Calouros da UESC podem participar do Programa Mais Futuro

uesc-frenteCom o objetivo de promover a permanência e melhoria do desempenho dos estudantes das universidades estaduais baianas, o programa Mais Futuro está com inscrições abertas até o dia 31 de março. Mas, o estudante que está ingressando na UESC no semestre 2017.1 tem a oportunidade de fazer a sua inscrição no programa “Mais Futuro”. Para ter acesso ao auxílio permanência ou às vagas de estágio, os alunos devem se cadastrar no site do programa, desde que atenda aos requisitos legais.

Terão acesso ao sistema de inscrições digitando o CPF no campo destinado ao número da matrícula do estudante e poderão fazê-lo tão logo a universidade faça a carga de dados desses aluno no sistema e comunique aos alunos. Link: http://maisfuturo.educacao.ba.gov.br/permanencia
Para ter acesso ao auxílio permanência ou às vagas de estágio, os alunos devem se cadastrar no site do programa. Não haverá prorrogação do prazo.

O ‘Mais Futuro’ é um programa de assistência estudantil criado pelo Governo para garantir a permanência dos estudantes que se encontram em condições de vulnerabilidade socioeconômica, nas universidades públicas estaduais (Uneb, Uefs, Uesb e Uesc).

O auxílio terá valor de R$ 300 ou R$ 600 mensais. O primeiro valor é destinado a universitários que estudam a até 100 quilômetros da sua cidade de origem. Já o segundo é para aqueles que moram em cidades a mais de 100 quilômetros de distância do campus onde estão matriculados. Estando dentro do perfil (vulnerabilidade socioeconômica) do programa, o estudante poderá receber o auxílio desde o primeiro semestre até completar dois terços do curso.


Secretaria da Educação integra ações para fortalecer a alfabetização de crianças, jovens e adultos

A Secretaria da Educação do Estado está integrando três áreas estratégias que tratam da alfabetização de crianças na idade certa, da alfabetização de jovens e adultos, assim como da relação institucional com os municípios. Trata-se da junção do projeto Pacto pela Educação na Idade Certa, do Programa Todos pela Alfabetização (TOPA) e do Programa de Apoio à Educação Municipal (PROAM), operacionalizados pela Coordenação de Programas Especiais (COPE). O funcionamento da recém criada COPE e a atuação conjunta destes projetos e programas estão sendo discutidos com 156 técnicos dos Núcleos Territoriais de Educação (NTE), nestas terça-feira (14) e quarta-feira (15), no Instituto Anísio Teixeira, em Salvador.

sec 1Presente ao encontro, o secretário da Educação, Walter Pinheiro, enfatizou a importância de uma maior integração entre as ações do Estado na busca pela melhoria na educação. “Acredito que o trabalho tem que ser pautado por um eixo de ação. Temos que ter prioridades específicas e ampliar as ações integradas que priorizem a alfabetização em todas as idades. Por isso, com a COPE, temos o objetivo de aumentar nossa atuação em todos os Territórios de Identidade, valorizando as especificidades e aproximando prefeituras e instituições do Ensino Superior e técnicos deste movimento”, destacou.

A coordenadora do COPE, Elenir Alves, falou sobre o primeiro encontro entre técnicos. “O esforço do trabalho é a gente detectar as convergências entre os programas, para vermos como as ações se integram lá na ponta, quando chegam até o estudante e o município, estimulando, ainda mais, essa rede de educação que envolve as esferas federal, estadual e municipal”, explicou.


Secretária da Educação de Itabuna vai ao Ceará conhecer projetos pedagógicos referenciais no IDEB

anorina-smiteSecretária da Educação de Itabuna, Anorina Smith, e técnicas do Departamento de Educação Básica, viajaram no último final de semana ao Ceará para conhecer projetos pedagógicos de cidades que são referências em termos de Educação no Estado.

Um dos municípios a serem visitados será Sobral, localizado no interior do Estado, e que é destaque pelos bons índices da Rede de Educação Municipal do País (IDEB – Índice de Desenvolvimento da Educação Básica). Dados divulgados pelo Ministério da Educação (MEC) apontam a cidade com nota 8,8 nas séries iniciais do Ensino Fundamental (4º e 5º ano), despontando em primeiro lugar nacional.

Anorina informou que o município de Sobral trabalha com uma proposta pedagógica inovadora e eficaz, com foco na alfabetização. Pra ela, conhecer a proposta de lá servirá de embasamento para o que a Secretaria de Educação está planejando implementar. “O objetivo é entender como deu certo em Sobral para que possamos adequar ao ensino de Itabuna. Tenho certeza que essa viagem irá nos fortalecer enquanto proposta pedagógica”, ressaltou.

