FICC Itinerante leva música, teatro, dança e capoeira à Mangabinha

Apresentações de capoeira, maculelê, teatro e música marcaram mais uma edição do Projeto Cultural FICC Itinerante, promovido pela Fundação Itabunense de Cultura e Cidadania (Ficc), sábado, dia 17 de agosto, no bairro Mangabinha. O projeto tem como objetivo fomentar a cultura, propiciando aos artistas da comunidade visitada, de Itabuna e região, oportunidades de apresentação nas mais diversas áreas com a sensibilização da população para a cultura e a arte.

Coordenado pelo grupo de Ações Culturais na Ficc, o projeto, iniciado em 2017, teve edições iniciais no calçadão da Rui Barbosa, rua Osvaldo Cruz e na praça Camacan, centro de Itabuna. Numa iniciativa do presidente, Daniel Leão, que idealizou a sua expansão, o primeiro bairro a receber o FICC Itinerante foi Conceição e agora, teve como palco, a praça principal da Mangabinha, onde recepcionou o presidente da Câmara de Vereadores, Ricardo Xavier, que elogiou a ideia do projeto.

Daniel Leão destaca que a ideia da FICC Itinerante é não apenas estimular a participação de artistas das comunidades visitadas, como também promover a sua interação com a população através de eventos de baixo custo, com ampla participação popular, visando o incentivo à cultura na cidade e do comércio local, destacando nesta edição as participações do Instituto de Flautas Carlos Oliveira e do Forró da Saliência, com artistas da Mangabinha e já conhecidos na cidade.


Diretoria de Audiovisual (DIMAS) celebra 45 anos de difusão, memória e fomento do Audiovisual baiano

O ano é 1974.  Ano em que foi criada a Diretoria de Audiovisual – DIMAS, vinculada à da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Dimas/Funceb), um primeiro passo para o estabelecimento das políticas públicas para esta que é uma importante área que movimenta a economia estadual e nacional – o Audiovisual.

A Dimas tem esta responsabilidade e vem fortalecendo-a ao longo destas décadas – pensar, planejar e executar, em diálogo permanente com agentes da área, estas políticas. Em 2019, um grande passo se deu no sentido de melhor acolher e preservar sua memória – a Diretoria saiu do Complexo da Biblioteca dos Barris e ganhou nova sede na Rua do Tijolo, nº 14, no Pelourinho. A mudança visou atender à demanda de preservação e melhoria na salvaguarda do acervo da Cinemateca da Bahia, antes intitulada Núcleo de Memória da Dimas.

Com a mudança, em abril, a DIMAS abriu ao público as portas de sua nova Cinemateca da Bahia, que preserva obras raras do Audiovisual do estado com cerca de 10 mil itens como películas cinematográficas, DVDs, cartazes, fotografias, revistas, catálogos, livros e roteiros do cinema baiano, brasileiro e estrangeiro. Em sua política preservação, mas pensando em ampliar este acervo, a comemoração de 45 anos inclui o lançamento de uma campanha, abrindo espaço para doação e colaboração do público baiano.

Difusão & Fomento (mais…)


Funceb vai selecionar 14 artistas do interior para participar de programa de intercâmbio em parceria com o FIAC

danca-escolas-culturais-1-1024x682Pelo terceiro ano consecutivo, a Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb/SecultBa) realiza o Intercâmbio Artístico-Cultural em Festivais em parceria com o Festival Internacional de Artes Cênicas da Bahia – FIAC Bahia. Neste ano, serão selecionados 14 artistas, mais 6 suplentes, pelo menos dois de cada um dos seis macroterritórios do estado para participar do programa.

As inscrições acontecem de 7 a 11 de agosto de 2019. Podem se inscrever artistas e agentes culturais de teatro, dança ou circo, maiores de 18 anos, através do preenchimento do formulário online disponível no site da Funceb. O resultado será publicado no site da Funceb e do FIAC em 15 de agosto.

Após publicação do resultado, os selecionados e suplentes devem enviar para o e-mail coordenação.teatro@funceb.ba.gov.br, no prazo de 24h, a cópia do RG, CPF e uma foto 3×4.

