MEC amplia prazo para adesão de entidades de ensino ao Fies no 2º semestre

O Ministério da Educação ampliou o prazo para que mantenedoras de Instituições de Educação Superior (IES) interessadas em aderir ao Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) neste segundo semestre assinem ‘Termo de Participação’ no processo. De acordo com portaria publicada no Diário Oficial da União, o período de adesão das instituições, que começou em 6 de julho, vai até 21 de julho e não mais 17 de julho, como previsto inicialmente.

No ‘Termo de Participação’, a mantenedora deverá obrigatoriamente preencher – para cada curso, turno e local de oferta – as informações sobre a integralidade do curso, semestralidade escolar do curso e o número de vagas a serem ofertadas pela entidade.

A proposta da mantenedora de quantas vagas poderá ofertar deve seguir critérios de qualidade e o MEC determinará quantas vagas de fato poderão ser oferecidas em cada curso. De acordo com as novas regras do Fies, divulgadas no início de julho, o pedido das instituições para vagas no programa será feito com base nas notas de cada curso. A proposta das empresas poderá ser de até 100% de vagas para cursos com conceito 5, 75% com conceito 4 e 50% com conceito 3.(Estadão)


Prazo para participar da lista de espera do ProUni começou

Os estudantes que não foram pré-selecionados para as bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) podem, a partir de hoje (17), participar da lista de espera do programa.

A lista será usada pelas instituições de ensino para ocupar as bolsas que não foram preenchidas nas etapas anteriores. O prazo para participar da lista de espera vai até segunda-feira (20).

Para participar da lista, basta acessar o site do ProUni e confirmar a adesão. Os estudantes serão convocados pelas instituições de acordo com a nota que tiraram no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2014.

A relação dos candidatos participantes da Lista de Espera será divulgada no dia 23 de julho de 2015.

Todos os candidatos participantes da Lista de Espera deverão comparecer, entre os dias 24 a 27 de julho de 2015, nas respectivas instituições e entregar a documentação para comprovação das informações prestadas na inscrição.


Vendas de livros cresceram 6,9% no primeiro semestre de 2015

Da Agência BrasilHoje (29) é dia Nacional do Livro. Na foto, o Sebinho, em Brasília, é referência no setor de livros usados. Possui um amplo acervo de títulos nas mais variadas áreas (José Cruz/Agência Brasil)

As vendas de livros no Brasil encerraram o primeiro semestre de 2015 com um aumento de 6,9% no faturamento, em comparação com o mesmo período de 2014. Os números constam do Painel Especial das Vendas de Livros do Brasil, divulgado hoje (16) pelo Sindicato Nacional dos Editores de Livros (Snel) e pelo Instituto de Pesquisa Nielsen, e mostram que o crescimento ficou abaixo da inflação de 8,5% acumulada nos últimos 12 meses.

Os dados também apontam desaceleração do crescimento das vendas de livros em junho, que subiram 8,2% em comparação com o mesmo mês do ano passado. Em maio, o aumento do faturamento foi 21% em relação a 2014.

A pesquisa indica que os preços ao consumidor dos livros ficaram 1,6% mais baixos no primeiro semestre deste ano, com uma média de R$ 37,97 a unidade, contra R$ 38,58 em 2014. Já o volume de vendas registrou um crescimento de 8,6%, fortemente influenciado, segundo o levantamento, pelos livros de colorir, que representaram 6% do total de exemplares vendidos no primeiro semestre.

De acordo com o sindicato, o objetivo da criação do Painel Especial das Vendas de Livros é o de dar mais transparência à indústria editorial brasileira. O levantamento tem como base o resultado do BookScan Brasil, serviço de monitoramento que apura as vendas nas principais livrarias e supermercados do país.

Primeiro serviço desse tipo no mundo, o BookScan está presente em dez países. Já o Instituto Nielsen, há mais de 90 anos no mercado, com atuação em mais de 100 países, coleta os dados para a realização do painel diretamente no caixa das livrarias, do e-commerce e de outros varejistas.

Segundo o sindicato, as informações processadas pelo Instituto Nielsen são enviadas online e atualizadas semanalmente. A entidade passará a divulgar mensalmente o Painel de Vendas.


