Mais de 7 mil empreendimentos foram atendidos pelo Sebrae no Sul da Bahia

Claudiana FigueiredoPor Viviane Cabral

O Sebrae em Ilhéus, que agrega a região Sul da Bahia, atendeu 7.810 empreendimentos em 2018. Desse total, 5.280 são microempreendedores individuais, 2.184 são microempresas e 346 empresas de pequeno porte. A esse público, foram ofertados cursos, palestras e seminários com foco na melhoria dos pequenos negócios, que contou com atendimento feitos a distância nas plataformas de EAD, e-mail e telefone.

Segundo o gerente adjunto do Sebrae em Ilhéus, Michel Lima, um total de 2.547 pessoas procuraram a instituição, interessadas em montar o próprio negócio. No mês de setembro deste ano, a Receita Federal registrou 394 novos MEI na região Sul da Bahia, sendo 151 em Ilhéus, alcançando o total de 5.626 empreendedores, e 137 em Itabuna, com 9.142.

Ainda em 2018, o público atendido pela instituição participou de 179 eventos realizados na região, entre cursos, palestras, oficinas e seminários. O Sebrae ainda promoveu capacitações para o desenvolvimento de lideranças à nível regional, através do programa Líder, que resultou na criação da Agência de Desenvolvimento para agregar os iniciativas das instituições participantes, incluindo seis municípios da região: Ilhéus, Itabuna, Itacaré, Uruçuca, Canavieiras e Una.

Junto a isso, o Sebrae promoveu o programa Liderar o Futuro, que marcou a formação de líderes engajados com o fortalecimento empresarial e da população de Itabuna. Para a gerente regional do Sebrae em Ilhéus, Claudiana Figueiredo, “ter um processo de formação de lideranças nos faz acreditar que teremos movimentos favoráveis aos micro e pequenos negócios e de uma região com processos de desenvolvimento vinculados a estas novas competências”.

Sobre as ações realizadas em 2018, a gerente classifica como um resultado positivo no âmbito empresarial, considerando o cenário do país. Para 2019, Claudiana destaca que “o Sebrae vai trabalhar inovação, melhoria dos processos e fazer com que as empresas reinvistam nos seus negócios, visando obter um resultado positivo no próximo ano”.


Aposentadoria integral ficará mais difícil a partir de 2019

Aposentadoria integral ficará mais difícil a partir da semana que vemO trabalhador que pedir sua aposentadoria por tempo de contribuição a partir do dia 31 de dezembro terá uma dificuldade a mais para evitar o desconto do fator previdenciário no benefício: o cálculo 85/95 será substituído pelo 86/96.

O fator previdenciário é um índice aplicado nas aposentadorias por tempo de contribuição que reduz o valor de quem pede cedo o benefício.

A regra 85/95 foi criada para garantir o benefício integral, sem o corte do fator, para os trabalhadores cuja soma da idade ao tempo de contribuição, no pedido da aposentadoria, resultar em 85 (mulheres) ou 95 (homens).

A partir da semana que vem, a regra passará a exigir um ponto a mais. Isso significará uma espera mínima de seis meses a mais para ter direito ao benefício integral.

O período obrigatório de contribuição para se aposentar sem idade mínima continuará sendo de 30 anos, para as mulheres, e de 35 anos, para os homens.

Se hoje, por exemplo, é possível um homem ter o benefício integral com 60 anos de idade e 35 anos de contribuição (soma 95), com a mudança ele deverá contribuir por mais seis meses (35,5 anos de trabalho e 60,5 anos de idade) para chegar à soma 96. (BN)


Produção de aço bruto cai em novembro

Da Agencia Brasil

 

A produção brasileira de aço bruto caiu 6,1% em novembro, em relação ao mesmo mês de 2017, totalizando 2,8 milhões de toneladas. No acumulado do ano, a produção atingiu 32,1 milhões de toneladas, aumento de 1,8% frente a igual período anterior. Os dados foram divulgados pelo Instituto Aço Brasil.

Em novembro, a produção de laminados foi de 2 milhões de toneladas, crescimento de 0,9% na mesma base de comparação. A produção de semiacabados para vendas totalizou 768 mil toneladas e diminuiu 5,8% em relação ao mesmo mês do ano anterior. No período de janeiro a novembro, a produção de laminados alcançou 21,5 milhões de toneladas, expansão de 4,3% em relação a 2017, enquanto a produção de semiacabados para vendas foi 8,9 milhões de toneladas, o que significa elevação de 0,4% na mesma base de comparação.

