UFSB passa a integrar rede de apoio a escritores refugiados

UFSBNesta quarta-feira (29), a reitora da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), professora Joana Angélica Guimarães da Luz, assinou acordo de cooperação com a Rede Internacional de Cidades-Refúgio (ICORN, na sigla em Inglês), representada pelo presidente do conselho da rede, Chris Gribble.

O acordo faz da UFSB a segunda universidade do país a integrar a rede, tornando-se espaço de refúgio e apoio para artistas, escritores e jornalistas perseguidos. A assinatura aconteceu na sessão de abertura da assembleia geral da ICORN, em Roterdã (Holanda).

O evento ocorre a cada dois anos e reúne também a Associação Internacional dos Escritores (PEN International), entidades responsáveis pela salvaguarda dos direitos civis de escritores, artistas, intelectuais e também jornalistas que estejam sendo perseguidos em função de seus trabalhos. O evento ocorre até amanhã (31) e o tema deste ano é “Em casa em todo lugar”.


Nota de pesar da Amurc

A Associação de Municípios do Sul, Extremo Sul e Sudoeste Baiano – Amurc, em nome do presidente, Aurelino Cunha, manifesta profundo pesar pelo falecimento de Jaziel Martins, ocorrido neste sábado, 18 de maio de 2019.

Grande liderança política de Ilhéus, com passagens pelo Poder Legislativo, como um dos vereadores mais votados, e pelo Poder Executivo do município, como vice-prefeito de Antônio Olímpio, e depois tendo assumido como prefeito, no período de 15 de maio de 1982 a 31 de janeiro de 1983.

Neste momento de grande tristeza, rogamos a Deus por paz e conforto aos familiares e amigos.


Mais de 1 mil participam de Ato em Itabuna contra os cortes da educação

protesto-itabuna-150519-580x435Do Pimenta

Professores e alunos de universidades públicas de Ilhéus e de Itabuna e da educação básica puxaram manifestação contra os cortes no orçamento da Educação promovidos pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, em Itabuna, nesta quarta-feira (15). O Dia Nacional de Mobilização pela Educação reuniu mais de 1,2 mil manifestantes na Avenida do Cinquentenário e teve apoio de sindicalistas e partidos de oposição ao governo federal.

Uma das alas da manifestação reunia professores, alunos e funcionários da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB). A instituição possui reitoria e campus em Itabuna, além de unidades em Porto Seguro e Teixeira de Freitas, no extremo-sul do Estado.
De acordo com levantamento nacional, a UFSB foi a universidade mais afetada, proporcionalmente, pelos cortes promovidos pelo Governo Bolsonaro. O percentual é próximo de 40%. Durante o protesto, manifestantes exibiam faixas com críticas ao corte e indicando preocupação do governo federal em suposta compra de apoios para aprovar a Reforma da Previdência.

O Governo Bolsonaro reforça que apenas suspenderá o bloqueio de recursos somente se a proposta da Reforma da Previdência for aprovada. Durante o protesto, estudantes, professores e sindicalistas, além do vereador Jairo Araújo (PCdoB), criticaram Bolsonaro por uma entrevista, mais cedo, nos Estados Unidos. O presidente disse que os manifestantes são, em sua maioria, “idiotas úteis”.


Lions Club Itabuna-Sul lança “Olhar Criança”

O Lions Club Itabuna-Sul lançou, nesta sexta-feira (03), no auditório do Hospital de Olhos Beira-Rio, o projeto “Olhar Criança”, que beneficiará estudantes de escolas públicas da Rede Municipal de Ensino, no que se refere à exames de acuidade visual. Participaram do lançamento do projeto, além do presidente do Lions, Paulo Henrique Fernandes Miranda, o coordenador do projeto, o oftalmologista Dr. Wandick Getúlio Rosa (que também faz parte do Lions Club), a secretária municipal da Educação, professora Nilmecy Gonçalves, e ainda gestores escolares, assessores e diretores de departamentos da Secretaria Municipal da Educação (SME) e demais membros do Lions. O projeto conta com o apoio da Prefeitura de Itabuna, através das secretarias da Educação e Saúde.

