Capacitações gratuitas em Itabuna e Ilhéus

michel-lima-credito-sebrae-da-foto-mauricio-maronEm comemoração à Semana Global do Empreendedorismo 2017, que acontece na próxima semana em todo o estado da Bahia, o Sebrae promove oficinas e capacitações gratuitas nos dias 7, 8 e 10 de novembro. As inscrições já estão disponíveis na loja virtual do Sebrae Bahia, ou pelos telefones (73) 3613-9734, em Itabuna, (73) 3634-4068, em Ilhéus, ou ainda pela Central de Relacionamento Sebrae, pelo 0800 570 0800.

O movimento mundial acontece oficialmente em todo o Brasil na terceira semana de novembro, com o objetivo de desenvolver diversas ações voltadas ao empreendedorismo. O aumento no número de pessoas em busca do próprio negócio, em função do desemprego, tem elevado a preocupação sobre a preparação desses empreendedores na condução dos empreendimentos.

“Por isso, o objetivo dessas atividades visa chamar a atenção dessas pessoas sobre o processo necessário de preparação para empreender em qualquer negócio. Por um lado, a ideia é reduzir o índice de mortalidade das empresas e, por outro, incentivar o empreendedorismo mais responsável”, destacou o gerente adjunto do Sebrae em Ilhéus, Michel Lima.


Correios reajustam tarifas de serviços postais e telegráficos em 1,2%

Os Correios reajustaram hoje (31) as tarifas de serviços postais e telegráficos. O reajuste médio é de 1,2% em relação a tarifa anterior para serviços nacionais e internacionais. O primeiro porte da Carta Comercial, por exemplo, terá o valor atualizado de R$ 1,80 para R$ 1,85.

No caso de telegrama nacional redigido pela internet, o novo valor é de R$ 7,69 por página. A tarifa da Carta Social, destinada aos beneficiários do programa Bolsa Família, permanece inalterada em R$ 0,01, bem como a da Carta Não Comercial, que permanece com o valor de R$ 1,25.

As novas tarifas não se aplicam ao segmento de encomendas e marketing direto.(Agência Brasil)


Sebrae apoia entidade de classe na construção de planejamento estratégico

sebrae-logoAtravés de uma iniciativa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado da Bahia (Fecomércio-BA), em parceria com o Sebrae, membros do Sindicato do Comércio Varejista de Itabuna (Sindicom) recebem orientações até esta terça, 31, para a elaboração de um planejamento estratégico de 2018. A ação, conduzida pelo consultor do Sebrae, Paulo Leão, desde segunda, 30, tem foco nas ações programadas para o empresariado local.

Segundo a gerente sindical da Fecomércio-BA, Cristina Maeda Martinez, a entidade tem a missão de fortalecimento dos sindicatos na Bahia, e, dentre as ações, destaca-se o apoio na elaboração de um planejamento. “O objetivo é ajudar a alinhar as estratégias, principalmente em um novo cenário com o fim da obrigatoriedade da contribuição sindical. O sindicato precisa se profissionalizar, oferecer produtos e serviços para que os associados vejam que estão sendo representado e tenham vontade de se associar”.

Desde o início da atividade, Paulo Leão, explica que o novo formato para o próximo ano levará em conta o que foi realizado pelo sindicato em 2016. “Na primeira fase, estamos verificando as ações que foram desenvolvidas no ano anterior, para que, na segunda etapa, possamos observar e planejar melhor as ações para 2018”.

O objetivo da parceria, segundo o gerente adjunto do Sebrae, Michel Lima, visa unir esforços para promover o desenvolvimento dos pequenos negócios de Itabuna. Segundo ele, ações de capacitação empresarial, por exemplo, poderão ser fomentadas a partir da projeção feita no planejamento estratégico do Sindicom. “A ideia é que o empresário de Itabuna tenha as melhores ferramentas de gestão para administrar de maneira mais eficaz e eficiente o seu negócio”.


Presidente do Sebrae Nacional fala sobre mudanças no Simples

Microempreendedores Individuais (MEI) poderão faturar mais a partir de 2018 sem precisar migrar para uma outra categoria. O limite anual de faturamento vai passar de R$ 60 mil para R$ 81 mil. Para falar sobre este assunto e sobre as conquistas provocadas pelo Simples, regime tributário diferenciado para pequenas empresa, o presidente do Sebrae Nacional, Guilherme Afif Domingos, faz palestra na próxima terça-feira (31), às 17h, na Associação Comercial da Bahia. A medida de aumento de faturamento do MEI vai beneficiar os mais de 7 milhões de empreendedores registrados no Brasil, sendo mais de 430 mil só na Bahia.

