deputado Estadual e agradeceram o empenho na liberação do recurso, junto ao Ministro de Educação Mendonça Filho (DEM), já que esta ampliação do campus é uma antiga luta da gestão do IFBA para possibilitar a oferta de mais cursos e com maior infraestrutura para atender também as regiões circunvizinhas , e este projeto foi abraçado pela atual prefeita que não tem medido esforços na busca dessas melhorias.

Esse campus além de ser um grande avanço para o município na área educacional, ainda representa um incremento na economia do município que ganhará com vinda de funcionários, alunos e com empregos para a construção dos prédios, além de Ubaitaba se consolidar como um polo regional de educação técnica e superior com uma instituição federal.