Com saldo positivo de US$ 8,4 bi, balança comercial tem melhor março desde 1989

sojaDa Agência Brasil

O saldo da balança comercial brasileira no primeiro trimestre de 2016 está positivo em US$ 8,4 bilhões. O Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior informou que o resultado é o terceiro melhor da história, atrás apenas dos registrados para o primeiro semestre de 2006 e 2007. A balança também teve saldo positivo de R$ 4,435 bilhões em março, o melhor para o mês desde 1989.

O diretor do Departamento de Estatística e Apoio à Exportação do ministério, Herlon Brandão, esclareceu que o superávit é decorrente da queda das importações em ritmo mais acelerado que as exportações, fenômeno verificado desde o ano passado. Para 2016, o governo mantém a estimativa de superávit de US$ 35 bilhões.

“O superávit de março, que é histórico, se dá por conta de uma queda da importação superior à da exportação. A queda da importação está mais associada à [queda na] atividade econômico e câmbio [pois o dólar em alta encarece as importações]. No caso das exportações há uma redução de preços, devido ao desaquecimento da economia mundial e também maior oferta. Mas, por outro lado, continuamos com crescimento do volume exportado e isso é bem significativo”, afirmou Brandão.


Fapesb lança edital de apoio a eventos científicos e tecnológicos‏

Com o objetivo de apoiar financeiramente à organização de eventos científicos e tecnológicos, em todas as áreas do conhecimento, no Estado da Bahia, a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado da Bahia (Fapesb) abre o Edital 002/2016. As propostas para obtenção de recursos deverão apresentar eventos realizados entre os meses de julho de 2016 e junho de 2017, que serão avaliadas separadamente por faixa.

As propostas deverão ser apresentadas por pesquisadores doutores, vinculados a instituições de ensino superior, centros de pesquisa, associações ou entidades de cunho científico ou tecnológico, públicos ou particulares, sem fins lucrativos, localizados no Estado da Bahia, e encaminhados à Fapesb, de acordo com o cronograma do edital. O preenchimento do formulário online pode ser feito até dia 25 de abril às 17h.

Já para pesquisadores que desejem apresentarem trabalhos autorais em eventos científicos e tecnológicos, no país ou no exterior, a Fapesb disponibiliza o Edital 003/2016, que concede apoio financeiro para passagens aéreas ou terrestres aos pesquisadores vinculados a universidades, instituições de ensino superior, centros de pesquisa e instituições de ciência e tecnologia da Bahia.

No edital 003/2016, o processo de avaliação das propostas compreenderá as seguintes etapas: enquadramento e avaliação feita pela Diretoria Científica e comitê assessor constituído por pesquisadores doutores convidados pela Fundação. As datas para preenchimento online dos pedidos devem ser verificadas no cronograma do edital.

Outras informações sobre os editais podem ser obtidas através do e-mail:nar@fapesb.ba.gov.br


Alteração da LDO deve ser aprovada em até 45 dias, diz Barbosa

Ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, explica proposta de readequação da meta fiscal para 2016O ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, disse hoje (24), em entrevista exclusiva ao canal de televisão estatal NBR, que a expectativa do governo é que as propostas de alteração da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) enviadas ontem (23) ao Congresso Nacional sejam aprovadas em um prazo de um mês a um mês e meio, o que permitiria ao governo atuar mais fortemente na economia a partir de junho.

“A maior parte das iniciativas que a gente precisa para estabilizar a economia depende de aprovação no Congresso Nacional. Se o Congresso Nacional nos der os instrumentos, nós vamos estabilizar a economia ainda neste ano”, disse o ministro.

Um dos pontos da proposta enviada ao Congresso é a redução da meta fiscal para 2016, o que permitiria à União fechar o ano com déficit primário de R$ 96,7 bilhões. Outro ponto é a renegociação da dívida dos estados e do Distrito Federal com a União, o que poderia injetar R$ 9 bilhões na economia do país no segundo semestre de 2016, segundo o ministro.(Agência Brasil)


Bolsa Família terá conta poupança na Caixa Econômica

cartao_bolsaDeu na Agencia Brasil

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, disse hoje (17) que as pessoas inscritas no programa Bolsa Família podem agora receber o benefício por meio de uma conta poupança na Caixa Econômica Federal, não precisando mais sacar o dinheiro todo de uma vez.

