Unicef aponta reformas educativas do Brasil como exemplos a serem seguidos

Aumenta número de jovens pobres que concluem o ensino médioO relatório anual do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), divulgado hoje (28), apresenta como exemplos as reformas educativas do Brasil, que em nove anos aumentaram as taxas de matrícula dos jovens de 15 anos de 65% para 78%.

Com o título “Uma oportunidade justa para todas as crianças”, o documento alerta para a urgência de investir nas crianças mais pobres do mundo, sob pena de deixar para trás milhões delas.

No capítulo dedicado à educação, o Unicef cita alguns exemplos: “O Brasil e o Vietnam oferecem lições valiosas sobre como reformar os sistemas educativos”.

Segundo o relatório, reformas múltiplas que começaram nos anos 90 no Brasil permitiram melhorar as taxas de matrículas dos adolescentes e os desempenhos escolares.

Leia mais na Agencia Brasil.


MEC divulga a lista dos pré-selecionados na sgunda chamada do ProUni

PROUNI-2015O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (27) o resultado da segunda chamada do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os estudantes pré-selecionados têm até o dia 1º de julho para apresentar nas instituições de ensino os documentos que comprovem as informações prestadas na hora da inscrição.
O ProUni seleciona estudantes para receber bolsas de estudo em instituições particulades de ensino superior com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Serão ofertadas, no segundo semestre deste ano, 125.442 bolsas – 57.092 integrais e 68.350 parciais, de 50% – em 22.967 cursos de 901 instituições de ensino superior.

O resultado será divulgado na página do ProUni. Cabe ao candidato verificar, na instituição, os horários e o local de comparecimento para a aferição das informações. A perda do prazo ou a não comprovação das informações implicará, automaticamente, a reprovação. Aqueles que não forem selecionados podem ainda participar da lista de espera, de 8 a 11 de julho.

A lista dos documentos necessários está disponível na internet. O estudante é selecionado quando a documentação é aprovada.(Agencia Brasil)


Secretaria da Educação e UFSB discutem fortalecimento da Educação Básica

pín e naomarO secretário da Educação da Bahia, Walter Pinheiro, e o reitor da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Naomar de Almeida Filho, discutiram a ampliação da parceria entre as duas instituições, pela melhoria da Educação Básica na rede estadual. Entre os temas, destaque para as ações que envolvem os Colégios Universitários da UFSB, que funcionam em escolas estaduais, e dos Complexos Integrados de Educação da rede estadual, que funcionam com a co-gestão da Universidade nas cidades de Itabuna, Porto Seguro e Itamaraju.

Pinheiro avaliou positivamente a reunião, ocorrida nesta segunda-feira (20), na sede da Secretaria, no Centro Administrativo (CAB), em Salvador. “Este encontro tem o objetivo de trazer as universidades para dentro da Secretaria, no intuito de pensarmos juntos sobre projetos e soluções para o desenvolvimento de novas práticas que beneficiem a Educação Básica, Educação Profissional e o ensino superior”, disse.

Pinheiro destaca que a parceria com a UFSB, que originou os Colégios Universitários, que ofertam cinco licenciaturas nas cidades de Itabuna, Ibicaraí, Ilhéus, Porto Seguro, Santa Cruz de Cabrália, Itamaraju e Coaraci, e os Complexos Integrados, “pode ser adotada pelas outras nove universidades localizadas na Bahia, para que a Educação do Estado seja, cada vez mais, potencializada. Vamos nos reunir com os reitores das universidades federais e estaduais para apresentar esse conceito que se mostra bem sucedido”, afirma.

Outro assunto debatido foi a utilização da UFSB como pólo para a disseminação da Ciência e da Tecnologia nas regiões Sul e Extremo Sul do Estado. Com três campi, funcionamento de oito Colégios Universitários e gestão compartilhada com a Secretaria dos três Complexos Integrados de Educação, a UFSB se destaca por atuar em quatro áreas do conhecimento: Ciências, Humanidades, Saúde e Artes, e, também, pela utilização de dispositivos e ambientes virtuais de aprendizagem.


Selecionados no Sisu têm até amanhã para fazer a matrícula

Brasília - As primeiras notas de corte do Sisu estão disponíveis. É possível acessar pela internet a nota mínima necessária para passar em cada um dos cursos oferecidos pelo sistema (Elza Fiuza/Agência Brasil)Os estudantes selecionados no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) têm até amanhã (14) para fazer a matrícula nas instituições de ensino. O estudante deve verificar, na instituição de ensino em que foi aprovado, o local, horário e os procedimentos para a matrícula.

O resultado está disponível para consulta na página do programa, na internet. Para acessar o resultado, o estudante precisa do número de inscrição no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 e da senha.

O Sisu seleciona candidatos às vagas em universidades federais e institutos federais de Educação, Ciência e Tecnologia com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Puderam participar do Sisu os estudantes que fizeram o Enem de 2015 e não tiraram 0 na redação.

