Declaração Anual do MEI

1366843056670-microempresaAs agências de atendimento do Sebrae em Itabuna e em Ilhéus retornaram ao expediente normal nesta segunda-feira, 14, e já estão atendendo microempreendedores individuais (MEI) para efetuar a Declaração Anual do Simples Nacional (DASN-Simei). O prazo teve início no dia 2 e segue até 31 de maio.

No entanto, o gerente adjunto do Sebrae em Ilhéus, Michel Lima aconselha ao MEI fazer a declaração até 20/02/2019 para ter acesso aos boletos referentes ao ano de 2019.

Estão aptos a declarar todos que estavam inscritos até 31/12/2018, independente de estarem inadimplentes, e até mesmo aqueles que estão recebendo o benefício do Instituto Nacional de Seguridade Social – INSS. Caso o segurado não informe os dados a Receita Federal, ele pagará multa de R$ 50, e corre o risco de ter o CNPJ cancelado.


Mega-Sena acumula e movo sorteio será na terça

mega-senaNinguém acertou as seis dezenas do concurso 2.224 da Mega-Sena. Com isso, o prêmio foi acumulado para R$ 25 milhões.

No sorteio ocorrido nesse sábado (12), os números sorteados foram 17, 25, 30, 35, 42 e 47. A Quina teve 70 apostas ganhadoras, que vão levar R$ 34.091,54 cada uma. Outras 4.376 apostas acertaram a Quadra, garantindo cada uma R$ 779,05.

O próximo sorteio será na terça-feira (15). Pessoas interessadas em participar têm até às 19h do horário de Brasília neste dia para registrar sua aposta em qualquer lotérica credenciada pela Caixa Econômica Federal (CEF) no país ou pelo portal de loterias do banco na internet. O bilhete mínimo custa R$ 3,50.


Contribuição do MEI sofre reajuste

meiDiante do aumento do salário mínimo PARA R$ 998, anunciado pelo decreto 9.961, de 1º de janeiro de 2019, o Sebrae alerta que os boletos do Documento de Arrecadação do Simples Nacional (DAS) sofreram reajuste.

O primeiro boleto com o valor atualizado vence no dia 20 de fevereiro de 2019, último prazo para o Microempreendedor Individual efetuar o pagamento, que vai de acordo com as categorias.

No setor de Comércio e Indústria, o valor agora é de R$50,90. Já em Serviços o reajuste foi para R$54,90, enquanto para Comércio e Serviços ficou em R$55,90.


Cesta básica dispara em Itabuna e Ilhéus

cesta-basicaA cesta básica passou a custar R$337,86 no mês de dezembro em Itabuna, um aumento de 2,73% em relação ao mês anterior.
Dos 12 produtos que compõem a cesta básica, oito itens aumentaram de preço: feijão (21,04%), carne (4,30%), banana tipo prata (3,52%), manteiga (2,84%), café (2,31%), óleo de soja (2,28%), pão (1,02%) e tomate (0,88%). No entanto, os seguintes itens apresentaram redução de preço: farinha de mandioca (6,79%), leite (0,88%) e arroz (0,30%). O açúcar não variou de preço.

Já em Ilhéus, a cesta básica passou a custar   R$352,28 no mês de dezembro, um aumento de 4,20% em relação ao mês anterior.
Dos 12 produtos que compõem a cesta básica, oito itens aumentaram de preço: leite (20,91%), feijão (17,80%), tomate (12,36%), açúcar (6,48%), arroz (4,55%), carne (4,88%), café (2,49%) e manteiga (2,01%).

Em contrapartida, diminuiu o preço dos seguintes itens: banana da prata (10,45%), farinha de mandioca (8,35%), pão (3,72%) e óleo de soja (1,08%). Fonte: Projeto de extensão Acompanhamento de Custo da Cesta Básica – ACCB/UESC.


Balança comercial brasileira teve superávit de US$ 58,3 bi em 2018

O saldo da balança comercial em 2018 foi de US$ 58,3 bilhões. De acordo, com o Ministério da Economia, esse é o “segundo melhor desempenho registrado desde 1989”. O saldo contabiliza a diferença entre as exportações (US$ 239,5 bilhões) e as importações (US$ 181,2 bilhões).