As vendas internas cresceram 7,2% frente a novembro de 2017, atingindo 1,5 milhão de toneladas. Quando se analisa os primeiros onze meses do ano, o resultado das vendas é elevação de 9,3% em relação ao mesmo período anterior, alcançando R$ 16,9 milhões de toneladas. O consumo aparente de produtos siderúrgicos foi 1,7 milhão de toneladas em novembro, 0,35% superior ao apurado no mesmo mês do ano passado. Já no ano de 2018 até novembro, o consumo aparente nacional de produtos siderúrgicos foi 19 milhões de toneladas, alta de 8,1% frente ao acumulado de janeiro a novembro de 2017. Da Agencia Brasil


Sebrae oferece conteúdo específico para quem quer investir em sorveteria

Na estação mais quente do ano, muitos empreendedores estão aproveitando para investir no comércio de sorveteria. Para isso, o Sebrae oferece um estudo detalhado para quem quer montar o seu negócio e obter um diferencial diante dos concorrentes. No Portal do Sebrae, o empreendedor tem acesso a mais de 450 ideias de negócios que dão uma visão geral para apoio na tomada de decisão do futuro empresário.

É grande o consumo de sorvete em todo o Brasil. Em 2016, foram comercializados um bilhão de litros do produto, que não passou imune à crise econômica interna, mostrando queda de 1,3 bilhão de litros, em 2014, para 1,1 bilhão em 2015. O consumo per capta caiu de 5,62 litros, em 2015, para 4,86 litros/ano, em 2016.


Receita paga hoje as restituições do último lote do Imposto de Renda

irA Receita Federal paga hoje (17) as restituições referentes ao sétimo e último lote do Imposto de Renda de Pessoas Físicas (IRPF) de 2018. Este lote contempla também restituições residuais dos exercícios de 2008 a 2017.

As consultas foram liberadas no último dia 10. Quem não estiver neste lote é porque está na malha fina.

O crédito bancário é destinado a 151.248 contribuintes e soma mais de R$ 319 milhões. Desse total, R$ 127.393.752,50 referem-se ao quantitativo de contribuintes que têm prioridade no recebimento: idosos acima de 80 anos, 19.081 contribuintes entre 60 e 79 anos, 3.157 contribuintes com alguma deficiência física ou mental ou doença grave e 9.297 contribuintes cuja maior fonte de renda seja o magistério.


Apostas para a Mega da Virada já estão abertas

mega-senaAs apostas para a 10ª edição da Mega da Virada, sorteada no dia 31 de dezembro, começam nesta segunda-feira (5), com estimativa de prêmio de 200 milhões para quem acertar os seis números. As apostas podem ser feitas até as 19h horas do próprio dia 31.

Neste concurso, por ser uma edição especial, o prêmio principal não acumula. Caso não haja apostas premiadas com seis números, o valor será dividido entre acertadores de cinco números (quina), e assim sucessivamente.

A aposta simples custa R$ 3,50. Quem quiser aumentar as chances de ganhar também pode fazer um Bolão CAIXA, no valor mínimo de R$ 10, com cada cota de no mínimo R$ 4. É possível fazer bolão de 2 a 100 cotas. Também é possível comprar cotas de bolão organizado pelas lotéricas.


Lotérica do Shopping Jequitibá será reaberta

dinheiroMarcada para a próxima segunda-feira, 03 de dezembro, a reinauguração da lotérica que funciona dentro do Shopping Jequitibá, em Itabuna.

Serviços como recebimento de contas e benefícios, jogos e transações da Caixa Econômica Federal, como pagamentos, saques, depósitos e consultas de conta serão garantidos, seguindo, ainda, as exigências de qualidade da Caixa em relação a atendimento e oferecendo praticidade à população de Itabuna e região.

A reinauguração está prevista para as 10 horas da manhã.


Bahia Farm Show é lançada durante a Fenagro

farmMaior feira agrícola do Norte Nordeste, a 15ª Bahia Farm Show foi lançada nesta terça-feira (27), no auditório da Fenagro, no Parque de Exposições de Salvador. A Bahia Farm Show será realizada entre os dias 28 de maio e 1º de junho de 2019, em Luís Eduardo Magalhães, no oeste baiano, e deve movimentar R$ 2 bilhões em negócios. A última edição alcançou mais de R$ 1,8 bilhão, em um cenário de retração da economia. A secretária estadual da Agricultura, Andrea Mendonça, participou do lançamento.