Greve paralisa agências do INSS em 19 estados, diz sindicato

Servidores do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entraram hoje (7) em greve por tempo indeterminado. Eles reivindicam reajuste salarial de 27,5% e melhores condições de trabalho.

De acordo com a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps), funcionários de 19 estados aderiram à paralisação. A Fenasps estima que 70% dos servidores estejam parados nesses estados. A assessoria de imprensa do INSS informou que divulgará, no fim do dia, um balanço sobre a quantidade de estados e servidores parados.

O diretor do Sindicato dos Trabalhadores em Saúde e Previdência no Estado de São Paulo (Sinsprev), Márcio Villano Bottini,disse que 80% das agências amanheceram fechadas no estado. Segundo ele, o reajuste de 27,5% representa o cálculo da inflação acumulada desde 2010.

A proposta do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão é reajustar em 21,3%, de forma parcelada, até 2019 (5,5% em 2016, 5% em 2017, 4,75% em 2018 e 4,5% em 2019), foi rejeitada pelos trabalhadores.(Agência Brasil)


Ajustes na economia levarão a uma avaliação positiva do governo, diz Cardozo sobre pesquisa

O ministro da Justiça José Eduardo Cardozo O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, minimizou os números da pesquisa CNI/Ibope divulgada hoje (1º), que mostra que 68% da população consideram o governo Dilma Rousseff ruim ou péssimo. Para Cardozo, as pesquisas de opinião são um retrato momentâneo que deve ser revertido com o tempo.

“Eu sempre digo que pesquisas são retratos de momento. Cansei de dizer isso quando o governo da presidenta era bem avaliado. Tenho certeza de que isso é passageiro”, disse o ministro, em Brasília.

Cardozo disse ainda que o governo “está no caminho certo” e que os ajustes na economia vão levar a presidenta a uma avaliação positiva. “Acredito que teremos uma grande reversão dessa pesquisa daqui até o fim do mandato da presidenta Dilma.”

Na pesquisa anterior, referente ao mês de março, 64% avaliavam o governo como ruim ou péssimo. De acordo com o levantamento, o percentual de pessoas que consideram o governo ótimo ou bom caiu de 12%, em março, para 9%, em junho. Para 21%, o governo da presidenta é regular.(Agência Brasil)


Paraguai elimina Brasil da Copa América

O Brasil está fora da Copa América. A seleção foi eliminada pelo Paraguai nos pênaltis após empate por 1 a 1 no tempo normal. A vitória paraguaia nos pênaltis veio após erros de Everton Ribeiro e Douglas Costa, que mandaram para fora as suas cobranças. Os paraguaios ganharam por 4 a 3. No tempo normal, o Paraguai fez o seu gol graças a um pênalti infantil cometido por Thiago Silva.

A eliminação brasileira relembra o trauma há quatro anos quando os paraguaios também derrotaram o Brasil nas penalidades, também nas quartas de final da Copa América. Naquela ocasião, três cobranças da seleção foram para fora.

Na Copa América 2011, o Brasil foi eliminado pelo Paraguai ao perder por 2 a 0 na disputa de pênaltis. Naquela oportunidade, Elano, Thiago Silva, André Santos e Fred erraram as cobranças.(Uol)


Naomar de Almeida, reitor da UFSB participou de pauta no Senado

Na última segunda-feira (22/06), o reitor Naomar de Almeida Filho, da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), debateu no Senado sobre as propostas que a UFSB utiliza para enfrentar os desafios na Educação. O debate ocorreu em audiência pública com o tema: “Marco Legal para o desenvolvimento de um Sistema Nacional de Conhecimento e Inovação (SNCI) no Brasil: Projetos em Andamento e Lacunas a Preencher”, presidida pelo senador Cristovam Buarque.

Na audiência, Naomar apresentou a UFSB e falou sobre os quatro grandes desafios enfrentados na educação na atualidade: “Desconstruir a educação como fator de exclusão social; superar conceitos elitistas de excelência e autonomia; integrar sistemicamente a Universidade ao campo social da educação; e recriar a Universidade Pública como protagonista em novos modelos de desenvolvimento regional e planetário”.

