Programação da Casa de Cultura Jonas e Pilar em Buerarema

Resultado de imagem para Programação da Casa de Cultura Jonas e Pilar em BueraremaDurante o mês de maio, a Casa de Cultura Jonas e Pilar terá uma programação especial com a primeira edição do Mês da Música. Sobem ao palco músicos, interpretes e compositores de Buerarema com o intuito de movimentar o cenário musical, estimular a produção local e a diversidade musical. Os shows acontecerão todas as sextas-feiras de maio, às 20h.

E para quem gosta de dança, não poderá ficar de fora da oficina de Dança de Salão, ministrada por Aldenor Garcia. Serão trabalhados os ritmos forró, samba, tango e bolero. As aulas ocorrerão as segundas, às 17h. Já nas terças, às 19h, rola a oficina de Dança Circular Sagrada, ministrada pela educadora física, Isabela Santos.

O cineclube continua com pauta marcada na Casa de Cultura todas as segundas, às 19h, realizando além de exibições, debates sobre os filmes. E as atividades de contação de historias que prevê ações de estímulo a leitura para alunos das redes pública e particular do município, colocando-os em contato com diversos gêneros textuais, estão de volta, sempre às sextas-feiras, às 15:30h.

E terá a estreia do espetáculo teatral, As Fabulosas Viagens de Frederico, texto de Daniel Stivson e direção Gideon Rosa. A peça é resultado da oficina de teatro Infantojuvenil que acontece na Casa de cultura desde 14 de março de 2019.

As atividades fazem parte do Edital de Ações Continuadas da Casa de Cultura Jonas e Pilar com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, da Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. O projeto teve início em novembro de 2017, e desde então tem ofertado à comunidade oficinas de formação, criação e difusão de inúmeros espetáculos e manifestações artísticas. A Casa de Cultura tem o apoio institucional da Prefeitura de Buerarema.


TVE estreia série infantil ‘As aventuras de Amí’

O difícil e importante processo de desenvolvimento infantil é retratado na série de animação “As aventuras de Amí”, que estreia no próximo dia 24, na TVE Bahia. Desenvolvida pela Lanterninha Produções, a produção aborda os ritos de passagem e as dificuldades das crianças em lidarem com as novas responsabilidades. A exibição acontece de segunda a sexta, em dois horários, às 11h30 e às 13h.

Através da imaginação e com elementos de fantasia, a série conta as aventuras de Amí, uma garota de oito anos, criativa e inquieta que, junto a seu cachorro Balú e seu amigo Tim, inventa outras realidades a partir do mundo que a rodeia. Vivendo uma nova fase da sua infância, Amí não quer mais ser tratada como uma criança pequena, e sim como uma garota que pode assumir responsabilidades. Na tentativa de cumprir tarefas e ser responsável, Amí entra em conflito e acaba demonstrando que ainda é uma criança ingênua e lúdica, ao transformar os novos desafios em verdadeiras aventuras.

O evento de lançamento da série infantil acontece no dia 25 de abril, às 09h, no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura) e terá a presença de cerca de 200 crianças de creches e escolas conveniadas com o programa Mais Infância das Voluntárias Sociais da Bahia.

 


Casa de Cultura Jonas e Pilar de Buerarema

Fachada da Casa de Cultura Jonas e Pilar, em Buerarema.Novidades é o que não faltam na programação do mês de março da Casa de Cultura Jonas e Pilar, em Buerarema. As atividades voltadas para a cultura, cidadania e meio ambiente fazem parte do Projeto de Ações Continuadas, que tem o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura, Bahia- Aqui é Trabalho, e contempla com o projeto, iniciado em 2017, pessoas de todas as faixas etárias do município.

No mês dedicado à mulheres, já aconteceu, no dia 08, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a Roda de Capoeira Mulheres que Gingam, com a participação da contramestre do grupo Cordão de Ouro, núcleo RAIZ DA CDO, Bruna Setenta, para formação musical e bate-papo sobre como Viver a Cultura.

A roda aberta de música acústica, o Luau de Macuco, em parceria com o Coletivo Casa Flor e Recantos de Macuco acontecerá todas às sextas-feiras, na Praça Domingos Cabral, de 20:30h às 22:30h . Quem quiser participar, pode chegar com seu instrumento. Já no dia 09, teve o início da oficina de Capoeira. As aulas acontecem aos sábados, de 14h às 16h com o objetivo de vivenciar o jogo de capoeira e seus estilos. Discutir/refletir sobre os rituais/regras da roda de capoeira e vivenciá-la.