O programa de intercâmbio da Funceb apresenta novidades em relação aos anos anteriores, com ações preliminares e virtuais. Na primeira etapa do projeto, à distância, os 20 artistas/agentes (selecionados e suplentes), através de plataforma virtual, vão partilhar informações sobre seus trabalhos e territórios, compondo uma cartografia da produção artística baiana com vídeos, fotos, textos e áudios.

Intercâmbio (mais…)


A edição mais completa do clássico Os Sertões de Euclides da Cunha, na Flip 2019

Revisada e ampliada, a obra organizada por Leopoldo M. Bernucci e pulicada pela SESI-SP Editora e Ateliê Editorial é a quinta edição comentada e a mais completa do clássico Os sertões de Euclides da Cunha (1866-1909), autor que será homenageado na Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) 2019, promovida entre os dias 10 e 14 de julho.

Além do texto rigorosamente restaurado conforme as fontes autorizadas, o livro – de capa dura e com mais de 900 páginas – possui cerca de três mil notas, que auxiliam no esclarecimento do difícil vocabulário euclidiano.

É a primeira edição com minucioso e inédito índice onomástico de lugares e pessoas; acurada cronologia de vida e obra do autor; mais de 20 páginas de iconografia, com informações desconhecidas sobre o assunto; e prefácio elucidativo do organizador Bernucci, que aborda o problema das diferentes linguagens de Os sertões e de suas qualidades artísticas.

CAMPANHA DE CANUDOS

Os sertões datam de 1902, ano de sua primeira edição, cinco anos após o término da Campanha de Canudos (1896-1897), ocorrida no interior da Bahia, que opôs o Exército e o Governo brasileiros ao movimento de cunho social, político e religioso liderado por Antônio Conselheiro. A obra é dividida em três parte: “A terra”, “O homem” e “A luta”. Euclides da Cunha testemunhou o trágico desfecho como repórter de O Estado de S. Paulo.

TRECHO DO PREFÁCIO

(mais…)


Programação completa do São João em Ibicuí

Do Correio

Quadrilhas, sanfoneiros, forró pé de serra e decoração típica marcam o tradicional São João de Ibicuí, que acontece entre os dias 19 e 24 de junho. A programação gratuita terá seis dias de shows com mais de 30 artistas, como Calcinha Preta, Limão com Mel, Aduílio Mendes, Caninana do Forró, Caviar com Rapadura, Plays, Banda Lordão, Donas do Bar e Sivirina Xique Xique. Com o tema Povo Nordestino, o evento celebra o orgulho da região.

Com a preocupação de resgatar a tradição da festa, os festejos já começam nos dias 14, 15 e 16 de junho, com a terceira edição do Festival Estadual de Quadrilhas que receberá dez quadrilhas de diferentes regiões da Bahia. Indumentárias cheias de brilho e decoração típica mantém a beleza de uma das manifestações mais populares do São João;

“O povo nordestino vem historicamente resistindo a situações como seca, fome, abandono e ainda assim não costuma se abalar com afirmações que tentam diminuir a gente de alguma forma. O nordestino é um povo orgulhoso de sua luta, natureza e resistência. É uma população que trabalha duro, mas aproveita bem a vida sem precisar de muito, sendo feliz na simplicidade. O tema do São João vem para homenagear toda essa história”, destaca Marcos Galvão, prefeito de Ibicuí.

Festas fechadas

Além da programação gratuita do São João na Praça Regis Pacheco, Ibicuí conta com festas fechadas como Brega Light e Ticomia. A primeira, que acontece entre 23 e 24 de junho, celebra 18 anos ao som de Zé Neto & Cristiano, Wesley Safadão, Gusttavo Lima, Diego & Victor Hugo, Donas do Bar, Léo Santana, Parangolé, La Fúria, Jonas Esticado, Lambasaia, Tayrone, Trio da Huanna, Dorgival Dantas e Dennis DJ. Já a segunda festa, que acontece nos dias 22 e 23 de junho, inclui atrações como Flávio José, Saia Rodada, Márcia Fellipe e Mano Walter.

