População do país deve parar de crescer em 2047, aponta IBGE

 

projecaopopula_321456
Projeção da população do Brasil divulgada pelo IBGE

A população do país deverá crescer até 2047, quando chegará a 233,2 milhões de pessoas. Nos anos seguintes, ela cairá gradualmente, até os 228,3 milhões em 2060.

Essas são algumas das informações da revisão 2018 da Projeção de População do IBGE, que estima demograficamente os padrões de crescimento da população do país, por sexo e idade, ano a ano, até 2060.Em 2060, um quarto da população (25,5%) deverá ter mais de 65 anos. Nesse mesmo ano, o país teria 67,2 indivíduos com menos de 15 e acima dos 65 anos para cada grupo de 100 pessoas em idade de trabalhar (15 a 64 anos).

Em relação à migração internacional, a projeção considerou a emigração da Venezuela para Roraima entre 2015 e 2022. Nesse período, migrariam para o estado cerca de 79,0 mil venezuelanos.

A taxa de fecundidade total para 2018 é de 1,77 filho por mulher. Em 2060, o número médio de filhos por mulher deverá reduzir para 1,66. Entre os estados, as maiores taxas de fecundidade serão em Roraima (1,95), seguido por Pará, Amapá, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, todos com 1,80. As menores deverão ser no Distrito Federal (1,50) e em Goiás, Rio de Janeiro e Minas Gerais, todos com 1,55. Já a idade média em que as mulheres têm filhos é de 27,2 anos em 2018 e deverá chegar a 28,8 anos em 2060.

LEIA MAIS NO IBGE.


Campanha vai pautar redução do desperdício de alimentos na sociedade

Doação de alimentos Albergue Bezerra de Menezes - Foto Vladistone MenezesUma campanha coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente e integrada por diversos órgãos governamentais e entidades da sociedade civil vai pautar na sociedade os prejuízos da perda e do desperdício de alimentos e a necessidade de combater essas práticas. O anúncio foi feito hoje (3) na sede do ministério, em Brasília.

A campanha terá como ápice a “Semana de Conscientização da Perda e Desperdício de Alimentos”, série de eventos programados para a última semana do mês de outubro. O objetivo dos promotores é mobilizar governos, parlamentos, empresas e organizações da sociedade para divulgar mensagens de sensibilização sobre o problema.

Segundo dados do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), 1/3 dos alimentos produzidos no mundo não são consumidos por alguma razão. Isso representa 1,3 bilhão de toneladas ao ano. Enquanto isso, ainda há no mundo quase 1 bilhão de pessoas passando fome.

De acordo com dados da ONG World Wide Fund for Nature (WWF), os grupos de alimentos mais desperdiçados na América Latina são as frutas e hortaliças (55%), as raízes e tubérculos (40%), os pescados (35%) e os cereais (25%).

Quando o não aproveitamento de alimentos ocorre na cadeia de produção e distribuição, o termo aplicado é o da “perda”. Quando o problema ocorre no consumo, as autoridades usam a palavra desperdício. (Agencia Brasil)


Lei Seca completa 10 anos

Em 19 de junho de 2008 entrava em vigor a Lei 11.705, que ficou conhecida como Lei Seca por reduzir a tolerância com motoristas que dirigem embriagados, colocando o Brasil entre os países com legislação mais severa sobre o tema.

No entanto, a atitude dos motoristas pouco mudou em 10 anos. Um levantamento do G1, por meio da Lei de Acesso à Informação, somou mais de 1,7 milhão de autuações com crescimento contínuo desde 2008.

O avanço nos últimos 5 anos ficou acima do aumento da frota de veículos e de pessoas habilitadas, indicando que o número de motoristas flagrados bêbados continua crescendo, em vez de diminuir com o endurecimento das punições ao longo destes anos.(G1)


Temer vai botar exercito para conter caminhoneiros

Michel Temer, que tomou o poder por meio de um golpe, entregou as reservas do pré-sal e implantou uma política de preços na Petrobras, com Pedro Parente, que instalou o caos no Brasil, decidiu colocar as Forças Armadas contra os caminhoneiros.

“Comunico que acionei as Forças Federais de segurança para desbloquear as estradas e estou solicitando aos senhores governadores que façam o mesmo”, disse ele. “O acordo está assinado e cumpri-lo é a melhor alternativa. Mas o governo saberá exercer sua autoridade”, afirmou.