No ano passado, tanto as exportações (9,6%) e as importações (19,7%) aumentaram em valor monetário. A corrente de comércio, que soma os totais de exportação e de importação, foi de US$ 420,7 bilhões, US$ 52 bilhões acima do resultado alcançado em 2017. Conforme o ministério, esse é o maior valor em cinco – desde 2014, “quando somou US$ 454 bilhões”.

Em nota oficial, o ministério salienta que o crescimento entre 2017 e 2018 das exportações “é consequência tanto do aumento dos volumes embarcados (4,1%), quanto dos preços (5,1%).

Aas exportações de produtos básicos subiram 17,2% e totalizaram US$ 118,9 bilhões. Os produtos manufaturados tiveram crescimento de 7,4%, e somaram US$ 86,6 bilhões. As exportações dos produtos semimanufaturados tiveram queda na comparação anual (3,1%) e contabilizam US$ 30,6 bilhões.(g1)


Salário mínimo será de R$ 998 em 2019

dinheiroO presidente Jair Bolsonaro assinou decreto em que estabelece que o salário mínimo passará de R$ 954 para R$ 998 este ano. O valor já está em vigor a partir de hoje (1º). Foi o primeiro decreto assinado por Bolsonaro, que tomou posse nesta terça-feira.

O decreto foi publicado em edição extra do Diário Oficial da União, assinado por Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

O salário mínimo é usado como referência para os benefícios assistenciais e previdenciários. O mínimo é corrigido pela inflação do ano anterior, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) mais a variação do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) dos dois anos anteriores. (Agencia Brasil)


Prefeitura de Itabuna alerta que 28 atividades deixarão de ser enquadradas no MEI

Em função da resolução CGSN de nº 143, emitida pelo Comitê Gestor de Micro e Pequenas Empresas, um total de 28 atividades deixarão de ser enquadradas no perfil de Microempreendedor Individual (MEI).

De acordo com a Agente de Desenvolvimento Priscila Nascimento, que responde pela Sala do Microempreendedor Individual (MEI) na Prefeitura Municipal de Itabuna, a medida entra em vigor em janeiro de 2019. “É preciso que a partir de 10 de janeiro de 2019 todos que se enquadram no MEI se dirijam à Sala do Microempreendedor para averiguar sua situação e fazer os devidos ajustes burocráticos”, alerta Priscila Nascimento.

E cita algumas das atividades que deixarão de ser autorizadas para o Microempreendedor Individual: alinhador de pneus independente, coletor de resíduos perigosos independente, comerciante de fogos de artifício independente, comerciante de extintores de incêndio independente e comerciante de medicamentos veterinários independente. Também deixarão de ser autorizadas as ocupações de proprietário de bar e congêneres independente, dedetizador independente, comerciante de produtos farmacêuticos sem manipulação de fórmulas independente, comerciante de gás liquefeito de petróleo (glp) independente, entre outros.

A Agente de Desenvolvimento Priscila Nascimento ainda informa que da lista de ocupações autorizadas a inscreverem-se como Microempreendedor Individual (MEI), algumas foram desmembradas, como por exemplo, comerciante de peças e acessórios para motocicletas e motonetas, independente. “Neste caso, haverá o comerciante de peças novas e o comerciante de peças usadas. Já para proprietário de bar e congêneres independente, será desmembrado para os que possuem entretenimento e os sem entretenimento”, esclarece.


Mais de 7 mil empreendimentos foram atendidos pelo Sebrae no Sul da Bahia

Claudiana FigueiredoPor Viviane Cabral

O Sebrae em Ilhéus, que agrega a região Sul da Bahia, atendeu 7.810 empreendimentos em 2018. Desse total, 5.280 são microempreendedores individuais, 2.184 são microempresas e 346 empresas de pequeno porte. A esse público, foram ofertados cursos, palestras e seminários com foco na melhoria dos pequenos negócios, que contou com atendimento feitos a distância nas plataformas de EAD, e-mail e telefone.

Segundo o gerente adjunto do Sebrae em Ilhéus, Michel Lima, um total de 2.547 pessoas procuraram a instituição, interessadas em montar o próprio negócio. No mês de setembro deste ano, a Receita Federal registrou 394 novos MEI na região Sul da Bahia, sendo 151 em Ilhéus, alcançando o total de 5.626 empreendedores, e 137 em Itabuna, com 9.142.