Os detalhes e a operacionalidade do projeto foram apresentados pelo Dr. Wandick Getúlio Rosa, que justificou sua importância em dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Conselho Brasileiro de Oftalmologia, que apontam que 20% dos estudantes avaliados apresentaram problemas de acuidade visual. O viés do “Olhar Criança” visa um trabalho em conjunto envolvendo o Lions Club, a SME e SMS. “Será permitida uma melhor identificação dos alunos com dificuldade de visão e que serão submetidos a exames de acuidade visual”, disse o médico.

O oftalmologista disse ainda que a forma como a Prefeitura de Itabuna, através das secretarias da Educação e da Saúde abraçaram a causa, “contribuirá para a melhoria do processo ensino-aprendizagem a partir da prevenção, identificação e correção de problemas visuais dos alunos de 1º ciclo de formação das escolas públicas, além de aumentar a integração escola / família / comunidade como condição de eficácia no processo de prevenção de saúde ocular”.

 


Mutirão dos Bairros levou mais de 500 pessoas ao São Lourenço

santa_casa_mutirao_sao_lorencoO 12º Mutirão dos Bairros da Santa Casa levou mais de 500 pessoas à comunidade do São Lourenço no último sábado (13). A ação aconteceu no Centro de Educação Infantil São Lourenço das 08h às 12h onde cerca de 230 atendimentos, entre consultas médicas e exames, foram realizados.

Adultos e crianças receberam atendimento médico de diversas especialidades como pediatra, ginecologista, cardiologista neurologista, neuropediatra, clínico, gastroenterologista e também puderam passar pelos serviços da feira de saúde que contou com aferição de pressão, tipagem sanguínea, fisioterapia, nutricionista, e informações sobre doação de órgãos. Teve ainda distribuição de lanches para os moradores.

O mutirão contou com o Núcleo de Prática Jurídica do Curso de Direito da Unime, que passou informações e orientações jurídicas aos moradores. O Espaço Kids ficou repleto de crianças que se divertiram a valer com as nossas voluntárias. Teve massa de modelar, livros infantis, pintura de rosto, tinta para colorir cabelos, muita música e brincadeira e ovos de páscoa de presente.

A diretora da escola, Arilma Dias, disse que o mutirão foi de extrema importância para os moradores do bairro, uma vez que o posto de saúde do local muitas vezes não consegue suprir a demanda das pessoas que vão em busca de atendimento médico. “Quero agradecer à Santa Casa de Itabuna e ao provedor Eric Júnior por essa iniciativa em trazer o mutirão dos bairros para a nossa comunidade, o qual ofertou muitos benefícios para todos. Nosso muito obrigada e que mais iniciativas como essa continuem acontecendo. Parabéns pelo lindo trabalho!”, declarou.


FTC promove qualidade de vida com a Faculdade Aberta da Terceira Idade

fterceira-idade_2019-34O que acontece com nosso corpo quando envelhecemos? Como prevenir doenças na terceira idade? Quais os direitos do idoso e quem deve assegurá-los? Estes e outros questionamentos têm movimentado idosos de Itabuna e de cidades vizinhas que participam das oficinas da Faculdade Aberta da Terceira Idade (FTerCeira Idade), que é mantida pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), na busca de novos conhecimentos que possam assegurar-lhes um envelhecimento saudável.

Implantada em 2010 no campus da FTC Itabuna, o projeto FTerCeira Idade surgiu com o objetivo de proporcionar aos idosos um espaço de multiplicação de conhecimentos numa perspectiva de desenvolver novos saberes capazes de promover uma melhor qualidade de vida, levando em conta aspectos como socialização, prevenção de doenças e cuidados com a saúde, manutenção e garantias de direitos,  alimentação saudável, economia doméstica, além de questões ligadas ao meio ambiente, inclusão digital, elevação da autoestima e preservação da memória.