Outra atividade que já tem pauta marcada na Casa, é Cineclube, que traz todas as segundas, sempre às 19h, exibição e debate sobre filmes. O cineclube visa contribuir para a cidadania cultural e a formação de novos públicos, ampliando a percepção e a experiência do espectador


Projeto ‘Artes na Rua’ movimenta Ilhéus com apresentações gratuitas

Como parte da programação artística-cultural do verão 2018-2019, a Prefeitura de Ilhéus, por meio da secretaria Municipal da Cultura (Secult), promoverá atividades culturais com performances artísticas contempladas pelo Edital Artes na Rua, de 2 de fevereiro a 12 de março.

As atividades acontecem no calçadão da Rua Jorge Amado, Praça Pedro Mattos e outros espaços culturais da cidade, com horários variados (10, 12 e 17 horas).

O projeto ‘Artes na Rua’ tem como objetivo fomentar e divulgar o trabalho de artistas e grupos locais, com destaque para o período de alta estação. A programação é gratuita e conta com a participação de grupos de música, teatro, culturas populares e circenses.

“A iniciativa pretende difundir a arte, dando oportunidade aos moradores e aos turistas de conhecerem os trabalhos culturais e artísticos produzidos em nosso município”, comenta o secretário municipal da Cultura, Pawlo Cidade.


Empresas que apoiam programas Fazcultura e Faz Atleta terão redução nos benefícios fiscais

Empresas que apoiam programas Fazcultura e Faz Atleta terão redução nos benefícios fiscaisAs empresas que apoiam os programas do governo baiano “Fazcultura” e “Faz Atleta” terão redução nos benefícios fiscais. Segundo a administração estadual, a queda será de 5% para 3% no Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

O governo alega que para abater 5% do ICMS das empresas seria necessário o aval do Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz), que suspendeu o julgamento sobre a prorrogação das regras atuais de incentivo na última sexta-feira (14).

Para evitar uma redução maior para empresas que recebem os benefícios, o governador reeleito Rui Costa (PT) enviou um projeto de lei para Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA), que destina R$ 15 milhões em renúncias fiscais para o “Fazcultura” e outros R$ 4,9 milhões para o “Faz Atleta”.

De acordo com o secretário estadual da Fazenda, Manoel Vitório, a redução do percentual a ser abatido significa “basicamente” que as empresas vão demorar um pouco mais para receber de volta os incentivos, ou seja, haverá um número maior de parcelas para que ocorra o ressarcimento. Atualmente, as empresas recuperam 80% do ICMS destinado ao “Faz Atleta” ou ao “Fazcultura”.


Elenco de Juacas participa de exibição do filme na praça de Itacaré

Atores, diretores e a equipe de produção da série Juacas, gravada pela segunda temporada em Itacaré, participaram noite desse domingo da exibição do filme na Praça São Miguel e aproveitaram o momento para fotografias e autógrafos.

A proposta foi compartilhar com o público da cidade o sucesso de Juacas, uma das maiores série de televisão juvenil brasileira produzida pelo Disney Channel Brasil. As gravações da segunda temporada foram iniciadas em agosto e deverão ser encerradas no final do mês de setembro.

Antes da exibição do filme e da noite de autógrafos os diretores e coordenadores da Cine 2 Produções Cinematográficas, responsável pelas gravações, agradeceram ao apoio da Prefeitura de e falaram do carinho como foram recebidos pelo púbico na cidade. Também destacaram o sucesso da série na primeira temporada, fazendo com que retornassem para novas gravações. Já os atores destacaram as belezas naturais de Itacaré, considerando o município como um verdadeiro paraíso.

A expectativa deles é que tenha uma nova temporada na cidade para retornarem mais uma vez a Itacaré.


Transtorno do Espectro Autista é tema de livro da Editus

livro superarA Editus – Editora da UESC lançou o livro SuperAr: conhecendo o TEA (Transtorno do Espectro Autista), de Carla Lopes. Por ser mãe de uma criança com TEA, a autora percebeu a dificuldade de encontrar materiais sobre o assunto e percebia a dificuldade que as pessoas tinham para entender e lidar com o seu filho. Por isso, inicialmente escreveu um livrinho de próprio punho e foi entregando cópias ás professoras do filho.

SuperAr é o personagem criado para contribuir de forma pedagógica no entendimento do Transtorno de Espectro Autista e auxiliar professores, coordenadores e diretores de escola na compreensão das potencialidades que uma criança com o autismo apresenta. Trata-se de uma publicação que colabora para o respeito à diversidade e a inclusão concreta e efetiva dos autistas.

SuperAr: conhecendo o TEA (Transtorno do Espectro Autista) custa R$ 25,00 e pode ser adquirido na Livraria da Editus, localizada na UESC, em Ilhéus. Na internet, o leitor encontra essas e outras publicações da Editus nos sites www.livrariacultura.com.br e www.ciadoslivros.com.br. Pedidos também podem ser feitos pelo email vendas.editus@uesc.br ou pelo telefone (73)3680-5240. Para acompanhar todas as novidades da Editora, acesse o site www.uesc.br/editora, o Facebook @editorauesc e o Instagram @editus.uesc.


