Bahia e China assinam acordo de cooperação para desenvolvimento do Sul do estado

rui chineses 2 (2)O governador Rui Costa recebeu uma comitiva chinesa no Paláco de Ondina, em Salvador, para tratar de relações comerciais, nesta sexta-feira (14). Durante a reunião, que foi o resultado da visita do governador à China, em 2016, foi assinado um memorando de cooperação entre a Free Trade Zone Tianjin e a ZPE de Ilhéus.

A reunião com os chineses teve ainda o objetivo de promover o intercâmbio de cooperação econômica e comercial visando a prosperidade e desenvolvimento comum, além de fortalecer laços de amizade e parcerias comerciais. Participaram também do jantar o vice-governador e secretário da infraestrutura, João Leão, e os secretários da Casa Civil, Bruno Dauster, e do Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner.


Santa Casa de Itabuna vence Prêmio Benchmarking Saúde Bahia 2017

A Santa Casa de Misericórdia de Itabuna venceu o maior prêmio do setor médico-hospitalar do estado, o Benchmarking Saúde Bahia. A instituição ficou em primeiro lugar na categoria “Santas Casas (Interior do Estado)” com 4.490 votos.

Esta é a sétima edição do prêmio que é organizado pelo Grupo Criarmed e tem como comissão avaliadora representantes do trade de saúde do estado, entre empresários, CEO’s e demais atores do mercado, como consultores e autoridades.

Mais de 100 nomes da capital e interior do estado, entre instituições públicas e privadas de saúde, empresários e gestores do setor, concorreram em 24 categorias, avaliados com base em critérios como inovação, novos investimentos, credibilidade de mercado e assistência, além de visibilidade de mercado. A lista completa dos vencedores está disponível no site www.benchmarkingsaude.com.br.

Cinco organizações já haviam sido eleitas modelos em suas categorias, por aclamação pela comissão do Benchmarking Saúde, recebendo prêmios especiais. A saber: Protécnica, como “Arquitetura Hospitalar” pelo projeto de reforma e ampliação do Hospital Aeroporto; Clivale e IPEMED, como “Benchmarking Brasil” pelos modelos inovadores de negócios; Clínica SIM, como “Democratização da Saúde” por levar infraestrutura de ponta para Cajazeiras e região; Hospital Português, que completou 160 anos de fundação, como “Legado Assistencial”; e o Hospital São Rafael, inaugurando o prêmio especial “Life Science” com o trabalho Escleroterapia Ecoguiada com Espuma – a instituição foi divulgadora da técnica no Brasil e o primeiro a fazer o procedimento pelo SUS, através de convênio com a Prefeitura de Salvador. O Benchmarking Saúde Bahia tem apoio da Abramge, Febase, Unidas, Sindhosba e Ahseb.

A cerimônia de entrega do prêmio será em 26 de outubro, durante noite de gala no Solar Cunha Guedes, no bairro da Vitória, em Salvador.


Ouvidoria Geral registra mais de 180 mil manifestações no primeiro semestre

No primeiro semestre, a Ouvidoria Geral do Estado da Bahia recebeu 181.030 mil manifestações referentes aos serviços públicos estaduais e atuação do Governo do Estado. Desse total, 93,34% já foram encerradas e 90,51% foram respondidas no mesmo dia. Um aumento de 130.431 mil registros em relação ao mesmo período de 2016.

Pedidos de informação sobre serviços e ações do Governo do Estado foram os itens mais frequentes, com 87,81%. Em seguida, reclamações (8%), denúncias (2,08%), solicitação (1,25%), elogio (0,71%) e sugestão (0,13%).

O 0800 284 0011 é o principal meio de contato utilizado pelos cidadãos para dialogar com a Ouvidoria Geral, com 90,71%. Em segundo lugar está a internet, com 6,06%, seguida da rede social (1%) e e-mail (0,97%). Os servidores públicos (50%) e cidadãos comuns (40,85%) realizaram a maioria dos registros, seguidos da pessoa jurídica (6,74%) e anônimo (2,25%).

As Ouvidorias da Secretaria da Administração (Saeb), Secretaria de Educação (SEC), Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) e Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) foram mais demandadas. Salvador, Feira de Santana, Lauro de Freitas e Vitória da Conquista são as cidades que mais utilizaram o serviço de ouvidoria do Governo do Estado no período.