Há quase 10 anos participando das atividades da FTerCeira Idade, Helena Marinho Capistrano, viúva, é uma das mais encantadas com o projeto e se emociona ao falar do quanto as oficinas têm contribuído para que ela viva de maneira mais saudável e consciente a fase da terceira idade. “Sinto-me beneficiada tanto física quanto psicologicamente. Através das oficinas, minha autoestima melhorou bastante. Fiz novas amizades, aprendi a cuidar melhor da minha saúde, ter mais amor ao próximo, a respeitar as diferenças. Confesso que hoje me sinto mais feliz”, arrematou Helena.

Segundo a coordenadora do projeto, professora Andréa Cristine Machado, neste semestre, sessenta idosos estão inscritos na Faculdade Aberta da Terceira Idade, cujo acesso é totalmente gratuito. Ela explica que as atividades são desenvolvidas de segunda a sexta-feira, no turno vespertino, envolvendo discentes, docentes de todos os colegiados de cursos e voluntários, focando temáticas ligadas à promoção da saúde do idoso, além de oficinas especiais tratando temas relacionados aos direitos dos idosos, direitos previdenciários, dentre outros.

Para ter acesso aos serviços ofertados pela Faculdade Aberta da Terceira Idade, pessoas com mais de 60 anos devem procurar atendimento para inscrição na Central de Atendimento ao Docente, que funciona no 1º andar do campus-sede da FTC Itabuna, no horário das 8h às 12h e das 14h às 17h. As oficinas da FTerCeira Idade acontecem de segunda a sexta-feira, das 14 às 17 horas. No ato de inscrição é necessário apenas o preenchimento de uma ficha individual de informações.


Missão brasileira viaja a Moçambique para ajudar vítimas de ciclone

Resultado de imagem para Missão brasileira viaja a Moçambique para ajudar vítimas de cicloneVinte bombeiros da equipe de busca e salvamento da Força Nacional de Segurança Pública embarcaram, no final da noite de ontem (29), no Aeroporto da Pampulha, em Belo Horizonte, para Moçambique, onde vão ajudar no resgate a vítimas do ciclone Idai.

]Além da Força Nacional, farão parte da equipe mais 20 militares mineiros que atuaram nos trabalhos de salvamento do desastre em Brumadinho.

As equipes viajaram em aviões da Força Aérea Brasileira (FAB), levando veículos, botes e outros equipamentos fornecidos pela Força Nacional e pelo Corpo de Bombeiros de Minas Gerais.

A ajuda humanitária atende a pedido feito pelo presidente de Moçambique, Filipe Nyusi, ao presidente Jair Bolsonaro.

Os bombeiros da Força Nacional atuarão prioritariamente na cidade de Beira. A capital do estado de Sofala está entre as mais populosas do país e foi uma das localidades mais afetadas pelos fortes ventos, chuvas e inundações causadas pela passagem do ciclone. Estima-se que, só em Moçambique, 1,8 milhão de pessoas tenham sido prejudicadas e precisem de alguma forma de ajuda.

Para registrar sua opinião, copie o link ou o título do conteúdo e clique na barra de manifestação.

Você será direcionado para o “Fale com a Ouvidoria” da EBC e poderá nos ajudar a melhorar nossos serviços, sugerindo, denunciando, reclamando, solicitando e, também, elogiando. (Agência Brasil)


Mutirão da Mulher bate recorde de atendimentos em sua 2ª edição

Quando pessoas voluntárias se reúnem com o propósito de fazer o bem, o resultado consegue superar toda as expectativas: 1.200 atendimentos médicos realizados em um único dia. Assim, foi a 2ª edição do Mutirão da Mulher, ocorrido no último dia 23 na área do Plansul, no Hospital Manoel Novaes.