A secretária frisou que Itabuna não obteve resultados positivos na educação nos últimos anos, principalmente em relação à proposta de Ciclos de Formação Humana que acontece na Rede Pública Municipal desde 2002. Segundo Anorina, é um modelo fracassado e que precisa ser repensado e transformado. “Por tanto, o governo municipal irá propor mudanças da proposta pedagógica ainda este ano, com um projeto piloto para toda Rede. Este é o nosso foco”, salientou.


Parcerias da AMURC amplia o acesso do servidor ao Ensino Superior

faculdade_no-meio-alfredo-omena-e-o-presidente-da-amurcDesde 2011, o acesso do servidor público municipal ao Ensino Superior tem sido facilitado através de uma parceria firmada entre a Amurc e as faculdades particulares, que garante descontos em mensalidades. Nesta quarta-feira, 8, foi a vez de renovar com a Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC) e fechar com a Uniube, o convênio para descontos em cursos de graduação, tecnológico e especialização em diversas áreas do conhecimento. O momento foi acompanhado por representantes do Poder Legislativo de Itacaré.

O beneficiário precisa ser funcionário público, atuante em um dos municípios associados a Amurc, apresentar o contra-cheque e o documento de identidade na sede da Associação, localizada na rua Almirante Tamandaré, nº 405 – centro de Itabuna. O desconto precisa ser atualizado a cada semestre, no período de renovação da matrícula.

Para o presidente da Amurc e prefeito de Itacaré, Antônio de Anízio o convênio é uma oportunidade de qualificação, principalmente para quem atua na gestão pública. “Quem ganha é o funcionário público, que tem a oportunidade de se qualificar, e o município também, que tem a sua disposição, um profissional reciclado para melhor atender a população”.

A parceria com a FTC movimenta mais de 2,5 mil alunos, advindos dos municípios associados a Amurc, que são atendidos, em 13 cursos de graduação, 2 tecnológicos e 14 de pós-graduação. Para o diretor geral da instituição, Alfredo Omena, “iniciativas como está, sempre terão o apoio da faculdade, assim como as ações dos municípios em prol do desenvolvimento regional”.

Já o convênio firmado com a Uniube, o funcionário público tem a oportunidade de estudar a distância, via internet. O desconto abrange os cursos de graduação em licenciatura e bacharelado, além das modalidades de tecnológicos e pós-graduação. A novidade, segundo a coordenadora pedagógica da instituição, Jamile Bonfim, é o curso de Gestão Pública, na modalidade Tecnológico, com duração de 2 anos, voltado para a parte administrativa e jurídica.

Mais informações sobre o desconto, pelo telefone: (73) 3613-5114.


Encontro Pedagógico marca o início do ano letivo em Ibicaraí

encontro-pedagogico-marca-o-inicio-do-ano-letivo-em-ibicarai-foto-monique-madureira-9A Prefeitura de Ibicaraí, por meio da Secretaria de Educação, Cultura, Esporte e Lazer, realizou na última quinta-feira, dia 02, no Clube dos 40, o primeiro encontro pedagógico do ano de 2017, com o tema “Escola Cidadã: Um compromisso de todos”. Segundo a Vice-prefeita e secretária de Educação, Adriana Assis, esse é um momento em que os educadores estão preparando o ano letivo.

O encontro reuniu cerca de 260 educadores e contou com a palestra de Flávia Pires Mata, na área de Qualidade do atendimento, Educação para um novo milênio, Relações interpessoais e Motivação Profissional, e a Palestra Potencializando o crescimento humano através da motivação, com o Professor, Consultor, Psicanalista, Psicoterapeuta, Psicobioenergético e palestrante, Carlos Freitas.

encontro-pedagogico-ibicarai-palestraO prefeito Lula Brandão estava presente no evento e deu boas vindas aos educadores e desejou um ano de muito trabalho e bons resultados. “Este ano temos grandes novidades para a educação do município. Confio na equipe da educação que temos e me comprometi com eles trabalhar em prol da categoria. Com muita união e disposição poderemos ter uma educação de referência na região”, disse o prefeito.

Segundo a secretária de Educação, o encontro marca o início de um ano letivo próspero. “O tema “Escola Cidadã” traduz exatamente o trabalho que iremos realizar no município. É preciso quebrar as barreiras das escolas e estar mais próxima da comunidade. Iremos aproximar a família das escolas. Iremos ir além das salas de aula e sabemos da importância de cada um profissional nesse processo de construção”, explicou Adriana.


Jornada Pedagógica de Uruçuca discute ações de melhoria no ensino municipal

palestra-reinaldo-soaresA Prefeitura de Uruçuca, por meio da Secretaria de Educação, realizou a sua Jornada Pedagógica, nos dias 2 e 3 de março, marcando o início das atividades gestoras para o ano letivo de 2017. Este ano, o tema proposto para professores e técnicos, “Uruçuca: acolhendo a educação rumo a transformação”, tratou de discutir as estratégias para elevação do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) na rede municipal de ensino.