São João de Ibicuí 2019

Onde: Praça Regis Pacheco, Ibicuí (a cerca de 520 km de Salvador)
Quando: Festival de Quadrilhas – 14 de junho, a partir das 16h30; 15 e 16 de junho, a partir das 18h.
Shows – de 19 a 24 junho, a partir das 19h
Entrada gratuita

PROGRAMAÇÃO

QUARTA-FEIRA (19 DE JUNHO)
Caninana
Iago Gouveia

QUINTA-FEIRA (20 DE JUNHO)
Calcinha Preta
Leo Ferra e Forrozão
Caviar com Rapadura
Michele Andrade

SEXTA-FEIRA (21 DE JUNHO)
Limão com Mel
Sobrinho
Donas do Bar
Dedim Gouveia

SÁBADO (22 DE JUNHO)
Forró dos Plays
Forró Balancear

DOMINGO (23 DE JUNHO)
Gigantes do Brasil
Lordão

SEGUNDA-FEIRA (24 DE JUNHO)
Aduílio Mendes
Bel Lima


Cíclicas Varieté celebra primeiro ano do grupo As Madalenas nesta sexta

Há cerca de um ano, um grupo de mulheres se reuniu para uma série de oficinas de palhaçaria. Desses encontros sobre a comicidade, técnicas de interpretação e reflexões sobre o papel feminino no humor, surgiu As Madalenas. Formado exclusivamente por palhaças, o grupo celebra seu primeiro aniversário com o espetáculo Cíclicas Varieté, que acontece nesta sexta-feira (24) às 19 horas, no Espaço Cultural Dilazenze, bairro da Conquista. A entrada é franca e a classificação é livre.

Como uma festa de aniversário não acontece sem a presença de convidados, o grupo As Madalenas será o anfitrião para receber uma série de performances em seu show de variedades. Cíclicas Varieté contará com as presenças de Irmãos Batuque, Núcleo Drag Queen do Grupo Teatro/Circo Maktub e apresentações de dança do ventre de Camile Pena e Carol Borges do Estúdio Aisha Gaby. “Agradecemos o Espaço Cultural Dilazenze por ceder o palco para este encontro que promete ser uma divertida confraternização entre artistas e público”, declarou a diretora artística Driely Alves.

O elenco do grupo As Madalenas é formado por integrantes de diferentes gerações, tendo a mais jovem 12 anos e a mais experiente 71 anos. Periodicamente, as integrantes se encontram periodicamente para realização de oficinas e criação de números cômicos. “Somos o primeiro grupo de Ilhéus formado, exclusivamente, por palhaças. Estamos em constante processo de amadurecimento, estudando, trocando experiências com outros artistas e vivenciando a palhaçaria através da ótica feminina”, destaca Driely Alves.


Programação da Casa de Cultura Jonas e Pilar em Buerarema

Resultado de imagem para Programação da Casa de Cultura Jonas e Pilar em BueraremaDurante o mês de maio, a Casa de Cultura Jonas e Pilar terá uma programação especial com a primeira edição do Mês da Música. Sobem ao palco músicos, interpretes e compositores de Buerarema com o intuito de movimentar o cenário musical, estimular a produção local e a diversidade musical. Os shows acontecerão todas as sextas-feiras de maio, às 20h.

E para quem gosta de dança, não poderá ficar de fora da oficina de Dança de Salão, ministrada por Aldenor Garcia. Serão trabalhados os ritmos forró, samba, tango e bolero. As aulas ocorrerão as segundas, às 17h. Já nas terças, às 19h, rola a oficina de Dança Circular Sagrada, ministrada pela educadora física, Isabela Santos.

O cineclube continua com pauta marcada na Casa de Cultura todas as segundas, às 19h, realizando além de exibições, debates sobre os filmes. E as atividades de contação de historias que prevê ações de estímulo a leitura para alunos das redes pública e particular do município, colocando-os em contato com diversos gêneros textuais, estão de volta, sempre às sextas-feiras, às 15:30h.

E terá a estreia do espetáculo teatral, As Fabulosas Viagens de Frederico, texto de Daniel Stivson e direção Gideon Rosa. A peça é resultado da oficina de teatro Infantojuvenil que acontece na Casa de cultura desde 14 de março de 2019.

As atividades fazem parte do Edital de Ações Continuadas da Casa de Cultura Jonas e Pilar com apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, da Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. O projeto teve início em novembro de 2017, e desde então tem ofertado à comunidade oficinas de formação, criação e difusão de inúmeros espetáculos e manifestações artísticas. A Casa de Cultura tem o apoio institucional da Prefeitura de Buerarema.