Com a abertura da conta poupança, o beneficiário passa também a poder fazer compras com os recursos do Bolsa Família, por meio do cartão de débito, o que antes não era possível. “É um direito de formalização, de entrar no mercado bancário”, disse em entrevista ao programa Bom Dia, Ministro, transmitido pela tv NBR, da EBC Serviços.

Quem desejar abrir uma conta poupança para receber a complementação de renda do programa precisa apenas apresentar o CPF – Cadastro de Pessoa Física – na agência bancária ou casa lotérica na qual costuma sacar o benefício. No entanto, nada muda para o beneficiário caso ele escolha não possuir a conta, cuja abertura é opcional. O antigo cartão do Bolsa Família continuará  funcionando normalmente.

“Primeiro, a gente não quer que o beneficiário ache que é obrigado a abrir uma conta. Segundo, ele não precisa fazer isso este mês”, disse a ministra, ressaltando que a escolha pela abertura da conta poupança pode ser feita a qualquer momento. “Agora, os beneficiários do Bolsa Família vão ter mais essa facilidade.”

Além do cartão de débito, utilizável em qualquer estabelecimento comercial que aceite a bandeira Elo, quem optar por abrir conta na Caixa receberá rendimento sobre o saldo que permanecer na poupança e poderá realizar dois saques para a retirada do dinheiro, e não apenas um, como ocorre com o cartão normal do programa.


Empresários se unem pela manutenção dos serviços na Santa Casa de Itabuna

Honey Wense, Ronal Abude e Eric EttingerDurante a Reunião Ordinária da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI, nesta segunda-feira, 14, o provedor da Santa Casa de Misericórdia de Itabuna, Eric Ettinger Menezes Júnior apresentou dados sobre a atual situação econômico-financeira da instituição que chega a um débito acumulado de R$ 103 milhões, e corre o risco de “fechar as portas” caso não haja uma renegociação dos valores defasados da tabela do Sistema Único de Saúde e uma sensibilização da sociedade em geral.

Nesse sentido, foi formada uma comissão composta por representantes das entidades empresarias de Itabuna para buscar junto aos governos, municipal e estadual a renegociação dos valores da tabela do Sistema Único de Saúde. Atualmente, por ser uma entidade filantrópica, a Santa Casa deve cumprir o mínimo de 60 % de atendimentos pelo SUS. Em 2015, esse escore já estava em 76 %.

De acordo com o provedor, a necessidade de renegociação de contrato com a Secretaria de Saúde do Município é uma das principais medidas, tendo em vista que a instituição não tem condições de cumprir o contrato com a atual remuneração. É necessária a compensação desses valores.

“O momento que a Santa Casa passa é complicado. Não sabemos se chegará no mês de maio com as portas abertas para o atendimento. Não é exclusividade de Itabuna, é uma crise dos hospitais filantrópicos como um todo, devido a remuneração defasada da tabela SUS”, declarou Eric.

Ainda com o objetivo de buscar uma solução, a Santa Casa fez a contratação da empresa Perfil Consultoria que estará realizando um diagnóstico e apresentará um projeto para execução nos próximos anos. Foi criado um comitê de crise com representantes da provedoria, corpo clínico, conselho deliberativo e setores estratégicos dos hospitais para as decisões imediatas.

O diálogo permanente continua com os funcionários, o corpo clínico da Santa Casa, as entidades representativas do Estado e do Município, as instituições financeiras, os parceiros e credores. “Nós buscamos a sensibilização com a sociedade para atual situação financeira da Santa Casa, pois a nossa missão é manter a instituição aberta para garantir a saúde a população”, finalizou.

