Sebrae realiza capacitações gratuitas em Canavieiras

Por Viviane Cabral- Sebrae

O Sebrae em parceria com a Prefeitura de Canavieiras vai promover uma semana de capacitações gratuitas, a partir da segunda-feira, 23, até sexta-feira, 27, no espaço Planet Panzini. As inscrições já podem ser feitas na sede da Secretaria de Turismo, que fica no sítio histórico governador Paulo Souto, número 13, centro.

Nos dias 23 e 24, será realizado um curso sobre plano de negócios, às 19h. Em seguida, dia 25, acontece a oficina SEI Planejar, no mesmo horário. Para encerrar, os dias 26 e 27 serão destinados à temática “Como comercializar no campo”, a partir das 8h.

As capacitações são voltadas para empresários do comércio e do setor de serviços, bem como os agricultores familiares. Segundo o analista técnico do Sebrae em Ilhéus, Eduardo Benjamin Andrade, o objetivo das capacitações é tornar o profissional que trabalha no município apto para vender à prefeitura. “A ideia é fazer com que o dinheiro sempre circule no município”, explicou.

Mais informações podem ser obtidas no Sebrae em Ilhéus, pelo telefone (73) 3634-4068.


Atividade econômica tem queda de 0,38% em agosto

Após dois meses seguidos de crescimento, a atividade econômica registrou queda em agosto. O Índice de Atividade Econômica do Banco Central (IBC-Br) dessazonalizado (ajustado para o período) teve queda 0,38%, em agosto, segundo dados divulgados hoje (18).

Na comparação com agosto de 2016, houve crescimento de 1,64% (sem ajuste para o período). Em 12 meses encerrados em agosto, o indicador tem retração de 1,08%. No ano, até agosto, houve crescimento de 0,31%.

O IBC-Br é uma forma de avaliar a evolução da atividade econômica brasileira e ajuda o BC a tomar suas decisões sobre a taxa básica de juros, a Selic. O índice incorpora informações sobre o nível de atividade dos três setores da economia: indústria, comércio e serviços e agropecuária, além do volume de impostos.

O indicador foi criado pelo BC para tentar antecipar, por aproximação, a evolução da atividade econômica. Mas o indicador oficial é o Produto Interno Bruto, calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística.(Agência Brasil)


Banco do Nordeste apresentou critérios para adesão ao Prodeter

reuniao-do-freade-vandelucia-bnb

Na reunião do Fórum Regional de Gestores Municipais de Agricultura e de Desenvolvimento Econômico – Freade, nesta terça-feira, 17, secretários foram orientados sobre os critérios para adesão ao Programa de Desenvolvimento Territorial – Prodeter do Banco do Nordeste, que visa desenvolver uma unidade sustentável nos municípios, de fomento econômico, social e ambiental.

O BNB vai investir na agricultura dos municípios da região, a partir de um projeto construído com a participação da Amurc, Uesc, Freade e Território Litoral Sul. De acordo com a Agente de Desenvolvimento do Banco, Vandelucia Cordeiro, o projeto será fundamentado na modelagem e no formato de Sistema Agroflorestal – SAF, Pagamento por Serviços Ambientais – PSA, os bolsões verdades, com as hortaliças e animais de pequeno porte.

O projeto leva em consideração a sustentabilidade nos municípios, atendendo aos aspectos sociais, ambientais e econômicos. Os municípios terão o acompanhamento de todas as políticas públicas dentro dessas unidades, a exemplo de Cefir, Cadastro de Regularização Fundiária, Daps, Assistência Técnica e o apoio das prefeituras municipais. Para aderir ao projeto será feita uma seleção de municípios, seguida das associações e dos agricultores familiares.

Para a secretária de Agricultura de Ibicaraí, Telma Elízia de Matos, iniciativas como essa fortalece as secretarias municipais que lutam pelo reconhecimento da agricultura como um segmento importante para o desenvolvimento dos municípios. “Ações compartilhadas fortalece todos nós, e é de tamanha importância para a nossa região”.