Segundo o chefe de gabinete da Seagri, Eduardo Rodrigues, a Bahia Farm Show é muito importante pelo seu tamanho e pelos equipamentos que são comercializados. “Todos nós estamos muito felizes. O oeste baiano tem grande importância em diversas culturas. É o celeiro para toda a economia da Bahia. O agronegócio representa 25,8% do PIB baiano e também um quarto, ou seja, 25% do agronegócio nacional”.


Empresários de Itabuna e região aprendem como atingir o “Novo Cliente”

foto-mauricio-maron-6Empresários dos diversos segmentos de lotaram o auditório do hotel Tarik Fontes, na última terça-feira, 27 de novembro, em Itabuna, para conhecer as estratégias de como atrair o “Novo Cliente”, cada vez mais digital. Na condução da palestra, a fundadora e CEO da DNA de Vendas, Lúcia Haracemiv, levantou diversos questionamentos aos participantes.

Dentre os assuntos abordados, a palestrante questionou aos presentes sobre o que eles têm feito para cativar esse cliente, aumentar o faturamento e o tempo de vida desse cliente no negócio.

A reflexão chamou a atenção da empresária Josefa do Carmo Melo, que abriu recentemente uma loja de confecções de moda feminina no centro de Itabuna participou do evento com o intuito de aprender novas técnicas, além de “buscar informações sobre como aplicar, de forma correta, as ações de marketing nas redes sociais para atrair esse cliente”, afirma.

Para o empresário Rony Cabral, que atua há 40 anos no ramo de confecções, o encontro mostrou a necessidade do empresário acompanhar a inovação e as tendências do mercado. “A principal atitude após a palestra será de procurar um profissional especializado para investir nas redes sociais”, disse.

De acordo com Lúcia, que é Mestre em Comportamento do Consumidor pela UFPR, o cliente atual é aquele que realiza pesquisas na Internet, busca vários canais de comunicação, compara diferentes opções de valor e o melhor custo-benefício, valoriza agilidade, bom atendimento, emite opiniões sobre os negócios e tem interesse por novidades no mercado.

Ainda sobre esse mesmo cliente, a especialista relata que eles passam muito tempo nas redes sociais e nas redes de buscadores, onde existem ferramentas baratas e, até mesmo, a custo zero para que o empresário anunciar o seu empreendimento e atingir seu público.

“Não tem receita de bolo, nem fórmula mágica, mas tem uma composição estratégica que o empresário tem que customizar para o seu negócio”, defende a palestrante.


Bahia fomenta intercâmbio turístico e comercial durante a Fenagro

A partir desta terça-feira (27), o Governo da Bahia promove uma série de encontros entre empresários baianos e representantes de diversos países, durante a Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro). O espaço conhecido como Salão Internacional é oferecido para incentivar o intercâmbio comercial e de serviços, inclusive no setor turístico.

O primeiro país a apresentar seus potenciais bem como áreas propícias para a atuação de empresas baianas será a Argentina, que realizará reunião na terça-feira (27). Depois, será a vez da Finlândia, na quarta-feira (28), e da Grécia, na sexta (30).

Já na quinta-feira (29), a Secretaria Estadual do Turismo (Setur) e a Assessoria Internacional do Governo convidam todos os representantes de consulados sediados na Bahia para a noite que terá como foco negócios na área de turismo. Oportunidade para detalhar a apresentação sobre o potencial de expansão dos negócios na Bahia e a perspectiva de internacionalização de empresas baianas.

Fenagro – Considerada uma das mais importantes feiras agropecuárias do país, a Fenagro foi aberta oficialmente no domingo (25). Na oportunidade, o vice-governador do Estado, João Leão, percorreu o Parque de Exposições de Salvador, incluindo o Salão Internacional, onde foi recebido pelo subsecretário do Turismo, Benedito Braga, e pela equipe da Setur.

A Fenagro é organizada pela Associação dos Criadores de Caprinos e Ovinos da Bahia (Accoba), com o apoio da Secretaria da Agricultura, Pecuária, Irrigação, Pesca e Aquicultura (Seagri). A expectativa é que até domingo (2/12), a feira movimente mais de R$100 milhões em negócios.