A reunião contou com a presença do presidente da CDL, Jorge Braga, o presidente do Sindincom, Eduardo Carqueija, o coordenador do Movimento Empresarial do Sul da Bahia – Mesb, Élio Nascimento, o vice-presidente da Associação de Agropecuaristas do Sul da Bahia – Adasb, Edmar Margotto Júnior, dentre outras representações da sociedade civil organizada.(Viviane Cabral)


Prof. Almir Martins fala sobre mercado do chocolte em entrevista

O site  CICacau ligado a pesquisadores da Universidade Estadual de Santa Cruz, entrevistou  o prof. Almir Martins dos Santos, agrônomo, doutor em Administração e titular do Departamento de Economia, onde foi abordado a temática do mercado de chocolate brasileiro.

Almir afirma que o mercado de chocolate no Brasil apresenta um dos maiores crescimento do mundo e o segmento de chocolate fino (Premium ou Gourmet) é o que mais cresce no Brasil. Segundo dados da Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Chocolates, Cacau, amendoins, Balas e derivados (Abicab), o mercado de chocolate fino vem crescendo até três vezes mais que o somatório dos outros segmentos.

A produção e consumo de chocolate fino, à dez anos atrás, não aparecia nas estatísticas nacionais. Atualmente participação do chocolate fino em relação ao total produzido no Brasil é algo em torno de 2%. Portanto o potencial deste mercado é grande, pois ele vem crescendo a taxa elevada, até 20% ao ano, e ainda há muito espaço para a expansão do setor no Brasil.

Leia a entrevista no site CICacau.


Presidente da Juceb aposta nas inovações para otimizar o setor empresarial

Honey Wense, Ronaldo Abude e Antonio CarlosDurante a visita à sede da Associação Comercial e Empresarial de Itabuna – ACI nesta segunda-feira, 7, o presidente da Junta Comercial do Estado da Bahia – Juceb, Antonio Carlos Tramm, apresentou aos empresários e contabilistas, o Programa de Inovação e Simplificação do Registro Mercantil.

A iniciativa contempla ações para a informatização total do processo de registro empresarial com o objetivo de reduzir o tempo para a constituição e legalização de empresas na Bahia. “Até o final do ano [2016], a ideia é informatizar todo o sistema, e permitir que os processos sejam totalmente digitalizados. Então, uma empresa com sede em qualquer lugar vai poder mandar alteração contratual ou um contrato novo, devidamente digitalizado e com as assinaturas digitalizadas”, explicou Tramm.

Ainda faz parte do programa da Juceb, a melhoria na qualidade de atendimento dos profissionais; a sincronização dos serviços prestados pela Junta Comercial, em parceria com: Governo Federal, Prefeitura e Governo Estadual; o resgate da história da entidade, com a restauração de livros e documentos de registros; e, por fim, o Projeto Juceb em dados, no qual tem o objetivo de melhorar os cruzamentos e filtros de números disponibilizados pelo processo de registro mercantil.

Auditório da ACI com a presença de empresários e contadoresAs informações foram debatidas pelos profissionais do setor contábil, que aproveitaram a oportunidade para esclarecer dúvidas e acrescentar mais conhecimentos sobre o novo sistema. O presidente do Sindicato dos Contabilistas do Sul da Bahia, José Oliveira Filho revelou que a vinda do presidente da Juceb foi válida, pois trouxe esclarecimentos para alguns problemas mais comuns entre os contadores, a exemplo do tempo de abertura de uma empresa.

De acordo com o presidente da ACI, Ronaldo Abude, é a primeira vez que a entidade recebe a visita de um presidente da Junta Comercial da Bahia. “Essa foi uma oportunidade única para empresários e contabilistas se atualizarem quanto aos processos de registro empresarial. Essa reunião serviu também para prestar contas desses serviços aqui na Associação Comercial de Itabuna que agora são entregues em média em 24 horas. Essa celeridade se deu em função de mudanças nos processos e pelo trabalho da equipe nova à frente do escritório de Itabuna”.(Por Viviane Cabral)


Rede Hoteleira de Ilhéus participa da Exposição Agropecuária Nacional de Conquista

Acontece entre os dias 11 e 20 de março, no Parque de Exposições Teopompo de Almeida, em Vitória da Conquista, a 50ª edição da Exposição Agropecuária Nacional de Conquista. O evento, considerado um dos mais tradicionais do Brasil, irá contar com feira de negócios, shows, leilões, apresentações e cursos.