O Freade reuni gestores que representam as secretarias de Agricultura e Meio Ambiente dos municípios do Território Litoral Sul e tem o objetivo de buscar a resolução das principais demandas do setor na região.


Cerca de 15 milhões contribuíram para o PIS/Pasep por 20 anos

Caixa faz sorteio eletrônico de imóveis do Conjunto Habitacionais São José - Foto Gabriel de Oliveira (3)Da Agência Brasil

Criados em 1971, os fundos do Programa de Integração Social (PIS) e do Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep) funcionaram, por quase 20 anos, como uma poupança particular. A cada ano, o trabalhador tinha direito a receber o rendimento das cotas e podia sacar todo o crédito em caso de aposentadoria, doença grave ou ao completar 70 anos.

Os fundos vigoraram até 4 de outubro de 1988. Com a promulgação da Constituição, a arrecadação do PIS/Pasep passou a ser destinada ao Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), que empresta a empresas do setor produtivo. O PIS é destinado aos trabalhadores da iniciativa privada. O Pasep, aos servidores públicos.

No entanto, falhas na comunicação entre o governo, as empresas e os trabalhadores fizeram muitos não sacarem as cotas dos fundos, mesmo cumprindo os requisitos para a retirada. No ano passado, uma auditoria da Controladoria-Geral da União (CGU) identificou que 15,5 milhões de brasileiros tinham abonos do PIS/Pasep a receber.

Desde o ano passado, a promoção de campanhas reduziu pela metade o contingente de brasileiros que ainda não sacaram o benefício. Para zerar o passivo e injetar R$ 15,9 bilhões na economia, o governo publicou, no fim de agosto, a Medida Provisória 797, que reduziu as restrições para o saque e criou um calendário para a retirada.


Latam anuncia novas frequências para Ilhéus no primeiro semestre de 2018

ilheusA Latam – uma das maiores empresas aéreas da América do Sul – vai aumentar a frequência doméstica dos voos para Ilhéus, entre janeiro e maio de 2018. Mais que isso: em suas revistas de bordo, vai divulgar os principais destinos turísticos do estado, incluindo Ilhéus. A estimativa é de que a Latam passe a operar 98 frequências semanais para Salvador, sendo oito delas para o Aeroporto Jorge Amado.

O governador Rui Costa assinou acordo com o diretor da Latam, Bruno Alessio, que garante os voos para o Aeroporto Jorge Amado. Por parte do Estado, haverá uma redução do Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) cobrado no querosene de aviação usado pela Latam nas frequências para a Bahia.

Posição geográfica – “A Bahia tem uma das operações mais relevantes do país, a gente fala em mais de 500 voos por mês, é um número expressivo. A posição geográfica ajuda muito o turismo, pois é um dos maiores polos do Nordeste”, diz Alessio.

Recentemente, outra empresa aérea, a Azul, anunciou que a partir de 11 de dezembro, terá mais um voo para Ilhéus. O trajeto será entre o Aeroporto Santos Dumont, no Rio, até o Aeroporto Jorge Amado. Trata-se de uma rota sazonal que atenderá, inicialmente, o período da alta estação.

Em 2016, o Jorge Amado recebeu mais de 550 mil pessoas, e até abril deste ano, a Infraero registrou a movimentação de 190 mil pessoas. No entanto o prefeito destaca que, ao longo dos anos, a cidade deixou de receber investimentos por falta de infraestrutura aeroportuária. De segunda-feira a sexta-feira o Aeroporto Jorge Amado opera oito com voos diários. Sábado e domingo aumenta em média mais dois ou três voos. Operam em Ilhéus as empresas Azul, Latam, Avianca e Gol.