O caos no Brasil, no entanto, é fruto da política implantada por Pedro Parente, de reajustes diários nos combustíveis, que visa entregar as riquezas nacionais. Pesquisa Ipsos revelou que Temer é rejeitado por quase todos os brasileiros. (Brasil 247)


Protestos de caminhoneiros afetam distribuição de alimentos

Resultado de imagem para caminhoesA paralisação nacional dos caminhoneiros autônomos já afeta o setor produtivo de carnes e a distribuição de alimentos pelo país. A Associação Brasileira das Indústrias Exportadoras de Carne (Abiec) e a Associação Brasileira de Proteína Animal (Abpa), informaram hoje que 129 unidades produtivas de carnes bovina, suína e de aves já estão paralisadas. A previsão das entidades é que, até a sexta-feira (25), mais de 90% da produção de proteína animal seja interrompida caso a situação não se normalize, somando mais de 208 fábricas de diversos portes.

“A Abiec e a Abpa reiteram que o movimento é um direito da categoria, mas reafirmam a importância da manutenção do transporte de alimentos para a população. As consequências já ganharam contornos graves e o setor produtivo entende que é necessário que sejam tomadas as devidas medidas por parte dos governantes para que a situação seja sanada o quanto antes”, dizem as entidades.

Em nota, as duas associações alertam que estabelecimentos menores e de cidades pequenas ou regiões metropolitanas, com ciclo de entrega de produtos a cada dois dias, já estão com o abastecimento comprometido.

Os bloqueios nas rodovias impedem tanto o acesso dos insumos necessários à produção quanto o escoamento de alimentos. De acordo com a Abiec e a Abpa, diariamente, 1,2 mil containers de carne bovina deixam de ser embarcados. No caso de carnes de frango e suínos, deixaram de ser exportadas 25 mil toneladas, o equivalente a uma receita de US$ 60 milhões. Da mesma forma, os fornecedores de insumos também estão sendo impactados.

Em Santa Catarina, segundo o Sindicato das Indústrias da Carne e Derivados no Estado e a Associação Catarinense de Avicultura, a suspensão das atividades de indústrias frigoríficas já causou prejuízos às atividades pecuárias em mais de 20 mil propriedades rurais. (Agencia Brasil).


Bombeiros irão esperar 48 horas para mexer em estrutura de prédio que desabou em incêndio no Centro de SP

Resultado de imagem para incendio spO porta-voz do Corpo de Bombeiros, capitão Marcos Palumbo, afirmou na tarde desta terça-feira (1°) que a corporação vai levar 48 horas para começar a mexer na estrutura do edifício de 24 andares que desabou em incêndio nesta madrugada no Centro de São Paulo. Os trabalhos no local devem durar uma semana.

O prédio era ocupada por 372 pessoas, de 146 famílias, segundo o Corpo de Bombeiros. Dessas, 43 pessoas ainda não foram localizadas –o que não significa necessariamente que todas estivessem no prédio.

Além delas, há uma pessoa desaparecida: trata-se de um homem que estava sendo resgatado por bombeiros no momento do desabamento do prédio. Também não há informação sobre possíveis mortos. Um bombeiro que tentou resgatar o morador disse que se tivesse mais 30 ou 40 segundos teria conseguido salvá-lo. (G1)


Trabalhador poderá sacar recurso para comprar próteses e órteses

Foi publicado nesta terça-feira (17), no Diário Oficial da União (DOU), o decreto que regulamenta o uso do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) para a compra de próteses e órteses.

A medida do governo federal tem como objetivo beneficiar os trabalhadores que precisam de próteses diferentes das que já são cobertas pelo SUS. Para ter acesso ao recurso, será necessária a apresentação da prescrição e do laudo médico.

O texto (Decreto nº 9.345 de 16 de abril de 2018) foi construído pelo Ministério do Trabalho, a Caixa Econômica Federal e a Secretaria Especial dos Direitos da Pessoa com Deficiência.

Segundo o secretário-executivo do Conselho Curador do FGTS no Ministério do Trabalho, Bolivar Tarragó, a medida é um avanço para a sociedade. “Já estava prevista essa possibilidade na lei, mas a regulamentação era necessária, tanto para a aplicação, quanto para estabelecer regras no intuito de prevenir fraudes”, explica.

A partir da publicação no DOU, a Caixa terá um prazo de 120 dias para implementar as medidas necessárias de viabilização para este tipo de saque. “Acreditamos que haverá um esforço para que tudo seja colocado em prática em um prazo menor do que o estabelecido, tendo em vista a relevância para os trabalhadores”, afirma o secretário.


Aos 86 anos, morre o economista Paul Singer

Foto: Divulgação/PTAos 86 anos, morreu o economista,  um dos principais teóricos da ecomania solidária no Brasil, além de  integrante do grupo de fundadores do PT em 1980, Paul Singer.  Ele morreu ontem, segunda-feira (16).