Atendendo a uma solicitação da comunidade de Serra Grande, a Jornada Pedagógica também teve lugar, pela primeira vez, também no distrito, com atividades no dia 3. Segundo a secretária de educação, Célia Rocha, o slogan de acolhimento que permeia toda a atual gestão “passa também por oferecer à população, nos seus territórios de trabalho, as condições de realizar suas atividades, acolhendo, de fato, os professores onde estes desenvolvem suas ações”.


MEC amplia prazo de pré-seleção do Fies

O Ministério da Educação (MEC) prorrogou o período de pré-seleção da lista de espera do processo seletivo do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies). O prazo se encerraria hoje (3), mas foi estendido para o dia 17 de março. A mudança foi publicada hoje (3) no Diário Oficial da União.

Os estudantes interessados devem monitorar o site do programa para checar a divulgação do resultado. Caso apareça como pré-selecionado, o estudante deve acessar o Sistema Informatizado do Fies (SisFies) e efetivar a inscrição em cinco dias úteis, a partir da data de divulgação do resultado no sistema. No ato da inscrição, o candidato deve escolher a instituição bancária e a agência de sua preferência.

Depois de inscrito no sistema, o estudante deve validar as informações na Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) da instituição de educação superior em até dez dias. Por mais dez dias, o candidato (ou seus fiadores) deve comparecer a um agente financeiro do Fies para formalizar a contratação do financiamento.

O financiamento do curso de graduação disponibilizado pelo MEC estará aberto no primeiro semestre deste ano para 150 mil alunos. Para ter direito ao benefício, o estudante deve comprovar renda bruta mensal de até três salários-mínimos por pessoa da família, além de ter participado de alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), a partir de 2010, com nota mínima de 450 pontos nas provas de conhecimentos gerais e nota superior a zero na redação.(Agência Brasil)


Centros Juvenis inscrevem para oficinas em Itabuna, Vitória da Conquista e Barreiras

centro juvenilOs Centros Juvenis de Ciência e Cultura de Vitória da Conquista , no Sudoeste da Bahia, de Itabuna , no Sul baiano e de Barreiras na região Oeste, estão com inscrições abertas para diversas oficinas. As atividades são direcionadas a estudantes da rede estadual de ensino matriculados no 9º ano e no Ensino Médio Regular ou Integrado à Educação Profissional e acontecem no turno oposto aos quais os estudantes estão matriculados.

Em Itabuna são oferecidas 800 vagas para as oficinas Science Dance, FotoArt, Leitura Punjante, Super 8 (Produção Audiovisual), English Course, Reciclaê, Slackline, Capoeira, Arena Gamer. Os interessados devem garantir a vaga até o dia 10/3, no endereço eletrônico: <cjccitabuna.blogspot.com.br>. O Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Itabuna está instalado no anexo do Colégio Estadual de Itabuna, no bairro do São Caetano. As aulas começam dia 6 de março.

Em Vitória da Conquista, as inscrições serão realizadas até o dia 12/3, através do endereço eletrônico: <cjccvc.blogspot.com.br>. Estão sendo oferecidas 200 vagas para as oficinas ProgramAí, Criando Games, Robótica, Quadrinhos em rede, Animateen, Artistas.com. As aulas começam dia 21 de março. O Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Vitória da Conquista funciona no bairro Brasil, junto ao Colégio Estadual Rafael Spínola.

No Centro Juvenil de Ciência e Cultura de Barreiras estão sendo ofertas 300 vagas para as oficinas: Trilhas do Cerrado, Cosmoplaytion, Descomplicando a Física, Fotogr@fe, Play again, CardBoard, ProgramaAí, HQ, Empreenda! e SOCiência. As inscrições ficam abertas até o preenchimento das vagas oferecidas. Os estudantes devem se dirigir ao Centro Juvenil para fazer a confirmação da inscrição, portando carteira de identidade (RG), CPF, comprovante residência e comprovante de matrícula. As atividades serão iniciadas no dia 6 de março. O Centro Juvenil de Barreiras está localizado no bairro Sandra Regina.


Ações para ampliar matrículas na rede municipal de Itabuna

anorina-smiteA Secretaria de Educação (SEC) de Itabuna está intensificando as ações visando ampliar o número de alunos matriculados na Rede Pública Municipal de Ensino. Neste sentido, os diretores estão sendo orientados para que façam monitoramento e acompanhamento do trabalho dentro de cada escola. Além dos gestores, os pais dos alunos devem procurar as unidades escolares para fazer as respectivas matrículas. A SEC também está priorizando estudantes transferidos de outras escolas.