TVE estreia série infantil ‘As aventuras de Amí’

O difícil e importante processo de desenvolvimento infantil é retratado na série de animação “As aventuras de Amí”, que estreia no próximo dia 24, na TVE Bahia. Desenvolvida pela Lanterninha Produções, a produção aborda os ritos de passagem e as dificuldades das crianças em lidarem com as novas responsabilidades. A exibição acontece de segunda a sexta, em dois horários, às 11h30 e às 13h.

Através da imaginação e com elementos de fantasia, a série conta as aventuras de Amí, uma garota de oito anos, criativa e inquieta que, junto a seu cachorro Balú e seu amigo Tim, inventa outras realidades a partir do mundo que a rodeia. Vivendo uma nova fase da sua infância, Amí não quer mais ser tratada como uma criança pequena, e sim como uma garota que pode assumir responsabilidades. Na tentativa de cumprir tarefas e ser responsável, Amí entra em conflito e acaba demonstrando que ainda é uma criança ingênua e lúdica, ao transformar os novos desafios em verdadeiras aventuras.

O evento de lançamento da série infantil acontece no dia 25 de abril, às 09h, no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura) e terá a presença de cerca de 200 crianças de creches e escolas conveniadas com o programa Mais Infância das Voluntárias Sociais da Bahia.

 


Casa de Cultura Jonas e Pilar de Buerarema

Fachada da Casa de Cultura Jonas e Pilar, em Buerarema.Novidades é o que não faltam na programação do mês de março da Casa de Cultura Jonas e Pilar, em Buerarema. As atividades voltadas para a cultura, cidadania e meio ambiente fazem parte do Projeto de Ações Continuadas, que tem o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura, Bahia- Aqui é Trabalho, e contempla com o projeto, iniciado em 2017, pessoas de todas as faixas etárias do município.

No mês dedicado à mulheres, já aconteceu, no dia 08, data em que se comemora o Dia Internacional da Mulher, a Roda de Capoeira Mulheres que Gingam, com a participação da contramestre do grupo Cordão de Ouro, núcleo RAIZ DA CDO, Bruna Setenta, para formação musical e bate-papo sobre como Viver a Cultura.

A roda aberta de música acústica, o Luau de Macuco, em parceria com o Coletivo Casa Flor e Recantos de Macuco acontecerá todas às sextas-feiras, na Praça Domingos Cabral, de 20:30h às 22:30h . Quem quiser participar, pode chegar com seu instrumento. Já no dia 09, teve o início da oficina de Capoeira. As aulas acontecem aos sábados, de 14h às 16h com o objetivo de vivenciar o jogo de capoeira e seus estilos. Discutir/refletir sobre os rituais/regras da roda de capoeira e vivenciá-la.

Outra atividade que já tem pauta marcada na Casa, é Cineclube, que traz todas as segundas, sempre às 19h, exibição e debate sobre filmes. O cineclube visa contribuir para a cidadania cultural e a formação de novos públicos, ampliando a percepção e a experiência do espectador


Projeto ‘Artes na Rua’ movimenta Ilhéus com apresentações gratuitas

Como parte da programação artística-cultural do verão 2018-2019, a Prefeitura de Ilhéus, por meio da secretaria Municipal da Cultura (Secult), promoverá atividades culturais com performances artísticas contempladas pelo Edital Artes na Rua, de 2 de fevereiro a 12 de março.

As atividades acontecem no calçadão da Rua Jorge Amado, Praça Pedro Mattos e outros espaços culturais da cidade, com horários variados (10, 12 e 17 horas).

O projeto ‘Artes na Rua’ tem como objetivo fomentar e divulgar o trabalho de artistas e grupos locais, com destaque para o período de alta estação. A programação é gratuita e conta com a participação de grupos de música, teatro, culturas populares e circenses.

“A iniciativa pretende difundir a arte, dando oportunidade aos moradores e aos turistas de conhecerem os trabalhos culturais e artísticos produzidos em nosso município”, comenta o secretário municipal da Cultura, Pawlo Cidade.