Para o ouvidor-geral do Estado, José Maria Dutra, a participação dos cidadãos é fundamental para melhorar a qualidade dos serviços públicos. “Esse aumento de manifestações demonstra o interesse do cidadão em participar da gestão pública, melhorando a prestação dos serviços públicos”. E acrescenta “As estatísticas mostram a importância deste instrumento de gestão, possibilitando o conhecimento das áreas mais críticas e dos serviços que necessitam de melhoria e ampliação.”


“É preciso reconstruir pilares que fundamentaram o 2 de Julho”, diz Rui

rui-2-de-julhoJá são 194 anos desde a Independência da Bahia, mas o orgulho pela conquista só cresce com o passar do tempo. Uma das mais importantes datas do calendário baiano, o 2 de Julho atrai milhares de pessoas para as ruas de Salvador. O governador Rui Costa participa dos festejos, iniciados em frente ao panteão, no Largo da Lapinha, com o hasteamento das bandeiras do Brasil, da Bahia, de Salvador e do Instituto Geográfico e Histórico da Bahia (IGHB).

Para Rui, o contexto socioeconômico atual do Brasil reforça a importância da data. “O 2 de Julho nunca esteve tão atual. O povo baiano consolidou a democracia e a independência do Brasil com o 2 de Julho. Hoje é preciso retomar o crescimento econômico. É preciso retomar o caminho do Brasil. O povo brasileiro já sofreu demais e está exausto; há três anos vivendo uma crise dessa proporção. Chegou a hora da virada. Chegou a hora de reconstruir os pilares que fundamentaram o 2 de Julho”, afirmou Rui.

Neste domingo, o 2 de Julho pinta as ruas da capital com as cores do estado e do país, atraindo pessoas de todas as idades para o cortejo cívico. Ainda na Lapinha, o governador depositou flores no túmulo do general Labatut, um dos heróis da independência e líder do exército pacificador que garantiu a vitória da Bahia contra as tropas portuguesas na histórica Batalha de Pirajá.

Durante o cortejo, os principais ícones deste capítulo grandioso da história são lembrados e homenageados, desde o início da batalha, em Cachoeira, até a expulsão das tropas portuguesas, em Salvador. Entre eles, Maria Felipa, Joana Angélica e Maria Quitéria. As fanfarras também marcam presença no desfile, tocando clássicos da música brasileira e incentivando a participação popular através das canções.


Plenária final do 55º Congresso da UNE começa neste sábado

O 55º Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE) chegou na reta final. Após dois dias de mesas com convidados especiais e grupos de trabalho, 10 mil estudantes começam debates intensos para decidir os rumos da UNE para os próximos dois anos. Neste sábado (17) tem inicio a plénaria final, no Mineirinho, quando serão votados os textos que balizarão a nova gestão que será eleita no domingo (18).

Os textos se dividem em três eixos, conjuntura nacional e internacional, movimento estudantil e educação. Todas as diversas correntes ideológicas apresentam proposições que são votadas e aprovadas pelos estudantes. Além disso, serão apresentadas e aprovadas também moções sobre diversos temas.

NOVA GESTÃO

Já no domingo (18), ocorre a eleição da nova diretoria e presidência da UNE. Os movimentos que participam do 55º Congresso da UNE apresentam chapas e teses (http://www.une.org.br/noticias/conheca-o-caderno-de-teses-do-55o-congresso-da-une/) que são defendidos oralmente e votados pelos delegados (estudantes eleitos em suas universidades). Ao final da votação, a nova diretoria da UNE é composta de forma proporcional por todas as chapas participantes, de acordo com o número de votos obtidos. Isto significa que a direção da UNE é formada por diferentes tendências de pensamento e opiniões.


Campus Party em Salvador

campus-party-salvadorA edição baiana da Campus Party foi realizado na noite desta terça-feira (23), no Lounge da Arena Fonte Nova, em Salvador, com a presença dos secretários José Vivaldo Mendonça (Ciência, Tecnologia e Inovação), Fábio Vilas-Boas (Saúde), e Fábia Reys (Promoção da Igualdade Racial), além de empresários, estudantes e jornalistas.

As atrações do maior evento de inovação e tecnologia do mundo – que será realizada pela primeira vez na capital baiana, entre 9 e 13 de agosto – foram apresentadas pelo presidente da Campus Party, Francesco Ferrugia, e pelo diretor-geral do evento, Tonico Novaes.