Evidenciou ainda que, em se tratando de instituições interiorizadas, acresce ainda alguns elementos de dificuldade, sendo um deles a exclusão de jovens no território onde uma instituição se instala, por ela ser excelente, trazendo pouca contribuição para o entorno. Visando esse ponto, a UFSB implantou os Colégios Universitários, que são unidades descentralizadas da Universidade, instaladas em locais com mais de 20 mil habitantes, trabalhando com modelo de aula metapresencial. Abarcando assim, mais locais com acesso a um ensino superior de qualidade e gratuito.

O desfecho se deu com a apresentação de complexos integrados de educação que a UFSB está implantando. Os complexos estão sendo formados nas escolas estaduais que acolhem os Colégios Universitários e teriam a gestão pedagógica da universidade e a gestão administrativa da Secretaria Estadual, enriquecendo o trabalho dos professores e alunos no avanço para a formação de pessoas capazes de contribuir com a sua comunidade.

Estiveram presentes também Emília Ribeiro Curi, Secretária Executiva do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, que abordou sobre a discrepância entre o investimento público e privado na área da educação e ressaltou a falta de interesse das empresas brasileiras no fomento ao investimento em pesquisa e inovação; Rafael Lucchesi Ramacciotti, diretor de Educação e Tecnologia da Confederação Nacional da Indústria, que falou sobre a importância do Brasil seguir a agenda científica e tecnológica mundial; e o Pró-Reitor de Pesquisa da USP, que encara como o grande desafio do Brasil, o investimento na expansão do ensino superior focado na qualidade e relevância da produção universitária.(Malu Carvalho/AscomUFSB)


Cantor Cristiano Araújo morre após acidente de carro em GO

Cristiano Araújo (Foto: Divulgação)O cantor goiano Cristiano Araújo, de 29 anos, e a namorada dele, Allana Coelho Pinto de Moraes, de 19, morreram na manhã desta quarta-feira (24) após um acidente de carro na BR-153, no km 614, entre Morrinhos e o trevo de Pontalina, em Goiás. O Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo), para onde ele foi transferido, e a assessoria de imprensa do sertanejo confirmaram a informação às 8h30.

A morte de Allana foi confirmada pelo empresário do cantor, Antônio Pereira dos Santos. “O corpo dela foi levado ao IML [Instituto Médico Legal] de Morrinhos e os familiares foram ao local para a liberação”, disse ao G1.

Segundo o Corpo de Bombeiros, o sertanejo voltava de um show em Itumbiara, no sul do estado, por volta das 3h30, quando o veículo em que ele estava, um Range Rover, saiu da pista e capotou.

Além do cantor e da namorada, outras duas pessoas estavam no carro, sendo outro empresário e o motorista. Segundo os bombeiros, eles sofreram ferimentos leves e também foram encaminhados a um hospital na capital(G1)


Contran adia emissão de novo modelo de carteira de motorista

939981-denatran-6

Previstas para começar a partir de 1° de julho, a impressão e emissão do novo modelo da Carteira Nacional de Habilitação foram suspensas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran). O novo prazo para implantação será discutido na próxima reunião do conselho, prevista para o mês de julho. A suspensão da vigência da Resolução 511, que determina as mudanças no documento, está publicada na edição de hoje (23) do Diário Oficial da União.

O novo modelo da carteira de habilitação foi anunciado no final do ano passado e previa aumento do número de dispositivos de segurança para impedir falsificação e adulteração do documento. A previsão era aumentar dos cerca de 20 dispositivos de segurança atuais para 28, além de implantar mudanças de segurança na impressão.

O Contran explicou que foi preciso adiar a emissão devido à necessidade de dar continuidade aos estudos de aprimoramento das normas e procedimentos para a formação e habilitação de condutores de veículos automotores e elétricos. Outro motivo foram as inúmeras propostas e sugestões dos órgãos integrantes do Sistema Nacional de Trânsito que levou à criação de um grupo de trabalho da Câmara Temática de Habilitação, em junho, para a discussão do assunto.(Agência Brasil)


Entrevista da presidenta Dilma no Programa do Jô em 12 de junho 2015

A presidenta da República, a economista Dilma Rousseff, do Partido dos Trabalhadores, concedeu entrevista a Jô Soares em seu Programa que foi ao ar na sexta-feira, 12 de junho de 2015 na Rede Globo.
Entre os temas tratados, a sua trajetória na prisão, as manifestações populares, as políticas de educação, e a crise econômica que atinge o Brasil e outros países, foram abordados.