Cerca de 2 mil pessoas já foram capacitadas no Sul da Bahia

capacitacao_sebraeA Semana Sebrae de Capacitação Empresarial chegou ao número de 2 mil pessoas capacitadas nas cidades de Itabuna e Ilhéus. Nesta quinta-feira, 5, a busca por ideias inovadoras levou mais de 800 pessoas a Terceira Via Hall, em Itabuna, na palestra “Tendências e Oportunidades – como vender em tempos de difíceis”, com o palestrante internacional Erik Penna. A Semana Sebrae encerra nesta sexta-feira, 6, em Ilhéus com oficinas práticas, e em Itabuna, no sábado, 7, com a palestra “Como montar um Startup”, com o fundador da Click Conhecimento, Almir Neves.

Na plateia, a microempreendedora individual, Jéssica Leite revelou que para se manter no mercado competitivo tem utilizado estratégias para atrair cada vez mais o cliente. “A ideia é inovar o produto, o atendimento, o serviço, porque o cliente sempre busca novidades”, destacou a empreendedora que produz e comercializa bijuterias pela internet, via Instagram, Facebook e WhatsApp.

A microempresária Thais Gavazza, que atua na produção e comercialização de bolsas artesanais no município de Una, também utiliza as redes sociais (WhatsApp, Facebook e Instagram) para divulgar e comercializar o seu produto. A sua ida até a palestra foi com o objetivo de “ampliar os conhecimentos para a criação de um e-commerce do seu negócio”.

Num momento em que o varejo mudou, os clientes mudaram, a alternativa tem sido criar uma oportunidade para conseguir manter o próprio negócio. “Aí, é inovar ou morrer”, declarou Penna durante a sua palestra. “Quem esperar o cliente vai fechar. Vai para frente quem é ativo e busca integrar as tecnologias disponíveis”, completou.


Reunião definiu ações para o desenvolvimento sustentável nos municípios

reuniao_amurc_bnbDurante uma reunião nesta quinta-feira, 5, articulada pela Amurc e o Fórum de Secretários de Agricultura dos Municípios – Freade, foi realizado o alinhamento de ações para a implantação do Programa de Desenvolvimento Territorial – Prodeter, do Banco do Nordeste na região. A proposta será apresentada no próximo dia 17, aos secretários municipais e visa desenvolver uma unidade sustentável nos municípios, de fomento econômico, social e ambiental.

O encontro teve a presença do secretário executivo da Amurc, Luciano Veiga, o secretário de Planejamento e Desenvolvimento Econômico de Uruçuca, Águido Muniz, a secretária do Programa AGIR-LS, Rita Maria de Souza e os representantes da Ceplac, Geraldo Landim e do BNB, Vanderlúcia.

A ideia do projeto é desenvolver os três sistemas de produção – o Sistema Agroflorestal – SAF, a produção de pequenos animais e de hortifrúti na propriedade e tornar a unidade produtiva autossustentável, tanto econômica, social e ambiental. Os municípios terão o acompanhamento de todas as políticas públicas dentro dessas unidades, a exemplo de Cefir, Cadastro de Regularização Fundiária, Daps, Assistência Técnica e o apoio das prefeituras municipais.


Conta de luz fica mais cara em outubro

Com o início do mês de outubro, a conta de luz ficará mais cara. A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) mudou a bandeira tarifária das contas de luz, que passou a ser a vermelha patamar 2. A tarifa é a mais cara do modelo e representa a cobrança de taxa extra de R$ 3,50 a cada 100 Quilowatt-hora (kWh) consumidos.

Em setembro, a bandeira tarifária das contas de luz foi a amarela, com taxa extra de R$ 2 para cada 100 kWh de energia consumidos. A tarifa extra mais alta a partir deste mês se deve à necessidade de operar mais usinas térmicas, cujo custo de produção da energia é mais alto que a da produzida nas hidrelétricas. A mudança foi anunciada pela Aneel na última sexta-feira, 29.

É a primeira vez que o patamar 2 é acionado, desde que a bandeira vermelha passou a contar com duas graduações, em janeiro de 2016. A decisão foi tomada devido à baixa vazão das hidrelétricas, porque as chuvas em setembro ficaram abaixo da média. Segundo o relatório do Programa Mensal de Operação (PMO) do Operador Nacional do Sistema (ONS), a situação dos reservatórios das usinas hidrelétricas alcançou níveis preocupantes.