Segundo Vivaldo Mendonça, o evento colocará a Bahia no cenário mundial de inovação. “É uma grande oportunidade. Vamos ter eventos pré-campus e pós-campus, inclusive no interior. Será um evento que vai se integrar ao calendário permanente da Bahia. Nunca se vendeu tão rápido as entradas das 3,5 mil vagas que foram colocadas à disposição do público como aqui”, afirma o secretário.

Para Francesco Farrugia, que mora há 14 anos em Salvador, promover a Campus Party é como criar uma cidade para três ou quatro mil pessoas, com alimentação, segurança, limpeza, centenas de horas de palestras, workshops e outras atividades. “Eu falei [sobre o evento] com o secretário Vivaldo Mendonça, que me apresentou ao governador Rui Costa. O governador me surpreendeu, porque ele sabia tudo sobre a Campus Party e tem as ideias muito claras. Ele falou que era o momento de fazer o evento e o apoio do Estado é fundamental”.


Abertas inscrições ao III Encontro Baiano de Sistemas Agrossilviculturais

Com click no website qualquer pessoa poderá fazer sua inscrição ao III Encontro Baiano de Sistemas Agrossilviculturais (EBSAGS), que será realizado de 5 a 9 de junho, em Itabuna, no campus e auditório da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC), e no Centro de Treinamento da CEPLAC, no Km 22 da BR-415-Jorge Amado, em Ilhéus. As inscrições podem ser feitas no endereço eletrônico www.ebsags.com.br.

Cada participante poderá ainda escolher outras formas de participação nas palestras, cursos, mini-cursos e oficinas no Simpósio para o Pacto Internacional Silvipastoril (Simpais) ou Painel sobre Mudanças Climáticas, bastando que faça a opção no ato de inscrição. A taxa para participar do Painel do Clima é de R$ 30,00 (individual) para produtores rurais e estudantes e de R$ 60,00 para profissionais, empresários e docentes. Os demais pacotes são duplos ou triplos.

A 3ª edição do EBGSAGS debaterá estratégias de incentivo ao agronegócio e à empresa rural, além de proporcionar a integração dos participantes com especialistas em sistemas silvipastoris. Além disso, será a oportunidade de se reunir a excelência acadêmica e realizar preleções e discussões sobre usos do recurso água e acerca da regularização ambiental das fazendas de cacau e agropastoris no sul da Bahia. Ao final, serão conferidos certificados aos participantes.


Incra/BA põe em dia declarações de atualização cadastral de imóveis rurais

O Incra/BA analisou 1,3 mil declarações de atualização cadastral de imóveis rurais no período de 8 a 12 de maio com o objetivo de assegurar a emissão do Certificado de Cadastro de Imóveis Rurais (CCIR). Com isso, a autarquia vem trabalhando mês a mês para evitar pendências de requerimentos de análises e atualização cadastral.

A ação contou com o reforço de servidores da Sala da Cidadania dos municípios de Itanhém e Olindina, que integraram força-tarefa responsável pela análise dos pedidos de alteração cadastral de áreas rurais.

De acordo com o chefe substituto do Serviço de Cadastro Rural, Rubens Garcia, o trabalho da força-tarefa é uma solução prática para evitar pendências nos requerimentos de análise e atualização cadastral.

Atualização

O cadastro do imóvel rural deve ser alterado em caso de mudança de dados pessoais dos titulares, de exploração, de situação jurídica e de área de imóveis rurais, a exemplo de retificação, desmembramento ou remembramento.

A atualização pode ser realizada via internet por meio de declaração eletrônica ou em uma unidade de atendimento do Incra, nas sedes das superintendências regionais e unidades avançadas, e em diversos municípios na Unidade Municipal de Cadastro ou Sala da Cidadania.

Importância do CCIR

A atualização cadastral assegura a emissão do CCIR, que é indispensável para registrar em cartório a transferência, o arrendamento, a hipoteca, o desmembramento, o remembramento e a partilha de qualquer imóvel rural.

O certificado é essencial também para a concessão de crédito agrícola, pois é exigido por instituições financeiras.

A declaração eletrônica pode ser acessada em https://sncr.serpro.gov.br/dcr

Gratuidade

Para acessar o CCIR é necessário que o imóvel rural esteja regularmente cadastrado no Incra. O documento é expedido gratuitamente via internet e o interessado também pode procurar uma unidade da autarquia e das prefeituras conveniadas. “Ninguém pode cobrar pela emissão do certificado” informa Rubens Garcia.