O objetivo central é ampliar o número de alunos matriculados no município, desde a Educação Infantil até o Ensino Fundamental, uma vez que nos últimos anos houve um decréscimo no quantitativo. Este aumento ajudará a ampliar os repasses do Governo Federal pelo FUNDESB, Programa de Alimentação Escolar. “Tivemos umas baixa de 1.600 alunos, precisamos recuperar esse número, até para recebermos do Governo, repasses que irão ajudar nas ações da Secretaria de Educação”, ressaltou Anorina.

As matrículas dos alunos que residem no condomínio São José estão praticamente concluídas, por esse motivo, os pais devem procurar ou se dirigir as escolas circunvizinhas. Quanto ao Jubiabá e Gabriela, a secretaria está realizando um levantamento, alocando alguns estudantes para escolas no Bairro de Ferradas.
Educação infantil

Na educação infantil, Anorina informou que o município está contando com três creches liberadas pelo Governo Federal. Durante este mês de Fevereiro, empresas poderão entrar no processo de licitação para a construção de novas creches. A intenção da Secretaria é que a ação transcorra o mais rápido possível. De acordo com a educadora, “há vários espaços alugados, mas que não são apropriados para as crianças”.

Escola Lúcia Oliveira

Quanto à escola Lucia Oliveira, Anorina ressaltou que já existe uma negociação com os sindicatos para que evacuem do local. A Procuradoria do Município entrou com uma ação, e até segunda-feira (20) retomará o espaço, para em seguida, anunciar o inicio das matrículas. O prefeito Fernando Gomes garantiu celeridade na reforma da escola, que será reestruturada com recursos próprio do município.

Proeja

Sobre o Proeja (Programa Nacional de Integração da Educação Profissional com a Educação Básica na Modalidade de Educação de Jovens e Adulto), a secretária informou que está estudando a possibilidade de mudanças neste nível de Jovens e Adultos.

Já existe um grupo de estudos instituído na Rede Pública Municipal que irá modificar a proposta pedagógica para uma escolarização anual e não mais por ciclos. “Este grupo vai sinalizar algumas mudanças e dar alternativas que possa fazer em todos os níveis, inclusive na modalidade do Proeja” – finalizou.


Forsec debateu demandas e a criação de câmaras técnicas de educação

forsec_14_02_2017

A Associação dos Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste da Bahia – Amurc, em parceria com a Pró-Reitoria de Extensão da Uesc e o Fórum de Secretários de Educação – Forsec promoveu nesta terça-feira, 14, a primeira reunião com os novos gestores municipais da educação. O debate sobre o Piso Nacional dos professores, Planos de Cargos, Carreira e Remunerações (PCCR), culminou na ideia de criação de câmaras técnicas, vinculados aos consórcios da região.

Sobre o PCCR, o secretário de Wenceslau Guimaraes, Marcus Antônio Bonfim revelou que estará sendo revisado, pois o município não está conseguindo acompanhar os avanços. “Iremos formar uma comissão para a restruturação do que precisa”. Para a secretária de Itabuna Anorina Smith, “uma prioridade é alterar e adequar o Plano de Carreira à Lei do Piso, às mudanças na legislação”, declarou.

As diversas demandas na área de educação dos municípios conduziram o debate no encontro, onde os secretários aceitaram o desafio de se reunirem em comissões para buscar a resolução dos problemas em comuns. A iniciativa é o objetivo principal do Regime de Colaboração, desenvolvido pela Rede de Apoio a Educação (RAE – Bahia) do Instituto Natura.

O momento foi também de apresentação das políticas de educação desenvolvidas na região, desde 2014, pela RAE – Bahia, em parceria com o Instituto Arapyaú e Amurc. Foi desenvolvido o projeto Trilhas para as escolas do I Ano Fundamental. Os secretários tiveram o acompanhamento de especialistas na área da educação. E, por fim, foi criado um Memorial de Gestão com as principais informações da secretaria para o próximo gestor.gustavo-adolfo-dos-santos-gerente-de-programas-da-oficina-municipal-1

A proposta da RAE para este ano, segundo a coordenadora do Instituto Natura, Márcia Barcellos Ferri e o coordenador da RAE, André Lopes Guimarães, é de instalação de câmaras técnicas nos consórcios já existentes na região. A ideia é que as demandas possam partir do próprio grupo de municípios, e que a RAE Bahia possa auxiliar tecnicamente. “Quando percebemos que as demandas dos municípios são as mesmas, fortaleceu a ideia de criação das câmaras técnicas”, declarou André.

Gustavo Adolfo dos Santos, gerente de programas da Oficina Municipal, da Escola de Gestão de São Paulo, revelou que a partir da câmara técnica “as demandas serão sinalizadas pelos próprios secretários dos municípios que compõem os consórcios. Ao trocarem experiências, eles têm a oportunidade de projetar ações em conjunto para as soluções viáveis”, explicou.