A agência reguladora aponta que ainda não há risco de desabastecimento de energia, mas alerta para a importância de os consumidores intensificarem o uso consciente e combater o desperdício de energia elétrica. (Agencia Brasil)


Semana Sebrae de Capacitações na região

O Sebrae inicia na próxima segunda-feira (2), e segue até sábado (7) de outubro, a 3ª edição da Semana Sebrae de Capacitação Empresarial em todo Estado. Nos municípios de Itabuna, Ilhéus, e outras cidades da região Sul, a programação inclui uma série de atividades os pequenos negócios. Há oportunidades gratuitas e pagas, com investimentos a partir de R$ 10.

Estão previstos seminários, oficinas e palestras sobre os mais diversos aspectos do universo do empreendedorismo, como inovação, marketing e vendas, planejamento, finanças, atendimento, gestão de estoque, liderança, gestão de pessoas, gestão estratégica, produtividade, processos, empreendedorismo feminino, modelo de negócio, startups, acesso a crédito e financiamento coletivo, entre outros.

Para participar, a pessoa precisa estar vinculada a um CNPJ, a exemplo de empresários, sócios de empresas e empregados. As inscrições estão sendo feitas no site do evento (www.semanasebrae.com.br), onde também é possível ter acesso à programação completa. Mais informações estão disponíveis pelos telefones: (73) 3613-9734, em Itabuna, (73) 3634-4068, em Ilhéus, ou, ainda, pela Central de Relacionamento do Sebrae, pelo 0800 570 0800.


Fórum traz conhecimento para empreendedores da área da saúde

Empreendedorismo e inovação são os temas principais do Fórum de Saúde S.A, que acontece entre os dias 28 e 30 de setembro, no Centro de Convenções de Ilhéus. Na programação, estão previstas mais de 20 palestras, além de mini cursos, cases de sucesso e uma feira de franquia especializada em saúde.

As inscrições podem ser feitas no site www.forumsaudesa.com.br, a um custo de R$ 120,00 (estudantes) e R$ 220,00 (profissionais). Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (73) 3015-0072 e 99108-5300. O objetivo, segundo a coordenadora do evento, Marília Vieira, é quebrar paradigmas na área de saúde, para a criação de oportunidades em um momento de crise econômica.

O Fórum é uma realização da empresa MJ Consultoria e tem a parceria com o Sebrae. De acordo com o idealizador do Fórum, Marcos Jader Vieira, o Sebrae soma com a expertise nas áreas de empreendedorismo e inovação, aliado a credibilidade.

O gerente adjunto do Sebrae em Ilhéus, Michel Lima, por sua vez, destacou que o segmento de saúde é um dos mais expressivos da região, tanto em quantidade, como em qualidade de serviços. Na perspectiva do evento, “o Sebrae vai levar informações atualizadas aos profissionais que terminam empreendendo e montando o próprio negócio para exercer suas atividades”.

A palestra de abertura, às 19h30, traz o tema “Construindo soluções para vencer a crise: um olhar de oportunidades para a Bahia”. Em seguida, o assunto será “Competitividade na era digital: seu negócio está realmente preparado?”.

Ao longo da sexta-feira, 29, haverá discussões sobre marketing pessoal, planejamento, formas de crescer até na crise, comportamento empreendedor, expansão, entre outros temas. Em outro momento será realizado o talk-show “Me formei! E agora?”, para tratar de uma dúvida que inquieta tantos profissionais recém-graduados.

O sábado, 30, está reservado para os seguintes casos de sucesso: “Gestão em saúde e segurança do trabalho: prepare sua empresa para atender requisitos legais”; “Os desafios da comunicação segmentada na era digital”; “Contabilidade dos sonhos: planejar para a vida”; “Transformando um ‘não’ em um ‘sim’”.