O evento acontece em comemoração aos 45 anos do Sebrae. A força dos pequenos negócios para a economia brasileira será o tema principal da palestra. As micro e pequenas empresas representam 98,5% dos empreendimentos brasileiros. São 12,4 milhões de negócios, responsáveis por 54% dos empregos formais e por 44% da massa salarial. Na Bahia, são 695 mil pequenos negócios que empregam mais da metade dos trabalhadores do estado.

No mês de setembro, segundo levantamento do Sebrae com base no Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), fornecido pelo Ministério do Trabalho, os pequenos negócios registraram criação líquida de 51,2 mil vagas com carteira assinada, e a Bahia foi o quinto estado que mais gerou empregos entre as micro e pequenas empresas. O setor de serviços foi o que mais contratou entre as MPE baianas, com um saldo líquido de 1.358 empregos gerados. Em seguida, destacaram-se os setores de construção civil (1.019) e comércio (662).

Além do MEI, empresas de micro e pequeno porte também vão ter um limite maior de faturamento a partir de 2018. A microempresa, que atualmente tem limite anual de R$ 360 mil, passará a poder faturar R$ 900 mil por ano. Já o faturamento anual de pequenas empresas vai passar de R$ 3,6 milhões para R$ 4,8 milhões.


Consórcios arrematam três dos quatro blocos do pré-sal na 3ª rodada

energia_solar_instalacao_babilonia_rio_hostelDa Agência Brasil

Consórcios de empresas petrolíferas arremataram três dos quatros blocos oferecidos hoje (27) pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) na Terceira Rodada de Partilha na produção do pré-sal. O leilão ofereceu áreas em que ainda é necessária atividade exploratória e acumulou um bônus de assinatura de R$ 2,85 bilhões, com uma previsão de R$ 456 milhões em investimentos.

O único bloco que não recebeu propostas foi Pau Brasil, na Bacia de Santos. Com os bônus de assinatura da segunda e terceira rodadas, somados, o governo federal arrecadou R$ 6,15 bilhões.

O primeiro bloco ofertado pela ANP, Peroba, na Bacia de Santos, recebeu propostas de três consórcios. O vencedor tinha 40% de participação da Petrobras, 20% da Petroleum e 40% da BP Energy. O percentual de excedente em óleo oferecido (para a União) foi de 76,96%, contra 65,64% e 61,07% das outras propostas. O bloco teve o maior ágio da rodada, com a proposta 454,07% acima do mínimo exigido no edital.

No regime de partilha, que vigora nos contratos do pré-sal, o excedente em óleo é o percentual oferecido pelas empresas à União, para poder produzir nos blocos. O leilão estabelece um percentual mínimo, e o consórcio que apresentar a maior oferta vence a disputa.

No segundo bloco, Alto de Cabo Frio Oeste, na Bacia de Santos, apenas o consórcio liderado pela Shell (55%) apresentou proposta, e arrematou com o percentual mínimo de excedente em óleo, 22,87%.

Fazem parte do grupo de empresas a QPI Brasil (25%) e a CNOOC Petroleum (20%).


Ilhéus terá voos fretados com decolagens de São Paulo a partir de dezembro

Ilhéus ganhará voos fretados aos sábados, a partir do dia 16 de dezembro, com decolagens do aeroporto de Congonhas, em São Paulo. Os pacotes são operados pela agência CVC e trarão turistas para a cidade do sul da Bahia e também para Itacaré durante a alta estação.

O lançamento aconteceu na noite de quinta-feira (19), na Churrascaria Bovino, em São Paulo, entre diretores da CVC, o subsecretário Benedito Braga e o superintendente Jorge Ávila, da Secretaria do Turismo da Bahia (Setur). Também estiveram presentes representantes do setor turístico e empresários de Ilhéus e Itacaré. “Com estes voos, um número maior de pessoas poderá conhecer as belezas destas cidades da Costa do Cacau durante o verão, fortalecendo ainda mais o turismo na Bahia”, diz Benedito Braga.

Com capacidade para 144 passageiros, os voos serão operados pela Gol Linhas Aéreas. As partidas do aeroporto de Congonhas acontecerão às 14h10, com chegada a Ilhéus às 15h10. Na volta, os voos saem às 15h40, e chegam a Congonhas às 19 horas.

Os pacotes oferecidos pela CVC são para oito dias e custam a partir de R$ 1.598, com direito a passagem, hospedagem com café da manhã e translado. Os turistas podem dividir a estada entre Ilhéus e Itacaré ou optar por apenas uma das cidades.


Sebrae realiza capacitações gratuitas em Canavieiras

Por Viviane Cabral- Sebrae

O Sebrae em parceria com a Prefeitura de Canavieiras vai promover uma semana de capacitações gratuitas, a partir da segunda-feira, 23, até sexta-feira, 27, no espaço Planet Panzini. As inscrições já podem ser feitas na sede da Secretaria de Turismo, que fica no sítio histórico governador Paulo Souto, número 13, centro.