Ao todo, foram 30 médicos entre consultas médicas e exames de diversas especialidades, sem contar nos serviços oferecidos na feira de saúde, e mais de 300 voluntários envolvidos na organização. O evento movimentou a cidade e conseguiu reunir milhares de mulheres numa fila que dobrou o quarteirão.

Entre as especialidades médicas ofertadas estavam ginecologia, cardiologia, mastologia, neuroclínica, ortopedia, geriatria, clínica médica, pneumologista, nefrologia, gastroenterologia, dentista e fisioterapia para gestantes. Também foram realizados os exames de citologia, ultrassom obstetra, ultrassom transvaginal e de mama.

Durante o evento, as mulheres também puderam desfrutar de palestras sobre autoestima e disfunções urinárias, sorteio de brindes, maquiagem, pintura de unhas, orientações oncológicas com Dr. Garrick, serviços como teste de glicemia, banco de sangue, orientações sobre doação de órgãos, banco de leite e muita diversão para as crianças que puderam brincar e se divertir com no espaço Kids.


Nossa Ilhéus abre vagas para voluntários em comunicação

O Instituto Nossa Ilhéus abre duas vagas para voluntários que desejem atuar junto ao setor de comunicação, com produção de conteúdo para suas redes sociais e site. Além de realizar pesquisas sobre a cidade, os interessados auxiliarão na coleta de dados, redação de textos, fotografia e elaboração de vídeos.

O objetivo é produzir conteúdo que fortaleça o engajamento dos cidadãos e levem conhecimento sobre cidadania, fortalecendo a democracia participativa na cidade e região.

Embora seja um diferencial para a realização das atividades, os interessados não precisam ter formação na área de comunicação. Habilidade com escrita, vontade de aprender e exercer sua cidadania por meio das atividades são requisitos básicos. As demandas podem ser cumpridas de forma remota, como home office, de acordo com alinhamento com a equipe.

Para juntar-se à equipe, os interessados devem enviar até o dia 05 de fevereiro, para contato@nossailheus.org.br, o currículo e um pequeno texto explicando por que se interessam em atuar como voluntário no Instituto. Após esta etapa, serão chamados para uma entrevista.

O INI foi fundado em 2012 e é referência enquanto sociedade civil organizada, na promoção da Educação para Cidadania, Monitoramento Social e no Impacto em Políticas Públicas. Realiza palestras sobre cidadania, monitora e divulga a produção legislativa da cidade e atua, entre outras demandas, na articulação para implementação do Plano de Metas, da Lei de Resíduos Sólidos e no Sul da Bahia Global. É integrante da Rede Brasileira de Cidades Justas, Democráticas e Sustentáveis, do Conselho da Sociedade Civil do Banco Interamericano de Desenvolvimento (ConSOC BID) e o único movimento da Bahia a atuar com o Projeto MobCidades, financiado pela União Europeia. Saiba mais em www.nossailheus.org.br


Professores celebram passagem dos 25 anos do I Senun

Em tempos de patrulhamento da atividade dos professores e de debates sobre projetos como o ‘Escola sem Partido’, a Câmara Municipal de Salvador foi palco, na noite desta quinta-feira (22/11), de uma mesa completamente formada por professores militantes. Os acadêmicos estavam juntos, na Sessão Especial promovida pelo vereador Sílvio Humberto (PSB), para comemorar a passagem dos 25 anos da realização do I Seminário Nacional de Universitários Negros e Negras (Senun).

Após a exibição de um vídeo, com imagens do Seminário, realizado por jovens estudantes negros, no ano de 1993, na Universidade Federal da Bahia, o autor da homenagem, que também é professor, falou sobre a motivação do ato. “Foi uma enorme ousadia, problematizar a questão da inserção dos negros e negras no ensino superior, naquele momento onde a nossa presença era ainda muito pequena. A passagem desses 25 anos não poderia deixar de ser destacada”, justificou o parlamentar.