SecultBA oferece capacitação para 120 jovens

Apostando na força e criatividade da juventude para impulsionar a cultura como um elemento de integração entre as pessoas, e no potencial da economia criativa para contribuir com o crescimento do estado, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia lança o projeto Bahia Criativa – Jovens Empreendedores.

A ação vai qualificar 120 jovens, entre 18 e 29 anos, que desenvolvem projetos ligados à cultura, através de capacitações e consultorias gratuitas, focadas no empreendedorismo e no estímulo à inovação.

Os cursos acontecerão em Salvador (duas turmas de 30 vagas), Vitória da Conquista e Ilhéus (30 vagas por turma), totalizando 64 horas de formação por grupo. A capacitação incluirá oficinas e consultorias coletivas, abordando temas como Financiamento de Empreendimentos Criativos; Marketing Cultural; Elaboração de Projetos; Preparação para pitching; Enquadramento de Projetos Culturais; Marketing para Empreendedores Culturais; e Formatação de Portfólio. As inscrições podem ser realizadas entre os dias 12 de junho e 06 de julho, no site da SecultBA (www.cultura.ba.gov.br).


Escola Cultural de Itabuna realiza mapeamento de atividades artísticas

Escolas Culturais Teixeira de Freitas Foto Camila Souza GOVBA3Com o objetivo de dinamizar a cultura nos territórios de identidade e incentivar o uso da escola como equipamento cultural e de interação social, o Projeto Escolas Culturais, que atua em 85 municípios do Estado, está realizando o Mapeamento Cultural das atividades artísticas. Através desse processo, artistas de todas as linguagens podem ter acesso ao processo de Mapeamento Cultural, bem como conhecer as linhas de atuação das Escolas Culturais e articular parcerias, calendários no auditório da escola e participações em eventos criados pelos estudantes, através do e-mail Itabuna@escolasculturais.org.br.

No sul da Bahia, além de Itabuna, no Colégio Modelo outras quatro cidades possuem Escolas Culturais e coordenações em processo de implementação do Mapeamento Cultural: Canavieiras, Ilhéus, Itajuípe e Jussari, visa o protagonismo dos alunos das escolas públicas, dinamizar o acesso a cultura, através do espaço escolar, bem como, colaborar com a redução dos índices de vulnerabilidade infanto-juvenil, violência e a evasão escolar.

As políticas públicas de territorialização da cultura precisam observar as realidades do nosso território e, justamente por isso, passam por um processo de estudo e reorganização”, afirma Tacila Sousa, coordenadora Cultural do Colégio Modelo Luís Eduardo Magalhães em Itabuna.


Teatro Municipal de Ilhéus apresenta o projeto “Maio, mês da dança”

Com o objetivo de estimular o desenvolvimento técnico e artístico dos bailarinos, incentivar o intercâmbio entre as academias, além de divulgar o trabalho das escolas de dança da cidade, a Secretaria da Cultura de Ilhéus promoveu a reestreia do Projeto “Maio, mês da dança”. O primeiro espetáculo aconteceu na noite de quarta-feira, 23, no Teatro Municipal.

O evento segue até domingo, 27, a partir das 17 horas, com a participação das academias Dinâmica & Movimento, Núcleo da Dança, Cia. de Dança Sôanne Marry, Arrisca Cia. de Dança, ballet afro Dilazenze, Estação da Dança, Stúdio & Danças e Artes e os balés Conexão, escola de dança Camarim, Associação Centro Educacional de Ação Integrada (Aceai), Aisha Gabi e o grupo Kidance.

O secretário da Cultura, Pawlo Cidade, destacou que o projeto reúne escolas, academias e grupos de dança de Ilhéus, que realizam apresentações e estimulam a formação de plateia no reconhecimento da arte de dançar. O projeto “Maio, mês da dança” objetiva dar visibilidade às academias e grupos de dança da cidade e valoriza essa modalidade de arte no município. Neste domingo, a apresentação será destinada ao público infantil.

Por sua vez, a professora Eliana Fonseca, uma das representantes da Câmara Setorial de Dança, lembrou que o projeto “Maio, mês da dança” vem acontecendo durante 20 anos e esteve sob a coordenação da extinta Fundação Cultural de Ilhéus. Sua proposta tem um valor relevante e de grande importância para a dança, enquanto promovida pela secretaria municipal da Cultura. Disse ainda que a proposta da atual gestão de Ilhéus vem firmar a coesão e o sucesso do projeto e solidificar a participação das seis escolas de dança mais antigas e sólidas de Ilhéus, que têm o intento de promover e disseminar a cultura da dança técnica acadêmica no sul da Bahia.