Nos dias 23 e 24, será realizado um curso sobre plano de negócios, às 19h. Em seguida, dia 25, acontece a oficina SEI Planejar, no mesmo horário. Para encerrar, os dias 26 e 27 serão destinados à temática “Como comercializar no campo”, a partir das 8h.

As capacitações são voltadas para empresários do comércio e do setor de serviços, bem como os agricultores familiares. Segundo o analista técnico do Sebrae em Ilhéus, Eduardo Benjamin Andrade, o objetivo das capacitações é tornar o profissional que trabalha no município apto para vender à prefeitura. “A ideia é fazer com que o dinheiro sempre circule no município”, explicou.

Mais informações podem ser obtidas no Sebrae em Ilhéus, pelo telefone (73) 3634-4068.


Atividade econômica tem queda de 0,38% em agosto

Após dois meses seguidos de crescimento, a atividade econômica registrou queda em agosto. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) teve queda 0,38%, em agosto, segundo dados divulgados hoje (18).

Na comparação com agosto de 2016, houve crescimento de 1,64% (sem ajuste para o período). Em 12 meses encerrados em agosto, o indicador tem retração de 1,08%. No ano, até agosto, houve crescimento de 0,31%.

O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos.

O indicador foi criado pelo BC para tentar antecipar, por aproximação, a evolução da atividade econômica. Mas o indicador oficial é o Produto Interno Bruto, calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.(Agência Brasil)


Banco do Nordeste apresentou critérios para adesão ao Prodeter

reuniao-do-freade-vandelucia-bnb

Na reunião do Fórum Regional de Gestores Municipais de Agricultura e de Desenvolvimento Econômico – Freade, nesta terça-feira, 17, secretários foram orientados sobre os critérios para adesão ao Programa de Desenvolvimento Territorial – Prodeter do Banco do Nordeste, que visa desenvolver uma unidade sustentável nos municípios, de fomento econômico, social e ambiental.

O BNB vai investir na agricultura dos municípios da região, a partir de um projeto construído com a participação da Amurc, Uesc, Freade e Território Litoral Sul. De acordo com a Agente de Desenvolvimento do Banco, Vandelucia Cordeiro, o projeto será fundamentado na modelagem e no formato de Sistema Agroflorestal – SAF, Pagamento por Serviços Ambientais – PSA, os bolsões verdades, com as hortaliças e animais de pequeno porte.

O projeto leva em consideração a sustentabilidade nos municípios, atendendo aos aspectos sociais, ambientais e econômicos. Os municípios terão o acompanhamento de todas as políticas públicas dentro dessas unidades, a exemplo de Cefir, Cadastro de Regularização Fundiária, Daps, Assistência Técnica e o apoio das prefeituras municipais. Para aderir ao projeto será feita uma seleção de municípios, seguida das associações e dos agricultores familiares.

Para a secretária de Agricultura de Ibicaraí, Telma Elízia de Matos, iniciativas como essa fortalece as secretarias municipais que lutam pelo reconhecimento da agricultura como um segmento importante para o desenvolvimento dos municípios. “Ações compartilhadas fortalece todos nós, e é de tamanha importância para a nossa região”.

O Freade reuni gestores que representam as secretarias de Agricultura e Meio Ambiente dos municípios do Território Litoral Sul e tem o objetivo de buscar a resolução das principais demandas do setor na região.


Cerca de 15 milhões contribuíram para o PIS/Pasep por 20 anos

Caixa faz sorteio eletrônico de imóveis do Conjunto Habitacionais São José - Foto Gabriel de Oliveira (3)Da Agência Brasil

Criados em 1971, os fundos do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) funcionaram, por quase 20 anos, como uma poupança particular. A cada ano, o trabalhador tinha direito a receber o rendimento das cotas e podia sacar todo o crédito em caso de aposentadoria, doença grave ou ao completar 70 anos.

Os fundos vigoraram até 4 de outubro de 1988. Com a promulgação da Constituição, a arrecadação do PIS/Pasep passou a ser destinada ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que empresta a empresas do setor produtivo. O PIS é destinado aos trabalhadores da iniciativa privada. O Pasep, aos servidores públicos.

No entanto, falhas na comunicação entre o governo, as empresas e os trabalhadores fizeram muitos não sacarem as cotas dos fundos, mesmo cumprindo os requisitos para a retirada. No ano passado, uma auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) identificou que 15,5 milhões de brasileiros tinham abonos do PIS/Pasep a receber.

Desde o ano passado, a promoção de campanhas reduziu pela metade o contingente de brasileiros que ainda não sacaram o benefício. Para zerar o passivo e injetar R$ 15,9 bilhões na economia, o governo publicou, no fim de agosto, a Medida Provisória 797, que reduziu as restrições para o saque e criou um calendário para a retirada.