Durante a Feira, 400 expositores de diversos segmentos estarão presentes expondo suas atividades, produtos e serviços dentre os quais, os Hotéis Praia do Sol e Aldeia da Praia, de Ilhéus.

Segundo Luana Nascimento, Assistente de Marketing dos hotéis, participar da Feira é uma forma de prestigiar a população da cidade de Vitória da Conquista, que constantemente visita Ilhéus e se hospeda nos hotéis. “Alguns de nossos hóspedes mais fiéis, são de Conquista e é um prazer estar presente em um evento tão importante para a comunidade local”.

Luana destacou ainda, que a participação no evento permite a rede hoteleira divulgar a sua estrutura e tudo o que os hotéis oferecem, além de promover os encantos naturais e os cenários paradisíacos da Terra da Gabriela.

A fim de comemorar a marca histórica de 50 edições do evento, os hotéis irão sortear uma diária por dia entre as pessoas que visitarem o stand e realizarem o cadastro. Para obter mais informações, basta entrar em contato através dos telefones: Hotel Praia do Sol – (73) 3234-7000 ou reservas@praiadosol.com.br / Hotel Aldeia da Praia – (73) 3234-8000 ou reservas@aldeiadapraia.com.br.


Copom mantém taxa de juros em 14,25% ao ano

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central se reuniu nesta quarta-feira (2) e decidiu manter os juros básicos da economia estáveis em 14,25% ao ano – o maior patamar em quase dez anos. Foi a quinta manutenção seguida dos juros pelo BC, que parou de subir a taxa Selic em setembro do ano passado.

Em termos reais (descontada a inflação prevista para os próximos 12 meses), os juros brasileiros continuam entre os mais altos do planeta. A decisão do BC de manter novamente os juros inalterados confirmou expectativa da maior parte dos analistas do mercado financeiro.

A percepção dos analistas de que a taxa seria mantida nesta semana tinha por base indicações da própria autoridade monetária. Em seu último encontro, em janeiro, o Copom decidiu não subir os juros por conta de preocupações com o cenário de desaceleração da economia mundial e sua repercussão no Brasil. Informações do G1.

Taxa Selic Fevereiro Copom (Foto: Editoria de Arte/G1)


Receita começa a receber declarações do IR 2016 nesta terça-feira

irfO prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoas Física 2016 (IRPF) começa na terça-feira (1º). As fontes pagadoras estão obrigadas a entregar o comprovante de rendimento aos trabalhadores até esta segunda-feira (29). O programa gerador da declaração para ser usado no computador foi liberado no site da Receita Federal no dia 25. A data limite para entrega das declarações é 29 de abril.

Entre os que devem declarar, estão os contribuintes, pessoas físicas, que receberam em 2015 acima de R$ 28.123,91 em rendimentos tributáveis. Também deve declarar o IRPF quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados, exclusivamente na fonte acima de R$ 40 mil em 2015; quem obteve, em qualquer mês do ano passado, ganho de capital na venda de bens ou fez operações no mercado de ações; quem tem patrimônio individual acima de R$ 300 mil; e proprietários rurais que obtiveram receita bruta acima de R$ 140.619,55.

Quem perder o prazo está sujeito à multa de 1% do imposto devido por mês de atraso ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. A multa máxima equivale a 20%.

Na terça-feira, a Receita envia o aplicativo do imposto de renda para dispositivos móveis (tablets e smartphones) na versão Android para a Google Play, loja virtual da empresa. De acordo com a Receita, a versão iOS já foi enviada para Apple e aguarda autorização da empresa.(Agência Brasil)