De acordo com o jornal Folha de S. Paulo, Singer havia sido internado no Hospital Sírio-Libanês na madrugada e teve septicemia. O velório ocorrerá nesta terça-feira (17), a partir das 9h, no Cemitério Israelita do Butantã, em São Paulo. O sepultamento, no mesmo local, será às 14h30.

Singer foi um dos responsáveis pelo que o PT teve de mais celebrado em suas quase quatro décadas: a formulação de um programa de desenvolvimento a partir do fortalecimento do mercado interno via distribuição de renda.

Economista e doutor em sociologia

Paul Singer nasceu na Áustria em 1932 e chegou ao Brasil em 1940. Ele veio para o país fugindo da perseguição aos judeus na Europa.

Em 1953, foi um dos líderes da greve dos 300 mil, que durou quase um mês e foi um marco do movimento sindical.

Singer se formou em economia e fez doutorado em sociologia na Universidade de São Paulo (USP), onde foi livre docente em demografia e professor titular no curso de economia.

Foi aposentado compulsoriamente em 1968, com a decretação do AI-5, e passou a lecionar na PUC-SP, como ocorreu com outros perseguidos pela ditadura militar.

Durante a gestão de Luiza Erundina na Prefeitura de São Paulo (1989-1992), Singer foi secretário de Planejamento.

Paul Singer foi um dos precursores do conceito de economia solidária no país, baseada na produção com autogestão, sem patrões e empregados. Ele ocupou o cargo de secretário nacional desta área nos governos dos ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva (2003-2011) e Dilma Roussef (2011-2016).


Jovens de Manaus desenvolvem projeto que leva astronomia a escolas públicas

Universitários de Manaus estão desenvolvendo um projeto social voluntário para levar astronomia e ciência a escolas públicas da cidade. A iniciativa conta com o apoio da Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica (OBA) e foi selecionada para ser apresentada durante o 2º Simpósio em Atividades de Educação Espacial, que ocorrerá de 11 a 13 de abril em Budapeste, na Hungria.

Os estudantes, que não têm recursos para a viagem, lançaram uma campanha virtual de financiamento colaborativo para arrecadar ao menos R$ 8 mil e garantir o envio de um representante.

O Projeto Cosmos, como foi intitulado, surgiu em 2015 e é desenvolvido por jovens universitários. O objetivo é promover a ciência de uma forma divertida e difundir a astronomia, assim como conhecimentos de matemática, física, química e outras disciplinas. Eles organizam aulas interativas, com o uso de recursos variados como oficinas, experimentos, vídeos e desafios. Os resultados da experiência e das metodologias de ensino testadas resultaram em um artigo científico que despertou o interesse dos organizadores do evento internacional.(Agência Brasil)


Municípios turísticos baianos têm ocupação hoteleira média de 90% na Semana Santa

ilheusO fim de semana prolongado pelo feriado da Paixão de Cristo (dia 30) favorece a movimentação de visitantes em destinos turísticos da Bahia. A ocupação da rede hoteleira alcança a média de 90% em áreas litorâneas como Praia do Forte, Porto Seguro, Morro de São Paulo e Ilhéus. Algumas localidades apostam em eventos religiosos e culturais que se juntam à boa infraestrutura e serviços de qualidade para atrair turistas.

Praia do Forte, na Costa dos Coqueiros, está entre os destinos litorâneos mais badalados da Bahia e registra reservas de 90% dos mais de 3.300 leitos para o feriadão. A Pousada Ogum Marinho tem 20 apartamentos e capacidade para receber 64 pessoas. A taxa de ocupação do meio de hospedagem é de 80%. Além da programação religiosa da paróquia São Francisco do Litoral, o Sábado de Aleluia (dia 31) terá a Serenata no Tamar, a partir das 20h, no Projeto Tamar, com a cantora e compositora grega Katerina Polemi.

Porto Seguro – Com uma perspectiva positiva para a Semana Santa, o secretário de Cultura e Turismo de Porto Seguro, Richard Alves, diz que a cidade tem mantido alta taxa de ocupação. “Porto Seguro tem alcançado ótimos números. Neste verão, por exemplo, o crescimento foi de 21% em relação ao verão passado”, explica.

Segundo Wilson Spagnol, presidente da seção Extremo Sul da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH), os hotéis de Porto Seguro terão taxa média de 90% de ocupação. Um dos empreendimentos que têm boa expectativa é o Eco Bahia Hotel, com 80% de reservas do total de 125 apartamentos, de acordo com o gerente Lucio do Carmo.