Nesta edição foram ofertadas 56.422 vagas, em 65 universidades federais e estaduais e institutos federais.(Ag. Brasil)


Capacitação de gestores da educação sul baiana

Capacitação do Instituto Natura em parceria com a Amurc e Instituto ArapyaúO Instituto Natura, por meio da Rede de Apoio à Educação (RAE) em parceria com a Amurc e o Instituto Arapyaú está realizando, até sexta-feira, 3, nos municípios Sulbaianos, uma capacitação com servidores da Educação, com o objetivo de orientar gestores e técnicos sobre o Memorial de Gestão e o Projeto Trilhas.

De acordo com o coordenador do Projeto RAE, André Lopes, a continuidade das políticas públicas após as eleições municipais é o objetivo da Oficina Memorial de Gestão, “no qual, os secretários de educação e suas equipes estão tendo a oportunidade de registrar suas contribuições para a educação municipal dos últimos quatro anos”.

Nesta terça-feira, 31, a atividade reuniu técnicos de cidades circunvizinhas a Itabuna, que foram orientados sobre o preenchimento de dados levantados referentes ao setor da Educação: aspectos gerais da gestão, administrativa, pedagógica, democrática, transporte escolar, alimentação escolar, estrutura e documentação, pessoas e o Plano Municipal de Educação.

A iniciativa é parabenizada pelos próprios profissionais que atuam nos municípios, tendo em vista que as informações coletadas servirão para a próxima gestão. “Finalmente uma gestão terá informações da gestão anterior, que não é tradição em nossa região. Isso veio tranquilizar quem entra, pois vai saber onde encontrar as informações e, tranquiliza quem sai”, declarou o professor e técnico da secretaria de educação, Luiz Carlos.

Lenildo Santana FOTO MARCOS SOUZA (853x1280)O presidente da Amurc e prefeito de Ibicaraí, Lenildo Santana acredita no aproveitamento das boas ações pela gestão municipal, independente ser oposição ou não ao Governo. “É uma iniciativa que vai inovar a educação, porque é muito comum a gente se limitar apenas a questão do programa orçamentário no período de transição. Com esse Memorial a gente terá um documento que vai dizer além daquilo que temos de orçamento”, enfatizou o gestor.

Em outro momento, está sendo trabalhado o Trilhas – projeto de letramento e desenvolvimento da leitura dos alunos, no qual os técnicos estão sendo orientados sobre como trabalhar o material em sala de aula. “A ideia é replicar essa formação aos seus coordenadores, gestores e professores para que o material possa ser utilizado de uma maneira que os alunos desenvolvam o letramento e sejam alfabetizados”, destacou André.

Contribuição

O Polo Bahia da Rede de Apoio à Educação foi formado no ano passado, com o apoio da Amurc e o Instituto Arapyaú, visando incentivar e instalar o desenvolvimento e a adoção de melhores práticas da gestão e o êxito da aprendizagem de todos os estudantes.

Dentre os projetos desenvolvidos em 2015, e que segue de modelo para as próximas gestões, destaca-se a construção e a reformulação de quase 100% dos Planos Municipais de Educação e de Carreira do Magistério realizados pela empresa Constat Educação para os municípios associados a Amurc. A iniciativa assegura para a Administração Pública a possibilidade de estar com a carreira organizada na área da Educação para os próximos 10 anos.(Viviane Cabral)


Estudantes inscritos no Enem têm até quarta-feira para pagar taxa

Termina na próxima quarta-feira (25) o prazo para que candidatos ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) paguem a taxa de R$ 68 para garantir a participação nas provas. As inscrições foram encerradas as 23h59 de ontem. Até pouco antes das 18h, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) registrou 8.222.491 inscrições, pouco menos do total de inscritos do ano passado (8.478.096).

O balanço final do número de inscrições será apresentado em coletiva de imprensa na próxima segunda-feira (23) à tarde, mas o número total de candidatos só será confirmado depois do dia 25, quando termina o prazo para o pagamento da taxa. Em 2015, do total de inscritos 5,7 milhões de candidatos fizeram a prova.

Estudantes que concluíram o ensino médio em escolas públicas e candidatos de baixa renda que sinalizaram esta condição durante a inscrição estão isentos do pagamento da taxa. O valor, que até o ano passado só podia ser pago em agências do Banco do Brasil, agora pode ser feito em qualquer agência bancária, casa lotérica ou agência dos Correios.(Agência Brasil)


Especialistas preveem “grave retrocesso” na educação com possíveis cortes de Temer

prof educacaoDeu no El País

“Educação não é gasto. É investimento”, defendeu Cesar Callegari, membro do Conselho Nacional de Educação (CNE). De acordo com o especialista, o já aguardado ajuste fiscal, anunciado pela equipe do presidente interino Michel Temer, e a volta da Desvinculação de Receitas da União (DRU), podem distanciar o país ainda mais de concretizar as metas do Plano Nacional de Educação (PNE). “Sobretudo em momentos de dificuldade, como agora, a educação não pode ficar a mercê, ela é um instrumento anticíclico”, complementou.