Ainda em 2018, o público atendido pela instituição participou de 179 eventos realizados na região, entre cursos, palestras, oficinas e seminários. O Sebrae ainda promoveu capacitações para o desenvolvimento de lideranças à nível regional, através do programa Líder, que resultou na criação da Agência de Desenvolvimento para agregar os iniciativas das instituições participantes, incluindo seis municípios da região: Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Uruçuca, Canavieiras e Una.

Junto a isso, o Sebrae promoveu o programa Liderar o Futuro, que marcou a formação de líderes engajados com o fortalecimento empresarial e da população de Itabuna. Para a gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, “ter um processo de formação de lideranças nos faz acreditar que teremos movimentos favoráveis aos micro e pequenos negócios e de uma região com processos de desenvolvimento vinculados a estas novas competências”.

Sobre as ações realizadas em 2018, a gerente classifica como um resultado positivo no âmbito empresarial, considerando o cenário do país. Para 2019, Claudiana destaca que “o Sebrae vai trabalhar inovação, melhoria dos processos e fazer com que as empresas reinvistam nos seus negócios, visando obter um resultado positivo no próximo ano”.


Aposentadoria integral ficará mais difícil a partir de 2019

Aposentadoria integral ficará mais difícil a partir da semana que vemO trabalhador que pedir sua aposentadoria por tempo de contribuição a partir do dia 31 de dezembro terá uma dificuldade a mais para evitar o desconto do fator previdenciário no benefício: o cálculo 85/95 será substituído pelo 86/96.

O fator previdenciário é um índice aplicado nas aposentadorias por tempo de contribuição que reduz o valor de quem pede cedo o benefício.

A regra 85/95 foi criada para garantir o benefício integral, sem o corte do fator, para os trabalhadores cuja soma da idade ao tempo de contribuição, no pedido da aposentadoria, resultar em 85 (mulheres) ou 95 (homens).

A partir da semana que vem, a regra passará a exigir um ponto a mais. Isso significará uma espera mínima de seis meses a mais para ter direito ao benefício integral.

O período obrigatório de contribuição para se aposentar sem idade mínima continuará sendo de 30 anos, para as mulheres, e de 35 anos, para os homens.

Se hoje, por exemplo, é possível um homem ter o benefício integral com 60 anos de idade e 35 anos de contribuição (soma 95), com a mudança ele deverá contribuir por mais seis meses (35,5 anos de trabalho e 60,5 anos de idade) para chegar à soma 96. (BN)


Produção de aço bruto cai em novembro

Da Agencia Brasil

 

A produção brasileira de aço bruto caiu 6,1% em novembro, em relação ao mesmo mês de 2017, totalizando 2,8 milhões de toneladas. No acumulado do ano, a produção atingiu 32,1 milhões de toneladas, aumento de 1,8% frente a igual período anterior. Os dados foram divulgados pelo Instituto Aço Brasil.

Em novembro, a produção de laminados foi de 2 milhões de toneladas, crescimento de 0,9% na mesma base de comparação. A produção de semiacabados para vendas totalizou 768 mil toneladas e diminuiu 5,8% em relação ao mesmo mês do ano anterior. No período de janeiro a novembro, a produção de laminados alcançou 21,5 milhões de toneladas, expansão de 4,3% em relação a 2017, enquanto a produção de semiacabados para vendas foi 8,9 milhões de toneladas, o que significa elevação de 0,4% na mesma base de comparação.

As vendas internas cresceram 7,2% frente a novembro de 2017, atingindo 1,5 milhão de toneladas. Quando se analisa os primeiros onze meses do ano, o resultado das vendas é elevação de 9,3% em relação ao mesmo período anterior, alcançando R$ 16,9 milhões de toneladas. O consumo aparente de produtos siderúrgicos foi 1,7 milhão de toneladas em novembro, 0,35% superior ao apurado no mesmo mês do ano passado. Já no ano de 2018 até novembro, o consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos foi 19 milhões de toneladas, alta de 8,1% frente ao acumulado de janeiro a novembro de 2017. Da Agencia Brasil