O atual CCIR refere-se aos exercícios de 2015 e 2016. Ao emitir o documento vigente pela primeira vez, o proprietário rural deve quitar taxa de serviço por meio de Guia de Recolhimento da União (GRU), gerada junto com o certificado. A guia deve ser paga exclusivamente na rede do Banco do Brasil. Após o pagamento, o interessado pode acessar novamente o portal do Incra para expedir outras vias sem necessidade de pagamento de nova taxa.


Bahia é destaque em vendas de campos de petróleo em terra

rui e wagnerA Bahia foi o grande destaque nesta quinta (11),  na 4ª Rodada de Licitações de Áreas com Acumulações Marginais, realizada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), que arrecadou R$ 7,9 milhões com a venda de oito dos nove campos de petróleo. As quatros áreas localizadas no estado baiano foram responsáveis por R$ 6,9 milhões da arrecadação, 87% do total.

A reativação das quatro áreas foi avaliada como positiva pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Jaques Wagner, para reaquecer a economia regional. “A reativação de campos petrolíferos já explorados pela Petrobras traz novas perspectivas para o reaquecimento das regiões onde os poços estão inseridos, uma vez que a produção envolve toda uma cadeia de fornecedores e a geração de mão-de-obra”, disse Wagner.

A empresa Newo Óleo e Gás foi responsável pela maior parte do valor arrecadado de R$ 5,7 milhões, para a área Itaparica, na Bacia do Recôncavo, em Itaparica. A Dimensional levou outro campo na Bahia, chamado Vale do Quiricó, em Pojuca, por R$ 764,4 mil. Já a Muncks & Reboques Brasil ficou com as outras duas áreas na Bahia: Jacumirim, em São Sebastião do Passé, pela qual pagou R$ 132 mil, e Araçás Leste, nos municípios de Araçás e Entre Rios, por R$ 357,7 mil.

A concessão para exploração dos poços visa atrair empresas petrolíferas de pequeno e médio porte, por terem uma produção pequena e não serem mais economicamente interessantes para empresas de grande porte. Essas áreas localizam-se em bacias sedimentares terrestres maduras, sendo leiloadas para reabilitar a produção de petróleo e gás natural nas áreas tradicionais de exploração petrolífera do estado.


Célia Watanabe assume Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural

celia-hissae-watanabeA Superintendência Baiana de Assistência Técnica e Extensão Rural (Bahiater), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), está com nova gestão. A mestre em Gestão de Políticas Públicas, Célia Hissae Watanabe, passou a assumir a superintendência do órgão, na última terça-feira (18).

A nova gestora chega com o compromisso de consolidar as ações em curso na Bahiater, ampliar o número de famílias atendidas pelos serviços de assistência técnica e extensão rural (ATER) e fortalecer o trabalho dos Serviços Territoriais de Apoio à Agricultura Familiar (SETAFs) e Serviços Municipais de Apoio à Agricultura Familiar (SEMAFs). “A ATER deve chegar qualitativamente nas comunidades rurais, estimulando a produção agroecológica e de alimentos saudáveis, bem como a garantia de renda que proporcione qualidade de vida em nossa Bahia Rural”.

A Bahiater, de acordo com Watanabe, foi concebida para implementar, executar e fazer a gestão dos serviços de ATER, possibilitando que o público beneficiário potencialize suas capacidades organizativas e produtivas e amplie o acesso às políticas públicas para a agricultura familiar.

A superintendente da Bahiater foi diretora de Políticas para Mulheres Rurais, no extinto Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). É funcionária cedida do Centro de Extensão da Comissão Executiva do Plano da Lavoura Cacaueira (Ceplac), onde atuou como assessora técnica da Agricultura a Familiar. Também foi assistente técnica do Programa de Organização para a Gestão Social do Projeto Dom Helder Câmara – MDA/Secretaria de Desenvolvimento Territorial.

Watanabe é mestre em Gestão de Políticas Públicas, pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), e especializada em Gestão de Políticas Públicas em Raça e Gênero, pelo Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher (NEIM), da Universidade Federal da Bahia (UFBA), e em Democracia Participativa, República e Movimentos Sociais, pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).