O novo ministro da Educação, José Mendonça Bezerra Filho (deputado federal pelo DEM-PE), assumiu a pasta oficialmente nesta sexta-feira, em um clima bastante tenso. Foi recebido com vaias pelos funcionários de Cultura, pasta que foi fundida a contragosto com o MEC. Bezerra Filho foi vice-governador de Pernambuco de Jarbas Vasconcelos por sete anos, e governador por um ano, quando Vasconcelos saiu para concorrer ao Senado. É conhecido no meio político por ter arquitetado a PEC da reeleição. Na área da educação, contudo, é desconhecido da grande maioria.

Durante o evento, os educadores evitaram opinar sobre expectativas quanto a sua gestão. Priscila Cruz, presidente-executiva do Todos Pela Educação, entretanto, destacou que, em sua breve passagem como governador, Bezerra Filho defendeu a educação integral em seu estado. “Não sabemos muita coisa sobre o novo ministro, mas há esperanças. Em Pernambuco, foi um grande entusiasta da educação em tempo integral nas escolas. Mas não conheço o posicionamento dele quanto a outros temas importantes, como a base curricular nacional e a formação de professores”, afirma.

Os desafios a enfrentar são muitos. Há uma orientação clara do novo governo interino em promover um severo corte de gastos para elevar receitas e cobrir o rombo das contas públicas. O novo ministro da educação ainda não se pronunciou a respeito de como o ajuste vai afetar a educação, mas interlocutores da equipe econômica de Michel Temer já sinalizaram que aprovação do projeto de lei que ressuscitará a DRU, extinta em dezembro de 2015, será fundamental.

Leia mais.


Universidade Para Todos abre 12 mil vagas na Bahia

A Secretaria de Educação da Bahia abre no dia 17 as inscrições para o curso Universidade Para Todos. Os candidatos terão até o dia 24 para se inscrever no site escolas.educacao.ba.gov.br

Serão oferecidas 12.825 vagas. As aulas preparatórias para o vestibular são realizadas em todas as regiões da Bahia. No sul da Bahia, o projeto é coordenado pela Uesc, Universidade Estadual de Santa Cruz.

As aulas vão servir também para quem vai fazer o Enem, Exame Nacional do Ensino Médio. Serão ministradas aulas de Português, Redação, Matemática, Física, Química, Biologia, Literatura, Língua Estrangeira, História e Geografia.

A matrícula dos selecionados no projeto Universidade Para Todos será feita entre os dias 6 e 10 de junho. As aulas começam no dia 6 de junho.


Núcleo Regional de Educação promove Encontro dos Professores de Educação Física

O Núcleo Regional de Educação – NRE realiza no próximo dia 9, o 1º Encontro dos Professores de Educação Física do Litoral Sul. O evento acontece a partir das 8:00 horas, no auditório Jorge Amado da Universidade Estadual de Santa de Santa Cruz – UESC.

Serão abordados conteúdos relacionados com a prática pedagógica do Professor de Educação Física Escolar, e também a realização dos Jogos Estudantis da Rede Pública (Jerp).

Para a solenidade de abertura já confirmaram a presença as seguintes autoridades: Solange Sampaio (Diretora do NRE 5); Dinalva Melo (Secretária de Educação de Itabuna); Aldenes Meira ( presidente da Câmara de Vereadores de Itabuna); Denelísio Nobre (CREF 13), Paulo Rezende ( secretaria de Esportes de Itabuna) e Nayara Severo ( (Departamento de Educação Física da UESC).


Pronera garantiu acesso à educação a 22,1 mil assentados na Bahia

pronera educacaoO conhecimento transforma a maneira como se compreende o mundo. Com essa frase, Nildo da Silva Souza, 38 anos, especialista em Agroecologia pelo Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera), define a importância do Programa em sua vida.

Morador do assentamento Limoeiro, no município baiano de Igrapiúna, no Território de Identidade Baixo Sul, Souza está entre os 22,1 mil assentados e filhos de assentados na Bahia que tiveram a vida transformada pelo programa educacional que completa 18 anos neste mês de abril.

Da alfabetização, aos 12 anos, em uma escola municipal de Igrapiúna, o assentado foi alçando voos mais altos com a ajuda do Pronera. Pelo Programa, fez curso técnico em Agropecuária, entre 2001 a 2004, no Colégio Agrícola Vidal de Negreiros, na Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Mais tarde, entre 2008 e 2013, a política pública também possibilitou a ele cursar Engenharia Agronômica, com ênfase em Agroecologia, e, em 2015, obter o título de especialista em Agroecologia.

Segundo enfatiza, nunca teria alcançado a formação sem o Pronera e a mobilização dos movimentos sociais do campo. Ele acredita que, para alguém que vive no meio rural, o Programa permite a oportunidade de mudar não só profissionalmente, mas o modo de pensar o mundo e o meio agrário.